Arquivos do Blog

Com a Palavra, o Torcedor – Nathália Fumache

Depois do último post sobre o AVANTI e a decisão de vender ingressos do clássico na Vila somente pros sócios Avanti, foram diversos comentários, alguns a favor, outros contra, a maioria defendendo sua posição com respeito e educação.

O tema é bem polêmico e deve ser analisado por todos os ângulos possíveis. E veio a ideia de trazer um texto que encontrei pelas redes sociais e que muito acrescenta ao debate, especialmente porque aborda o ponto de vista de um dos diferentes tipos de torcedores que temos.

A Nathália Fumache, que escreveu esse texto no Facebook, não mora em São Paulo, é sócia torcedora e tenta vir aos jogos aqui e como visitante também sempre que pode. Eis o relato dela:

Boa tarde, Paulo Nobre!

Sou sócia torcedora, já fui torcedora comum e já viajei em caravanas de torcida organizada. Sou Palmeirense!

Estou acostumada a ir em jogos visitantes regularmente já tem uns 2 anos pra mais e não pretendo parar tão cedo. Também espero não enfrentar problemas com compra de ingresso pra esses… Já me basta o custo alto pra conseguir fazer aquilo que amo!!

Moro no interior e jamais terei a mesma pontuação de alguém que mora na capital em meu Sócio Torcedor. Também não me considero menos torcedora por isso. Se eu não consigo um ingresso, é uma coisa. Se sou simplesmente privada de tentar consegui-lo, é totalmente diferente.

Sou o tipo de torcedora que deixo de comemorar o próprio aniversário e datas com a família pra ver um jogo. Na minha maior loucura, fico até em torcida adversária se for necessário. Nunca recebi pra fazer meu papel de torcedora, sempre gastei e fiz o possível pra isso. O senhor não conhece a minha história. O senhor não conhece a história de cada Palmeirense dessas arquibancadas!

Completamos 100 anos este ano e espero também, que o senhor pare de ser um mimado birrento. O Palmeiras tem milhões de torcedores. Todos com a mesma vontade de torcer. Uns com possibilidade de acompanhar de perto e outros não. Quem decide a hora de poder acompanhar, é cada torcedor. O Senhor não paga as contas de ninguém. Nós é que pagamos as do Palmeiras!

Se deseja brincar de ser dono de algo, rei, vá brincar com suas empresas. O Palmeiras é NOSSO! Seu papel é presidir a instituição e não definir quem torce no estádio e quem torce em casa.

Quer criar programa de ST? Cria! Quer dar regalias a eles? Dê! Mas pare de tentar privar parte de nossa torcida por ego particular.

Torcida organizada e torcedor comum sempre existiu. Sempre vai existir. Como ótimo empresário que sempre ouvi dizer que é, deveria saber que todo setor de consumo tem sua importância dentro de uma empresa. Que assim como no futebol, todo torcedor tem sua importância para um clube.

Espero de coração que deixe de ser inconveniente e pare de brincar com a paixão de cada Palmeirense. Pare de achar que todos possuem a mesma posição social e o mesmo tempo livre pra ficar correndo atras das suas palhaçadas.

Não quero saber de política e o caramba a quatro. Quero saber do nosso Palmeiras em campo e de nossa torcida COMPLETA na arquibancada. Faça o seu papel e nos deixe fazer o nosso: TORCER.

Tive a oportunidade de comemorar nosso título da Copa do Brasil/2012 em seu bar. Juntos! Hoje, me sinto decepcionada com seu esquecimento do que é ser torcedor.

Domingo próximo, o Palmeiras joga contra o Santos fora de casa. Jogo típico que vou. Para este domingo, sequer tive a oportunidade de comprar um ingresso. Saiba que eu vou. Vou na minha loucura, assim como muitos vão. Na loucura e na paixão de ser Palmeirense. Não somos marionetes sua. O senhor não sabe com quem está tentando brincar…

Avanti, Palmeiras!
Att,
Alguém que torce a apenas 25 anos, mas exige respeito.

E ai, o que acharam da opinião da Nathy? Concordem, discordem, mas lembrem-se, comentem com respeito, ou serão bloqueados.

Fica o convite pra quem também quiser dar seu depoimento, é só entrar em contato comigo. Seria legal ler de alguém de fora do Estado, algum membro de organizada e um torcedor não organizado, assim teremos a maior parte dos pontos de vista pra analisar e tentar chegar a alguma conclusão, sempre em prol do Palmeiras e da sua torcida.

Lembrando, é claro, que cada opinião – a da Nathy e outras que vierem – é pessoal do autor e não reflete necessariamente a opinião deste blog, que, aliás, já se encontra devidamente exposta na última sequência de posts sobre o Avanti.

AVANTI PALESTRA!

%d blogueiros gostam disto: