Arquivos do Blog

O BONDE DO IMENSO: THIAGO

Outra da série Bonde do Imenso, dessa vez com a batuta o Thiago Teixeira. Vai moleque:

A quarta força do futebol de São Paulo. O time de doer, do técnico ultrapassado, dos jogadores medíocres. Isto é o que a maioria da impressa suja sempre diz, mas o fato é, O PALMEIRAS É O MAIOR CAMPEÃO DA HISTÓRIA!

A conquista de mais um caneco começou com muita desconfiança, mas no fundo o palestrino de coração sempre acredita. Pra mim, o Palmeiras deu grande passo ao título quando passou pelo Grêmio com uma vitória inesquecível naquele inesquecível 13/06/12, eu estava lá…

Recém integrado ao Bonde do Imenso, um grupo de palestrinos, até então apenas conhecidos de arquibancada, mas que com a convivência, jogo após jogo, demonstraram não ser só conhecidos de bancada, mas sim irmãos e acima de tudo amantes do Palmeiras. Bonde do Imenso obrigado por fazer parte desta turma.

Bom vamos ao que, pra mim, foi a decisão. Para este palestrino que vos escreve começou tenso, no dia 10/07/2012 ainda não sabia como iria à Curitiba. Decidido, chego ao aeroporto, encontro com companheiro de Bonde, Rovaron, valeu brother, os demais já estavam devidamente instalados na capital paranaense. Outros palestrinos presentes. Só dava Verdão. Vôo atrasa, tensão aumenta. Após 50 minutos intermináveis, Chegamos a Curitiba. Trajeto do aeroporto ao hotel mais tensão. Trânsito infernal. Isto porque é a capital modelo. Ha Vá. No caminho os companheiros do Bonde não puderam esperar. Partiram para o Estádio. Chek-in feito, partida rumo ao Estádio. Preocupação no trajeto, sem grandes problemas. Chegada encontro com os companheiros do Bonde. Após algumas brejinhas…só algumas..rsrsr. Entro no Estádio. Aliás, acesso ao Estádio precário e tumultuado. Mas AQUI É PALMEIRAS!

Ao tomar vista do campo me deparo com um estádio completamente tomado pelos até então temidos Coxas Brancas. Torcida Medíocre. Me juntei aos mais de 4 mil palestrinos. Era Lindo, tomamos os três anéis disponibilizados a torcida visitante. E mais do que luzes, fogos, sinalizadores (Green Hell)..rsrsrs…Eramos a TORCIDA QUE CANTA E VIBRA. E cantamos, como cantamos. Vibramos, como sempre. Empurramos o Verdão rumo a mais um titulo nacional.

Jogo começa e logo vem a mente o inicio do jogo de ida. Que nada, menos de cinco minutos pra se ver que o time era outro. Primeiro Tempo o que se viu foi um Palmeiras tocando a bola, controlando o jogo. Chupa Imprensa! Não se viu medo de tomar gol no começo do jogo. O jogo está bom pro Palmeiras. Mas temos que respeitar o adversário.  Thiago Heleno, enquanto esteve em campo, Maurício Ramos, Henrique, Assunção, pra mim os melhores da final. Algumas chances perdidas. Uma incrível, Betinho, sim ele! Segundo tempo, o Coritiba começa atacando, um pouco. Falta no bico direito da grande área. Bruno posiciona a barreiro com apenas 4 guerreiros. Quatro não!!! né Gé… Gol! A torcida medíocre deles inflama. Mas por pouco tempo. Mazinho, lembrando nosso Mago, segura a bola e sofre falta. Sim foi falta sim! Lá vem ele, a torcida dos coxinhas começa a gritar vergonha! Mas nada o abala, Assunção posiciona a bola, cobrança autorizada, bola alçada no primeiro pau, leve toque na bola e…. Pronto, acabou. GOL!… silêncio no Couto Pereira. Peraí, silêncio não. Explosão…agora sim GREEN HELL. Só se escutava a TORCIDA QUE CANTA E VIBRA. Olê… Olê… Eu Canto Eu sou Palmeiras Até Morrer… Calamos o Couto Pereira. A partir daí só foi cadenciar o jogo. O Coritiba não levou nenhum perigo a meta palmeirense. Final de Jogo. PALMEIRAS CAMPEÃO!

Para finalizar, gostaria de agradecer mais uma vez a rapaziada do Bonde do Imenso…Sem palavras… Agradeço principalmente ao meu querido e saudoso avô, Jose Teixeira de Almeida que nos deixou em 2003, mas que me ensinou a amar este Palmeiras desde 07/07/1979, meu pai, e não poderia esquecer meu Tio de Coração, Edison Valvassori, mais conhecido como Tio Palmeira, que junto com meu pai me levava em todos os jogos do nosso Verdão no saudoso Palestra Itália.

É isso. AVANTI PALESTRA!

%d blogueiros gostam disto: