Arquivos do Blog

Tem Jogo! Palmeiras x Paulista – Paulistão 2013 – R11

Há três jogos sem marcar gols, o Palmeiras enfrenta o sempre tinhoso Paulista hoje no Pacaembu, 20:30 e com ingresso a preços reduzidos – sem+desculpas+coxinhas+assinantes+de+abaixo-assinados – buscando reabilitação no setor ofensivo.

A ordem é fazer gol. Pra isso voltará ao time Patrik Vieira (OHHHHHHHHH!), mas o 19 segue firme e forte como o excelente+driblador+pelas+pontas+que+cruza+todas+as+bolas+na+mão+do+goleiro+adversário. Wesley, que nos outros times jogava de lateral esquerdo, terceiro volante, ponta direita, etc, mas que aqui só quer jogar de segundo volante, fica no banco dos titulares Massarujo e Virso.

Com isso, vão a campo  Fernando Prass; Weldinho, Maurício Ramos, Henrique e Marcelo Oliveira; Massa, Virso, Patrick Vieira e Valpinga; Kleber Pinheiro e Vinicius.

Do lado de de lá, jogam Richard; Rodolfo Testoni, Lázaro, Dráusio e Thales; Kasado, Diego Marangon, Hudson e Renato; Cassiano Bodini e Marcelo Macedo. Também do lado de lá teremos no apito Luis Flavio Oliveira, irmão do nosso amigo PCO.

Palpite do Maluco é de 3×0, dois gols do 19 e um de bike do 9, vai vendo…

19 hs., BuinBom, ainda sem poder tomar aquela gelada. Faltam SÓ 40 intermináveis dias…

 E não se esqueçam durante o jogo, lá no Estádio, se alguém peidar do seu lado, ouvidoria@palmeiras.com.br nele.

AVANTI PALESTRA!

Bambis 0 x 0 Palmeiras – Paulistão13

Foram duas impressões da arquibancada do Panetone na tarde de hoje: a primeira é que dá até pena da torcida das meninas, não me lembro de um único Palmeiras e São Paulo, mando nosso, com menos torcedores do que as gazelas que foram hoje no clássico. Tinha uma parte do estádio, onde era o antigo azul, que parecia cheia de torcedores que tiveram que obter liminar pra entrar no estádio. Vergonhoso.

A segunda impressão é de que podíamos jogar 450 minutos que não íamos fazer gol nos bambis. Kleina fez de tudo: tirou o Charles e colocou o Leandro, tirou o Vinicius pra colocar o Patrik (que eu acho que tem que ser titular), tirou o Vilson pra colocar o Wesley (podia ter estreado o Rondinelly), colocou o time pra cima delas, mas a bola não queria entrar. Patrik acertou a trave, várias bolas passaram raspando, e até mesmo quando o goleiro de hoquei ajoelhou – sua especialidade – a bola foi caprichosamente pra fora.

Valpinga foi o melhor em campo, enquanto aguentou correr. Depois, quando acabou o gás, foi apenas normal. As melhores jogadas do Palmeiras, sem exceção, passaram pelo pé dele. É isso que a torcida – organizada ou não – quer: comprometimento, que vista a 10 com honra, que seja o melhor em campo sempre. É a função dele. Araujo, Vilson, Henrique e o Prass também foram bem.

Pelo lado negativo, Kleber Pinheiro foi mal de novo. Terceiro jogo sem mostrar ao que veio. Estamos de olho. Maurício Ramos segue sendo o ponto fraco da defesa, é só a bola vir pingando que fudeu… Wesley entrou com a mesma falta de vontade de sempre, ou seja, o esporro tomado em Buenos Aires – merecido e sem qualquer tipo de agressão física – não serviu de nada. Difícil pensar que mais falta pra esse cara ter tesão de vestir a camisa verde…

Faltou pouco pra voltar a vencer no Panetone. Do próximo jogo não passa. Rogéria em fim de carreira, Lúcio decadente, Ganso chiliquento e Luis Pipoqueiro vão sambar a tarantela. Quem sabe, pela Liberta… quem sabe…

OS LANCES:

A FICHA TÉCNICA:

BAMBIS 0 X 0 PALMEIRAS 

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 10/03/2013 – 16h
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Auxiliares: Fabrício Porfírio de Moura (SP) e Claudenir Donizeti Golçaves da Silva

Renda/Público: R$ 537.215,00/18.020 público total
Cartões Amarelos: Douglas, Wellington, Jadson, Luis Fabiano (SPO), Patrick Vieira, Kléber, Weldinho (PAL)
Cartões Vermelhos: Lúcio (SPO)
GOLS: –

BAMBIS: Rogério Ceni, Douglas, Lúcio, Rafael Toloi, Cortez, Wellington (Edson Silva – 9’/2ºT), Rodrigo Caio, Maicon, Ganso (Jadson – 7’/2ºT), Aluísio e Luis Fabiano (Osvaldo – 14’/2ºT). Técnico: Ney Franco 

PALMEIRAS: Fernando Prass, Weldinho, Maurício Ramos, Henrique, Juninho, Márcio Araújo, Vilson (Wesley – 23’/2ºT), Valdívia, Charles (Patrick Vieira – intervalo), Kleber e Vinícius (Leandro – 17’/2ºT). Técnico: Gilson Kleina

AVANTI PALESTRA!

Tem Jogo! SPFW x Palestra – Paulistão13 R.10

E lá vamos nós de novo pra Floresta Encantada, vulgo Panetone ou Gaiola das Lokas, a casa dos bambi, como vocês preferirem. E iremos com a certeza que nenhum dos 5000 consumidores do futebol que assinaram a petição pela extinção da Mancha estará presente. Se é isso que é torcer pra vocês, eu tenho pena então… Divirtam-se comentando o jogo nas redes sociais. Eu vou estar lá no Estádio, me mandem um @br@ço na net, seus coxinhas!

O retrospecto não poderia ser pior. Faz 11 anos que não sabemos o que é vencer contra a bicharada no panetone, Ambas as equipes vem de maus resultados no meio da semana, mas o episódio de quinta-feira no aeroporto de Buenos Aires deve colocar em campo um Palmeiras bem mais pressionado que as gazelas.

Valpinga e Henrique são dúvida. Mesmo assim, aposto em Prass, Weldinho, M. Ramos, Henrique e Juninho; Araujo, Vilson, Wesley e Valpinga, Kleber e Leandro, embora pelo que jogou em poucos minutos em Bs As., o Patrik Vieira merecia uma chance. Ainda, durante o jogo poderemos ter as estreias de Leo Gago e Rondinelly. Que todos que pisarem no gramado saibam que hoje é dia pra ser monstro em campo!

Já o time do Glamour e do Luxo vai de Rogério Ceni, Douglas, Lúcio, Rafael Toloi e Cortez; Wellington, Fabrício e Jadson; Aloísio, Luis Fabiano e Osvaldo. UI!

Sem palpite, pra não zicar, mas tô achando que o Kleina aprendeu a lição na nossa última visita no Panetone.

Se jogarmos como contra a gambazada, vai dar Verdão na cabeça, elas num guenta!

PRA CIMA DELAS!!!  AVANTI PALESTRA!

Palmeiras 1 x 0 Barbarense – Paulistão13

Sportv.globo.com:

Ainda sob efeito da tragédia na Bolívia, Corinthians sofre pra empatar com Bragantino: 2 a 2.

Estreante, Leandro mostra estrela e salva Palmeiras de vexame.

A última manchete, que estava neste link aqui, já foi tirada do ar. Pros palhaços da imprensa, o Palmeiras ganha e escapa de vexame (empate). Nenhum dos marrons lembrou que o Palmeiras chegou ao gol da vitória com um jogador a menos… Já os lixos, vitimas que são (para a imprensa imunda) da tragédia na Bolívia, conseguem um empate, mesmo com todo o sofrimento a que foram submetidos nos últimos dias. Nenhum marrom lembrou de colocar na manchete que o empate “sofrido” veio com um penalti marcado aos 50 minutos do segundo tempo… Podia ser piada, mas não foi. Cada vez mais eu tenho asco da imprensa imunda, uma faxina nas redações é pra ontem…

O vexame a que se referia a matéria, na verdade, foi um time do Barbarense armado pra marcar com 11 e não atacar com ninguém. 0 4-3-3 anunciado era, na verdade, um 4-6-0 da pior qualidade. Mesmo assim, o Palmeiras criou várias oportunidades, muitas delas desperdiçadas pelos atacantes e outras paravam na mão do goleiro Walter. Foram pelo menos 03 defesas absurdas e outras 02 muito boas.

O que já não estava fácil ficou ainda pior quando Marcelo Oliveira, num lance que nem falta fez, tomou o segundo amarelo e foi expulso. Mesmo assim, a proposta do Barbarense era clara. Não atacar, custe o que custar. Um único lance levou perigo ao gol do Prass, que resolveu na saída de bola. O técnico teve as manhas de, com 1 a mais, sacar um atacante pra colocar um defensor. Mereceu perder…

E foi justamente nos pés do Leandro, o estreante do dia, que o gol mais do que justo saiu. Pressão na saída de bola feita por Caio Mancha, a bola sobrou pro atacante, que limpou um zagueiro e bateu colocado, no canto esquerdo, sem chance pro bom goleiro da Barbarense.

Depois, foi só administrar o resultado e comemorar mais 03 pontos. Atuações muito boas do Prass, Vilson, Massa, Souza e Patrik Vieira, além do bom retorno do Valpinga e da estreia pé quente do atacante Leandro.

Na quinta, pela Liberta, o Verdão visita o Libertad, em Assuncion, Paraguay. Deve ser um dos jogos mais difíceis do Palmeiras nesta fase da competição. Teste de fogo pro Kleina e pros jogadores. A expectativa, porém, é cada vez melhor.

OS LANCES:

A FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 1 X 0 UNIÃO BARBARENSE

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 24/2/2013 – 16h
Árbitro: Rodrigo Guarizo do Amaral (SP)
Assistentes: Vicente Romano Neto e Alex Ang Ribeiro

Renda/ público: R$ 476.310/ 19.128
Cartões amarelos: Itaqui, Bruno Pires, Juliano e Edilson (UBA); Leandro (PAL)
Cartões vermelhos: Marcelo Oliveira (PAL)
GOL:
 Leandro 36’/2T (1-0)

PALMEIRAS: Fernando Prass, Weldinho, Maurício Ramos, Henrique, Marcelo Oliveira, Vilson, Márcio Araújo (Caio), Souza, Wesley (Valdivia), Patrick Vieira, Vinícius (Leandro). Técnico: Gilson Kleina.

UNIÃO BARBARENSE: Walter, Alex, Juliano, Edson Borges, Guilherme Batata, Júnior Goiano (Edilson), Itaqui, Bruno Pires (Rafael Silva), Cesinha, Caihame (Dairo), Bachin. Técnico: Moisés Egert.

AVANTI PALESTRA! 

Gambá 2×2 Palmeiras – Paulistão13

Perder ponto pra freguês é uma merda. Dá até vergonha. Uma vez freguês, sempre freguês. Não importa quem joga com o pano de chão e quem joga com o manto alviverde, em que série cada equipe está, qual título ganhou, nada disso. Na hora que entra em campo, é sempre a mesma história, o freguês treme e o Palestra, até mesmo quando está desacreditado ou com um time teoricamente inferior, se impõe em campo. 

E a vitória só não veio porque o Wesley não passou nenhuma das 08 bolas que deixariam Patrik Vieira ou Vinicius na cara daquele frangueiro. E porque o juiz marcou falta num lance em que o Araujo limpou a zaga inteira do lixão e ganhou no ombro, mas a regra é clara: gambá no chão é sempre falta. Ainda teve um gol nosso anulado, por suposto impedimento, aquele que, se fosse do outro lado do campo, tinha valido o gol. E pra fechar a obra, uma entrada criminosa do camisa 11 da favela que, por muito menos, rendeu ao Valdivia e ao Danilo expulsoes em 2011, mas pro gambá um amarelinho já tá de bom tamanho…

Árbitragens sempre à parte, dificil falar mal do Wesley que, se nos custou os três pontos, deu as duas assistências pro Palmeiras virar o jogo e botar o Pacamenbu em pânico. 35 mil favelados em silêncio é impagável…

O Gambá pode vir campeão das galáxias, sempre vão tremer contra a gente. Favoritismo só na cabeça da gambazada da imprensa esportiva, né, Neto, seu merda… 8×0, só teve um na história, foi em 1933, 4 de Romeu Perliciari, 3 do Imparato – o trem blindado – e 1 do Gabardo, jamais terá outro… Quando a bola rola, só tem um freguês…

Essa semana será inteira de treinos pra aprimorar o futebol crescente do time, o próximo compromisso será dia 24  no Pacaembu, diante do Barbarense. Podemos ter Valpinga e Tiago Real de volta, além dos recém-chegados Rondinelly, Leandro e Léo Gago à disposição. E o time que a imprensinha adora odiar vai tomando cara… 

14 hs, no Buin.

OS LANCES:

A FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 2 X 2 PALMEIRAS

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/hora: 17/2/2013 – 16h
Árbitro: Antonio Rogério Batista do Prado
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Ricardo Pavanelli Lanutto
Renda/público: R$ 1.139.287,50/ 34.010 pagantes
Cartões amarelos: Maurício Ramos (PAL); Jorge Henrique, Emerson e Romarinho (COR)
Cartões vermelhos: Não houve 

GOLS: Emerson 17’/1T (1-0); Vilson 29’/1T (1-1) ; Vinícius 8’/2T (1-2); Romarinho 27’/2T (2-2)

CORINTHIANS: Cássio; Alessandro (Romarinho 14’/2T), Gil, Paulo André, Fábio Santos, Ralf, Paulinho, Danilo (Renato Augusto 15’/2T), Jorge Henrique, Emerson Sheik e Guerrero (Alexandre Pato 21’/2T). Técnico: Tite

PALMEIRAS: Fernando Prass; Weldinho, Henrique, Maurício Ramos, Marcelo Oliveira, Márcio Araújo, Vilson, Souza, Wesley (Caio 35’/2T), Patrick Vieira (Charles 22’/2T) e Vinícius (Ronny 28’/2T) . Técnico: Gilson Kleina

AVANTI PALESTRA!

Tem Jogo! Gambá x Palestra – R.08 Paulistão13

Ingresso na mão.

Voltamos ao minúsculo setor lilás do Estádio do Pacaembu pra apoiar o Palmeiras contra os lixos amanhã, pelo Campeonato Paulista. Pode ser o único derby do ano, o que traz uma importância ainda maior pro jogo. Se o ex-presidente tivesse se dado ao trabalho de ir na reunião da FPF que definiu as regras deste campeonato, poderíamos ter o mando de campo amanhã, já que em 2012 o mando foi deles. Como ele não foi, só nos resta dizer PITUUUUUUUUCAAAAAAAAAAA!!!!!!, né, Ademir Castellari, o @divinoBlog?

Some-se a isso uma campanha jamais antes vista da imprensa pra destacar o “abismo” entre nós e eles, que segundo eles jamais foi tão gritante. Ah tá, quer dizer que em 76 – apenas pra dar um exemplo – quando o Verdão comemorava o 6.o campeonato brasileiro, e a gambazada estava há 17 anos sem ganhar nada, a diferença não era essa ou até maior? Por isso que a imprensa esportiva, pra mim, só serve pra receber o meu desprezo.

Esquecem-se os marrons que em clássico a diferença não entra em campo. Sim, o time dos caras é melhor. Foi campeão da Libertadores? Sim, 13 anos depois que a gente, com competência e mérito próprios, e graças a um gol imperdível que o Pantufa perdeu. Foi campeão mundial também? Foi, 61 anos depois da gente e também muito em conta de um pênalti mal batido por ninguém menos que Lionel Messi. Longe de desmerecer as conquistas recentes do Gambá, só estou tentando mostrar que não se trata de um time infalível, e que a sorte também é necessária pra ser campeão. Aliás, a sorte – de ter aquela forcinha da arbitragem – é necessária até mesmo pra não perder do São Caetano… 

E aqui é Palmeiras, senhores. Já cansamos de entrar nesse jogo em desvantagem e sapecar os imundos. Que assim seja amanhã.

O treino fechado deste sábado deixou mistério quanto ao time que vai a campo. Mas é bem provável que seja repetida a escalação de quinta-feira, com duas incógnitas: Valdivia não vai mesmo pro jogo? e Vinicius ou Leandro ou Caio? Saberemos em campo.

Não arrisco palpite, só espero que o time jogue com a mesma garra e vontade de quinta-feira.

12hs, Caraiba x Turiassu.

Pra cima Palmeiras!

AVANTI PALESTRA!

Mogi Mirim 2 x 2Palmeiras – Paulistão13

Empate de bom tamanho, se considerado os jogadores que o Palmeiras teve à disposição na partida de hoje. Outro ponto positivo é que o segundo jogo que o Palmeiras sai na frente e, mesmo depois de tomar a virada, vai buscar o resultado. Já é uma evolução do time que terminou o ano passado, que tomava gol e desmontava por completo.

Mas ficou evidente que esse time jamais pode ser repetido. Sobe gente da base, estreia os novos contratados, sei lá, mas que jamais se repita essa escalação. E não tô aqui cornetando o Kleina, o Guardiola não faria melhor que ele. Por isso, sem pedir cabeça de treinador, hein, galera? Já tivemos os 3 melhores treinadores do Brasil nos últimos 4 anos e não resolveu nada, então deixem o Kleina trabalhar. Não que ele não tenha errado hoje, ele errou sim, mas pedir a demissão do treinador no sexto jogo da temporada é ridículo.

E o pior é que só não ganhamos por duas falhas individuais, uma do Prass, no primeiro gol e outra do Wendel, no segundo. O Kleina justificou a presença do Wendel porque precisava de marcação na lateral direita, mas o #caraquetemhistoria foi muito mal, quase fez dois penaltis e entregou o segundo gol num lance daqueles que, na varzea, lhe renderia um tapa na cara do capitão… E o Bruno Oliveira, da base, sem ter uma chance, é dose…

Wesley segue sendo um capítulo à parte, ou ele tá sendo sacrificado pelo esquema tático, ou tá pouco se fudendo pro que acontece em campo. Se for o ultimo caso, teremos que fazer outro MOP, dessa vez, pra comprar o futebol dele, porque no primeiro MOP só veio a carcaça.

Ouvi uma indagação interessante hoje no twitter sobre a impressionante evolução do futebol do Marcio Araujo: agora ele não precisa mais marcar por ele e por aquele velho safado e mercenário que estreou hoje nos Sardinhas tomando uma piaba em casa. Basta vermos o quanto o futebol do Arouca vai cair… Enquanto isso, Massa neles e XUPA VELHO POSER!!

E o “pior dos grandes” de São Paulo é o segundo melhor colocado, que coisa… É foda ter camisa, morre de inveja!

Quinta tem Liberta e terá também o retorno do Maluco aos gramados, depois de 40 dias de gancho no DM. Pra cima Palmeiras!

OS LANCES:

A FICHA TÉCNICA:

MOGI MIRIM 2 X 2 PALMEIRAS

Local: Romildão, Mogi Mirim (SP)
Data e hora: 10/2/2012, às 19h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Braghetto (SP)
Assistentes: Rogério Pablos Zanardo (SP) e Leandro Matos Feitosa (SP)
Cartões amarelos: Lucas Fonseca, João Paulo e Magal (MOG); Denoni e Wesley (PAL)
Cartões vermelhos: Não teve

GOLS: Márcio Araújo, aos 11’1ºT (0-1); Roni, aos 31’1ºT (1-1); Roni, aos 24’2ºT (2-1) e Souza, aos 31’2ºT (2-2);

MOGI MIRIM: Daniel, Roniery, Lucas Fonseca (Wesley Ladeira, Intervalo), Tiago Alves e João Paulo; Magal, Val (Waguininho, aos 17’2ºT), Carlos Alberto (Roger Gaúcho, aos 36’2ºT) e Wagner; Roni e Henrique. Técnico: Dado Cavalcante

PALMEIRAS: Fernando Prass, Wendell, Maurício Ramos, Henrique e Juninho; João Denoni (Ronny, aos 28’2ºT) , Márcio Araújo, Wesley e Patrick Vieira; Maikon Leite (Vinícius, Intervalo) e Caio (Souza, aos 16’2ºT). Técnico: Gilson Kleina

AVANTI PALESTRA! 

Tem Jogo! Mogi Mirim x Palmeiras – R. 06 Paulistão13

O Verdão vai a Mogi pela sexta rodada do Paulistão. Sem dúvida, o time entrará em campo sob a desconfiança do torcedor, não apenas pela saída do camisa 09 – que hoje se sabe, é mais um que cuspiu na camisa que o tirou do ostracismo – mas principalmente pela falta de clareza da diretoria no episódio.

Pra que aquele teatro todo do Brunoro? Se o cara colocou o clube na parede e exigiu ser negociado, na fatídica coletiva do último dia 08 o dirigente devia ter chegado e dito: “perguntem ao figura aí, pede pra ele explicar porque tá indo embora…”

Enfim, isso será tema de um outro post, logo mais. Amanhã parece que o Brunoro vai fazer o que devia ter feito desde sexta. Veremos.

O time que enfrenta o Sapão deve ser Fernando Prass; Ayrton, Maurício Ramos, Henrique e Juninho; João Denoni, Márcio Araújo, Wesley e Ronny; Maikon Leite e Vinícius.

O Mogi joga com Daniel; Roniery, Tiago Alves, Lucas Fonseca e João Paulo; Magal, Val, Carlos Alberto e Wagner; Roni e Henrique.

Apesar de toda a balbúrdia dos últimos dias, o Palmeiras vencerá o Mogi, 2×1, gols de Henrique e Marcio Araujo, ué???

AVANTI PALESTRA!

XV 3 x 3 Palmeiras – Paulistão13

Empate conquistado na base da camisa. Apesar de termos deixado escapar 3 pontos, as circunstâncias do jogo devem ser levadas em conta.

Estivemos atrás do placar por duas vezes e, mesmo assim, tivemos capacidade de correr atrás e reverter. Chegamos até a virar o jogo, o que mostra que o time está criando vergonha na cara. Mas aí, é só vir um safado de um árbitro e marcar um pênalti mandrake contra o Palmeiras que tudo se perde.

Antes do penalti, porém, temos que fazer um parêntese para agradecer ao Sr. Wesley. A falta de vontade dos últimos jogos se somou a um futebol pavoroso hoje, o 87 simplesmente errou tudo o que fez, inclusive foi ele quem perdeu displicentemente a bola no lance que resultou no pênalti marcado pelo salafrário do juiz. Seria ele………….. o novo Lincoln pré-pago……….. rumores?, diria o #Lenda @1914Mariani

Os “heróis” da partida, assim entendidos os responsáveis por não termos sofrido um vexame ainda maior hoje do que empatar com o XV, foram Henrique e Prass. O zagueiro fez 02 gols, o último há pouco mais de um minuto pro fim do jogo.

E finalmente temos goleiro, depois de 13 meses sem São Marcos. Prass fez pelo menos 03 defesas absurdas e garantiu que o Palmeiras não fosse sacolado pelo XV.

Durante o jogo, muita gente pedindo a cabeça do Kleina no tuiter. Não duvido que sejam os mesmos que fizeram abaixo assinado pro Riquelme ou pela extinção da Mancha. Sério, vocês não entendem NADA de futebol e menos ainda de Palmeiras!

Dêem esse time que o Palmeiras tem, com o peso de um rebaixamento nas costas, na mão do Pepe Guardiola, do Mourinho, do Ferguson, quem quer que seja, e eles não fariam melhor do que o Kleina tá fazendo. Só 02 reforços, elenco reduzido, time limitadíssimo, e tem cara reclamando de treinador?

Hoje, por exemplo, ele armou o time com 3 atacantes, coisa que os dois últimos técnicos jamais fariam prum jogo fora de casa, quem quer que fosse o adversário. Foi arrojado. Mesmo assim, depois de não ter funcionado o esquema no primeiro tempo, 96% por culpa da partida bisonha do Wesley e do futebol burocrático do Valpinga apresentados em campo, ao invés de ser teimoso, ele acertou a mão ao tirar o Vinicius e recompor o meio com Denoni. No 4-4-2, o Palmeiras virou o jogo em 7 minutos.

Fossem os seus antecessores no lugar dele, teriam rapidamente tirado mais um atacante pra colocar mais um volante. Lembram? E o que teria ocorrido depois de termos sofrido a virada? Um time sem poder de reação em campo. Mas o Kleina não é cagão e manteve o esquema e, não fosse o pênalti safado marcado contra a gente, teríamos ganhado o jogo.

Teríamos ganhado o jogo também não fosse a habilidade impressionante do Maikon Leite em perder gols. Se tiver uma estatística disso, ele é disparado o melhor do melhor do mundo em “perca” de gols. Esse “se consagra” a cada lance. Me vem uma imagem na cabeça, aquele koreano maluco cantando EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE, MAIKON LEITE!!!!…

E o Valpinga, hein? Partidinha sem vergonha, cartãozinho mais sem vergonha ainda e, não tenham dúvidas, quinta-feira vem mais cartão bobo por aí, afinal, Carnaval tá aí, ZIriguidum… Ou será que ele prefere levar o terceiro contra o Mogi e “folgar” contra os Gambás? Dúvida…

Segue o jogo, palestras, segue o jogo…

Dia 07 recebemos o Atl. Sorocaba no Pacaembu. Faltam dois jogos para a Libertadores, senhores. PRA CIMA PALMEIRAS!!!!

OS LANCES:

A FICHA TÉCNICA:

XV DE PIRACICABA 3 X  3 PALMEIRAS

Local: Barão de Serra Negra, Piracicaba (SP)
Data-Hora: 3/2/2013, 19h30 
Árbitro:Robério Pereira Pires (SP)
Auxiliares: Marco Antonio de Andrade Motta Júnior e Humberto Lellis Leite (SP)

RENDA/PÚBLICO: R$ 381.043,78/ 9.106 pagantes
CARTÕES AMARELOS: Valdivia, Ayrton (PAL) 
CARTÕES VERMELHOS: –
GOLS: Márcio Diogo, 2’/1°T (1-0); Henrique, 38’/1ºT (1-1); Márcio Araújo, 7’/2ºT (1-2); Diguinho, 30’/2ºT (2-2); Vinicius Bovi, 36’/2ºT (3-2) e Henrique, 48’/2ºT (3-3)

XV DE PIRACICABA: Bruno Fuso; Luiz Eduardo, Pedro Paulo e Glauber (Cesinha – 40’/2ºT); Adriano, Jairo, Diego Silva (Vinicius Bovi – 16’/2ºT), Diguinho e Janilson; Paulinho e Márcio Diogo (Anderson Lessa – 18’/2ºT). Técnico: Sérgio Guedes

PALMEIRAS: Fernando Prass; Ayrton, Mauricio Ramos, Henrique e Juninho; Márcio Araújo (Caio – 42’/2ºT), Wesley (Patrick Vieira – 39’/2ºT) e Valdivia; Vinicius (João Denoni – intervalo), Maikon Leite e Barcos. Técnico: Gilson Kleina

AVANTI PALESTRA!

Tem Jogo! XV x Palestra R. 5 Paulistão13

O Palmeiras enfrenta o XV logo mais às 19:30, em Piracicaba.
Se vencer, o Palmeiras apaga de vez a desgraça do ultimo domingo. Para isso. Kleina mantém o esquema com 3 atacantes usado no jogo contra o São Bernardo.
Assim, vamos de Fernando Prass; Ayrton, Maurício Ramos, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Wesley e Valdivia; Maikon Leite, Barcos e Vinícius.
O XV vai num 3-5-2 com Bruno Fuso; Pedro Paulo, Glauber e Luiz Eduardo; Adriano Ferreira, Jairo, Diego Silva, Diguinho e Janílson; Paulinho e Márcio Diogo.
Apesar do ferrolho, devemos ganhar, por 2×1, gols de Barcos e MLeite.
AVANTI PALESTRA!

%d blogueiros gostam disto: