Arquivos do Blog

Palmeiras, um time de massa e não das massas.

Salve meus amigos, todos na tensão pré Derby e é completamente normal essa ansiedade, afinal estamos numa fase ascendente e todo cuidado é pouco, pois clássico se ganha no campo com dedicação, garra e vontade. Mesmo em minoria no estádio (em tempo, eles nem deverão chegar a 25 mil ingressos vendidos) temos totais condições de jogar o jogo, no toque de bola e na primeira oportunidade liquidar a peleja, assim seja!

O tema de hoje é bem polêmico, mas se trata de algo que vem atrapalhando a evolução da Sociedade Esportiva Palmeiras.  Tenho certeza que boa parte dos Palmeirenses tem orgulho da nossa história e enaltece o esforço da Colônia Italiana, ainda mais considerando tudo o que se passou na 2ª Guerra Mundial e o quanto foram hostilizados.

Entretanto, com o advento das academias (décadas de 60 e 70), além da hegemonia dos anos 90, nossa torcida cresceu e se espalhou pelo Brasil, atingindo desde Marina Silva até Neymar e Hulk, passando por Chico Anísio e Moacir Franco.  Em suma, na década de 80, chegamos a ser a 3ª maior torcida do Brasil – mesmo no meio de jejum de títulos.

Só que o Palmeiras transcendeu a questão de time de colônia e se tornou um time de massa, sendo que é possível ver torcedores no Sul, Nordeste, interiores do Brasil e até mesmo no meio do Pantanal ou Amazônia. E isso tem que ser considerado e utilizado nas mensagens ao público alvo, afinal, quanto mais nos sentirmos parte do time, mas nos envolvemos e participamos ativamente, seja indo ao estádio, seja adquirindo camisas e afins.

Não significa que temos de abdicar da nossa história e deixar de homenagear a colônia, os fundadores e tudo o que foi conquistado. O que deve ser pensado é que muitas vezes podemos usar nomes em ações de Marketing ou em campanhas que não se relacionem diretamente com Palavras Italianas, tal qual Avanti, Cruz de Savóia ou cores da bandeira Italiana.

As cores do Palmeiras são Verde e Branco, arrisco a dizer que somos o maior Alviverde do mundo, mais vitoriosos e com maior torcida. No jogo contra os Bambis, a Mancha deu um show a parte com fitas verde e branco apenas (sem a cor vermelha), pois essas são as nossas cores e devemos utilizá-las em todos os materiais de Marketing e Comunicação.

Por fim e não menos importante, seria fundamental para nossa evolução que a gestão do Palmeiras não ficasse restrita apenas a sobrenomes Italianos e sim acessível para todas as etnias, pois a heterogeneidade agrega e muito, afinal temos diferentes aspectos comportamentais e isso promove a discussão e o crescimento. A disciplina Oriental, a Paixão Italiana, a flexibilidade Brasileira e por aí vai.

Lembrando a frase do nosso hino: “… que sabe ser Brasileiro ostentando a sua fibra.”

Marcelo Nacle

PorcoNews n. 53

Fala, parmeras! PorcoNews no ar e esta semana o assunto é Nova Arena. E outras cositas mas…

NOVA ARENA

Ontem as W. Torre anunciou a AEG como sua parceira na administraçao da agenda de eventos da Nova Arena. Na cobertura do PTD, podem ser vistos os vídeos e fotos do evento. Evento este do mais alto nível, trouxe até um depoimento de David Beckham (aquele que ia jogar nos bambis) direcionado ao torcedor do Palmeiras a respeito da Nova Arena.

Evento que nao contou com a presença de nenhum dirigente do Palmeiras, como bem lembrou e lamentou o 3VV

No pacote de novidades da Nova Arena, foi anunciado pelo diretor da W. Torre Rogério Dezembro, que as obras do novo estádio do Verdao terão visitação aberta aos torcedores do Palmeiras. Eu já confirmo minha presença e só saio de lá a hora que achar o sapo enterrado no gramado. Leia mais sobre o showroom da obra no Globo.com.

O IG destaca que a chegada da parceira AEG pode fazer com que a Nova Arena sejá palco do UFC. Gostou, né Gé Guarino?

ENQUANTO ISSO, NA ACADEMIA…

O Bigode segue quebrando a cabeça sobre como escalar o time para o clássico na casa de praia do Verdão.  Alex Muller confirmou hoje, no Twitter, que o ButtHead e o Judas não jogam:

O ButtHead ainda merece um desconto. Já o Judas…

Além deles, Valdívia, o jogador da seleção do Chile que faz tratamento no DM do Palmeiras, e Luan, o grosso-esforçado, não jogam. Vou apostar num Marcos; Araujo, Henrique, M. Ramos e Gabriel; Chico, Assunção, Tinga e Carmona; Maikon Leite e Fernandão. E que San Genaro nos proteja…

ENGRENAGEM SOLTA

A notícia é antiga, mas eu só li ontem. O diretor de marketing do Palmeiras, Bruno Frizzo, deu uma entrevista ao Maquina do Esporte. Quer ter uma idéia de como funcionam as coisas no Palmeiras? A matéria dá um belo panorama. Daí você se pergunta, porque será que as coisas vão tão mal no Verdão…

OPALA 66 À ALCOOL

A fonte é pouco confiável, pois se trata do UOL, reportando uma noticia de um Jornal chileno que vai pela pecha de “El Mercurio”, mas a se confirmar, nosso meia segue consumindo mais álcool que um Opala 66. Dessa vez El Mago teria causado numa cafeteria lá no Chile, em evidente estado de embriaguez. Antes que as Valdivietes venham me apedrejar aqui, eu pouco me importo se o cara bebe ou deixa de ber. Eu quero é ver ele jogar pelo menos 70% das partidas, ao invés de 30%. Já seria um bom começo…

JUDAS

O Blog do Perrone, cujo link não se reproduz aqui por razões óbvias, escreve que o coitadinho do jogador teria sido vítima de um protesto injusto, já que teria jogado com dores contra o ATlético/GO. Ainda dá a entender que a comissão técnica teria mais culpa na atual situaçao do jogador do que o próprio. E termina, brilhantemente:

“O cenário proporciona uma nova novela ao final do Brasileirão. Palmeiras e Cruzeiro terão que aceitar uma proposta pior que a do Flamengo (cancelada e provavelmente insuperável) ou o alviverde será pressionado para dar aumento a um jogador que tem rendido menos do que pode.”

Meu caro Sr. Perrone: O Judas tem contrato, que ele tem que cumprir goste ele ou não. Aumento? Só se for de ânsia de vômito toda vez que se lê algo da sua escrita… Lembre, quem mais sái prejudicado nessa história é o jogador. É ele que está com fama de mimado, chinelinho, vagabundo, traídor, causador de intrigas, ruim de grupo, 6 meses sem marcar gol, etc. Está se desvalorizando sozinho. Duvido que alguém se disponha a pagar a ele mais do que ele já ganha hoje… E se ele for pros Gambás, ótimo, vão juntar-se fome com vontade de comer. Deixa ele ir lá foder o barraco da galinhada que eu quero é dar risada… 

AVANTI PALESTRA!

%d blogueiros gostam disto: