Arquivos do Blog

Cruzeiro 1 x 1 Palmeiras – CdB17

Sejamos honestos. A Copa do Brasil terminou pro Palmeiras no apito que decretou o fim do 0x3 no primeiro tempo da partida de ida, no Allianz Parque.

Tudo que se passou depois disso foi lucro. O empate milagroso e inesperado no segundo tempo daquele jogo serviu pra inflar o brio do torcedor palmeirense, mas o Cuca, na coletiva aqui em SP já indicava o golpe: podíamos ter virado e não viramos…

Entramos em campo pro jogo da volta e tivemos um primeiro tempo apagado pra quem tinha a obrigação de buscar o resultado. Nenhum chute a gol na primeira etapa, que foi cozida pela presença de mais um juiz caseiro que apita jogo do Palmeiras fora de casa depois de pressão do adversário dono da casa, vergonha alheia da diretoria que tudo vê silente…

Cuca mexeu bem, e conseguimos, aos 27, num lance único até então – de sorte, aliás – abrir o placar com um gol de Keno, com desvio de Lucas Romero.

Mas o Palmeiras cometeu o pecado mortal do desperdício. Num lance aos 30 e poucos em que estávamos 4 contra 2, Egídio podia abrir pro Veiga na esquerda ou pro Guedes na direita, enquanto o Borja fechava pelo meio, Ele fez a única coisa que não tinha nada a ver, tentou bater no gol…

O castigo veio logo depois, um cruzamento que o Guedes deixou acontecer, e pegou o Mina mal posicionado, acabou virando gol do Cruzeiro, aos 39 do segundo tempo. Castigo até injusto pelo jogo de hoje, e até pela reação no jogo de ida, mas também merecido pelo vacilo inadmissível do primeiro tempo do jogo de ida.

Convenhamos que essa desclassificação, assim como no Paulista, está bem aquém da expectativa do palmeirense pra 2017. Mas também serve de correção de percurso e choque de realidade, ainda temos 1 ou 2 torneios pra disputar, e está mais que na hora de definir prioridades, porque já está desenhado que não temos time pra ganhar todas as disputas, mas ainda temos muita lenha pra queimar nas duas que restam.

Pra cima Palmeiras.

AVANTI PALESTRA!

Palmeiras 1×0 Inter – CDB17

E o primeiro jogo decisivo do Cuca no seu retorno ao Verdão foi com vitória.

Há quem não tenha gostado do rendimento econômico do time. A vitória simples realmente não empolgou.

Mas em torneio mata-mata, em que gol fora é critério de desempate, quando o primeiro jogo é em casa a regra principal é não tomar gol, a segunda é ganhar. E o Palmeiras fez as duas coisas. Então está ótimo.

Não custa lembrar que Borja driblou o goleiro no primeiro tempo e chutou pra fora. E Dudu, no segundo, era só ter rolado a bola pro Eric e o Palmeiras já teria lacrado o caixão.

E o Inter teve duas chances, em bolas paradas, uma que parou no travessão do que seria um gol contra do Borja, e a outra numa defesa monstra do Prass. 

Resultado bom, e segue o jogo, lembrando que a Copa do Brasil é a terceira prioridade nesta temporada.

AVANTI PALESTRA!

%d blogueiros gostam disto: