Arquivos do Blog

Vergonha Sem Fim

Leiam a Súmula do jogo do último sábado, que relatou que “nada houve de anormal” durante a partida.

Leiam a entrevista de Aristeu Tavares, responsável pela comissão de arbitragem.

Leiam, agora, a entrevista de Barcos, na qual ele revela que o delegado da partida, Gérson Baluta, se vangloriava de ter prejudicado o Palmeiras.

Pois bem, vamos aos fatos. Em detalhes.

R2 – Gremio x Palmeiras: Penalti absurdo não marcado em Henrique. 1 ponto perdido.

R3 – Sport x Palmeiras: gol mal anulado do Palmeiras, 1 ponto perdido.

R5 – Palmeiras x Vasco: penalti não marcado para o Palmeiras, 2 pontos perdidos.

R13 – Cruzeiro X Palmeiras: 2 gols do Cruzeiro irregulares, 3 pontos perdidos.

R17 – Palmeiras x Flamengo: gol do Palmeiras em impedimento, 2 pontos ganhos.

R18 – A/GO x Palmeiras: penalti não marcado, 1 ponto perdido.

Esses dados são os considerados pelo Placar Real, que não computou o assalto contra o Bahia, em que tivemos 1 penalti não marcado e 1 penalti que não aconteceu pro Bahia (+3 pontos pro Palmeiras e – 3 pontos pro Bahia), a expulsão vexatória do Luan no jogo ontra os Gambás, o jogo contra o Inter, entre outras. Há, ainda, outros jogos em que o Palmeiras foi favorecido pelo arbitragem, mas como não houve interferência no resultado do jogo, também não estão sendo computados aqui.

Considerando apenas os lances que foram identificados pelo, até onde se sabe, isento, Placar Real, o Palmeiras estaria hoje em 13.o lugar, com 38 pontos.

Ao se admitir que o placar do jogo contra o Inter tenha influência direta e imediata das imagens de televisão, por uma questão de equidade, muito antes de pedir a anulação daquele jogo, o Palmeiras teria direito que os pontos perdidos para Grêmio, Sport, Vasco, Cruzeiro e A/GO lhe fossem creditados depois de constatados os erros de arbitragem, correto?

Errado, senhores, porque o futebol é comandado por gente do naipe de Aristeu Tavares, pra quem um dos times mais prejudicados de todo o campeonato estaria, “agora”, tentando, talvez por desespero, mudar o foco.

Curiosamente, a Súmula do jogo, elaborada pelo juiz cujo chefe é o senhor do parágrafo acima, que ficou interrompido por 6 minutos por conta do famigerado lance atesta que nada houve de anormal. Como pode um gol ser primeiro validado, e vários minutos depois invalidado, e nem uma linha de explicação sequer consta do relato do juiz?

A resposta fica óbvia quando se lê o relato do tom de deboche com que o delegado da CBF, um sujeito que deveria ser imparcial e neutro, se dirigiu a um integrante da comissão técnica do Palmeiras, o clube que mais títulos venceu no País…

Mas isso é assim desde que o mundo é mundo. “O mundo do futebol é imundo”, e vai continuar sendo assim sempre. Faz parte do contexto, e prevalece quem sabe dançar a música, ou quem sabe se esquivar dela.

O que salta aos olhos é que, tivesse a diretoria do Palmeiras, ao menos uma vez, se portado com o mesmo brio e amor ao clube que Alexandre Kalil que, ao menor sinal de prejuízo ao Atlético, virou um bicho selvagem, talvez não estivéssemos nessa situação. Talvez não tivéssemos perdido mais de uma dezena de pontos por erros ridículos – pra não dizer propositais – de arbitragem. Talvez não tivéssemos todo tipo de absurdo praticado contra o clube dentro de campo, na beira do campo, nas tribunas de julgamento, etc…  

Um clube do tamanho do Palmeiras, com um currículo invejável de conquistas e glórias, jamais poderia ter sido entregue às mãos de gente tão pouco afeita ao mundo da bola. Culpa não só de quem é eleito, mas de quem elege também.

Quem sabe já nesse próximo pleito presidencial, ainda que indireto, essa gente que tanto mal faz pra instituição seja posta em seu devido lugar e com isso volte o Palmeiras à sua posição de maior expoente do futebol nacional.

Só assim termina essa vergonha sem fim, não do Palmeiras, mas do que fazem do clube a cada novo dia.        

AVANTI RENOVAÇÃO! 

Festa do Apito da CBF 2 x 1 Palmeiras – BR12

E a vergonha segue comendo solta nas arbitragens de jogos do Palmeiras no Brasileirão.

Se até esse comédia reconhece, é porque a semvergonhice está beirando o absurdo:

O curioso é que o nosso gerente, aquele bom moço, no último jogo contra o Bahia, dizia logo após o jogo que não teria visto prejuízo ao Palmeiras.

Agora, diz que quem cuida disso é o jurídico do clube. Sei, sei…

Acontece que a putaria não vem de hoje. O Palmeiras fechou o ano passado como o time mais roubado do campeonato brasileiro e segue disparado com a primeira colocação, com absurdos 0,6 pontos tungados por rodada, ou se preferirem, 3 pontos perdidos pro apito a cada 05 jogos.

Tabela de Favorecimento - www.placarreal.com.br - 31.07.2012

Tabela de Favorecimento – http://www.placarreal.com.br – 31.07.2012

Essa semana foi feito mais um protesto formal à CBF. BELA MERDA! Será que ninguém vê que protestos formais não servem de porra nenhuma? Tem que ser enérgico, meus senhores! Cadê o sangue italiano dessa gente que comanda o Palmeiras? Tem que perseguir e exigir severas punições para cada um desses malditos árbitros e bandeirinhas que assaltam o Palmeiras a cada novo jogo. O cara tem que ter medo da gente! Tem que saber que se fizer cagada vai ficar 02 meses sem apitar. Quem sabe aí os canalhas pensam duas vezes…

Mas não é só! O PRESIDENTE tem que se fazer presente junto de todo o corpo jurídico, seguranças, etc., a cada um dos próximos 25 sorteios da escala de arbitragem, pra IMPEDIR que sempre nos nossos jogos venham juízes principiantes, estreantes na Série A, retornando de licença forçada, com histórico de prejuízos praticados contra o Palmeiras e mais aqueles figurinhas carimbadas que não perdem uma oportunidade de operar o Verdão.

Outra coisa. Assim que sair a escala de arbitragem, convoquem uma coletiva e esculhambem o árbitro sorteado, puxem a capivara do cara e apontem todos os erros absurdos . Sim, faça com que o cara entre em campo com o cu na mão e com a certeza que não vai ter perdão qualquer errinho, por menor que seja. Tá na hora de botar o terror.

E o Felipão está muito mais do que correto em não dar mais entrevista depois dos jogos em que o Palmeiras é assaltado. Quem sabe com isso, sem a coletiva, os patrocinadores também pressionam a diretoria a tomar providências pra cessar a balbúrdia, sem falar que com isso ele evita o risco de punições, o que prejudicaria ainda mais o clube.

Chega de protestos formais e vamos começar a tomar providências eficazes e enérgicas com essa festa do apito.

Tá na hora de mostrar que aqui é Palmeiras, senhores diretores!

AVANTI PALESTRA! 

 

Pra que (não) Serve um Ranking?

Ontem havia sido divulgado o ranking de clubes da CBF, no qual o Palmeiras constava como segundo colocado, atrás apenas do Santos, atual campeão sulamericano. Corrigido o tal ranking hoje, o Palmeiras aparece em primeiro lugar.

– YES! É líiiiiiiiider, porra!

Hã? Se você também não vê motivos pra comemorar, deve estar se perguntando: Má pá qui porra serve um ranking?

Eu realmente não sei a resposta. Nunca vi torcedor ir pra Paulista porque o time é primeiro colocado em algum ranking. Torcedor quer time bom e título. Simples.

Mas vou dizer pra que NÃO serve um ranking, em especial o ranking de melhor time do Brasil, em especial para o Palmeiras:

1) Não serve pra manter o patrocínio master da camisa do primeiro colocado;

2) Também não serve pra contratar um novo patrocínio master pra camisa;

3) Não serve pra fechar uma parceria milionária – e em libras – com uma empresa inglesa interessada em investir em jogadores até 23 anos pra serem cedidos ao líder;

4) Não serve pra conseguir contratar, sem auxílio de “investidores”, desconhecidos como Juninho e Edson Silva;

5) Não serve pra contratar, nem mesmo com o auxílio de “investidores”, jogadores velhos como Jorge Wagner e Kléber;

6) Não serve pra evitar chapeús de outros times na contratação de jogadores como Martinuccio, Wagner, Jonas, Vitor Jr., e outras tantas “jóias”;

7) Basicamente, não serve pra contratar jogador nenhum;

8) Não serve pra evitar que o primeiro colocado seja o time mais prejudicado pela arbitragem no País, até mesmo nessa porra de ranking o clube ia sendo roubado…;

9) Não serve para impedir que o clube esteja sempre sujeito aos interesses políticos escusos daqueles que muito já o prejudicaram;

10) Não serve pra fazer a diretoria do clube não parecer uma floresta de bananeiras;

11) Não serve pra fazer o torcedor esquecer de mais de uma década de vexames; e

12) _________.

Por isso, CBF, diretoria e cia limitada, peguem essa porra desse ranking e, bom… sejam criativos, plantem uma bananeira, sei lá…

AVANTI PALESTRA!

%d blogueiros gostam disto: