Arquivos do Blog

Tem Jogo! Palmeiras x Coritiba – BR 2011 R33

Num jogo que deveria servir como vingança, o Palmeiras enfrenta o Coritiba hoje completamente desfalcado, inclusive da torcida, que deverá ser pouca, seja em função da má fase, seja em razão do jogo estar marcado pra Barueri às 19 horas.

Sampaio, se estiver me ouvindo, o palmeirense quer jogo no Pacaembu! Barueri e Canindé não rola.

Sem Maurício Ramos e Valdivia, suspensos, Gabriel, liberado pra Udinese (ITA) e Marcos, ainda com dores no joelho, o Verdão joga com Deola, Cicinho, Thiago Heleno, Henrique e Rivaldo; Chico, Marcos Assunção, Tinga e Luan; Ricardo Bueno e Maikon Leite.

Já o Coritiba vem de Vanderlei, Jonas, Jéci, Emerson e Eltinho; Willian, Léo Gago, Leandro Donizete (Everton Costa) e Davi; Marcos Aurélio e Leonardo.

Apesar de eu não acreditar em vitória, ainda mais com essa escalação, o palpite do Maluco, que é feito no mais puro achismo, me contradiz e aposta em vitória de 2×0 pro Verdão, gols de Marcos Assunção e Ricardo Bueno.

AVANTI PALESTRA! 

Tem Jogo! Palmeiras x Gremio – BR2011

Sem Luan e Thiago Heleno, o Palmeiras recebe o Gremio no Canindé, as 18:30hs.

O time gaúcho vem em franco declínio, mas terá a estréia de Celso “Burro” Roth no comando, o que poderá significar alguma diferença do futebol medíocre que o Gremio vem apresentando.

O Palmeiras deve jogar com Marcos; ButtHead, Mauricio Ramos, Henrique e Géééérley; Araujo, Assunção, Valdivia e Patrik; Maikon Leite e #30.

Já o Gremio deve ter Victor; Adilson, Vilson, Rafael Marques e Bruno Collaço; Gilberto Silva, Fábio Rochemback, Douglas, Lúcio e Leandro; André Lima.

Com o empate de quarta-feira e a vitória dos 4 concorrentes diretos, o Verdão não pode nem sonhar em perder pontos hoje. É vitória e zica pra cima dos adversários. Palpite do Maluquinho: 2×0, gols de Mauricio Ramos e Valdivia.

AVANTI PALESTRA!

Tem Jogo! Coritiba x Palestra – BR 2011

Que não me venham dizer que não tem clima de revanche. Que já passou. Que foi um acidente de percurso. Nada menos que uma sonora goleada, de preferência com pancadaria no final, irá satisfazer a sede de vingança do palmerense. E num quero ver fugir não, viu Sr. Neneco?!?! O post da vitória do Palestra será todo dedicado ao Sr.!

Como fomos perder de 6 prum time morfético e minúsculo, recheado de refugos e sem qualquer expressão no futebol, remanesce como um mistério ainda inexplicável. O mínimo que se pode dizer é que aquela foi uma semana atípica. De lá pra cá, justiça foi feita e interrompemos a série de vitórias consecutivas do timeco, que não ganhou a Copa do Brasil, além de hoje os clubes figurarem nos seus devidos lugares na tabela do Campeonato: O Palestra a três pontos do líder, o Coritiba a 4 da zona do rebaixamento…

E é por isso mesmo que foi tão doída aquela absurda derrota. Podia até perdido, até ter sido eliminado pelo Coritiba, mas jamais daquele jeito, com aquela surra que foi aplicada num time até então invicto, que tinha tomado 6 gols em 19 jogos…

Então, não tem essa de “já passou” ou “tá superado”. Porra nenhuma. Tem que atropelar os caras. Tem que mostrar que aqui é Palmeiras, porra!

E dessa vez não vai ter Leandro Amaro na zaga, responsável por 4 daqueles malditos gols ou o comédia do  /\, que foi expulso… Por outro lado, tem o Mago voltando à boa forma, Henrique no banco de reservas à disposição, Maikon Leite, e o reforço da presença do Jeci na zaga adversária. Agora a história é outra!

E pra colocar os pingos nos “i”s, pra restabelecer a supremacia do Palestra sobre aquele projeto de time, vamos a campo com Marcos; ButtHead, TH, Mauricio Ramos e Géééééééérley; Araujo, Assunção, El Mago e Luan$7MM; Maikon Leite e #30.

Já o Coritiba jogará com  Edson Bastos; Maranhão, Jeci, Emerson e Eltinho; Leandro Donizete, Léo Gago, Tcheco e Rafinha; Marcos Aurélio e Bill. Tirando Marcos Aurélio, que até onde eu sei sempre jogou lá, o resto do time é um apanhado de descartes e refugos, e quem quer ser campeão não pode perder ponto prum time desse naipe. Só a vitória interessa. E ela virá!

O palpite do Maluquinho vem com aquele otimismo de sempre, mas apimentado pela sede de vingança: 4×0 pro Verdão, gols de TH, Maikon Leite, Luan e #30, e de preferência com o pau quebrando no final, na hora que o Valdivia der o sétimo chute no vácuo pra cima do Leandro Donizete e ele se descontrolar…

L’Osteria ver o jogo, #boralá?

AVANTI PALESTRA!

Palmeiras 3×2 Atlético/MG – BR2011

Não vou cansar de falar. O Palmeiras jogar no Canindé é um ultraje às tradições quase centenárias do Campeão do Século XX. Esse nhenhenhé de que o Palmeiras vai bem no Canindé é ridículo. Vai bem no Canindé porque joga mais lá do que no Pacaembu. Simples. Se mandasse todos os jogos no Pacaembu, estaria indo bem naquele estádio e não na merda do Canindé.

O Canindé tem algumas coisas bizarras, como as arquibancadas “subterrâneas”, que ninguém usa porque está abaixo do nível de visão do gramado, ou então os banheiros, onde há boxes sem sanitários, sei-lá pra que, mas que tem, isso tem… Não cabe quase ninguém naquela merda, o que limita o público do jogo a ridículos 10.000 pessoas por jogo, mal acomodadas. Duvido que se tivesse sido no Pacaembu, não teríamos 17 ou 18 mil, média regular do Parque Antártica. Será que 50% a mais de renda não pagaria o custo extra do Pacaembu e mais um pouco, hein presdiente?

Estádio à parte, foi uma vitória até certo ponto complicada do Palmeiras, muito por conta de ter sofrido os dois primeiros gols como mandante na competição. E justamente logo depois de termos marcado, outra raridade até então não vista na competição. Destaques positivos pro Mauricio Ramos e pro João Vitor, o melhor em campo, pelo menos do primeiro tempo.

Com as confirmações, momentos antes do jogo, da venda do Welington Paulista para o Gremio e da aquisição definitiva de Luan junto ao Toulouse, o Palmeiras teve a presença ilustre de Telmário, formando o ataque com Maikon Leite e com o glorioso sertanejo vesgo. Mas, pra variar, foi na bola parada que, aos 14 minutos, com um cruzamento errado do Marcos Cachaça, ops, Assunção, acabou saindo um golaço a la RG na Copa de 2002 contra a Inglaterra.

Mas não passaram nem 2 minutos que, após um passe de calcanhar (sim, de calcanhar) errado do morfético do @luansanatanaevc, o Galo chegou ao empate, num chute desviado na nossa zaga. Luan merecia ser pregado numa cruz depois da bizarrice que fez. Cretino, não sabe acertar um passe regular de 10 metros e quer dar passe de calcanhar? Vá pra Puta que lo parió, Luan!

Ainda sobre o gol, eu acho o Deola um puta goleiro. Mas, pra ser fudido mesmo, o goleiro tem que ter sorte e, definitivamente, o Deola ainda não achou a sua. Deve ser o terceiro ou quarto gol que o Deola sofre de bolas desviadas na zaga. Mas, vamos dar um desconto pro 22, porque não tenho dúvidas que toda a sorte do Santo vai passar pro Deola assim que o Marcão pendurar as luvas.

Valdivia pareceu meio perdido em campo no início do jogo, mas logo foi encontrando o seu futebol, em meio a alguns passes errados e outras jogadas brilhantes. Em breve, teremos El Mago de volta a sua melhor forma, e aí quero só ver segurar…

E assim terminou o primeiro tempo, com o Palmeiras chutando 13 vezes ao gol e errando 10, um problema corriqueiro dos jogos do verde.

Aos 16 do segundo tempo, novamente numa cobrança de falta do Pinguço, digo, do Assunção, a bola sobrou no meio da área pro Luan sentar a bota e, dessa vez, não errar o gol. Calma, vesgão! É muito pouco pra aliviar pro seu lado… Que que foi aquela porra de passe de calcanhar!?!?!?!?

Daí o Palmeiras dominou o jogo. Mesmo assim, o Atlético ainda quase empatou em duas cabeçadas que rasparam a trave. Mas foi aos 32 que, em uma boa jogada do Luan pela esquerda, a bola foi rolada pro meio, Valdivia dividiu com o zagueiro e sobrou pro Patrik praticamente rolar pro gol. Tava fechado o caixão. #not

Praticamente na saída de jogo, o Galo mandou uma bica pro lado esquerdo da nossa zaga, Gééééérley dormiu na bola e acabou tomando um chapéu praticamente na linha de fundo, uma bela jogada do Neto Berola, sempre ele, que cruzou pro Galo fazer 3×2. Os últimos 15 minutos de jogo foram tensos, e só não foram piores porque o Galo é uma merda.

Final de jogo, vitória suada do Verdão, 3 pontos na tabela, 3 a menos que os Gambás, terceira posição junto das bichas, mas com uma vitória a menos, seguimos firmes na disputa. Principalmente porque ainda temos confronto direto com as galinhas pretas e com as frangas.

Mas, pra isso, a diretoria precisa correr atrás de reforços, e rápido. Com as saídas de MJ e WP, o afastamento de Lincoln e o chapéu do Flor no Martinuccío, o que era um elenco forte pra disputa do título virou apenas um time, com poucas alternativas no banco de reservas. É assim que se perde título. Sem peças de reposição. Vamos torcer pra que a diretoria seja rápida e eficiente, e que traga pelo menos mais um atacante e um meia pra compor o elenco. Eu disse rápida, viu presidente?

Quarta-feira, o Palmeiras volta ao palco da tragédia de Curitiba, o Couto Pereira, e o clima de revanche está instaurado, embora o Felipão diga que não. Nada menos que uma goleada será aceitável.

OS LANCES:

A FICHA TÉCNICA (via Lance!):

PALMEIRAS 3 x 2 ATLÉTICO-MG
Data: 30/07/2011 – 21h
Estádio: Canindé, em São Paulo (SP)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (MG)
Auxiliares: Roberto Braatz (PR) e Fábio Pereira (TO).
Renda/público: R$ 259.500 e 9.983 pagantes
Cartões amarelos: Serginho (ATL); João Vitor (PAL)
Cartões vermelhos: Felipão, 36’/2ºT;
GOLS: Marcos Assunção, 14’/1ºT (1-0); Magno Alves, 16’/1ºT (1-1); Luan, 16’/2ºT (2-1); Patrik, 32’/2ºT (3-1); Wesley, 34’/2ºT (3-2)
PALMEIRAS: Deola, Cicinho, Maurício Ramos, Thiago Heleno e Gerley; João Vitor, Marcos Assunção e Valdivia; Maikon Leite (Patrik, 20’/2ºT), Luan e Dinei. Técnico: Felipão.
ATLÉTICO-MG: Giovanni, Werley, Lima e Leonardo Silva; Patric, Serginho (Neto Berola, 29’/2ºT), Richarlyson, Caio e Eron; Magno Alves (Wesley, 29’/2ºT) e Jônatas Obina (André, 29’/2ºT). Técnico: Dorival Júnior

O BONDE NO CANINDÉ:

Este slideshow necessita de JavaScript.

AVANTI PALESTRA! 

Palestra 2×0 Atlético/GO – BR 2011

Boa vitória pra 9.450 pagantes no maldito Canindé. Não me importa que seja a sétima vitória seguida no Estádio, sem tomar gols, que o Palmeiras não perde lá desde 2001, o Palmeiras é imenso e tem que jogar no Pacaembu enquanto a Arena não fica pronta. E outra coisa, jogar as 19:30 é outra vergonha. Se a diretoria é tão preocupada em economizar, devia saber que jogar no Canindé as 19:30 é perder dinheiro… Qualquer trainee sabe disso.

Vamos ao jogo.

O Palmeiras jogou contra o Atlético/GO como devia jogar sempre: sem tomar conhecimento desse modesto time de colhedores de tomate, dominando e pressionando a todo momento. As voltas de ButtHead, Gabriel Silva e Mauricio Ramos ao time foram boas, assim como tiveram muito boas atuações o Márcio Araujo e o Assunção, tão criticados aqui em outros tempos.

Tiago Heleno continua sendo excepcional na zaga, não perde uma bola, por cima ou por baixo. Luan também foi bem, acima da sua média normal e não tão espetacular como nos últimos jogos. Mas, na média geral foi bem.

A decepção segue com WPalestra e Lincoln. O primeiro até que se esforçou, jogou na sua posição de origem todo o primeiro tempo e parte do segundo (num determinado momento da segunda etapa Felipão o colocou pela direita), até acertou uma bola na trave, mas continua sem repetir as boas atuações que tinha com a camisa do Botafogo e do Cruzeiro. Começo a pensar que de repente a camisa tá pesando um pouco. Força, mano, você é bom jogador!

Do Lincoln eu já desisti. Realmente se eu fosse o Kléber estaria puto de ganhar menos que um jogador inoperante no elenco (embora eu discorde plenamente de como o Kléber tá conduzindo a situação). O pior é que o cara é muito bom, acima da média, mas dá uma impressão de que sempre falta alguma coisa, vontade, garra, sei lá. Já encheu.Volta logo, Mago!

E teve ainda o retorno do Tinga, que eu não vou cornetar, vou dar uma folga pro menino, que tem potencial. Mas hoje, faltou futebol de novo.

A estrela da noite, como já era esperado, foi o estreante Maikon Leite. Jogou muito, fez gol, driblou, correu, roubou bola, foi até meio fominha, mas mostrou que, finalmente, o Palmeiras está acertando em cheio nas contratações, assim como com TH e Butthead. Falta só mais um zagueiro e um meia, diretoria, bora trabalhar!

E o Kleber, que hoje não jogou por conta de um edema muscular na coxa (hã?), não fez tanta falta como em outras partidas. Continua sendo o jogador mais importante do elenco, mas se ele for embora, o Palmeiras não vai acabar. Que essa situação acabe logo, o palmeirense não merece passar essa angústia.

Enquanto isso, a emissora urubu/gambá se deu ao trabalho de subir no ar imagem de que o Kléber não comemorou o gol do Palmeiras lá do camarote, onde assitia o jogo. Sério, qual a relevância disso? Jogador é pago pra jogar bola, não pra se comportar como um fanático de arquibancada. Isso, deixa que a gente cuida. O cara tem que entrar e jogar, que é pra isso que ele é pago. O dia que o Palmeiras precisar de jogador engrossando o coro da arquibancada, vai ter virado o Atlético/GO. Um time que tem 17 milhões de torcedores só precisa de jogador pra jogar, viu Rede Globo?

Enfim, foi uma vitória tranquila, não só pela bela estréia do Maikon Leite, mas também pela consistência do Palmeiras, que se mostra um time extremamente regular e bem disposto, deixando claro que a derrota do último domingo foi normal, faz parte do percurso num campeonato dessa dificuldade, afinal por mais eficiente que seja o time, todo palmeirense sabe que não é time pra ser campeão invicto, assim como não é nenhum outro que disputa o Brasileirão.

Basta ver que os gambás e os urubus, por exemplo, que seguem invictos na competição, rendem bem menos que o Palmeiras em campo. O Flamengo está abaixo na tabela e quem viu o jogo dos gambás ontem sabe que o resultado de ontem foi, no mínimo, injusto e construído a partir de um penalti que, se fosse pro Palmeiras, o atacante tinha levado amarelo.

Próximo compromisso do Palmeiras é contra o América/MG na Arena do Jacaré. Vai ser pauleira de novo, especialmente porque o Coelho perdeu em casa pro Flamengo e segue na rabeira da tabela. Espero que até lá a contusão (hã?) do Kleber tenha passado e essa história de Flamengo seja mais uma piada, de preferência se um dia antes do jogo o Renato Mauricio Prado anuncie o Gladiador na Gávea! kkkkkkkk

OS LANCES DO JOGO (via SPorTV):

A FICHA TÉCNICA (via LANCE!):

PALMEIRAS 2 X 0 ATLÉTICO-GO

Estádio: Canindé, São Paulo (SP)
Data/hora: 30/6/2011 – 19h30
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)
Auxiliares: Erich Bandeira (PE) e Wilton Lins da Silva (PE)

Renda/público: R$ 242.709,00 / 9.450 pagantes
Cartões amarelos: Luan e Tinga (PAL); Bida e Rafael Cruz (ATG)
Cartões vermelhos: –
GOLS: Maikon Leite, 27’/1°T (1-0); Marcos Assunção, 34’/1°T (2-0)

PALMEIRAS: Marcos, Cicinho, Maurício Ramos, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Márcio Araújo, Marcos Assunção (Chico, 38’/2°T) e Lincoln (Tinga, 10’/2°T); Maikon Leite (Adriano, 36’/2°T), Luan e Wellington Paulista. Técnico: Felipão.

ATLÉTICO-GO: Márcio, Adriano (Rafael Cruz, intervalo), Gilson, Anderson e Thiago Feltri; Agenor, Pituca, Bida e Vítor Júnior (Élvis, 18’/2°T); Marcão (Juninho, intervalo) e Anselmo. Técnico: Paulo César Gusmão.

AVANTI PALESTRA!

Tem Jogo! Palestra x Atlético/GO – BR 2011 Rodada 7

Hoje, a partir das 19:30hs, no maldito Canindé, o Palmeiras enfrenta o maldito Atlético Goianense pelo Brasileirão.

Se vencer, o Palmeiras reassume a terceira posição na Tabela, ficando a um ponto das histéricas e a dois dos favelados.

A grande dúvida está na escalação de Kléber para o jogo. A imprensa cada hora fala uma coisa. No Globo Esporte, cravou-se que ele não joga. Outros portais colocam em dúvida a presença do Gladiador no jogo e a condicionam a um teste no vestiário antes da partida.

A grande verdade é que nada disso seria preocupação se o Kléber não tivesse sido extremamente infeliz na entrevista coletiva que deu na semana passada, quando poderia ter acabado de uma vez por todas com a polêmica, se tivesse simplesmente dito que não saía do Palmeiras por nada. Como deu a entender justamente o contrário, fica essa porra dessa angústia. Se eu fosse o Felipão, punha ele no jogo e tirava no minuto seguinte. “- Pronto! Vai ter que cumprir o contrato… Agora pede pro seu empresário puxar o saco do Tirone até os pentelhos caírem pra conseguir um aumento e acaba logo com essa putaria!”

Essa história já me irritou pra caralho. Mas voltemos ao post sobre o jogo…

Assim, se não houver mais nenhuma surpresa no Verdão, o time deve ser Marcos, ButtHead, TH, MRamos e Gabriel, Araujo, Assunção, Lincoln e @luansantanaevc, Maikon Leite e Dinei (Kleber/WPalestra).

Já o maldito Atlético/GO, que ganhou 3 vezes do Palmeiras no ano passado e ainda eliminou o Verdão da Copa do Brasil nos penaltis, em que os desgraçados dos jogadores conseguiram perder cinco penaltis, mesmo com o Marcão pegando 4, deve vir a campo com aquela montanha de refugos de sempre: Márcio; Adriano, Gilson, Anderson e Thiago Feltri; Agenor, Pituca, Bida e Vitor Júnior; Anselmo e Marcão. O Dragão vem de derrota em casa pro Vasco da Gama e vai querer se crescer pra cima do Palmeiras. Até agora só ganhou do Patético, em casa, e do Avai, fora.

Ou seja, é jogo pra vitória.

O Palmeiras vai jogar de novo no maldito Canindé. Um jogo às 19:30 no extremo norte da Capital não deve ter muito mais que 7.000 torcedores. Como explicou o Forza Palestra, é a economia mais burra que já se viu. É só acabar com a porra do Palmeiras B, como prometeu o presidente no Famiglia Palestra TV, que vai sobrar muito $$ pra jogar no Pacaembu e poder contar com um público de 15 a 20 mil pagantes… Eu, como além de tudo estou de férias, não vou ao Canindé hoje. Se queiserem ver meu $$ de novo, como ocorreu em todos os outros jogos dessa temporada, vão ter que voltar a jogar no Pacaembu. Aliás, como vai ser contra Santos e Flamengo, jogos em casa que estão marcados pro Pacaembu nos próximos dias 10 e 17, com o time disputando pontos importantes e há mais de 02 meses sem jogar naquele gramado? É foda tanta burrice, viu…

Enfim, voltando de novo ao post sobre o jogo de hoje, a vitória é a única alternativa. Alow, zaga! Chega de tomar gol de escanteio, hein???? Espero um 4×0 massacrante pra cima dos plantadores de tomate. Palpite do Maluquinho: 2 gols do Maikon Leite e dois do sertanejo vesgo, e com isso o Maluqueiras vai arregaçar no CartolaFC! E pro Kleber, que fique claro que com ou sem ele, aqui é Palmeiras sempre!

AVANTI PALESTRA!

Palmeiras 1×0 Botafogo/RJ – BR 2011

Foi o que dava pra fazer. 1×0 foi goleada. Com a quantidade de desfalques que o Palmeiras tinha pro jogo de ontem e, principalmente a falta de elenco, era de se esperar um jogo com poucas chances.

Especialmente porque o time foi armado muito bizarramente para o início da partida, com João Vitor na lateral direita, e os excepcionais Tinga e @Luansantanaevc, quando o esperado era a estréia de PH, Chico e Patrik.

Estes dois últimos entraram no segundo tempo, nos lugares de João Vitor e Tinga, e aí sim o time começou a melhorar. Mesmo assim, a bola insistia em cair no pé do @luansantanaevc, pra desespero geral da nação palestrina.

Até que numa jogada do Araujo (que, devo me resignar, tá jogando muito), bola pro Adriano na direita rolada pro Gladiador na entrada da área, que dominou com a direita, limpou o zagueiro e mandou de esquerda uma bica, no ângulo, sem chance pro goleiro da seleção brasileira (faz-me-rir, hein Mano?). Um golaço, digno de matador, pra coroar os 100 jogos completados ontem. Mas foi só.

Três pontos em casa é obrigação. Assim, dever cumprido e bora pra Minas pegar o Cruzeiro.

Na liga MalucospeloPalmeiras do Cartola FC, o Maluqueiras, escrete deste blogueiro, começou mal o ano. Com 38,85 pontos, ficou apenas em terceiro lugar na classificação, atrás do Caçu Futebol Clube (48,85), Pixinhe FC (43). Participem!

A ficha técnica:

PALMEIRAS 1X0 BOTAFOGO

Estádio: Teixeirão, São José do Rio Preto (SP)
Data/hora: 22/5/2011 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Marcio Chagas da Silva (RS)
Auxiliares: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Julio Cesar Santos (RS)

Renda/público: R$ 400.078,00 / 13.700 pagantes
Cartões amarelos: Thiago Heleno, Kleber (PAL); Lucas, Marcelo Mattos (BOT)
Cartões vermelhos: –
GOLS: Kleber, 20’/2ºT (1-0)

PALMEIRAS: Marcos, João Vítor (Chico 30’/2ºT), Danilo, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Márcio Araújo, Marcos Assunção e Tinga (Patrik, intervalo); Luan (Pierre 45’/2ºT), Adriano e Kleber. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

BOTAFOGO: Jefferson; Antônio Carlos, Lucas Zen e Fábio Ferreira; Lucas (Cidinho, intervalo), Arévalo, Marcelo Mattos (Alexssander 23’/2ºT), Thiago Galhardo (Bruno Tiago 12’/2ºT), Maicosuel e Cortês; Caio. Técnico: Cassius Hartmann (no lugar de Caio Júnior, suspenso).

Os lances do jogo:

AVANTI PALESTRA!

[youtube=

%d blogueiros gostam disto: