Arquivos do Blog

Palmeiras 4×0 Bambis da Floresta Encantada – BR 15

Tava eu lá no jogo achando que era tudo festa, quatro a zero, olé, dirigível com cara de porco verde, e uma chuva de papel picado… Dai foram descobrir que não era chuva de papel picado, era o Osório mandando bilhetinho sem parar pros bambi “Joga, porra!””marca!””Para de espalmar pra dentro do gol!”. AHAHAHAHAHHAHAHAHAH

E o treinador delas ainda foi expulso, parece que deu entrevista depois dizendo que se sentiu ludibriado – Fui engañado, no me dijo que íbamos a tener que jugar contra Palmeiras. AHAHHAHAHAH

E o Wesley, hein? AHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAH OTÁRIO!

Deve ter pedido pelamordeDeus pra não jogar. AHAHAHAHAHAHAHAH Chupa, morfético! Chupa o Kardec e vice-versa! HAHAHAHAHAHAHA

Sobre o jogo, foi pouco. Vitor Ramos podia ter feito dois. Cristaldo podia ter feito dois. E até o Gabriel Jesus podia ter jogado a última pá de cal no fim de carreira do eterno-reserva-do-Marcão.

Partida esplêndida do time inteiro, mas Gabriel, Arouca, Robinho e Egídio – com 3 assistências – sobraram em campo e deram a consistência que o Palmeiras precisava pra trucidar elas.

E o esquema montado pelo Marcelo foi perfeito. Marcou todo mundo delas menos os 02 zagueiros, e obrigou eles a sair jogando. Dava impressão que o Palmeiras não estava pressionando elas no nosso campo de ataque, mas na verdade estávamos fazendo uma marcação inteligente, deixando livre quem não tinha qualidade pra armar e marcando o resto.

Daí os lances de ataque foram amadurecendo até a bola começar a entrar e aí não parou mais, com o frangueiro (já falei que é reserva do Marcão?) espalmando tudo pra trás… Que seja assim sempre…  

02 jogos na nossa casa nova, 07 gols pra gente, nenhum pras meninas. Tá bom ou quer mais? Queremos muito mais. Bora ganhar na Gaiola daqui 19 rodadas que já faz um tempinho que a gente não tira onda lá no Panetone. Olêêêêêêê,Olêêêêêêê, CANTA AÊÊÊÊÊÊ!!!

Agora falando sério, temos 03 jogos de 06 pontos pela frente:

Captura de Tela 2015-06-28 às 18.50.57Chapecoense e Ponte, os dois próximos adversários, são os que estão imediatamente acima da tabela, enquanto que o Avaí está com a mesma pontuação do Palmeiras, e perde nos critérios de desempate.

Se o Palmeiras quer crescer na competição, tem que encarar os 03 próximos jogos como final de campeonato. Se jogar como hoje, pode esperar um fim de campeonato brigando por alguma coisa.

Mas tem que pensar bem o tipo de jogo, a tendência é que esses times joguem fechados e não dêem as mesmas oportunidades que o bambi deu hoje.

Marcelo Oliveira provou sua qualidade hoje. Depois de um começo que gerou alguma desconfiança, pelo menos pra mim, com alterações questionáveis depois de um óptimo primeiro tempo no Sul, hoje o treinador acertou em tudo. Que assim continue.

E o Brasil e o Dunga que vão à merda, podíamos apresentar o Barrios já na quarta-feira. nem pra isso essa selenike de merlin serve…

E olha o que eu achei por acaso no meu bolso aqui, depois da festa de papel picado no Allianz…  

IMG_6124

OS LANCES DO BAILE:

A FICHA TÉCNICA DO ATROPELO:

PALMEIRAS 4X0 BAMBI

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 28 de Junho de 2015, às 16h (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa)
Auxiliares: Rogério Pablos Zanardo (Asp-Fifa) e Daniel Paulo Ziolli (Asp-Fifa)
Público/Renda: 29.233 pagantes/ R$ 1.989.100,00
Cartões amarelos: Bruno, Hudson, Rafael Tolói (BAM), Lucas (PAL)

GOLS: Leandro Pereira 31’/1T (1-0), Vitor Ramos 40’/1T (2-0), Rafael Marques 13’/2T (3-0), Cristaldo 26’/2T (4-0)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Victor Ramos, Vitor Hugo, Egídio, Gabriel, Arouca, Robinho (Cleiton Xavier 31’/2T), Rafael Marques, Dudu (Gabriel Jesus 36’/2T) e Leandro Pereira (Cristaldo 14’/2T). Técnico: Marcelo Oliveira.

BAMBI: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Dória, Carlinhos, Hudson (Centurión 24’/2T), Souza, Ganso, Michel Bastos, Alexandre Pato (Thiago Mendes 29’/2T) e Luis Fabiano. Técnico: Juan Carlos Osorio.

 AVANTI PALESTRA!

Palmeiras 3 x 0 Gazelas Saltitantes da Floresta Encantada – Paulistão15

Bem-vinda, Bambizada!

Minhas escusas pelo atropelo.

Aliás, escusas porra nenhuma! CHUPA!

Não podia ter sido melhor. Um gol épico antes dos 05, uma expulsão aos 10 e os bambis já tinham jogado a toalha.

Daí foi só girar a bola e marcar mais dois gols, ver mais um afrescalhado ir brincar de gato mia no chuveiro mais cedo enquanto as 24 donzelas que ocuparam o setor visitante já iam embora de van de volta pra Floresta Encantada.

O que mais eu poderia querer? Um cafézinho e a conta! ahahahahah

Eram quase nove da noite quando estávamos entrando pela Matarazzo e o busão do Palmeiras acabava de chegar no estádio. Porra, tão atrasadosalguém comentou. E realmente, eram mais de dez da noite e o Palmeiras nem em campo tinha entrado. Sinal de que a conversa na porta do vestiário foi bem diferente do que aquele discurso que não importava ganhar clássicos do treinador e que gerou muito pano pra manga.

Enquanto essa equipe der a resposta em campo como foi hoje, eu cago um balde pro que o treinador fala pra imprensa morfética. Simples assim.

Sobre o time, fica até complicado avaliar de tão atípico que foi o jogo. O Palmeiras começou com tudo, já mandou bola pra rede, a torcida incendiou a arquibancada, e as meninas não aguentaram a pressão. Logo depois, com um a mais, aí foi só uma questão de tempo até os outros gols sairem, em jogadas muito bem trabalhadas, e uma precisão impar do Rafael Marques pra saber quando bater de primeira, e quando ajeitar antes de bater. Guardou as duas.

Lembrei que contra o Santos começamos com tudo também, abrimos o placar mas depois faltou bola pra segurar o resultado. Hoje, mesmo com as circunstâncias diferentes do jogo, a atitude do time foi de mais competência. Dá pra ver claramente que comparados os 03 clássicos, o time está evoluindo.

Se será o bastante pra disputar de verdade a próxima fase, saberemos em breve. Se jogar como hoje, vamos dar trabalho.

AVANTI PALESTRA!

OS LANCES:

A FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 3 X 0 SÃO PAULO

Data: 25/3/2015, às 22h
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Árbitro: Vinicius Furlan
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro e João Edilson de Andrade
Público e renda: 25.804 pagantes e R$ 2.107.256, 20
Cartões amarelos: Vitor Hugo e Zé Roberto (PAL); Ganso (SPO)
Cartões vermelhos: Toloi, aos 8’/1ºT (SPO); Michel Bastos, aos 33’/2ºT (SPO)

GOLS: Robinho, aos 2’/1ºT (1-0); Rafael Marques, aos 22’/1ºT (2-0); Rafael Marques, aos 6’/2ºT (3-0)

PALMEIRAS: Fernando Prass, Lucas, Tobio, Vitor Hugo e Zé Roberto; Gabriel, Arouca, Robinho (Alan Patrick, aos 36’/2ºT) e Dudu (Leandro Pereira, aos 39’/2ºT); Rafael Marques e Cristaldo (Gabriel Jesus, aos 14’/2ºT). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Bruno, Toloi, Lucão e Carlinhos; Hudson, Denilson, Michel Bastos e Ganso (Centurión, no intervalo); Alexandre Pato (Edson Silva, aos 21’/1ºT) e Alan Kardec (Boschilia, aos 37’/2ºT). Técnico: Muricy Ramalho.

 

 

Bambis Saltitantes da Floresta Encantada 3 x 0 Palmeiras – BR12

E no desafio meninas contra meninos, só o time feminino entrou em campo ontem. O resultado foi muita dança e buttfucking nas arquibancadas laranja, azul e amarela do Panetone. Aliás, que torcida zuada das gazelas, se fosse o Palmeiras sapecando 3 num inimigo, o estádio ia abaixo. Toda vez que vou na Gaiola fico com a mesma impressão de que se eu estivesse passeando num shopping center de luxo. Isso que dá um time que tem simpatizantes no lugar dos torcedores. Não dá pra respeitar, simplesmente não dá…

Kleina cometeu seu primeiro erro como técnico do Palmeiras. Mexeu no esquema tático do time que estava entrando pra atropelar os adversários e montou um time pra não perder, mas errou demais ao escolher Daniel Carvalho, Márcio Araujo e Roman pra começarem jogando.

Já cansei de falar aqui: o Palmeiras não pode se dar ao luxo de escalar Henrique de volante se a zaga não for a titular. Além disso, o esquema que vinha dando certo estava dando resultado justamente porque o Palmeiras marcava o time adversário no campo deles. Ontem, isso foi impossível, com apenas Barcos na frente e Daniel Carvalho e Valdivia no meio, dois mortos.

Devia ter entrado com Bruno, Artur, Henrique, Mauricio Ramos e Juninho, Correa (Denoni), Assunção, Valdivia e Tiago Real, Barcos e Luan (Mazinho). Poderia até perder mesmo assim, mas pelo menos ia ser um time mais combativo.

Além disso, o Palmeiras deu muito azar e pegou as bichas numa tarde muito inspirada, jogaram como verdadeiras divas. Exemplo disso foi o 2.o gol das frangas, nunca mais o viadinho acerta o pé daquele jeito. Ali já tinha fechado o caixão do Palmeiras.

Some-se a isso a discreta, mas sempre nefasta arbitragem de Paulo Cesar de Oliveira, que como não podia deixar de ser, botou um jogador do Palmeiras pra fora do campo, deixou de marcar toda sorte de faltas pro Palmeiras e, o lance mais importante, a entrada criminosa de Paulo Miranda em Valdívia – e que possivelmente lhe tirou dos gramados até o fim do ano – que não rendeu nem mesmo uma chamada de atenção ao zagueiro cor-de-rosa. Sim, eu vi que foi na bola. Mas esse lance foi exatamente o mesmo que rendeu ao Danilo um cartão vermelho direto na semifinal do paulista de 2011 em que, ora vejam, o árbitro era o mesmo gatuno de ontem. Por isso, quem achar que a arbitragem não foi safada, não sabe do que está falando. Esse sujeito apitando jogo do Palmeiras, sempre vai ter safadeza. Mas não estou dizendo que influenciou no resultado.

O Palmeiras, apesar da derrota e nessas circunstâncias, deve seguir firme na luta contra a degola. Essa era uma das derrotas que poderiam vir no percurso do campeonato, afinal, é um clássico, mas é preocupante que o time tenha levado 3 gols de novo, assim como nas duas últimas derrotas do time neste campeonato. Teremos que ganhar pelo menos 7 dos próximos 9 pontos. Coritiba, Nautico e Bahia são concorrentes diretos e imediatos. E vamos ter que jogar sem Valdivia e Barcos, só pra melhorar a situação…

Nada nunca foi fácil pra gente, e esse final de campeonato será ainda mais difícil. Faltam de 18 a 20 pontos de 30, ou então iremos depender de uma combinação maluca de resultados. De qualquer forma, vamos sair dessa desgraça. EU ACREDITO!

Sem ficha técnica e ou lances do jogo, por uma razão óbvia…

O BONDE:

AVANTI PALESTRA!

Tem Jogo! Bambis Saltitantes da Floresta Encantada x Palestra – BR12

Sem pré-jogo dessa vez.

Senão teria que perder um tempo ingrato falando sobre o árbitro mais mal intencionado que já existiu contra um mesmo time, e esse não tem que ser o espírito amanhã.

Só uma coisa a ser dita:

PRA CIMA DELAS! E PRA CIMA DO SAFADO TAMBÉM!

Jogaremos contra 12.

MAS FODA-SE! VAI DAR VERDÃO!

E só pro post não ficar vazio, vamos repetir aqui os posts de pré-jogos anteriores com as gazelas.

A seguir, um pouquinho do que queremos ver no domingo [dessa vez será sábado]: vamos tirar as meninas pra dançar!

(Créditos: Youtube)

Valdívia humilha em castelhano:

Alex – Soberano:

Galeano é foda!

Robert (ahahah)

Mancha

E, por fim, uma foto do acervo pessoal: Marisa…

Pra cima delas!

AVANTI PALESTRA! 

Uma Obra de Arte que Completa Uma Década

Bem nos lembra o Fabio Finelli, assessor de imprensa do Palmeiras, que neste 20 de março completam-se 10 anos do gol mais lindo já visto em um jogo de futebol de todos os tempos. Um gol pra enfeitar o futebol, como o definiu José Silvério, literalmente embasbacado com o que havia acontecido segundos antes. 

Foi tão golaço, mas tão golaço, que a Associação Comercial de São Paulo decidiu não premiar apenas o jogador pela façanha, mas também o narrador, que da sua perfeição quase conseguiu retratar aquela pintura que só mesmo a imagem era capaz de reproduzir.

Eu não ia no jogo válido pelo Rio São Paulo, naquele 20 de março de 2002, mas não sei como acabei convencido por um bambi lá do trampo, que iria ao Morumbi pra assistir o jogo na numerada inferior, onde à época, as torcidas ficavam misturadas. O bambizinho tinha ido pra Brasilia e voltado no mesmo dia, perdido vôo e o diabo e falou: Me fodi pra chegar aqui, agora não tem desculpa pra não ir no jogo…

Ok. Fui lá eu pra gaiola assistir um jogo num local do estádio que tinham apenas 6 palmeirenses e todo o resto de bicharada. Puta roubada. Aliás, sempre achei uma merda assistir jogo naquela porra de numerada…

E com poucos minutos de jogo, Magrão e Claudecir já tinham colocado o Verdão em vantagem: 2×0 e nem 20 minutos de jogo. Tadinho do Bambi, com a orelhinha cor-de-rosa ficando vermelha…

E foi aos 27. Não vou nem narrar o lance porque não faria qualquer justiça. Só sei que a cada chapéu eu berrava Puta que Pariu!, Puta que Pariu! e levava a mão à cabeça como quem não punha a menor fé no que tava vendo. O Silvério, depois fui saber, começou a gritar E que Golaço! ainda no primeiro chapéu e não parou mais… é só ver abaixo:

No dia seguinte, a torcida palmeirense não perdoou e contratou o outdoor da Marques de São Vicente em frente ao CT da Floresta Encantada:

E meu amigo bambi nunca mais me convidou prum Bambi x Palmeiras no Morumbi…

Parabéns, Alex!

AVANTI PALESTRA!


 

 

Palmeiras 3 x 2 Apito Cor-de-Rosa x 1 Bambis Saltitantes – Paulistão 2012

Quem lembrar o último clássico que o Palmeiras ganhou com o Seneme no apito ganha uma tubaina do Maluco. Aliás, dos últimos 6 jogos, segundo o Blog do Ipê, só ganhamos 1, e não foi clássico. E hoje, a história se repetiu. Esse comédia apita os jogos do Palmeiras com 2 pesos e 2 medidas, toda santa vez. Hoje, se era pra ter marcado penalti do Cicinho,o que é discutível, tinha que ter dado falta do Fernandinho no Assunção no lance que originou o terceiro gol das bichas. Simples: falta critério e sempre contra. Mas, principalmente, falta bastidores. Deixar um bosta desse apitar é incompetência da diretoria. Só pra variar.

Outra coisa: 19.000? Cadê os apaixonados torcedores do interior que tanto amam o Palmeiras e lotam estádio, mas fizeram esse papelão de deixar o lado cor-de-rosa maior num jogo que o mando era nosso? Na boa, turma de Prudente e adjacências, não entrem mais aqui pra defender onde voces habitam. O último argumentinho meia-boca e mentiroso que vocês tinham morreu hoje. 19.000 aqui na Capital, era o efetivo só de palmeirense que ia a pé pro jogo saindo da Turiassu: os 10.000 que estiveram contra o Oeste na quinta – que vão todos os jogos – e mais os 9.000 que preferem ou só tem condições de ir em jogos mais importantes. Tenham dó. CLÁSSICO EM PRUDENTE NUNCA MAIS!

Quanto ao jogo, o Palmeiras não teve tranquilidade pra ganhar, faltou competência e em 3 erros isolados (Henrique/Leandro Amaro, Cicinho e Assunção) deixamos as meninas empatarem 3 vezes.

Mesmo assim, o Palmeiras soube se impor em cima das gazelas e mandou no jogo, ainda teve duas bolas do Barcos na trave, além dos dois gols que o  melhor em campo fez. Barcos é GENIAL e mostrou que é jogador pra tudo quanto é jogo, inclusive jogo importante. Daniel Carvalho, enquanto aguentou o sol do sertão de Prudente, também jogou bola.

Pelo lado negativo devem ser citados Cicinho, mais um penalti besta e a certeza de que está sentido a sombra de Arthur no banco; Assunção, que se esconde nos jogos em que o bicho pega; e Felipão, que teima em forrar o time de volantes todo santo jogo.

Não vou ser hipócrita: achei certa a escalação do João Vitor, como escrevi no pré jogo. Mas as substituições, Meu Deus, hein Bigode… 1) PRA QUE DEMOS AUMENTO AO CARMONA, se o cara não joga nunca? 2) Enfia o Patrik na bunda; e 3) Põe o Chico junto. Como seria bom uma vez na vida ver o Felipão mexer no time tentando ganhar ao invés de não perder. Chega de covardia.

Mais duas notinhas: Valdivia, vaza do Palmeiras! Chinelinho pipoqueiro, contratação mais absurda e inútil da história do clube. Ficar em pé seis horas e enchendo a cara no camarote do Carnaval, ele aguenta, jogar bola, para o que ele é pago, não??? Cortem logo as asinhas desse enganador do caralho! E Wesleynoverdão.com.br só pode ser brincadeira, né? 

 E que fique cobrado aqui também – como prometido – a merda do empate no meio da semana. Depois daquele empate ridículo, era obrigação ganhar hoje.

Por último, não podia faltar um CHUPA pro Judas e pro Luxa. Vocês se merecem.

OS LANCES:

A FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 3 X 3 BAMBIS

Estádio: Prudentão, Presidente Prudente (SP)
Data/hora: 26/2/2012 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP)
Auxiliares: Herman Brumel Vani (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)
Renda/público: R$ 556.265,00/ 19.161 Pagantes
Cartões amarelos: Marcos Assunção, Henrique (PAL); Paulo Miranda e Rodrigo Caio (SAO)
Cartões vermelhos: –
GOLS: Daniel Carvalho, 5’/1ºT (1-0); Cícero, 30’/1ºT (1-1); Barcos, 37’/1ºT (2-1); Willian José, 9’/1ºT (2-2); Barcos, 26’/2ºT (3-2); Fernandinho, 30’/2ºT (3-3)

PALMEIRAS: Deola, Cicinho, Leandro Amaro, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Marcos Assunção, João Vitor (Chico, 42’/2ºT) e Daniel Carvalho (Patrik, 23’/2ºT); Maikon Leite (Ricardo Bueno, 45’/2ºT) e Barcos. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

BAMBIS: Denis, Piris, Paulo Miranda, Rhodolfo e Cortez; Denilson, Casemiro (Rodrigo Caio, 15’/2ºT), Cícero e Jadson (Fernandinho, Intervalo); Lucas e Willian José. Técnico: Emerson Leão.

AVANTI PALESTRA!

Tem Jogo! Palmeiras x Bambis da Floresta Encantada – Paulistão 12 R.10

Hoje é dia de Palmeiras e inimigo na absurdamente distante Presidente Prudente/MS. CHEGA DE CLÁSSICOS FORA DA CAPITAL! Que seja o último.

 A expectativa de contar com Valdivia para o jogo de hoje foi desfeita ontem. A não ser que isso não passe de um aplique do Bigode o que, pelo que eu soube na sexta-feira, não deve ser o caso, o camisa 10 fica de fora de mais um jogo importante. Se ele não jogar mesmo, tem que ser considerado carta fora do baralho. Nào dá pra contar com ele. Está podre e nunca mais vai ser o jogador que foi em 2008. É uma pena. Torço pra que ele cale a minha boca, mas hoje é isso que nós temos: um jogador que custou uma fortuna e nunca está à disposição.

Assim, eu aposto que o Bigode vai repetir a escalação contra o Santos, com o João Vitor no lugar do Patrik, especialmente se for considerada a partida bisonha que o 40 fez na última quinta. Assim, devemos ter em campo Deola; Cicinho, Leandro Amaro, Henrique e Juninho; Marcio Araújo, Marcos Assunção, João Vitor e Daniel Carvalho; Maikon Leite e Barcos. E, quem sabe, Valdivia…

As gazelas contaram com o auxílio da FPF e do SPorTV pra contar com o meia Lucas para o clássico. A FPF teve que se comprometer que o jogador estaria presente no primeiro treino para o amistoso da seleção para o qual ele foi convocado, que ocorre amanhã, 20hs, na Suíca, ou sei lá aonde. Impressionante como esse grande palmeirense que preside a Federação é prestativo com outros times. É isso aí, conselheiro vitalício. É isso aí… E sobre o SporTV, nenhuma novidade. Só não sei onde estavam no ano passado quando o Valdivia era convocado pra defender o Chile a cada 20 dias… Deviam estar muito ocupados comendo salgadinhos e recebendo celulares de presente no CT da Floresta Encantada…

Com isso, as bichas enfrentam o sol de Rá de Prudente com a seguinte formação em campo: Seu Peru, Guarda Juju, Pitbitoca… ops, desculpem, essa é a seleção de todos os tempos delas. O time que joga hoje deve ter Denis; Piris, Paulo Miranda, Rhodolfo e Cortez; Denilson, Casemiro, Jadson e Cícero; Lucas e William José.

Palpite do Maluco hoje é conservador, afinal é crássico, 2×1 Verdão, gols de Barcos e Daniel Carvalho. E CHUPA BICHARADA!

 E não custa relembrar o que já publicamos aqui no Maluco sobre Palmeiras x Garotas RosaShock:

A seguir, um pouquinho do que queremos ver no domingo: vamos tirar as meninas pra dançar!

(Créditos: Youtube)

Valdívia humilha em castelhano:

Alex – Soberano:

Galeano é foda!

Robert (ahahah)

Mancha

E, por fim, uma foto do acervo pessoal: Marisa…

Pra cima delas!

AVANTI PALESTRA!

Palmeiras 1×0 Bicharada – BR2011

Por onde começar a história de um domingo perfeito?

Depois de um ano maldito, agüentando chacota o tempo inteiro, eis que o ditado o Mundo dá voltas se apresenta na sua forma mais autêntica. A duas rodadas do fim do campeonato, nossos maiores inimigos e rivais dependiam de passar pela gente pra chegar nos seus objetivos. Ou mais ou menos, porque a Gambazada, dependendo dos resultados de hoje, podia levar o título com uma rodada de antecedência.

E fomos pro primeiro jogo, elas pela frente. Os mesmos de sempre, todo mundo junto, Praça VilaBoim pra esquentar e depois no alambrado do amarelo, pra empurrar o nosso Palestra. E foi um baile. 1×0 foi quase uma vitória pras meninas, que ainda levaram duas bolas na trave, fora os 20 gols que nosso ataque sempre perde. Mas o melhor é que ganhamos com mais um frangasso do Rogério  Farsenal (by Ricardo Macea), o time jogou leve, sem aquele peso maldito que tanto atrapalhou o desempenho do Verdão este ano.

Luis Fabichona, Dagobiba? Ninguém viu… E o ex-idolo palmeirense, Rivaldo? Esse vimos, sendo expulso KKKKKKKKK! Chupa, Leão, a “coisa maior” que você tanto almejou! Chupem bambis malditos! Hoje o porco reinou na floresta encantada KKKKKKKKK. Mais um ano jogando contra o River… do Piauí!!!! KKKKKK 

Mas, só ganhar delas não seria o bastante, o campeonato não podia acabar hoje, não sem antes termos a chance de mijar no chopp de Bavaria da galinhada. E a tensão dominou o Pacaembu, quando o placar anunciou 1×0 pros lixos em Floripa (alguém viu o lance? pra mim tava impedido, pra variar…). Ainda tinha uns 20 minutos, e a informação era de que o Figueirense massacrava os Gambás. Ou o Figueira empatava, ou o Vasco ganhava. 

Mais alguns minutos, gol do Vasco, o segundo no jogo, mas o primeiro que valeu (tiveram um gol mal anulado, pra variar…). Tudo estaria salvo, se não fosse o merda do Fred resolver empatar o jogo lá pelos 38.

No Pacaembu, fim de jogo, um despachado, faltava mais um e a tensão dominou o estádio, ninguém ia embora. Nisso, acaba o jogo em Florianópolis.  A Galinhada se reuniu no meio do campo no Orlando Scarpelli esperando a confirmação do empate no Rio, o que lhes daria o título. 

E eis que aos 45, Bernardo nos devolveu a única oportunidade de terminar o ano com um pingo de dignidade. 2×1 Vasco, decisão do campeonato só semana que vem e agora é nóis! Se quiserem ser campeões, os gambazinhos vão ter que arrancar pelo menos um empate do Palmeiras. Se repetirmos a atuação de hoje, e os Gambás continuarem com a bolinha das últimas 10 rodadas, vai ficar na mão do Vasco, que ainda tem que ganhar do Flamengo pra comemorar o Brasileirão.

Pode até ser que nada disso que aconteceu hoje adiante pra alguma coisa. Que o Vasco não passe pelos urubus, que os Gambás consigam empatar com a gente. Não importa. Depois desse ano maldito, como vai ser gostoso ver as bichas choramingando a vaga na Libertadores que nós impedimos e a gambazada se merdando toda nas calças de medo do “péssimo” time do Palmeiras. Vai ser igual 2010, o título deles de novo nas nossas mãos. Que seja sempre assim.

A borração de cuecas já está sendo tão grande que o treinador gambá já começou a falação. Fala Muito, Tite, que no domingo que vem voce vai é chorar muito… E pode preparar o mar de volantes!!! Põe o Moradei, põe!!! Afinal, vocês jogam pelo empate, KKKKKKKK!

Vai Palmeiras, depois de tanta desgraça, não custa um fim de ano com um pouco de paz e dignidade pro torcedor…

Alow, San Gennaro!!!!

O BONDE (MONSTRO!):

Este slideshow necessita de JavaScript.

FESTA NO FIM DO JOGO (E DEPOIS DO GOL DO VASCO):

OS LANCES:

A FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 1 X 0 SÃO PAULO

Estádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/hora: 27/11/2011, às 17h
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (Fifa-SP)
Auxiliares: Herman Brumel Vani (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)
Renda/público: R$ 225.556,00 / 18.364 pagantes
Cartões amarelos: Ricardo Bueno, Marcos Assunção, Gerley (PAL); João Filipe, Denilson, Wellington, Luis Fabiano (SPO)
Cartões vermelhos: Rivaldo, 46’/2ºT (SPO)
GOLS: Marcos Assunção, 10’/2ºT (1-0)

PALMEIRAS: Deola, Cicinho (João Vitor, 31’/2ºT), Leandro Amaro, Henrique e Gerley; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Patrik (Chico, 24’/2ºT) e Valdivia; Luan e Ricardo Bueno (Fernandão, 31’/2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolar.

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Piris, João Filipe, Rhodolfo e Juan (Willian, 21’/2ºT); Wellington, Denilson, Cícero (Marlos, 15’/2ºT) e Dagoberto (Rivaldo, 15’/2ºT); Fernandinho e Luis Fabiano. Técnico: Emerson Leão.

AVANTI PALESTRA!

Bambi 1×1 Palmeiras – BR2011

De novo, o Palmeiras flertou com a vitória naquela pocilga da pederastia, mas ela não veio.

Jogamos mais bola, como sempre, mesmo com a inexplicável escalação com 03 volantes, o que levou Márcio Araujo a atuar quase que como atacante. Vai entender o Felipão… menos mal que no intervalo ele corrigiu a cagada. Para constatar o melhor desempenho do Verdão contra as frangas, basta ver que Marcos fez uma única defesa em todo o jogo, enquanto que o goleiro de hockei deu a sorte de 3 gols feitos do Palmeiras terem ido em cima dele, duas vezes com Luan e uma com Patrik.

E pra manter à risca a maldição daquele estádio cretino, o Palmeiras tomou o gol no final do primeiro tempo, justamente quando já tinha neutralizado toda e qualquer pressão que o fator casa pudesse significar pras bichas (afinal deu vergonha da torcida delas, botaram 13 mil num clássico?).

No intervalo, Márcio Araujo, o nosso atacante do primeiro tempo, deu lugar ao Maikon Leite, e o Palmeiras finalmente pôde ir pra cima correr atrás do prejuízo. Não demorou muito e na cobrança de falta do morto do Assunção, Henrique desviou, o goleiro de Hockei ameaçou ajoelhar, ameaçou levantar o bracinho, mas não pôde fazer nada. 1×1.

Aos 40 do segundo tempo, depois do juiz safado ter deixado os zagueiros bambis baterem no Kléber o jogo todo, sem punição (enquanto que o ButtHead foi amarelado na segunda falta, e não pega os Gambás na semana que vem), veio o lance capital: Kléber tomou um tranco por trás dentro da área… penalti? Imagina, nunca contra as bichas no Panetone…

Fim de jogo e outro empate injusto naquele antro maldito. Já são 5 jogos sem vencer na temporada, e 18 sem ganhar na Gaiola. Hoje a evolução que o time vinha tendo nos últimos jogos só foi vista no segundo tempo, quando o time foi escalado com coerência. Márcio Araujo de meia atacante não dá, né Felipão? Podíamos estar comemorando vitória, não fosse essa peripécia, hein, chefe… Mas, enfim… que venham o Vasco e os Gambás!

OS LANCES:

 

 

AS FOTOS:

 

 

Este slideshow necessita de JavaScript.


A FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO 1 X 1 PALMEIRAS

Estádio: Morumbi, São Paulo (SP)
Data/hora: 21/8/2011 – 16h
Árbitro: Cleber Wellington Abade (SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Marcio Luiz Augusto (SP)
Público e renda: R$ 587.700,00 / 16.813 pagantes
Cartões Amarelos: Cicinho (PAL)

GOLS: 41’/1ºT, Dagoberto (SPO); 16’/2ºT, Henrique (PAL)

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Rhodolfo, Xandão e João Filipe; Piris, Wellington, Carlinhos, Rivaldo (32’/2ºT, Cícero) e Juan; Dagoberto e Fernandinho (24’/2ºT, Marlos). Treinador: Adilson Batista.

PALMEIRAS: Marcos, Cicinho, Leandro Amaro, Henrique e Rivaldo; Chico, Marcio Araújo (Intervalo, Maikon Leite), Marcos Assunção e Patrik (33’/2ºT, João Vitor); Luan e Kleber. Treinador: Luiz Felipe Scolari.

AVANTI PALESTRA! 

Clássico se ganha nos detalhes. Se perde também…

Dos incansáveis bordões do futebol, tem um que não fica gasto: clássico se ganha nos detalhes… e se perde também. Na visão da arquibancada, a impressão que ficou é que o Palmeiras merecia mais. Na pior das hipóteses, um empate com o desinteressado time  dos bambis. Leia o resto deste post

%d blogueiros gostam disto: