Arquivos do Blog

Marcelo de Lima Henrique 1×1 Palmeiras – Um dia triste para o futebol

É natural de todo torcedor fanático reclamar de arbitragem. Muitos jogos são decididos em lances duvidosos, irregulares, mas via de regra, não são decorrentes de má-fé. Jogo rápido como o futebol, é até natural que o juiz e seus auxiliares errem eventualmente, em lances duvidosos.

Mas hoje, a história é outra. E é triste. É doído ver uma safadeza com a de hoje que aplicaram sobre o Palmeiras, é de indignar os mais calmos. O Palmeiras foi simplesmente OPERADO em campo.

Não importa se o Lincoln estava ou não impedido. O que importa é que o bandeirinha não marcou. Correu pra linha de fundo. Se posicionou na linha de fundo, a bola já estava na marca de cal e, aí, sem a a menor explicação, o penalti foi anulado. Como assim? Como?

Quando até o Gambánet reconhece que o Palmeiras foi assaltado, não tem discussão… “Com 20 minutos, surgiu o personagem que seria o grande protagonista da partida: o árbitro Marcelo de Lima Henrique. Primeiramente, Lincoln invadiu a área e foi derrubado por Jairo Campos. Com convicção, o juiz apontou a marca da cal e deu a penalidade para o Verdão.

Porém, após alguns instantes, ele inverteu a marcação, dando impedimento de Lincoln na jogada. O detalhe fica por conta de que o auxiliar, em nenhum momento, ergue a bandeira assinalando a irregularidade.

Sete minutos depois, veio a cereja do bolo. Cruzamento na área do Palmeiras e Obina desaba ao passar por Márcio Araújo. Com a mesma certeza que havia marcado o pênalti em Lincoln, o árbitro novamente marca a infração. Os jogadores do Palmeiras reclamaram muito pois, claramente, Araújo não esbossa[sic] reação alguma sobre o atacante do Galo que justificasse a marcação.”

Precisa falar mais? Não, né?

Sério, não vou falar do jogo. Não importa se o Palmeiras jogou bem ou não. O Palmeiras foi operado DELIBERADAMENTE, com intenção de  prejudicar. Com dolo, com falta de vergonha na cara…

Sem quaisquer precedentes na história do futebol uma vergonha dessas… O JUIZ MARCOU O PENALTI, O BANDEIRINHA EM NENHUM MOMENTO MARCOU O IMPEDIMENTO. Depois que a bola estava na cal, o bandeirinha se posicionou para a cobrança de penalti e de repente, para surpresa geral de todos, menos do sr. Mauricio Noriega, o penalti foi anulado, sem qualquer explicação. O juiz não deu impedimento, nem o bandeirinha. Foram avisados pela TV? Só pode ser.

Até aí, ainda vai, porque o Lincoln estava de fato impedido, só que pra completar a obra, pra mostrar que de fato a roubalheira era premeditada, o juiz marca um dos penaltis mais vergonhosos que o futebol já viu, menos na opinião da Globo… Obina se jogou na área, Márcio Araujo nem encostou nele, isso porque o safado deixou de marcar dois penaltis no Kléber, um deles INDISCUTIVEL, e o ‘mothafucka’ marcou penalti. 1×1…

É triste. Se você é um palmeirense normal, gasta pelo menos R$ 1.000,00 por ano entre ingressos e camisas do time. Aí vem um sem vergonha foder de  vez com o futebol como ele deveria ser… antes de mais nada, honesto… É de desesperar qualquer um. O que se esperar depois de um feito desses? É alarmante o torcedor ver uma coisa dessas acontecer e ter esperança de que o time vai ser campeão no campo, jogando bola.

Hoje, pra mim, o futebol morreu.

Se deixarem, o Palmeiras vai ser campeão dessa porra! É uma questão de honra. Só assim o futebol vai ser ressuscitado…

Dia 10, tem que ser 11×0 para o Palmeiras. Só assim será feita justiça. Não podemos desanimar, aqui sempre foi, sempre será, contra tudo e contra todos!

Sem mais,

AVANTI PALESTRA!

%d blogueiros gostam disto: