Arquivo diário: 07/11/2019

Vasco 1×2 Palmeiras – BR19

E o Palmeiras segue fazendo sua parte. Mesmo sem 7 titulares, buscou uma difícil vitória fora de casa, devolveu a diferença pros 5 pontos e 3 vitórias, e agora espera o termino da rodada.

Logo aos 11 do 1T, um improvável gol de Lucas Lima, que ele fez de tudo pra perder, colocou o Palmeiras na frente, premiando o bom começo de jogo.

Mas o sistema defensivo não estava muito bem postado, possivelmente em função da quantidade de peças trocadas: um zagueiro, os dois laterais e os dois volantes.

E foi justo o Mayke, que foi tão bem contra o Ceará, que entregou a rapadura, depois de falha generalizada pelo lado esquerdo da defesa, mandou a bola contra o nosso gol.

1×1 injusto.

No segundo tempo o Palmeiras voltou bem melhor. Mateus Fernandes, que esteve bem atrapalhado na primeira etapa, começou a jogar mais próximo do ataque, e o Palmeiras, já com Luis Adriano em campo, começou a tomar conta do jogo.

Veio o Dudu no William e depois o Veiga no LL, e o gol teimava a não sair. bola na trave do Zé Rafael, rebote pra fora do Luis Adriano; cruzamento do Dudu, cabeçada errada do Luis Adriano.

Até que, ele, Luís Adriano, definiu o placar e os 3 pontos, ganhando a disputa de bola, limpando o zagueiro e batendo na saída do goleiro do Vasco.

O safado que operava o VAR ainda tentou marcar um pênalti contra o Verdão, mas o juiz (apesar de toda a confusão em campo, e de ter deixado de expulsar 2 jogadores do Vasco, um ainda no 1T), não caiu na palhaçada.

Vitória suada, titulares descansados e preparados pro Derby.

Eu não pretendo nem ligar a TV nesta quinta à noite. Se no domingo eu não liguei, e estava em campo um time que até então estava pelo G6, o que falar do Botafogo?

Eu vi o jogo do Botafogo contra o Cruzeiro na semana passada e, confiem em mim, não presta nem um pouco…

Agora, uma coisa é certa: se todo o mal do mundo do futebol começou quando o Diego Souza, então no Vasco, perdeu aquele gol feito no Pacaembu na Libertadores de 2012, está aí posta a chance dele se redimir com a humanidade futebolística.

Vamos, Diego Souza, tira essa mancha do seu nome no futebol, você não terá outra oportunidade nessa encarnação…

Foco no G4 e pra cima dos gambás.

AVANTI PALESTRA!

%d blogueiros gostam disto: