Arquivo mensal: outubro 2018

Cheirinho 1×1 Palmeiras – BR18

O Palmeiras, ele é gigante.

4 suspensos, boa parte deles injustamente;

injusta, aliás, a derrota sofrida 2 dias e 20 hs antes;

time gasto, exausto, improvisado;

60 mil torcedores contra, 3 mil monstros sagrados a favor;

9.9 a cada 10 da imprensa confiando na vitória do adversário…

e lá foi o Palmeiras abrir um improvável 0x1, nos pés do inigualável Dudu, calando a boca do mundo inteiro, já no 2T.

O injusto gol de empate veio apenas pra trazer sobriedade e responsabilidade pro que estar por vir.

Nada está ganho e menos ainda peedido.

Mas se faltava um conbustível pra atropelar os argentinos na quarta, ele veio com mais uma atuação segura e sóbria do Palmeiras, deixando claro que não há candidato mais habilitado aos títulos do que o Verdão.

Na última quarta-feira vi ao vivo uma das maiores torcidas do futebol mundial empurrar o seu time prima vitória nada merecida.

Tenho a mais absoluta certeza que na quarta que vem a nossa torcida, sem amplificador, vai fazer a parte dela e o Palmeiras vai buscar a vaga na final.

EU CONFIO NA FINAL! E O DECA VEM AÍ…

AVANTI PALESTRA!

Boca 2×0 Palmeiras – Libertadores18

Algumas derrotas são mais injustas do que merecidas. Difícil dizer se hoje foi uma delas.

Porque a impressão que deu é que o Palmeiras não se dispôs a vencer o jogo. E justamente quando se acomodou com o empate que se desenhava, tomou logo dois gols.

Talvez possamos dizer então que o placar foi injusto, mas a derrota não. Perdeu o time que não quis ganhar.

E não seria difícil vencer, porque o Palmeiras poderia ter aproveitado melhor o pouco tempo de posse de bola que teve no jogo.

Podia ter sido mais agudo nos contra-ataques.

Podia.

Então que seja no jogo da volta. O Palmeiras é muito mais time que esse Boca, mas tem que fazer valer em campo. E fará.

Mas agora isso é problema pra semana que vem, porque no sábado já tem outra decisão, e não vai nem dar tempo de lamber as feridas. E que já fique a dica, se jogar sem vontade de ganhar…

AVANTI PALESTRA!

Palmeiras 2×1 Ceará – BR18

Apesar do papelão do Sr. Deyverson, o Palmeiras mesmo com 1 a menos o segundo tempo inteiro, fez valer a vantagem construída com os 2 gols de Bruno Henrique e segue na liderança do campeonato brasileiro.

O que chamou atenção foi o apetite do safado do apito pra tirar nossos jogadores do jogo contra o Flamengo.

Uma putaria digna dos paspalhos que comandam a arbitragem no Brasil.

Eu sigo dizendo que não adianta só reclamar, tem que romper com essa corja de salafrários de uma vez por todas.

Palmeiras já é inimigo do Sistema há décadas, só resta se autoproclamar e agir de acordo.

Dito isto, agora partiremos pro desafio mais pesado do ano nos próximos 15 dias, serão 4 jogos que irão selar o resto da temporada.

E pra começar teremos o Boca lá na Bombonera, e apesar da vitória do Palmeiras na primeira fase, sabemos bem que será outro jogo completamente diferente.

Uma coisa, porém, não mudará: o apoio da nossa torcida, que irá pintar Buenos Aires de verde e branco mais uma vez e depois partirá pro Maracanã em busca de mais um triunfo pelo nacional.

Felipão, melhor do que ninguém, sabe que quando se unem time e torcida, o Palmeiras se transforma numa equipe quase imbatível.

Tanto que hoje na coletiva o Bigode não deixou de agradecer o apoio massivo dos mais de 36mil torcedores palmeirenses no Pacaembu que fizeram anular a desvantagem numérica em campo.

E nós estaremos lá Bigode, em Buenos Aires e/ou no Rio de Janeiro, empurrando o Palmeiras pra mais uma vitória.

Contem conosco como nós contamos com vocês.

AVANTI PALESTRA!

Palmeiras 2×0 Gremio – BR18

Com dois gols de Deyvershow e uma atuação monstruosa do sistema defensivo do Palmeiras, o Verdão segue de braçada em primeiro lugar no campeonato nacional.

De quebra, tira da disputa mais um adversário direto, abre 7 pontos pro 4o colocado e, com quase 90% de aproveitamento (são 26 pontos de 30 possíveis), consolida uma das campanhas jamais antes vistas no returno do BR.

É cedo pra comemorar qualquer coisa, e o palmeirense é o bicho mais vacinado com expectativa de toda a história do futebol, mas quando você vê um jogador que a torcida queria matar virar ídolo em poucos meses é porque muita coisa certa está acontecendo.

Quem em sã consciência, em meados desse ano, iria dizer que Deyverson ia desandar de marcar gols importantes? Ou que nossa zaga ia sair de um time que tinha levado 14 gols em 17 jogos com o antigo treinador, pra um time que mal leva dois chutes a gol por jogo e como nas últimas 14 partidas pelo BR sofreu 3 gols, um deles num penalti dos mais mal marcados da história?

É sinal de que muita coisa mudou, e que, vacinado ou não, o palmeirense tem que acreditar que o ano vai terminar muito melhor do que começou.

Avanti Deyvinho! Avanti Deuslipão!

AVANTI PALESTRA!

Bambi 0 x 2 Palmeiras – BR18

NADA irá reverter a tristeza de não ter presenciado em campo a vitoria do Palmeiras no Panetone, depois de 17 anos. Inclusive porque eu fui na última, e em quase todas as outras que tiveram até vetarem as torcidas visitantes no Estado.

Menos mal que, se faltou a presença da nossa torcida, por outro lado a alma palestrina sobrou em campo.

As gazelas precisavam ganhar, mas simplesmente não conseguiram chutar no gol, tamanha foi a superioridade do Palmeiras em campo.

Poderia ter sido um massacre, mas foi só 0x2, um do melhor zagueiro do mundo e outro do melhor zica do pântano. Gustavo Gomez e Deyverson não tiveram trabalho para, de cabeça, marcarem pelo Palestra.

Com o 0x2 construído no 1T, o Palmeiras apenas administrou na etapa final a vantagem construída na primeira perna do jogo, e terminou a partida sem sofrer pressão nenhuma, abrindo 3 pontos de vantagem sobre o segundo colocado,  enfiando o tal do co-lider fundo na bunda da imprensa safada.

Foi tão fácil que nem parecia que um tabu de 17 anos estava ficando pra trás. Felipão a cada dia que passa enche de terra a boca dos críticos da imprensa, a cada novo triunfo fica mais evidente o ranço e a falta de vontade que os comentaristas esportivos tem com o Bigode e com a sua marca.

Eu ia até fazer uma graça, mas o bambi é tão presa fácil quer seria o mesmo que zoar a Barbarense. Deixa quieto.

E, no calor da vitória, pintou uma reserva de passagem pra Buenos Aires… O que uma vitória num clássico não faz com o peão…

Don Julio, estamos chegando!

AVANTI PALESTRA!

Palmeiras 2 x 0 Colo Colo – Liberta18

Jogando com o que tinha de melhor, mas com o resultado construído no jogo da ida debaixo do braço, o Palmeiras não teve dificuldades pra bater o Colo Colo e voltar, depois de 17 anos, para uma semi-final de Libertadores.

E o Colo Colo pouca resistência ofereceu. Não demorou muito para que Dudu, depois de uma arrancada em contra ataque perfeita, fuzilasse o gol chileno da meia-lua e abrisse o placar pro Verdão.

 Fomos pro intervalo podendo perder por 2 gols. O Colo Colo mexeu no time pro segundo tempo, mas nada mudaria a realidade do jogo.

Foi de Dudu, também, o lance que deu números finais pro jogo. Ele sofreu o penalti que Borja bateu e fez o segundo do Verdão.

O jogo seguiu em ritmo de treino, definida que estava a classificação do Verdão, e o Colo Colo em campo, e sua torcida na arquibancada – uma das maiores que já vimos no Allianz no setor visitante – mostraram grandeza ao aceitar a derrota sem perder a linha.

Agora o Palmeiras espera a definição, nesta quinta, do adversário de azul que irá enfrentar na semi; qualquer que seja o oponente serão as duas partidas mais difíceis do ano até aqui. 

Mas antes disso teremos pela frente o maior inimigo, o time mais nojento que já cruzou nosso caminho, e com a possibilidade de finalmente voltar a vencer na Gaiola das Loucas e ainda enterrar de vez os donos da casa.

Uma tristeza profunda invade o peito de tantos de nós que não perderiam – e nunca perderam – por nada a chance de pisar naquele amontoado de laje de novo e mostrar a força da nossa camisa e da nossa torcida, empurrando o Palmeiras pro triunfo que há tanto tempo não vem naquele estádio maldito.

Não estar ao lado do Verdão num momento tão importante do ano é lastimável, tamanho é o atestado de incompetência e de preguiça que as autoridades assinam, ao proibir o direito de ir e vir do cidadão por uma simples e inaceitável incapacidade funcional.

Mas não importa. A vitória virá, e o palmeirense que estará de alma e não de corpo no Panetone irá vibrar como se fosse um título. E será, pelo menos a primeira mão, na taça do décimo título.

Pra cima delas!

AVANTI PALESTRA! 

 

      

 

%d blogueiros gostam disto: