Cruzeiro 1×0 Palmeiras – BR18

Cada dia mais complicado encontrar inspiração pra escrever sobre um time desalmado e preguiçoso em campo.

Sou contra troca de treinador em meio de temporada, mas me parece que o Roger não tem mais controle do vestiário, se é que algum dia teve.

Exemplo claro disso foi o futebol minúsculo que mais uma vez o camisa 7 jogou, foi responsável direto pelo gol que sofremos e na hora que foi substituído, sai de campo chutando tudo, xingando e tals…

Jogador não é trouxa. Dudu sabia que estava sendo filmado. Fez pra ser visto, pra mandar recado. E quando chega nesse ponto, já era…

Última vez que aconteceu isso, apenas por acaso, foi contra esse mesmo Cruzeiro em Minas Gerais, e desencadeou a crise Felipe Melo x Cuca que culminou no afastamento do volante por meses e a dispensa do treinador no final da temporada, quando já estava tudo perdido.

Pra mim o Roger é pouquíssimo culpado desse time ser tão sem-vergonha e desinteressado em campo. Foi nesse mesmo sistema de jogo que o Palmeira fez jogos memoráveis este ano, como a vitória no Entulhão, a vitória em La Bombonera, a vitória na Arena da Baixada, só pra citar alguns dentre outros tantos jogos bons.

Pra mim é muito muleta falar que o sistema sobrecarrega o Lucas Lima, que o Dudu não pode marcar e blablabla… Com o Carille, que todo mundo morre de amores, o ponta esquerda marca mais que o lateral e ainda faz gol, dá assistência, enfim, é muito menos badalado e muito mais importante pra gambazada do que o nosso 7 tá sendo em campo.

Se eu fosse o Mattos, afastava todos esses jogadores que estão de corpo mole, vocês sabem quem são eles. Mas a gente que é macaco velho no futebol sabe que não é isso que vai acontecer.

Infelizmente, ou felizmente, Roger não deve ser mais o treineiro nos próximos dias ou semanas. A chance de se manter no cargo vai ser ganhar da maior vítima do Allianz Parque, e um resultado adverso contra o bambi será certamente o ponto final da passagem do treinador pelo Palestra. Mas mesmo que ganhe do bambi, se jogar como ontem  contra Flamengo, Gremio ou Ceará, a conta não vai fechar igual…

Por mais errado que eu ache, não tem como tapar o sol com uma peneira. Não dá mais liga, os jogadores não estão rendendo, não sei se por culpa do treinador, talvez um  pouco, talvez muito, mas principalmente porque já cavaram a cova dele e o Palmeiras não pode ficar a mercê disso.

Ontem o jogo do Palmeiras foi pífio. O time não atacou, mal chutou no gol, em nenhum momento ameaçou o Cruzeiro, o meio de campo foi inócuo, os volantes estavam sempre atrasados na cobertura, uma tragédia.

No lance do gol, a marcação pela esquerda, a começar pelo Sr. Dudu, aquele que aparentemente não pode ser criticado e nem substituído pra já começar a dar chiliquinho, ficou olhando o jogador do Cruzeiro cruzar a abola, pra sequência de uma falha bisonha do Dracena e um puta azar da bola parar por acidente na cara do gol e no pé daquele morfético do Sóbis.

– Ah, mas o Caio Ribeiro disse que não concorda que atacante tem que ter responsabilidade de marcar. i) FODA-SE o Caio Ribeiro; ii) se o sistema defensivo está montado para que o ponta inicie a cobertura da marcação, quando o ponta não faz isso, invariavelmente sai o gol do adversário.

Querem exemplos? Palmeiras x Santos, semi do Pacaembu, o primeiro gol do Santos saiu justamente num lance em que o Keno não deu cobertura pro Vitor Luis e a bola foi cruzada na área sem dificuldade nenhuma pro Sacha marcar.

Palmeiras x Gamba na final do Paulistão, o lance inteiro do gol dos lixos começa quando Dudu deixa de acompanhar o Mateus Vital e ele consegue tabelar, Antonio Carlos tem que sair da sua posição pra cobrir as costas do Marcos Rocha e o resto da tragédia vocês lembram bem.

De novo, não vou entrar no mérito se o ponta tem que ajudar na marcação ou não. A questão é, se o sistema montado pelo treinador depende disso, compete ao jogador executar. E quando não executa, dá a brecha pro adversário fazer gol.

É simples, quase cartesiano, não precisa ser cientista de foguete pra entender: o que quer dizer quando o jogador deixa de obedecer o sistema tático proposto pelo técnico?

AVANTI PALESTRA!

Publicado em 31/05/2018, em Geral, Palmeiras em Campo e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Eu não entendo os nossos jogadores. Se jogassem num time mediano, até entenderia a frustração, pois sabem que vai ser muito difícil conseguir vencer os jogos e ser campeão de algum torneio. Mas nosso time (individualmente) é bom, se os jogadores jogassem o que sabem, atropelariam quase todos os outros times e seriam campeões de praticamente tudo. Mas preferem derrubar técnicos do que levantar taças.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: