Arquivo diário: 12/04/2018

Palmeiras 1×1 Boca Jrs. – Libertadores18

O empate por 0x0 em casa num jogo complicado, até os 44 do segundo tempo, depois de um final de semana muito pesado pro Palmeiras e pra sua torcida, até que não parecia ruim, a se considerar a manutenção da liderança e o fato de termos vencido o Barranquilla fora de casa.

Eis que então o Palmeiras chega ao gol com Keno, em uma assistência majestosa de trivela do Guerra. Puta que pariu, era tudo que a gente precisava e queria, pra virar de vez a página de livro de terror que virou a final do Paulista.

Mas 2 minutos depois, em mais uma falha bisonha de marcação pela direita, com direito a um chute no vácuo do nosso zagueiro ao tentar cortar a bola, levamos o empate.

Seria uma tragédia se não fosse justo (pelo futebol jogado) e se não fosse também o confortável lugar que o Palmeiras ocupa na tabela. Mas dói jogar dois pontos fora assim…

Minha opinião no começo do ano sobre a zaga do Palmeiras era de que, apesar de bons jogadores, os novatos talvez não tivessem bagagem suficiente para os jogos maiores.

Olhar o que aconteceu ontem com o Antonio Carlos, ou no domingo, nos lances em que acabamos sofrendo gol, e não lembrar da partida monstruosa que ele fez em Itaquera, por exemplo, dentre tantas outras, seria leviano.

Mas o Roger precisa preservar o menino, já são duas falhas decisivas e dificilmente a torcida perdoará uma terceira. Em especial quando temos um zagueiro experiente como Edu Dracena no banco, que teria sido essencial pra uma partida dificil como.a de ontem. Hora de rodar o elenco.

O mesmo vale, noutro patamar, pro já bem rodado Lucas Lima. Jogador que chegou aqui com a responsa de ser O CARA e até agora sumiu em todos os jogos importantes.

Ontem Dudu deixou ele de frente pro gol, bola na perna boa, sem marcação, era só escolher o canto e ele tentou bater colocada no contrapé do goleiro, mas o que se viu foi um traque vergonhoso.

Fora isso, a criatividade que dele se podia esperar foi substituída por uma quantidade imensa de passes de lado e pra trás, muito, MAS MUITO POUCO pra maior contratação para 2018.

O que o Lucas Lima não fez em mais de uma hora em campo, o Guerra fez em 20 minutos. Foi dele o passe pro gol do Keno, e não foi só isso, o venezuelano entrou pra criar e CRIOU. Hora de dar mais chances pra ele e também deixar claro pro Lucas Lima que no Palmeiras não existe titular com futebol de reserva, vide Michel Bastos e Tche Tche.

Em paralelo, queria deixar aqui todo meu apoio à Diretoria e às medidas que estão sendo tomadas para defender os interesses do Palmeiras, prejudicados de forma tão baixa que foram na final do estadual.

A busca ferrenha pela defesa dos direitos da SEP que a Diretoria está fazendo foi o que motivou muitos dos palmeirenses a não largar o amor pelo time, deixar de ir em jogos e etc.

Um comportamento passivo teria sido o golpe de misericórdia para muitos palmeirenses, mas nossa diretoria teve coragem de peitar os patifes e mostrou que irá tirar a limpo essa sujeira toda até as últimas consequências.

Parabéns! Levem até o fim! ESTAMOS JUNTOS!

AVANTI PALESTRA!

%d blogueiros gostam disto: