Arquivo mensal: fevereiro 2018

Gambá_FPF 2×0 Palmeiras – Paulistão18

Há duas formas de se analisar o jogo de hoje, e todas devem ser respeitadas.
Os que defendem que o Palmeiras não teve brio tem a sua razão.
Até a absurda e safada expulsão de Jailson.
O Juiz não viu, o bandeira não viu, mas o 4o árbitro “sem recurso de tv” viu um penalti com visão de raio-x… Um lance em que o goleiro acertou primeiro a bola, mas só o recurso da TV pode dar aquela garantia de só quem é amigo do rei pode confiar, porque ah se fosse do lado de cá…
O penalti já teria sido dano o bastante, mas para o safado do Rafael Klaus, ainda “precisava” expulsar o Jaílson, que nem falta fez… Se critério houvesse, Fagner teria sido expulso ainda no primeiro tempo, pelo segundo amarelo, mas o critério só pendia pro lado que sempre pende, como a gente tá cansado de saber…
Analisar e criticar o jogo depois de tamanha safadeza é complicado. Pode até ser que o Palmeiras não chegasse ao empate, que não tivesse forças para reverter o até então injusto e sem vergonha placar – e pelo que jogou até então, possivelmente não teria , mas tudo ficaria no campo da suposição.
O fato é que, perdendo, e com um a menos, o Palmeiras realmente não teve forças pra reagir. Klaus decidiu o jogo, pra orgulho dos gambás, sempre o melhor em campo é o cara do apito…
Deus queira que, excluídas as forças safadas da equação, o Palmeiras possa de novo cruzar o caminho da lixaiada de igual pra igual, sem o apitador fazendo toda a diferença, e que o melhor time ganhe jogando bola, e não dependendo daquele apito amigo de sempre.
AVANTI PALESTRA!

Ponte 0x0 Palmeiras – Paulistão18

Faltou grama pro time do Palmeiras poder mostrar seu futebol ontem em Campinas. Faltou estádio também, nunca vi uma punição mais besta, a torcida da Ponte que aprontou e quem é punida é a torcida do adversário. Que lógica tem nisso, MP e FPF?  

Mesmo com o campo sem nenhuma condição de jogo, Dudu teve 03 chances de marcar, e Guerra 02 (no mesmo lance), mas não era dia da bola entrar. Nem lá nem cá, com Jailson tendo mais uma atuação segura e precisa para garantir que o Palmeiras não levasse gols.

Sem opção de referência, já que Borja com dores na perna não foi pro jogo, e o Artur se juntou ao Deyverson nos que vão ficar um bom tempo sem jogar, o Palmeiras foi a campo com Guerra, William e Dudu na frente.

Já disse algumas vezes aqui que o William não consegue produzir no meio de 2 zagueiros e ontem foi mais uma vez o que se viu. Ele ficou o tempo inteiro em campo mas pouco criou. Ontem não tinha opção mesmo, mas que fique claro pra diretoria do Verdão que o Bigode não é alternativa pro Borja, e com os 2 centroavantes reservas machucados, em breve será necessário ir às compras.

Depois veio o Keno no Guerra, certamente não a melhor opção para um campo como o de ontem, talvez o Scarpa fosse uma alternativa melhor pelo chute de média distância num gramado molhado, mas o Roger preferiu deixar ele no banco e colocar o Bruno Henrique (no lugar do LL).

Com o empate, o Verdão mantem a liderança geral do Paulistão e chegou a 20 pontos, 7 a mais que o segundo do grupo e 6 a mais do que o segundo no geral.  

Todas as atenções agora se voltam ao clássico e que na semana cheia de trabalho na Academia o Borja se recupere e mantenha a boa sequência deste início de ano. Pra cima Palmeiras!

AVANTI PALESTRA!    

 

Palmeiras 2×2 Linense – Paulistão18

E finalmente se viu uma atuação do Palmeiras abaixo do esperado refletir no placar do jogo.

Principalmente na defesa, que mostrou falhas até então não vistas, mas também na criação, com Tche Tche, Dudu, Lucas Lima e depois Gustavo Scarpa incapazes de criar jogadas de perigo.

A impressão que deu é que o Palmeiras se acomodou demais em estar duas vezes na frente do placar, criando pouco pra liquidar a partida.

Mas não é motivo pra alarde, a campanha do Palmeiras no campeonato segue sendo quase perfeita e eu prefiro olhar as coisas boas de ontem.

Guerra mostrou que pode ser útil, com uma linda assistência pro primeiro gol, e ainda vimos a melhor partida do Marcos Rocha com a camisa do Palmeiras, responsável direto pelo segundo gol.

E teve dois gols do Borja, né pai? 3 gols seguidos, 5 em 7 jogos, é o artilheiro da competição e até outro dia ai o torcedor palmeirense mais imediatista queria a cabeça do cara numa bandeja…

Como todo jogo, teve bons e maus momentos, acho que no fim o empate trouxe uma boa oportunidade para o Roger trabalhar um pouco de adversidade no elenco, porque ninguem ia querer esse time chegando na fase decisiva do Paulistão achando que é imbatível. Não é, e se nao jogar sério todo jogo, não ganha nem de um dos piores colocados do campeonato.

Que desse jogo fique essa lição e que fique esse 9 artilheiro que sempre soubemos que o Borja é.

AVANTI PALESTRA!

Mirassol 0x2 Palmeiras – Paulistão18

Sexta vitória seguida. 100% Palestra.

Mais uma excelente atuação do Borja. Fez gol, sofreu pênalti marcou, deu carrinho, correu e mostrou que tem condições de merecer a confiança do palmeirense.

Tche Tche fez uma partida digna de 2016. Principalmente no 2T, o volante se achou em campo, esteve por todos os lados, na defesa e no ataque, jogou muito.

Felipe Melo e Jaílson seguem jogando o fino da bola.

E o Roger continua mexendo bem no time, conseguiu fazer o Palmeiras manter e até melhorar de nível com as entradas de Keno (William), Scarpa (LL) e TS (TcheTche). A força e a inteligência do banco seguem fazendo muita diferença.

E pra encerrar, queria dizer que eu vivi pra ver um Oliveira marcando pênalti pro Verdão… esse ano promete!

AVANTI PALESTRA!

Palmeiras 2×1 Santos – Paulistão18

O primeiro verdadeiro teste da temporada foi vencido com tranquilidade pelo Palmeiras.

Um 2×1 que não trouxe qualquer preocupação pro torcedor palmeirense, tamanha que foi a segurança do Palmeiras em campo.

De fato, a vitória não esteve em nenhum momento ameaçada pela equipe santista, nem mesmo depois do gol irregular dos lambaris. Era nítido que não tinham time nem bola pra tentar uma reação.

Felipe Melo segue falando pouco e jogando demais. Hoje, no primeiro tempo, errou uma ou outra saída de bola, mas nada que pudesse tirar o brilho de mais uma atuação precisa, segura, técnica e de muita garra, até carrinho dentro da área o cara dá com a certeza de quem não erra o bote. Levou amarelo, merecido, mas é coisa rara pra ele com a camisa do Verdão. Que início de temporada, o Ousado segue sendo o dono do time.

Tche Tche foi muito bem hoje, esteve literalmente no campo inteiro, deve ter corrido uns 20 km…

E tem o Borja, garantiu mais 3 pontos, né, pai? Contra o Botafogo ele já tinha feito o gol da vitória e hoje de novo fez o dele e garantiu os 100% do Verdão. É claro que ele não joga sozinho, mas que ele fez os gols de duas das cinco vitórias do Palmeiras até aqui, isso ele fez…

Se boa parte da torcida não tem paciência com ele, o que é até fácil de entender, eu ainda acho que ele segue melhorando, e ainda vai nos dar muitas alegrias esse ano. Forza Borja!

Aquela falta na trave do Lucas Lima podia ter entrado, hein?

E pra fechar, seguimos vendo só coisas boas no trabalho do Roger. Alterações corretas, hoje até demorou um pouco pra mexer, mas sempre aproveitando bem o banco de reservas, rodando o elenco, testando novas possibilidades. Hoje, por exemplo, Dudu, Lucas Lima e Tche Tche saíram, Keno, Scarpa e BH entraram, e o time manteve o padrão. Ponto pro treinador.

Próximo jogo será em Mirassol, e será uma ótima oportunidade pra mostrar que os fantasmas do passado realmente sumiram. 

AVANTI PALESTRA!

%d blogueiros gostam disto: