Palmeiras 3×0 Botafogo/PB – Copa do Brasil16

O Palmeiras largou na busca do Tetra da Copa do Brasil com o pé direito do Jean e os pés esquerdos de Rafa Marques e do Tche Tche, os autores dos 3 gols sobre o Botafogo/PB na  noite de hoje.

Cuca não se preocupou em poupar jogadores e mandou pra campo o que o Palmeiras tinha de melhor à disposição: Jaílson, Jean, Mina VH e ZR, Tche Tche, Moises e CX, Dudu Erik e RM. Afinal, com uma semana de intervalo pro próximo compromisso, não tinha mesmo o porque não jogar com força máxima hoje. A não ser que alguém não estivesse 100% em condições…

E eis que lá pela metade do primeiro tempo, perdemos o Moisés por lesão. Mais uma. Justo o nosso melhor jogador. Puta que pariu viu, é foda, tomara que não seja nada, senão é muita zica pra Hope Solo nenhuma botar defeito… Mas não vai ser e quarta tem gol dele contra as gazelas…

Sobre o jogo, um primeiro tempo tão burocrático quanto Cleiton Xavier quis que fosse. Incrível como ele oscila ótimas e péssimas atuações. Pra mim, virou jogador de segundo tempo definitivamente, tanto fora de casa como no Allianz. Rende mais entrando no intervalo do que começando os jogos. Que seja.

Pois foi o Cleiton sair pra dar lugar ao Allione pro Palmeiras começar a jogar bola. E os gols vieram fáceis, fáceis. Tão moleza que o Seo Dewson, o equivalente ao Íbis da arbitragem munidal, conseguiu marcar um penalti pro Palmeiras que tinha sido falta fora da área. Mas o bandeirinha mandou ele marcar penalti e ele, que tinha acertado, errou. E porque? Quando se erra tanto que nem ele, a autoconfiança é absolutamente nenhuma, se o gandula falar que foi penalti, ele marca. Êêê CBF, não aprende mesmo…

Apesar do penalti mal marcado a seu favor, o Palmeiras seguiu muito mais produtivo e, com boas jogadas de Dudu e Allione, os gols foram aparecendo, e até mesmo o mais feito de todos que o Erik perdeu em uma defesa impressionante do goleiro do Botafogo. Ainda era 1×0.

Logo depois Rafael Marques, que vinha na mesma pegada de zonamortista (com a licença poética do O Periquitão) que o CX, marcou um gol com inteligência, de perna esquerda e, pra finalizar, Tche Tche fez o primeiro dele com a camisa do Verdão, também com a canhotinha que a Gambazada treme só de relembrar.

No fim, vitória justa, apesar de mais um vacilo do Dewson, que também não influenciou no resultado nem do jogo de hoje nem do da volta.

E atenção palmeirense, o clássico contra os mulambos já começa amanhã, com o julgamento do Palmeiras no Tribunal mais rubro negro desse país e que pode significar justamente a perda de mando no jogo contra os cariocas. Cheiro de hepta? Não, é cheiro de merda no ar, mesmo.

Vale lembrar que em 2009, o último título da mulambada, um dos times na disputa era a bicharada. Num jogo contra o Grêmio, em 04 de novembro (portanto, bem no fim do campeonato), foram expulsos Jean, Borges e Dagoberto. Mesmo assim elas empataram e assumiram a liderança. Os dois primeiros por 02 amarelos, e o Dagoberto vermelho direto.

E, 15 dias depois, os 03 foram julgados e pegaram 03 (TRÊS) jogos de suspensão cada um, só podendo voltar a atuar na última rodada do campeonato, e olha só que coincidência, o Flamengo foi o campeão daquele ano…

Foi quase na mesma semana também daquele gol do Obina no Maracanã anulado vergonhosamente por Carlos Eugenio Simon (foi no dia 08 de novembro), e olha só que coincidência, o Fluminense não caiu naquele ano…

Por isso, palestras, amanhã é dia de jogo importante, pra todos os efeitos, e não podemos esperar nada menos da nossa diretoria que não seja a defesa veemente e impecável do nosso Verdão e da sua torcida. Ouviram bem? Da sua torcida também!

AVANTI PALESTRA!

OS LANCES:

[em beve]

A FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 3 X 0 BOTAFOGO-PB
Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data-Hora: 31/8/2016 – 19h30
Árbitro: Dewson Fernando Freitas (PA)
Auxiliares: Marcio Gleidson Correia Dias (PA) e Helcio Araujo Neves (PA)
Público/renda: 24.512 pagantes/R$ 1.012.371,40
Cartões amarelos: Allione (PAL); Plínio (BPB)
Cartões vermelhos: –
Gols: Jean (12’/2ºT) (1-0), Rafael Marques (17’/2ºT) (2-0) e Tchê Tchê (35’/2ºT) (3-0)

PALMEIRAS: Jailson; Jean, Mina, Vitor Hugo e Zé Roberto; Tchê Tchê, Moisés (Gabriel, aos 25’/1ºT) e Cleiton Xavier (Allione, no intervalo); Dudu, Erik (Vitinho, aos 26’/2ºT) e Rafael Marques. Técnico: Cuca.

BOTAFOGO-PB: Michel Alves; João Paulo, Plínio, Marcelo Xavier e David Luiz; Djavan, Pedro Castro (Sapé, aos 32’/2ºT) e Marcinho; Jefferson Recife (Danielzinho, aos 19’/2ºT), Rodrigo Silva e Carlinhos (Assis, aos 34’/2ºT). Técnico: Itamar Schulle.

Publicado em 31/08/2016, em Geral, Palmeiras em Campo e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: