Atlético/PR 0x1 Palmeiras – BR16

Virada de turno, 2012. O Palmeiras vinha mal das pernas, no Z4, a ressaca do título da Copa do Brasil já tinha pasado e o Palmeiras precisava reagir pra escapar do perigo do rebaixamento. Fomos enfrentar a Lusa no Canindé, e o que era pra ser o divisor de águas daquele campeonato, foi o início de uma tragédia dolorosa demais pro torcedor palmeirense. 3×0 pros Portugas e a crônica de uma morte anunciada começava a ficar gravada na alma do palmeirense.

Virada de turno, 2016. O Palmeiras chegou no returno o melhor time, mas já não era tão melhor como tinha sido no decorrer do campeonato, diziam alguns. A diferença que chegou a ser de 5 pontos, tinha caído pra um. E o Palmeiras teve pela frente um time que tinha conquistado 23 pontos de 27 disputados em casa, sete vitórias e dois empates, nenhuma derrota sofrida.

Mas dessa vez, as coisas funcionaram bem diferente. O Palmeiras, mesmo desfalcado, entrou em campo determinado a fazer sua melhor partida como visitante no torneio. E fez.

O time inteiro voou em campo, mas foi no meio que o Palmeiras sobrou: Thiago Santos, Tchê Tchê e Moisés jantaram os jogadores do Atlético, e com isso o Palmeiras teve domínio e controle plenos da partida.

O gol de cabeça de Vitor Hugo, no final do primeiro tempo, num escanteio batido por Dudu, apenas confirmou quem era o melhor time em campo: O Palmeiras chegava e não deixava o Atlético chegar.   

No segundo tempo o jogo até podia ter sido mais fácil, um pouco mais de capricho nos contra-ataques teriam garantido placar mais elástico, mas, de novo, aí não seria o Palmeiras…

E mesmo quando a bola passou a nossa marcação quase infalível, lá estava Jailson pra afastar o perigo da nossa meta. Pegou tudo o 49, até lance de impedimento o Jailsão bloqueou…

Que partida, senhores! Que vitória! Ah se fosse sempre assim, acho que esse blog nem ia existir ahahahah

Primeiro grande desafio na parte de cima da tabela, e 03 pontos pro Verdão. Ainda é cedo pra pensar qualquer coisa, o Palestra pode até não ter o melhor elenco, com certeza não é o time queridinho da imprensa, da CBF e da juizado, mas que o Palmeiras está nadando de braçada no caminho certo e mais que todo mundo, isso ninguém pode negar. E que siga assim, pra cima Palmeiras!

AVANTI PALESTRA!

OS LANCES:

A FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-PR 0 X 1 PALMEIRAS
Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Data-Hora: 14/8/2016 – 18h30
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Auxiliares: Leirson Peng Martins (RS) e Mauricio Coelho Silva Penna (RS)
Público/renda: 23.911 pagantes/R$ 866.100,00
Cartões amarelos: Otávio, Léo, Hernani (APR), Cleiton Xavier, Erik, Thiago Santos (PAL)
Cartões vermelhos: –
Gols: Vitor Hugo (43’/1ºT) (0-1)

ATLÉTICO-PR: Santos; Léo (Matheus Rosseto, aos 26’/1ºT), Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Hernani, Luciano Cabral (André Lima, no intervalo) e Lucas Fernandes; Yago (Marcos Guilherme, aos 27’/2ºT) e Walter. Técnico: Paulo Autuori.

PALMEIRAS: Jailson; Jean, Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Thiago Santos, Tchê Tchê e Moisés; Róger Guedes (Cleiton Xavier, 31’/2ºT), Dudu (Rafael Marques, aos 39’/2ºT) e Erik (Fabrício, aos 42’/2ºT). Técnico: Cuca. 

Publicado em 14/08/2016, em Geral, Palmeiras em Campo e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: