Giorno dell’Indipendenza

Já não é de hoje que se cobra aqui neste blog o fim da querela envolvendo Palmeiras e WTorre, que se estende desde antes mesmo da bola rolar pela primeira vez no Allianz, em 19 de novembro de 2014.

Sendo advogado de formação, e atuando na área contenciosa por opção – ou por ser maluco mesmo (quem é do ramo sabe o que eu tô falando kkk) – se tem uma coisa que eu aprendi a perguntar pros meus clientes, em determinadas situações, é: – você quer ser feliz ou ter razão?

Porque muitas vezes essas duas coisas não andam juntas. Querer ter razão, custe o que custar, pode não lhe trazer qualquer felicidade no final das contas. A demora e as consequências de uma batalha jurídica muitas vezes fazem a espera por uma vitória nos tribunais não compensar nem mesmo pra quem ganha. Pra quem perde então…

Em especial quando as partes não falam a mesma língua em hipótese nenhuma, mas se mantêm vinculadas por um contrato do qual nenhuma das duas pode se desvencilhar.

Esse enredo todo ganha contornos de novela mexicana quando o assunto é Palmeiras e WTorre.

Paulo Nobre e Walter Torre, pelo que se escuta, não se suportam e nem se aturam. E, em se tratando de dois sujeitos poderosos e que não estão habituados a serem contrariados em nada, isso certamente não ajuda a manter um nível mínimo de convivência.

O que se vê é que, a cada tantos dias, uma nova atrocidade é cometida contra o patrimônio alviverde.

Por exemplo: dias desses aí, com nosso narrador titular Marcos Costi viajando, a W. Torre, sem avisar o Palmeiras (por óbvio), anunciou Ademir da Guia pra promover a narração do jogo do verde contra o Atlético/PR. Logo depois, veio a notícia de que não seria mais o Ademir, porque o Palmeiras já tinha contratado o locutor do “O seu, o meu, o nosso PAAAAACAAAEMMMBUUUU” pra partida. Como quem manda no estádio em dias de jogos é o Palmeiras, prevaleceu a posição do clube.

Mas aí, eu pergunto: será que isso não foi tipo uma vingancinha? Não que eu vá um dia no estádio pra ver narração do Ademir – eu queria era ter visto ele jogar – mas será que, não fosse essa porra dessa briga interminável, não dava pra ter acomodado o Ademir na operação do jogo, pra narrar um dos 4 gols que o Palmeiras entubou no Atlético/PR??? Hein???

E eis que hoje, chega a notícia de que o Palmeiras não terá o Allianz à disposição, no próximo dia 22, contra o América/MG, porque a WTorre fechou um evento pra 5.000 pessoas assistirem ao filme Independence Day. MAS QUE PORRA É ESSA, MIO SAN GENNARO??????

Se já não bastasse termos ficado sem nossa casa 4 vezes esse ano (sendo um clássico), e mais sei lá quantas no ano passado, por conta de shows no Allianz, agora a porra do estádio virou cinema????

Alguma dúvida que uma putaria dessas só tem lugar num cenário de completa intolerância e falta de diálogo entre dois “parceiros” que precisam tratar um com o outro todo santo dia mas se odeiam profundamente???

E quem perde sozinho nisso tudo, e ainda por cima de goleada, chama se Sociedade Esportiva Palmeiras, o time de futebol. Perde sua casa, seu caldeirão, pra mandar jogo no insosso Pacaembu, ainda mais com o presida colocando a massa no Tobogã… Complicado…

Daí lembro que ainda estamos no segundo dos TRINTA anos em que essa parceria terá que ser mantida, e fico imaginando quanta merda ainda está por vir pra prejudicar o time do Palmeiras e a sua torcida…

E logo me vem na cabeça a pergunta: – e aí, Paulo Nobre, quer ser feliz ou ter razão?

Acaba de vez com essa porra de briga, compra logo o estádio dessa maledetta WTorre, mas resolve a parada, Dio Mio!!! Ninguém aguenta mais essa patifaria toda…

Que venha logo o Giorno Dell’Indipendenza! Compra o Allianz, presida! Pra quem tem todo esse capim, não vai nem fazer cócegas… Não quer ser lembrado como o maior palmeirense de todos os tempos?? Não é sangue na veia??? Então, fica a dica…

AVANTI PALESTRA!

Publicado em 06/06/2016, em Geral, Visão da Arquibancada e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Discurso bonito na teoria, mas, na prática não é bem assim. E já que vc está na área juridica …fique sabendo que essa CAGADA DE CONTRATO foi feito por uma “junta de advogados” – Meuuuuuuu Deusssssss!!! Até aí…nada anormal!!! Já que que o STF, aquele picadeiro de circo de horrores nos proporciona vergonhas diariamente, imagina quem está no andar de baixo da referida justiça. Bom…deixa pra lá.
    Sobre a tal “querela” que vc diz, o problema é muito maior, e estão em jogo:
    1- Palmeiras interessa ter a arena livre nos jogos (É A NOSSA CASA) e pq, FATURA MUUUITO, enquanto a Wtorre..nos jogos, praticamente, NADA. E a Wtorre quer a arena pra shows, onde ela tbm fatura muito, fora os contratos já feitos, e quem aí não fatura quase NADA é o Palmeiras. Futebol…pra Wtorre, só é interessante pra agregar a marca Allianz Parque, já que o Palmeiras atrai a mídia sempre, e caso ela se interesse, vender os 28 anos restantes de contrato. Mas, parece que ela não se interessou em vender a parte dela…pois, nem FALIDA COMO ESTÁ, DEVENDO PRA DEUS E O MUNDO (inclusive pro Palmeiras) foi o suficiente. Logo…
    2- A Wtorre quer tbm TODAS as cadeiras cativas (que está na justiça), e isso acarretará o FIM DO AVANTI…e um golpe nas arrecadações dos jogos…já que a Wtorre repassaria um valor muito baixo ao Palmeiras.
    Detalhe: Entre jogos e Avanti, o palmeiras fatura em torno de 100 milhões por ano. E foi aí que o FALIDO Walter Torre cresceu os olhos gordos.
    Por isso estou com o Presidente Paulo Nobre…e estaria até com o MALÉFICO MUSTAFÁ, ou a ANTA DO TIRONE …caso eles comprassem essa mesma “briga” (defender o Palmeiras) com a Wtorre.
    Resumindo a tal querela:
    Abrir as pernas pra Wtorre é decretar um prejuizo de BILHÕES ao longo de 28 anos ao clube. A Wtorre briga e não quer saber de acordo algum, pq ficou provado que o palmeiras levou vantagem no contrato (por causa da nossa enorme torcida), e o mimadinho FALIDO não aceita, e viu brechas no PÉSSIMO CONTRATO FEITO PELOS “NOTÁVEIS DA JUNTA”, e está tentando passar a perna e levar vantagens. Ela pensa assim: OU TUDO PRA NÓS OU GUERRA. E o Palmeiras (com o presidente + 17 milhões) optou pela GUERRA. Pois aqui é PALMEIRAS.
    Nem comentarei muito a respeito do Multi-milionário Paulo Nobre X FALIDO Walter Torre. Tanto financeiramente quanto de carater.

    • Ok, tudo isso que você está falando é pertinente, mas e se o Palmeiras perder na arbitragem, o acordo não teria sido uma boa? Entrar numa guerra com a certeza de que vai ganhar é o primeiro passo pra derrota.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: