Palmeiras 0 (3) x (4) 0 Nacional – Torneio de Verão do Uruguai

Em mais uma partida de preparação do elenco para a temporada de 2016, o Palmeiras empatou e, nos pênaltis, perdeu para o Nacional a final do Torneio de Verão do Uruguai.

A frustração obviamente não se manifesta em razão da perda de um título de um torneio amistoso, mas sim pela constatação da absoluta falta de variação tática que a equipe apresenta, já que Marcelo Oliveira não abandona o 4-2-3-1 nem por brincadeira…

E, se não vai abrir mão do esquema tático em torneio amistoso, vai abrir quando? Mas, enfim, é cedo demais pra soltar o verbo, alguns já me disseram.

Mas aí, fico pensando, Alecsandro e Leandro Almeida, que evidentemente não servem pra jogar no Palmeiras, foram titulares absolutos, enquanto que outras opções para as posições mal foram testadas…

Difícil de entender, ainda, como o Régis, o único jogador mais próximo que temos de um camisa 10, sequer entrou em campo nos dois jogos pelo Torneio.

De positivo, a atuação de Moisés merece destaque, assim como a melhora de desempenho do time com as entradas de Matheus Salles e Gabriel Jesus no lugar de Arouca e Alecsandro.

E o Nacional, cabeça de chave do nosso grupo na Liberta, embora não pareça nenhum bicho de 7 cabeças, também está longe de ser um adversário imbatível. Vai depender muito mais do que o Palmeiras estiver disposto a jogar.

Sábado em Ribeirão Preto começa o ano pra valer, e diferente dos anos anteriores, o Palmeiras chega pra disputa do Paulistão como favorito, a considerar o desmanche no Gambá e a tímida ida ao mercado dos Lambaris e Bambis.

Se tem um time que se reforçou e ainda manteve a base, fomos nós.

Mesmo assim, a se considerar que nossa única opção na meia foi o Robinho, bem apagado nos dois jogos do Torneio, ao mesmo tempo em que Leandro Almeida e Alecsandro foram titulares, fica a impressão de que o Palmeiras ainda podia ter contratado mais e melhor…

E, por fim, não podia faltar uma reclamação básica quanto ao fato de que não iremos estrear o ano na nossa casa, por culpa do gramado, estando ameaçado inclusive o segundo jogo.

Essa falta de planejamento, esses entreveros em que o clube sempre fica sabendo das coisas por último – o Palmeiras teve que suspender a venda antecipada dos ingressos antecipados pro mês de fevereiro, um dia depois de te-la anunciado, por causa do gramado e do fato de que o primeiro jogo teria que ser no Pacaembu – são frutos da relação deteriorada com a construtora que já se arrasta há anos, sendo que o maior prejudicado é sempre o Palmeiras e a sua torcida. E depois de todo esse tempo, não custa dizer que, não importa quem ganhe na arbitragem, todos já são perdedores.

AVANTI PALESTRA!

Publicado em 26/01/2016, em Geral, Palmeiras em Campo e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Rogerinho Fumo

    Também queria ver o Regis em campo…MO precisa acordar. AlecDonalds e LeAnta Almeida não dá mesmo.
    Avanti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: