Palmeiras 2 (4)x(3) 1 Santos – Copa BR

De toda a ansiedade, angústia e preocupação que tomaram conta da alma do palmeirense nessa última semana, depois de termos sido absurdamente prejudicados, não termos jogado nada e ainda escaparmos de um 3×0 que teria sido definitivo, uma única coisa acalmava a tensão, pelo menos a minha: a fé incondicional na justiça divina.

Quis o destino que um pênalti mal batido pelo Dudu nos custasse o título Paulista, quando éramos muito mais time que os adversários do litoral, que inclusive fizeram de tudo pra impedir que o Palmeiras jogasse no jogo da ida. No fim, o placar magro não foi suficiente, e o 2×1 na praia levou o jogo pros pênaltis e, enfim, todos lembram o que aconteceu.

Deixamos escapar, nós perdemos, eles não ganharam o Paulistão.

Veio o Brasileiro, foi o Oswaldo, chegou o Marcelo, aí perdemos o Gabriel, disparado nossa melhor contratação. E o time que vinha numa crescente caiu. Da terceira melhor defesa da competição, viramos uma das piores. 02, 03 gols por jogo.

Na fase aguda da Copa do Brasil, despachamos Cruzeiro, Inter e Fluminense, sempre favoritos para a imprensa, até chegarmos na final contra o “infinitamente melhor” Santos, também segundo os ilustres jornalistas esportivos.

Mas aí eu falava de justiça divina.

Antes da finalíssima, o Palmeiras escapou duma surra na Baixada em jogo válido pelo Brasileiro, no qual o camisa 9 do adversário, este moço bom e religioso que todos conhecem, resolveu mexer com o nosso brio.

Fez careta depois de marcar um gol que, afinal de contas, não serviu pra bosta nenhuma, já que esse bom senhor irá assistir a Libertadores no ano que vem do sofá de casa ou na sua congregação religiosa.

Ricardo Oliveira devia ser um adolescente em 1993, mas já devia saber que não se provoca o Palmeiras antes da hora. Lembra do Viola?

E o mais curioso que humildade é uma coisa que não se aprende. Um cara que sempre foi coadjuvante a carreira inteira, nunca foi peça chave pra conquista de nenhum título importante que ele tem no currículo (e não são poucos), de repente se reinventa aos quase 40 anos, vira artilheiro do campeonato brasileiro, é convocado pra seleção, mas ao invés do cara se sentir agradecido, não, resolve tripudiar pra cima dum colega de trabalho.

O gol que ele fez aos 40 e sei la quantos minutos do segundo tempo, e que deu números finais ao jogo de hoje e encaminhou a decisão para a marca de cal, tinha um propósito maior.

E realmente teve. Ricardo Oliveira teve que assistir justo o Fernando Prass, quem diria, marcar o gol do título. CHUPA!

Ainda sobre justiça divina, não ia ser na nossa casa que um zé ninguém como David Braz – que seria ainda mais zé ninguém se não fosse justamente o Palmeiras, de onde saiu mais pelas portas do fundo do que qualquer outro jogador – iria comemorar um título. Pelo contrário, saiu de maca, chorando. Pois é…

Justíssimo também que, passados exatos 360 dias desde aquele maldito e vexatório 07 de dezembro de 2014, em que o Palmeiras pessimamente comandado por Dorival Junior envergonhou sua torcida e dependeu do Vitória não vencer seu jogo para não ser rebaixado, seja dado o troco pra esse treineiro que jamais deveria ter integrado nosso departamento técnico.

Divirta-se você também, Dorival, assistindo a Libertadores na FOX, amigão!

Querem outra justiça? Dudu, que tinha perdido o penalti que nos custou o Paulistão, fez os dois gols que encaminharam a nossa conquista. Amém!

Que gostoso vai ser assistir, ler, ouvir e rir amanhã de todos os comédias das redações esportivas, esses Rizeks, Cerettos e companhia limitada, que tanto menosprezam a camisa verde, mas que justamente pelo time que torcem deviam saber como a banda toca. Nada mais justo.

E, por último, justiça seja feita à festa maravilhosa que nossa torcida fez em campo hoje, nós fizemos a diferença, todos juntos, organizados ou não, fizemos valer o nosso caldeirão e merecemos também essa conquista. E o cara que teve a ideia de colocar o Prass no mosaico merece uma estátua na entrada do Allianz. Que insight!

Finalmente estamos de volta na nossa casa. Agora quero ver segurar…

É nóis na Liberta!!!!

Parabéns, Palmeiras! É CAMPEÃO!!!!

AVANTI PALESTRA!

Publicado em 03/12/2015, em Palmeiras em Campo e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 6 Comentários.

  1. Véio… sou fãzaço da sua coluna desde que a descobri ainda no meio deste ano. Textos ácidos, inteligentes e traduzindo sempre o sentimento do REAL torcedor Palmeirense. Vc pega na veia, e até na hora de celebrar soube catalisar nossa grande conquista com alguns contra-pontos sobrenaturais… Eu complemento sua análise, reforçando um ponto que me pareceu BÁSICO, FUNDAMENTAL, INDISPENSÁVEL para esta conquista: a nossa TORCIDA. O que o palmeirense fez este ano, insuflando toda uma nação alviverde com as sequentes lotações do Allianz Parque, assim como a ÉPICA RECEPÇÃO do ônibus da Delegação na Av. Francisco Matarazzo, momentos antes da finalíssima da Copa do Brasil, foi algo TRANSCENDENTAL. Perguntem ao Cristaldo, o que ele sentiu quando viu aquele MAR ALVIVERDE em plena avenida saudando a chegada dos nossos gueireiros momentos antes da peleja… É por estas e por outras, que sou PALMEIRENSE DE CORAÇÃO, desde 1964. Nada abala o amor que tenho por este TIME em meu 51 anos de vida.

  2. Rogerinho Fumo

    Palmeiras Imenso!

  3. Jeff Ettore

    Ainda bem que não precisamos dessa mídia imunda para falar bem de nós como os rivais, pois somos uma torcida de um time campeão que anda com as próprias pernas. Ao pastor… Acho que a bíblia dele é diferente das demais, pois ele se mostra um profissional mau caráter e fingido, bem feito pra ele para todos aqueles moleques da praia que comemoram antes da hora. Nunca subestime um gigante, principalmente se eles estiver acompanhado por milhões de camisas verde e branca.

  4. Porque no Palmeiras tdo tem que ser difícil, ufaaa, maui que jogador é aquele Matheus sales, jogou dmais, anulou o L.L. É campeão porra. E que caldeirão, que festa linda fez aquela torcida o jogo inteiro

  5. parabéns pelo texto maluquinho!você foi perfeito sobre o q disse do ricardo Oliveira e david braz,o ricardo deveria aprender com o ze roberto!hoje queRO assistir esses comentaristas terem de falar do verdao

  6. Pedro Marsiglia

    Parabéns Campeão
    E parabens tb para os FILHOS DA PUTA, ESCROTOS E CHIFRUDOS Juca Kfouri, André Herman, Milton Neves, Oscar Roberto de Godoy , Paulo Morsa…
    Filhos das Putas, chupem seus malditos…
    Nunca, mas nunca menosprezem o MAIOR CAMPEÃO DO BRASIL…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: