Arquivo mensal: novembro 2015

Palmeiras 0x2 Coritiba – BR15

1) Vi a escalação do time de hoje, juro pra vocês, achei que fosse lista de dispensas pro ano que vem. Pra quem acha que temos elenco, esse jogo de hoje é pra refletir melhor a respeito. Não temos.

2) É por isso que, em 13 edições do BR por pontos corridos,  nossa posição tem sido, salvo raras exceções – a última há mais de 6 anos, da metade da tabela pra baixo.

3) Quem não tem elenco, tinha que ter o melhor DM do mundo, porque não pode se dar ao luxo de perder jogador titular. Também não temos.

4) Algo a se pensar na montagem de elenco e estrutura pro ano que vem. Mas só depois de quarta.

——-

Confio na nossa camisa. Confio na nossa história. Confio na nossa bancada. Confio no nosso time.

Que cada palmeirense – torcedor, jogador, treinador e dirigente – entre em campo na quarta-feira com sangue nos olhos, com ódio, com raiva dessa porra de Santos, com nojo dessa imprensa suja que já elegeu o campeão, que mostraremos pra todo mundo que SOMOS PALMEIRAS, que SOMOS TORCIDA e que É TUDO NOSSO!

PRA CIMA PALMEIRAS! PRA CIMA PALMEEEEEEIRAS!

AVANTI PALESTRA!        

Oliveira 1×0 Palmeiras

E só pa variar, a atuação marcante no jogo de hoje foi de um salafrário, safado, que integra aquela família que tanto mal prestou ao futebol. 

O morfético saiu de campo sem dar um penalti absurdo em Lucas Barrios, e deu lugar ao outro safado, que deixou de dar amarelo pro 20 dos inimigos no mesmo lance em que amarelou e expulsou nosso jogador. 

Apesar da já esperada arbitragem suja, o Palmeiras não foi bem, principalmente por não conseguir manter a posse de bola e criar situaçōes de ataque. 

Mas pra imprensa suja que esperava um massacre do time do litoral, deve ter sido uma decepção o resultado e principalmente o desempenho do Fernando Prass. 

Jackson, meu filho, não se perde um gol dessses em final de campeonato…

Campeonato paulista, jogo de ida, perdemos um penalti que custou o título. Chegou a hora do payback…

Quarta que vem vamos jantar sardinha. 

AVANTI PALESTRA!

Palmeiras 1×1 Cruzeiro – BR15

1 – Sobre sábado, nada precisa ser dito, a considerar que entramos em campo com 02 titulares.

2 – Mas a imprensa suja que não descansa nunca não perdeu tempo em destilar seu veneno e comentar em tom pejorativo o empate do Palmeiras e de forma amena e resignada a derrota do nosso adversário na Copa do Brasil. Como se só os lambaris entraram em campo nessa rodada do BR pensando apenas nas finais.

Normal. Sempre foi assim.

 3 – Vinhamos de 05 derrotas em 06 jogos no Brasileiro, e agora estamos há dois jogos sem perder.

4 – Foco total nas próximas duas quartas-feiras.

VAMOS PALMEIRAS!!!!

 

 

Atlético PR 3 x 3 Palmeiras – BR15

PRIMEIRO: mais um time minúsculo para o qual o Palmeiras perdeu 05 pontos no Campeonato, e é por essas e outras que estamos em décimo.

SEGUNDO: eu nem ia falar mais sobre BR, porque tá mais do que claro que o time já jogou a toalha, mas depois desse fim de jogo vale a letra.

TERCEIRO: espero do fundo do meu coração que o Rafael Marques não renove. Foi só ele sair de campo, que o time encaixou, empatou e depois com o Arouca dominou o jogo.

QUARTO: um vacilo com um minuto (Lucazzzz e Zzzzé Roberto), mais dois vacilos em 03 minutos quando o time tinha conseguido virar (Vitor Hugo e geral). É por essas, e por gols perdidos como os de Dudu e Cristaldo, que o Palmeiras está onde está.

QUINTO: Foi melhor ter terminado o jogo assim, vai que termina a rodada 02 pontos do G4 e já ia ter gente achando que tinha que jogar contra o Cruzeiro com time titular, que dava pra chegar e blablabla. Como ficou, não dá mais, finito, e só resta a Copa do Brasil mesmo. Foco total nos lambaris, que terão mais dois jogos decisivos antes da final. O Palmeiras não terá mais nenhum. 

SEXTO: (e o motivo pelo qual faço esse post), peço licença poética ao meu amigo Romero: “era disso que esse time precisava: ÓDIO!” Quanta raiva eu não passei esse ano com esse time e diretoria completamente apáticos com seguidas atuações nefastas das arbitragens. Hoje isso acabou. O time todo junto pra cima do safado, a comemoração do Robinho no terceiro gol, a cotovelada do Jackson, tudo isso me deixou orgulhoso. Provavelmente os dois vão pegar um gancho pesado, mas foda-se! Tava mais que na hora desse time rugir em campo!

SOMOS PALMEIRAS!!!! TÁ NA HORA DE DAR O SANGUE, DE VIBRAR, DE LUTAR, DE ENFIAR O DEDO NA CARA DESSES COMÉDIAS! VAMOS PRA CIMA DOS SARDINHAS QUE É TUDO NOSSO!!!!

AVANTI PALESTRA!

Palmeiras 0x2 Vasco – BR15

Quis o destino que a primeira derrota dos meus filhos no estádio fosse contra o último colocado. É a cara do Palmeiras essas coisas. Por sorte, eles são pequenos demais pra entender o tamanho do vexame, mas também é bom que logo aprendam como é que a banda toca quando se torce por Palmeiras…

Sobre o desempenho do time em campo, só dá pra falar que deu nojo. Não encontro outro adjetivo que descreva a falta de vontade, de bola e de vergonha na cara dos jogadores que hoje entraram em campo pra colocar mais uma mancha na nossa história.

O Vasco possivelmente não escapará do rebaixamento: enfrenta Gambá e Lambaris, ambos ainda disputando algo no campeonato, e Joinville e Coritiba fora, ambos adversários diretos contra a degola. Ou seja, a vitória de hoje pode não ter servido pra absolutamente nada.

O Palmeiras, caso tivesse ganhado hoje, ficaria a 03 pontos do G4, e provavelmente também não conseguiria a classificação pra Libertadores pelo Brasileirão. Em outras palavras, a vitória hoje também não serviria de muita coisa.

Mas a diferença de comportamento entre as duas equipes é o que vai ficar na lembrança: enquanto o Vasco dava o sangue, o Palmeiras parecia um time de casados depois de uma bela churrascada. Uma vergonha…

Observem o quanto o Palmeiras não consegue ficar com a bola no ataque, e o quanto corre atrás dela na defesa: a impressão é que jogamos sempre com um a menos, uma zona tática e qualquer time, mesmo os sem a menor capacidade técnica – como é o Vasco – consegue facilmente mandar no jogo.

A última esperança é que até a Copa do Brasil ainda temos 19 dias pra esse catadão virar um time de futebol que possa pelo menos disputar a final da Copa do Brasil. Mas tá cada dia mais difícil de acreditar nisso… Só nos resta a camisa, senhores…

AVANTI PALESTRA!

Santos 2×1 Palmeiras – BR15

No primeiro dos 3 jogos decisivos que temos com os lambaris, o Palmeiras não foi bem, tanto na defesa como no ataque, e acabou perdendo por 2×1.

Exceção seja feita a Fernando Prass, que livrou o Palmeiras de uma goleada que iria colocar um elefante no ombro de cada jogador palmeirense pras finais da Copa do Brasil, que começam a ser disputadas daqui 4 quarta-feiras.

Como o jogo de hoje era ganhar ou ganhar pro Palmeiras manter alguma esperança de conquistar a vaga da Libertadores no BR, o time correu um risco que não poderia ser considerado normal, caso ontem tivesse sido jogado o primeiro jogo das finais da Copa do Brasil.

Ainda no primeiro tempo, depois do gol dos sardinhas, que saiu nas costas do Lucas (de novo, sem nenhuma condição de jogo, mas em campo…), o Palmeiras adiantou a marcação e escancarou a defesa.

No segundo tempo, depois do segundo gol, nas costas do ZR (numa das piores partidas com a nossa camisa até aqui), saiu o Salles pra entrar o Allione, e aí o Palmeira entregou na mão de Deus…

Por sorte, o ataque dos caras se mostra mais displicente do que efetivo. Gabriel. Lucas Lima, Ricardo Oliveira, todos perderam gols feitos porque quiseram enfeitar, tripudiar ou simplesmente porque perderam.

E, do nosso lado, não foi diferente: bola na trave do Matheus Salles, Robinho perdeu um gol dentro da pequena área, Dudu escorregou cara a cara com o goleiro, Barrios escorregou na meia lua, enfim, tirando a boa jogada de Dudu e Barrios no lance do nosso único gol, o Palmeiras também foi ineficaz, só que foi mais do que o adversário.

Com o período de preparação para as finais, espera-se que o DM consiga finalmente zerar as contusões do elenco, e que com isso o Palmeiras tenha força máxima pra disputa da Copa do Brasil. Só o Arouca já voltando é outra história no meio de campo, e se Cleiton Xavier estiver também à disposição, poderá, se tiver duas atuações impecáveis, justificar sua até aqui desastrosa repatriação.

Já do lado de lá, o problema de quando se está no auge, é que o único caminho é pra baixo. Ricardo Oliveira tirou onda, provocou, mostrou que poucos jogadores podem ser tão sujos ou mau-caráter quanto ele, David Braz e Gabriel seguem pelo mesmo caminho, mas esquecem que se até o Santos de Pelé, favorito absoluto de tudo, foi parado pelo Palmeiras, o ideal era não tripudiar antes da hora…

De olho na competição, faltando 05 jogos, é bem pouco provável que o Palmeiras consiga uma recuperação pra voltar a aspirar uma vaga no G4. Problema maior pro Santos, então, que vai ter que se esforçar pra se manter lá. Pra mim, teremos mais 03 a 04 treinos de luxo até a decisão e é hora do dedo do treinador aparecer.

Em maio de 2012, pelo BR contra o Grêmio, fomos ao Olímpico e perdemos de 1×0, mesmo lugar onde voltaríamos 03 semanas depois, desacreditados e apontados por 9 a cada 10 jornalistas esportivos como o time que ia ficar diante do Grêmio na Copa do Brasil 2012. Pois é, apenas coincidência…

Em dezembro de 2014, vimos pela última vez Dorival Jr. comandando o Palmeiras, numa das piores exibições já feitas em nossa casa diante de um adversário que não tinha mais o que fazer no BR, tanto que jogava apenas com os moleques da base. Contamos os segundos e agradecemos aos céus que o Vitória perdeu a partida que disputava em casa e se reabitou sozinho…

Agora, no dia 02 de dezembro ele voltará a nossa casa, do lado do adversário – como sempre deveria ter sido, aliás – e é hora de ele pagar todo o sofrimento que nos fez passar naquele final melancólico de temporada.

Pra cima, Palmeiras! 

%d blogueiros gostam disto: