Atlético/MG 2×1 Palmeiras – BR15

Era uma missão dãifícil vencer do Galo fora de casa. A merda mesmo foi não ter ganho dos reservas do time mineiro no primeiro turno, mas enfim…

O que já era complicado, piorou com a ausência de Cleiton Xavier, que pela terceira vez desde que chegou sente uma lesão muscular e, pelo que dizem, agora só volta em outubro. Novidade? Pra mim, não…

Marcelo optou por escalar Andrei e Amaral, e não podendo contar com Robinho os 90 minutos, optou pelo Zé na meia, tendo escolhido Alecsandro na frente (pra mim o único erro da escalação), num jogo em que Cristaldo e Leandro Pereira pareciam muito mais aproveitáveis.

E logo com 4 minutos, o Palmeiras abriu o placar com Andrei, nem  dava pra acreditar… e era mesmo bom demais pra ser verdade.

Em mais uma partida ridícula do Egidio, sempre nas costas dele, tivemos os dois lances que definiriam o jogo. Primeiro, um lance de profundidade em que o Egidio não fechou a lateral e o Zé conseguiu cortar o cruzamento só parcialmente, Jackson e Prass erraram e Pratto empatou.

Depois, de novo pela esquerda, num lance em que só se marca pênalti quando é contra o Palmeiras (pra mim foi uma trombada de disputa de bola absolutamente normal), o Atlético chegou ao gol da vitória. Nem vou perder mais meu tempo falando disso, mas anota aí, sem bastidores não tem taça. FIM

Pro segundo tempo o Palmeiras veio com o ZR na lateral e o Robinho no lugar do péssimo Egídio. Mais 10 minutos, Marcelo mandou Gabriel Jesus no lugar do Andrei e recuou o Rafael Marques pra ajudar o Zé Roberto pela esquerda.

Parecia um suicídio, mas deu resultado, o Palmeiras conseguiu melhorar o volume de jogo e criou diversas chances de marcar, a primeira delas com Alecsandro, depois duas seguidas com o Barrios, que entrou no lugar do primeiro, teve chance do Dudu, do Gabriel, teve duas bolas tiradas embaixo da linha por um tranqueira como Edcarlos, enfim, o Palmeiras podia jogar até quarta-feira, que a porra da bola não ia entrar.

Honestamente, minha expectativa pro jogo de hoje era muito menor. Eu tinha jogado a toalha. Perdemos 03 titulares e os reservas, principalmente os volantes, não me inspiravam confiança nenhuma. Achei que o Galo ia massacrar a gente…

Apesar da derrota, fiquei com uma impressão boa do Palmeiras, principalmente pelo segundo tempo. Zé Roberto não pode ser reserva num time que tem Egidio jogando essa bolinha. O jogo contra o Flamengo mostrou o quanto o Palmeiras cresceu com o Zé em campo (a gente vinha de três derrotas), e o Marcelo, se ainda tinha alguma dúvida disso, hoje sai com essa certeza. A única coisa que o Marcelo tem que fazer pra ontem é colocar o Leandro Pereira de volta como titular. Até agora ninguém sabe porque ele saiu…

Agora são 12 pontos de distância pro Gambá, ao mesmo tempo em que é muito difícil, não é impossível, e nada melhor do que o Derby pra iniciar essa escalada. Antes, tem que eliminar o Cruzeiro na Copa do BR atropelar o Joinville em casa. Nem dá tempo pra reclamar… 

Pra cima Palmeiras!

AVANTI PALESTRA! 

Publicado em 23/08/2015, em Geral e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Palmeiras Sempre

    Amanhã se formos eliminados ponham na conta do departamento médico do Palmeiras. É brincadeira a série de lesões e o tempo fora do comum pros jogadores se recuperarem, tem um curandeiro ou fisioterapeuta no DM do palmeiras??

  2. Rogerinho Fumo

    Egidio e Lucas estão com Dengue, só pode!

  3. Agora nos temos uma avenida. Avenida egidio nao deu um passe certo. Tinha que tirar akele mala com 15 minutos de jogo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: