Palmeiras 0x1 Atlético/PR

Ainda tô tentando entender que porra aconteceu hoje de manhã no Allianz Parque. 

Esse horário das 11 realmente não é pro Palmeiras. Dois jogos no BR e duas derrotas. E no Paulista, uma vitória modorrenta contra o modesto XV de Piracicaba. Se depender de mim, jogo as 11 mumca mais. 

E numa partida que nada deu certo, não se pode deixar de falar que a saída de Gabriel, machucado, foi o começo do fim trágico que estava reservado pro Palmeiras. 

Não pela entrada do Andrei, que até não foi mal, embora o time não tenha desempenhado no mesmo nível de quando o Gabriel estava jogando. Mas, principalmente porque num dia em que Robinho e Rafa Marques não tavam jogando nada, perdemos uma substituição por contusão. 

Era jogo pro Cleiton entrar no lugar do Robinho (ou o Zé), mas o Marcelo, só podendo trocar dois jogadores, e sabendo que o Leandro não ia aguentar o ritmo até o fim, optou por colocar Kelvin no lugar do Rafa. Não deu certo.

Tudo bem que não era pra perder. Mas aí ninguém imaginava que o Lucas ia entregar a rapadura e cabecear uma bola pra trás na cobrança de escanteio, anulando o impedimento escancarado daquele atacante gordinho que me recuso a dizer o nome… 

Some-se a isso a arbitragem sempre prejudicial desse Ricardo Marques, que deixou o Atletico bater sem dó, não deu cartões, liberou a cera e ainda não decidiu nenhum lance duvidoso a favor do Palmeiras, e a desgraça tava anunciada. 

Pior pro coitado torcedor, que não consegue sonhar com coisas melhores nem por 10 dias: já estamos em 6º de novo. Isso sem falar que nessa partida o Palmeiras brecou a compra das meia entradas pelo futebolcard e o preço do ticket médio foi pra nada menos que 86 Dilmas. Um absurdo, uma verdadeira exploração da torcida, mais uma, isso pra ver o time perder mais um jogo em casa… assim fica difícil…

Voltamos a ficar 7 pontos e três vitórias atrás do Galo, com a proeza de ter sido o único mandante que perdeu na rodada.  Se o Palmeiras e o torcedor sonham chegar em algum lugar nesse campeonato, é hora de por os pés no chão. Não jogamos nada pra ganhar do limitado Santos, aí passamos o carro no cachorro morto do Vasco e hoje de manhã já tinha torcedor na porta do Allianz apostado no título. 

Calma lá, galera. Em 2009 estavámos em primeiro, uma porrada de ponto na frente de todo mundo e nem pra Liberta fomos. E são jogos como este, Goiás, etc, que vão matando nossas chances aos poucos. Temos dois jogos fora pela frente e o maldito Flamengo em casa até fechar o turno, e se o Palmeiras quer sonhar com alguma possibilidade de título, só os 9 pontos resolvem.

E o Marcelo precisa achar urgente o “camisa 10” desse elenco. Quando o Robinho não vai bem, como hoje, o time sofre em campo. Fellype Gabriel, Cleiton Xavier, Zé Roberto, enfim, alguém tem que assumir a bronca e fazer esse time funcionar. E tem mais, estamos há várias rodadas com Lucas, Gabriel, Arouca e Robinho pendurados, e sem substituto a altura pra qualquer um deles…

Enfim, o time precisa precisa trabalhar muito mais, e a torcida segurar a onda. Não pode cair na pilha da imprensa, porque excesso de confiança só serve pra atrapalhar. E a diretoria, podia pensar menos em como esfolar o torcedor e mais em como agir no bastidores pra evitar que juízes que só fazem por nos fuder venham apitar nossos jogos, principalmente na nossa casa.

AVANTI PALESTRA!

Publicado em 03/08/2015, em Geral. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: