Arquivo mensal: janeiro 2015

Audax Osasco 1 x 3 Palmeiras – Paulistão 15

Com um excelente primeiro tempo, e um segundo tempo compreensivelmente econômico, o Palmeiras liquidou o Audax Osasco sem muita dificuldade.

Com pouco mais de 15 minutos, a fatura já estava liquidada, com 03 assistências de Alione que resultaram nos gols de Leandro e Robinho, e uma bola isolada pelo camisa 13 embaixo da trave. Sim, ele depois se redimiu e fez o terceiro aos 35, mas esse aí perde cada gol feito que tá loko…

É verdade que o Audax e seu sistema de jogo maluco não ofereceu muita resistência, mas foi muito bom ver o Palmeiras voltar a jogar sufocando o adversário, avançando a marcação e voltando a ter um toque de bola envolvente, isso que o time estava sem sues três principais jogadores.

Ponto negativo pra cadeira inferior Oeste completamente vazia, o Setor Gol Sul com menos da metade da ocupação, e uma renda de 1.6 milhões e pouco mais de 24 mil pagantes. Isso porque hoje o ingresso era 60,00, num sábado à tarde. Imaginem como será quinta, 19:30, com ingresso a 80 Dilmas? Não passará de 18 mil…

Pra quem se iludiu e se animou com 3 milhões de renda por jogo, podem rever a estratégia, ou o Palmeiras vai ser um time muito bom jogando no melhor estádio da America Latina, mas nunca cheio. Abram o olho…

E que venha o dia 08.

OS LANCES:

A FICHA TÉCNICA:

OSASCO AUDAX 1 X 3 PALMEIRAS

Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data/Horário: 31/1/2015, às 17h
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Martins e Luis Alexandre Nilsen
Público/Renda: 24.894 torcedores / R$ 1.655.220,00
Cartão amarelo: Matheus (Osasco Audax)
Gols: Leandro, aos 6’/1ºT (1-0); Robinho, aos 13’/1ºT (2-0); Maikon Leite, aos 35’/1ºT (3-0); Rafinha, aos 48’/2ºT (3-1)

OSASCO AUDAX: Felipe Alves; André, Bruno Silva e Francis; Gladstone, Camacho, Marquinho, Rafinha e Bruno Paulo (Thiago Silvy – 15’/2ºT); Rafael (Matheus – intervalo), e Italo (Samoel – 37’/2ºT). Técnico: Fernando Diniz.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Tobio (Jackson – 37’/2ºT), Vitor Hugo e Zé Roberto; Renato, Gabriel, Allione (Cristaldo – 37’/2ºT) e Robinho; Maikon Leite (Victor Luis – 20’/2ºT) e Leandro Pereira. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

AVANTI PALESTRA! 

Crefisa e Avanti

Salve meus amigos centenários, um excelente 2015 para todos nós!

Depois de um 2014 tenebroso, boas notícias passam a acontecer pelos lados do nosso amado Palmeiras – em tempo, quero confessar o meu temor com o 3º rebaixamento e dava quase como certo o início do nosso fim. Ufa!  Estamos vivos e mais do que isso, na mídia, na boca do povo, na cabeça dos empresários e nossa marca passa a ser sinônimo de coisas boas, sentimentos bons e é exatamente isso que uma empresa busca quando fecha um acordo de patrocínio Máster com um time de futebol.

Adicionalmente, são avaliadas as oportunidades que podem ocorrer nessa nova parceria, que vão desde a exploração do mailing que o clube mantém (no caso o mailing de associados do clube e do Avanti) e principalmente do potencial de exploração na Arena em dias de jogos do time e os benefícios que podem ser oferecidos a novos sócios do Avanti, por exemplo. Além disso, ações dentro do clube e até mesmo nas lojas oficiais.

Outro ponto que a empresa patrocinadora avalia é a possibilidade de utilizar um garoto propaganda, com alto índice de aceitação e credibilidade e nesse quesito temos São Marcos, que ainda é funcionário e embaixador do time e pode ser para a Crefisa o que o Toni Ramos é para a Friboi- por exemplo, dá endosso a marca, dá vida a ela. Além da simpatia que o Marcão emana com todos os torcedores, bem diferente do que acontece com o Rogério Ceni, que deve ter rejeição da própria sombra…

Com relação ao uso da marca em nosso uniforme, cabe apenas um comentário: usem cores que tenham a ver com o verde. A empresa de crédito a negativados (horrível isso) tem as cores: azul e amarelo e não há grandes problemas de uso, no uniforme 01 aplica-se a cor branca do logo e no uniforme 02 , cor azul. Ponto final, nada de cor preta…

Resolvida e consumada a questão do Patrocínio Máster para os próximos 02 anos, vamos ao AVANTI, visto que nos últimos dias o seu crescimento tem impressionado a todos e certamente deve ter sido um ponto bem avaliado pelos executivos da CREFISA.

Com base no esclarecedor post do Daniel, gostaria de salientar que toda e qualquer alteração nas vantagens aos associados é algo desaconselhável e faz com que a credibilidade do projeto vá por água abaixo. Além disso, a migração para planos inferiores será a tônica dessa bagunça, além da redução do TKT médio do plano. Reajuste das mensalidades tudo bem, afinal a inflação nos últimos 02 anos chegou a quase 15%.

Logo, tenho certeza que algum cérebro privilegiado dentro do Palmeiras irá convencer o Presidente e sua equipe- mesmo que não tenha alguém forte de Marketing na estrutura da forte marca chamada Palmeiras.

Por fim, não pensem que o profissional de MKT não se faz mais necessário, visto que já temos o Máster. Pelo contrário, agora sim precisamos de alguém estratégico, criativo e mão na massa para fazer as coisas acontecerem, de forma cruzada (Palmeiras/Crefisa/W Torre/ Allianz) e com medição efetiva dos resultados.

Continue pensando GRANDE PALMEIRAS! Seja coerente ao seu DNA  e história.

Bem-vinda Crefisa

Depois de intermináveis 20 meses, finalmente o Palmeiras voltará a ter um patrocínio master na camisa.
Trata-se da financeira Crefisa.
O acordo anunciado esta manhã, de duas temporadas, renderá aos cofres do Palmeiras 23 milhões por ano.
E se alguém duvidava que tiramos a caneta da mão do bambi, basta ler a entrevista vexatória que o presidente de lá deu, pra saber que ele deve estar até agora roendo a haste daqueles óculos-de-grau-vermelho-calcinha.
Excelente notícia.
Ponto pra diretoria.
Só falta agora anunciar que o gol contra do aumento do Avanti não valeu…
À Crefisa, bem-vinda e parabéns pela escolha certa. T

AVANTI CREFISA!

e quem ficou chupando o dedo, levanta a mão! AHAHAHAH

Tava Demorando…

E o que parecia ser um ano novo só de esperança pode dar lugar a uma das maiores decepções com essa diretoria, maior ainda do que a campanha ridícula do ano do centenário, cruz essa que Paulo Nobre e cia. terão que carregar não o importa o que aconteça no futuro.

Começa a circular a notícia de que o AVANTI sofrerá drásticos reajustes e alterações que deixarão o torcedor do Palmeiras indignado. Pra completar, a diretoria estaria disposta a fixar o preço básico do ingresso em valores absolutamente impraticáveis pra maioria absoluta da nação palmeirense.

Caso isso seja mesmo verdade, está preparada a cama pra um dos maiores tiros no pé de que se tenha notícia. Na falta de outro termo, será uma gigantesca burrice.

Atualmente, lembremos que os planos do AVANTI são os seguintes:

COMO É DESCONTOS
PLANO VALOR Gol Norte Superior Gol Sul Oeste Leste
Especial (sócio SEP) 9,99 50% 50% 50% 0 0
Bronze 9,99 0 0 0 0 0
Prata 19,99 50% 50% 50% 0 0
Ouro 69,99 100% 75% 75% 25% 25%
Platina 139,99 100% 100% 100% 50% 50%
Esmeralda 299,99 100% 100% 100% 50% 0
Diamante 599,99 100% 100% 100% 100% 0
           

Tenhamos em vista, ainda, que dos 75 mil sócios atualmente, estariam assim divididos entre os diferentes planos (informação esta também disponível nas redes sociais):

PLANO %
Bronze 48,61%
Prata 39,64%
Ouro 6,96%
Platina 4,24%
Esmeralda 0,33%
Diamante 0,22%

Se o que está circulando por aí de fato ocorrer, eis os planos e valores do Avanti que seriam praticados a partir de fevereiro:

COMO PODE FICAR DESCONTOS
PLANO VALOR Gol Norte Superior Gol Sul Oeste Leste
Especial (sócio SEP) ? ? ? ? ? ?
Bronze 9,99 (+0%) 0 0 0 0 0
Prata 34,99 (+75%) 50% 25% 0% 0 0
Ouro 99,99 (+42%) 50% 50% 25% 0% 0%
Platina 149,99 (+7%) 50% 50% 50% 25% 0%
Esmeralda 249,99 (-17%) 50% 50% 50% 50% 25%
Diamante ? ? ? ? ? ?

Logo de cara, temos uma situação de inegável discrepância no tratamento dos sócios dos diferentes planos atualmente mantidos: enquanto sócios Bronze não terão nenhum aumento, e os sócios Esmeralda terão redução de 17% no valor atualmente pago (!), os Sócios Prata, Ouro e Platina terão aumentos de 75%, 42% e 7%, respectivamente. Já os planos Especial e Diamante, não se sabe pela informação que circulou até aqui se serãiam mantidos ou descontinuados.

Se a justificativa – dada pelo presidente em entrevista à Fox semana passada – é que o valor do AVANTI está defasado, por evidente, todos os planos deveriam sofrer aumento por igual. É a única medida aceitável. Precisa reajustar, muito bem, todos os sócios bancam o aumento de forma igual e proporcional ao valor até aqui pago.

Dirão que o reajuste diferenciado reflete a nova realidade do Allianz Parque e dos diferentes setores do estádio. Mesmo assim, nada justifica que reajustes distintos sejam aplicados aos diferentes tipos de associados. Em especial se um determinado grupo de sócios que representa 40% do universo de STs, irá sofrer um aumento astronômico de 75%, e outro grupo que representa quase metade dos AVANTIS, não irá receber reajuste nenhum.

40% de 75.000 pessoas significa nada menos do que um universo de 30.000 Avantis. Vamos supor que 20% dos sócios Prata não possa arcar com esse aumento colossal e não se interesse pelo plano de 9,99 sem nenhum desconto em ingresso. O resultado será 6.000 sócios a menos numa só tacada, ou R$ 120.000,00 a menos de receita no mês.

Outra consequência deverá ser a migração de planos. Caso metade dos sócios Prata, ou 15.000 palmeirenses, decidam migrar do plano que custava R$ 19,99 para o de R$ 9,99, serão 150 mil reais a menos por mês, ou 1,8 milhões de reais a menos por ano.

Mas, se fosse apenas esse o problema, ainda dava pra tentar relevar, mas o pior é que os benefícios dos planos estão sendo alterados de forma unilateral sem que o contrato de adesão assim autorize.   

Com a mudança, caso ela ocorra, o sócio Prata que tinha direito a 50% de desconto pros setores Gol Norte, Gol Sul e Superior, passará a ter direito a 50% de desconto para o Gol Norte, 25% de desconto para o Superior e PERDERÁ o direito ao desconto no Gol Sul.

O sócio Ouro, que tinha direito a 100% de desconto no Gol Norte, 75% no Superior e no Gol Sul, e 25% nos setores Leste e Oeste, será o mais prejudicado: o desconto pros Gol Norte e Superior são reduzidos para 50%, e o desconto para o Gol Sul reduzido para 25%, enquanto que os descontos para o Leste e Oeste serão excluídos.

Vamos aos números então. Mas, antes, outra informação que “caiu na net” é o preço básico dos ingressos pretendido para 2015. O Palmeiras quer cobrar, prum jogo contra o XV de Piracicaba, numa quarta-feira, 19:30 (por exemplo), os seguintes valores, dignos de um Manchester x Chelsea em Old Trafford na final da Copa da Rainha:

Gol Norte: 80,00

Superior: 120,00

Gol Sul: 200,00

Oeste/Leste: 350,00

Um sócio Prata que frequentasse todos os jogos num mês em 2014 na arquibancada gastava 19,99 por mês mais, em média, 33,00 por jogo (50% mais taxa), num total de R$ 151,99 mensais. Caso o aumento do sócio torcedor e do ingresso de fato ocorra, esse mesmo torcedor pagará R$ 34,99 mais R$ 44,00 por jogo, num total de R$ 210,99. 39% a mais. É esse o aumento real no bolso do palmeirense.

Já o sócio Ouro que frequentasse a arquibancada todos os jogos num mês em 2014, gastava R$ 69,99 por mês. Agora, pagará nada menos que R$ 275,99 pelo mesmo plano para frequentar o Gol Norte 4 jogos por mês. Aumento de 295%! Caso opte pelo Superior, o desembolso será de R$ 363,99, contra os atuais 201,99. Acréscimo da ordem de 80%.

Novamente, o que se pode imaginar é que os 7% de sócios Ouro, cerca de 5.200 palmeirenses que rendiam ao programa R$ 367.447,50 mensais – 4,4 milhões anuais – simplesmente mudem de plano, ocasionando uma perda de receita que pode chegar a 50%, isso caso optem pelo plano imediatamente abaixo.

E o que isso tudo quer dizer? Simples, ou o seu bolso será estuprado, torcedor, ou você vai parar de ir aos jogos do Palmeiras, ao menos com a mesma frequência que tinha possibilidade nos anos anteriores. A se confirmarem esses fatos, a mensagem será clara: O Palmeiras não é lugar pra gente pobre.

O engraçado é que essa diretoria sempre defendeu que o preço do ingresso seria caro, pra justificar a associação do torcedor aos benefícios do AVANTI e que, quanto mais o torcedor fosse, mais benefício ele teria. Mas agora, com o ingresso ainda mais caro, e o AVANTI também, qual será a vantagem pro torcedor?

Nós, os 13 mil tontos que bancaram o programa durante esses anos todos desde 2010, assistindo times miseráveis vestindo nossa sagrada camisa, e os 62 mil novos associados desde 2013, queremos saber, senhor Presidente, qual será o discurso dessa vez?

Porque não adianta ter o melhor estádio do Brasil e não ter preço acessível pro povão lotar cada assento disponível. Marias e Galo que o digam. Pior ainda quando além do ingresso absurdamente caro (o aumento, de 2013 pra cá, é de nada menos que 100%), o programa de sócio torcedor passa a ser igualmente caro e incapaz de garantir aos seus associados um preço de ingresso justo ou alguma vantagem significativa.

A consequência, já sabemos, (tão logo se esgote o interesse pela novidade de conhecer a nova casa, o que vai rápido, viu…), além dos jogos pra 7 mil pagantes, a marca registrada dos preços abusivos dos ingressos do mandato anterior dessa gestão, será um plano de sócio torcedor que namorou com a grandeza da segunda posição no Brasil pra se estabilizar ali no meio da tabela, aquele mesmo lugar que, nos últimos anos – os que tivemos muita sorte – vimos o Palmeiras habitar de forma tão moribunda.

Ainda é tempo, Paulo Nobre. Que toda essa boataria não passe disso mesmo. Que esse post seja motivo de gozação daqui a 15 dias quando e (se de fato) for anunciado o aumento do Avanti, que nenhuma dessas aberrações seja de fato verdade.

Porque se tem uma verdade no futebol, presidente, é que time que tá ganhando não se mexe. E um programa de sócio torcedor que tem 15 mil novas adesões (25% de aumento) entre o término da temporada mais boçal que o Palmeiras já disputou na sua história e o início da próxima, não é apenas ganhador, mas tem tudo pra ser o maior programa de ST do Brasil. Isso, é claro, se deixarem…

A conferir.

AVANTI PALESTRA!    

De volta!

Boa tarde, Palestras!

Depois de um merecido recesso, no qual todo palmeirense deve ter refletido muito sobre o sofrimento infindável que foi a temporada passada, estamos de volta aqui no Maluco pra falar do Verde.

A desconfiança do fim do ano passado, com a confirmação da reeleição da diretoria que nos deixou naquela situação ridícula, dá lugar a uma ainda tímida – pelo menos para mim – sensação de otimismo.

Foram dispensados 21 jogadores que tinham pouca ou nenhuma condição de um dia vestir nossa camisa, o que, até aqui, foi a mais positiva das notícias, junto com a demissão integral da diretoria de futebol e do treinador Dorival Junior + estafe. Vão com Deus, boa sorte e até nunca mais!

O Palmeiras contratou Alexandre Mattos e Cícero Sousa para diretor e gerente de futebol, e Oswaldo de Oliveira para treinador. E vieram em pouco mais de 10 dias nada menos que 15 reforços, boa parte deles contratados de forma estudada, justificada e principalmente rápida, como tem que ser, sem novela.

Todo dia um novo contratado, inclusive o Dudu, em um passa-moleque muito bem dado na gambazada e nos bambis. Mas, até aqui, nenhum ME-DA-LHÃO, aquele cara que é unanimidade, que todo mundo sonha em ter no seu time (o Dudu, na minha opinião, não tem esse status). 

Mesmo assim, o Palmeiras contratou bem até aqui, ainda que a maioria dos jogadores sejam de certa forma apostas, exceção ao já consagrado e reconsagrado Zé Roberto, que com 40 anos terá evidente papel de líder do elenco, o que será muito útil pra fazer esses bons nomes mas pouco conhecidos que estão chegando agora terem tranquilidade pra vestir uma camisa pesada como é a do Palmeiras.

Antes mesmo de ver esse time completo em campo, fica a sensação de que ainda precisamos de um 5 (aquele), um reserva à altura do 10 e um 9 de dar medo na zaga adversária. Mas não duvide se os dois centroavantes contratados, especialmente o Leandro (que os Gambás também ficaram chupando o dedo) vire esse jogador no futuro.

Afinal, a camisa do Palmeiras é pesada mas também é iluminada: Barcos e Kardec que o digam, viveram suas melhores fases aqui pra nunca mais jogarem igual.

E no primeiro teste do time, no amistoso do último sábado contra o Shandong Luneng, ainda sem nove dos novos contratados, e sem Valdivia, o Palmeiras ganhou por 3×1, gols de Leandro, Lucas e Cristaldo. No próximo final de semana o Palmeiras deve enfrentar o Red Bull, no último amistoso antes do início da temporada, quando espera-se que já se possa ver em campo um esboço do time titular pra esse início de ano.

Por ora, a única coisa que deve importar é termos um time bem ajeitado pra atropelar a gambazada no dia 08. e por atropelar, eu quero dizer uma goelada por 1/2 a 0. Já será muito mais do que o bastante.

Pra cima Palmeiras!

AVANTI PALESTRA!

%d blogueiros gostam disto: