Arquivo diário: 03/09/2014

Que venha o Dorival…

… mas, todos sabemos, o problema do Palmeiras não é treinador. Desde 2009 não é.

Por aqui passou a maior parte dos técnicos de ponta, e nenhum deu resultado.

Isso, porém, é assunto que fica para outro dia.

Dorival Júnior, que já foi, entre 87 e 92, nosso volante Junior, só precisa repetir como treinador o aproveitamento como jogador, que ninguém terá o que dizer: em 157 jogos, teve 74 vitórias, 52 empates e 31 derrotas.

É verdade que Dorival andou meio mal das pernas como treinador no ano passado, esteve na comissão técnica dos rebaixados Vasco e Fluminense, este último ainda na Série A graças às filigranas jurídico-desportivas e à cabacice da Portuguesa.

Mas o Palmeiras também não tem sido nada próximo da grande Academia de futebol de tempos passados, e a cada ano vai se relegando ainda mais ao segundo escalão do futebol sulamericano, o que já teria se efetivado não fossem as conquistas e glórias de tempos atrás.

Quem sabe, então, seja justamente isso que Palmeiras e Dorival estejam precisando agora: um recomeço.

Ao novo treinador, toda a sorte do mundo e a benção de San Gannaro. À torcida, na medida do possível, só resta apoiar e ter paciência. E à diretoria, mais vergonha na cara pra, pelo menos, contratar um meia e um lateral direito que tenham mínimas condições de vestir nosso manto. E ingresso baixo até o fim do ano, é obrigação.

E que esse 2014 acabe logo.

AVANTI PALESTRA! 

 

ESTADO DE SÍTIO

Salve meus amigos Centenários, infelizmente e lamentavelmente chegamos ao ponto de ter que adotar medidas extremas e que vão na contramão das gestões profissionais bem sucedidas, que definitivamente não fazem parte do nosso show! De horror por sinal!

A gota d’água foi no último sábado, diante de mais de 30 mil abnegados, com a presença maciça de familiares, todos com cara de assustados, parecendo um verdadeiro cenário de filme de terror, realmente melancólico e preocupante, basta ver a quantidade de brindes jogados no chão ao final do massacre Gaúcho.

Em suma, saímos do estado de atenção e entramos no chamado estado de sítio, sem água (no nosso caso dinheiro), energia (no nosso caso motivação) e sem pessoas habilitadas para resolver essa crise sem precedentes (nossos dirigentes e comissão técnica).

Pegando o gancho dos 12 mandamentos que o Blog desenvolveu (na despedida do Marcão), elenco aqui 05 ações imediatas, que não podem ocorrer de forma isolada e 100% delas devem ser colocadas em prática prá ontem:

1) Infelizmente não deu liga a gestão de Gareca, precisamos de alguém que tenha pulso e busque resultados o quanto antes. Outra coisa, Coloquem o Marcos ou Evair para tratarem com os jogadores, mudem o Departamento de Futebol. O Valentin pode ter êxito em alguns jogos, mais é muita responsabilidade para ele nesse momento.

2) Mudar a rotina de treinamentos, intensificando a carga e concentração, quem chiar, rua! Empenho total e intensificado, nem jogadas ensaiadas temos, lembrando que na draga dos anos 80 essa alternativa nos salvava. Cruzamentos, escanteios e jogadas repetitivas na defesa.

3) Avaliar psicologicamente 100% dos jogadores e efetuar tratamento naqueles que estiverem desequilibrados emocionalmente ou incomodados com essa pressão. A bola está queimando nos pés de muitos.

4) Presidência e alianças se empenharem ao máximo nas tratativas com a CBF, arbitragem e imprensa para que amenizem nas falhas e no terrorismo desenfreado. Deixem a eleição prá depois de Outubro.

5) Inaugurar o quanto antes a ARENA, o Pacaembu não é nosso caldeirão e essa fator tem feito a diferença contrária ao que precisamos. Aparem as arestas com a construtora, deixem a arbitragem rolando e quando a decisão vier, as partes se acertam. Por hora, a Arena funcionando nos dará dinheiro e será a nossa casa.

Geralmente um Estado de Sítio tem duração de 30 dias, mas no nosso caso como o buraco é mais embaixo, podem adotar essas medidas por tempo indeterminado e contem com a torcida para que as cobranças e exigências sejam cumpridas, afinal, em 2015 boa parte desses perebas terão sumido do mapa, nós, apaixonados torcedores, estaremos por aqui, como sempre! Tolerância ZERO.

 

 

%d blogueiros gostam disto: