Palmeiras 1 x 1 Bahia – BR14 R13

Na quarta-feira, enquanto o Palmeiras ganhava – até aquele momento – por 2×0 da Fiorentina, comentei com os camaradas do alambreado: – só faltava ganhar hoje e empatar domingo, que é o jogo que importa. Houve quem se indignasse comigo, como se fosse eu em pessoa que resolvi um dia que Wendel, Marcelo Oliveira Leandro e outros mais seriam jogadores do Palmeiras…

Dito e feito, o Palmeiras ganhou da Fiorentina, jogo que podia ter perdido por 10000 x 0 que não ia mudar nada pra ninguém, e deixou de conseguir os 03 pontos contra o saco de pancadas do Brasileirão e, pior, concorrente direto na fuga contra o rebaixamento.

E não há lingua podre alguma a ser culpada, porque zica nenhuma supera a falta de qualidade do elenco do Palmeiras. A culpa é exclusiva de quem montou essa merda de time.

Ainda na quarta-feira, depois do jogo, me incomodou uma cena vista ali do alambreado mesmo, um pai levantando seu filho pequeno no colo pra ele poder enxergar a “festa”da conquista da “taça” Julinho Botelho. Na qualidade de pai de dois pequenos palestrinhas, senti na pele o sofrimento daquele pai tendo que fantasiar pro seu filho um título que, na verdade, não vale porra alguma… Como é difícil fazer o filho ser palmeirense. E eu que cogitei levar os moleques hoje pela primeira vez no Pacaembu, mas a luz divina me iluminou antes que cometesse esse erro mortal. NINGUÉM MERECE IR A PRIMEIRA VEZ AO ESTÁDIO PRA VER O TIME QUE ENTROU EM CAMPO HOJE COM A CAMISA DO PALMEIRAS…

Como também, a partir de hoje, sou absolutamente contra a estreia do novo estádio este ano. Porque o Palmeiras não merece entrar em campo em sua nova casa a primeira vez com tanto grosso e vagabundo vestindo sua camisa. Deus queira que ano que vem toda essa tranqueiragem suma do Palmeiras e da nossa vista…

Sobre o jogo em si, podemos falar que Gareca cometeu seu primeiro erro – apenas a ele atribuível – no comando do Palmeiras: inexplicavelmente, optou por Marcelo Oliveira improvisado na zaga, tendo deixado Tobio no banco. Por pior que Tobio tenha ido nos últimos jogos, falhou no primeiro gol contra o Gambá e contra o Cruzeiro, definitivamente a solução não é Marcelo Oliveira como zagueiro (ou em qualquer outra posição).

E o gol do Bahia, imediatamente após o nosso, foi marcado justamente por um jogador que o Marcelo Oliveira estava marcando mas, nó cego que só ele, deixou o cara livre no meio da área pra ir marcar a bola…

Josimar no lugar do Renato, já pelo segundo jogo, também não dá pra entender a opção do treinador, mas enfim…

Mas não é só eles que têm que sair do time pra nunca mais voltar. Leandro recebeu dois cruzamentos perfeitos na cabeça, mandou os dois pra fora com a mesma displicência do nosso último 9, Kleber Capricho… Isso sem falar na quantidade absurda de ataques que morreram nos pés dele. É verdade que ele tem que jogar invertido quando Mouche – mas pode chamar de Maikon Leche – está em campo, mas com a saída do argentino, o descompromissado camisa 38 continuou fazendo o mesmo, ou seja, nada.

Wesley e Felipe Menezes já provaram que não seguram o rojão – e hoje não foi diferente – enquanto Mentireta segue sendo só mais uma mentira, dentre tantas outras que essa diretoria contou ao palmeirense.  Enquanto isso, o Valdívia segue na Disney, recebendo salário do Palmeiras…

O único que honrou a camisa foi o lateral esquerdo Victor Luis, mais uma vez mostrou que às vezes a resposta pra um problema está embaixo do nosso nariz. Será que não tem um lateral direito na base que consiga ser menos pior que os dois atuais? Tinha o Bruninho, mas nossa diretoria decidiu emprestá-lo, vai ver que achavam que Wendel e Weldinho tavam voando…. Pois é…

Por Deus, pelo menos, Wendel tomou o terceiro amarelo e está fora do jogo do próximo domingo, contra o Galo lá em Minas. Até lá Alione deve ter sua documentação regularizada e aí podemos começar a ter uma pontinha de esperança em sair dessa zica maldita. Seis jogos, 02 pontos. Incrível… ou pior, não é não…

Jogo domingo a tarde, 16:00 hs,  com 16 mil pessoas. Sabado 18:30, no Panetone, 45 mil pessoas. Porque a diferença? Primeiro, porque os frescos estavam apresentando um bom jogador pra sua torcida (mais um) – que nem sequer jogou – segundo que por aqueles lados a diretoria já aprendeu que se quiser estádio cheio tem que baixar o preço – até no Groupon vendeu ingresso pro jogo delas desse sábado.

Então, senhores gestores, não adianta ir na TV pedir o apoio da torcida pra ver esse time ridículo em campo, com o ingresso mais caro do Brasil. Contratem jogadores minimamente qualificados pra vestir nossa camisa e parem de cobrar os olhos da cara da nossa torcida, e vejam o resultado. Ou calem-se.

Sem ficha técnica ou lances, por motivos de profunda preguiça de ver de novo tanta tosquice.

REAJE PALESTRA!

Publicado em 03/08/2014, em Geral e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Compartilho com você a dificuldade de ter um filho de 5 anos e torná-lo Palmeirense. Ele ama o Palmeiras e é até mais fanático que o pai, mas até quando ele pode ser tão mau influenciado e continuar amando, eu já outro Palmeiras e tenho prazer de amá-lo, mas meu filho que só vê derrotas e não me vê feliz…

  2. Palmeiras sempre

    A culpa disso tudo é do Presidente e da diretoria podre.

    Demoraram muito pra mandar o Kleina embora e mais ainda pra contratar o gareca,pra piorar, tudo nessa atual gestão é lento, quase parando! Cadê o Pratto peloamordeDeus??? O cara quer jogar no Palmeiras,mas a diretoria e a presidência ficam na lentidão de sempre.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: