Palmeiras 1×2 Cruzeiro – BR14

Pouca coisa melhorou em relação ao jogo de quinta. O apagão dos primeiros 10 minutos, um frango do goleiro, e o time sem conseguir criar nada até a metade do primeiro tempo foram prova disso.

Com a saída de Eguren, machucado, o Palmeiras finalmente entrou em campo. E aí as coisas começaram a melhorar, mas não o bastante. O que fez a diferença? Do lado de lá, tinha goleiro. Fabio fez pelo menos duas defesas impossíveis. E do lado de cá, tínhamos Henrique, que perdeu dois gols que camisa 9 não pode perder.

No primeiro, Leandro de dentro da pequena área chutou pra primeira defesa impossível do goleiro dos caras, e a bola sobrou limpa, na cara do gol, goleiro batido, e o Henrique mandou lá pro tobogà. No segundo, Leandro botou ele na cara do goleiro, era só guardar, Henrique tentou dar um cavadinha, e acabou dando chance pro Fabio fazer o outro milagre. Ainda mandamos uma bola na trave no primeiro tempo, quase gol contra pra gente.

E o Mouche ainda acertou uma bomba cruzada que caprichosamente saiu lascando a trave.

Então, podemos dizer que, de novo, faltou qualidade. Com esse elenco, não dá pra exigir muito do treinador. Ele, aliás, fez muito bem ao tirar do time – e não colocar durante o jogo – os bostas do Bruno Cesar  e do Josimar. Depois da vergonha que foi o jogo de quinta, não se podia esperar outra coisa. Ponto mais que positivo, ainda mais se lembrarmos da insistência do GK e do Fleipão com alguns jogadores até o ponto do desespero crônico da torcida.

Mas, o treinador não foi tão bem ao optar por Eguren, que nos 20 minutos que esteve em campo, quase nos deu saudades do Josimar. Não, pensando bem, não deu não. E Leandro já pode dar o lugar pro Mouche no próximo jogo, pra ver se fica esperto também.

Apesar da derrota, foi melhor do que o último jogo. Isso foi claro. Derrota muito injusta por final, o time melhorou, muito graças às cinco mudanças que o treinador fez no time pro jogo de hoje. Um empate, no mínimo, o Palmeiras merecia. 

Agora, como sempre digo, o cara não faz milagre. Esperar que com esse time o Palmeiras vá disputar alguma coisa, é querer demais. Se a diretoria não trouxer jogadores, pra ontem, ficar na Série A será a árdua meta pra 2014.

17 mil pagantes pra ver esse time medíocre jogar. Imagina se o preço do ingresso fosse proporcional à qualidade do time? 

Quarta vamos pra Floripa jogar com o Avaí, e no domingo vamos visitar o entulho do Palestra lá no Estádio Federal de São Paulo. Se a primeira vitória do Gareca não vier na quarta, de domingo não passa. Doutor, eu não me engano!

AVANTI PALESTRA!

Publicado em 20/07/2014, em Palmeiras em Campo e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Teve um penalti que o juiz não deu, o lance em que R.Goulart iria chutar dentro da área…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: