Palmeiras 1×0 Figueirense – BR14

Foi mais um jogo digno da qualidade do elenco do Palmeiras, ou seja, fraco. Mais uma vez coube à camisa jogar pelos jogadores.

Que seja assim sempre, até porque, exigir bom futebol de um time aos pedaços como o Palmeiras foi a campo hoje, com volantes de zagueiro e lateral, é pedir demais.

Sob a supervisão do novo treinador, o time que foi a campo em relação ao que jogou contra o Vitoria teve Wendell e William Matheus no lugar de Wellington e Juninho. O primeiro temo se arrastava como um replay fidedigno do jogo do domingo, Wesley errando tudo, Mendieta sumido em campo…

E, assim como o Vitoria, o Figueirense oferecia pouca ou quase nenhuma resistência. Só a Gambazada mesmo pra conseguir tomar gol dum time que tem Rivaldo, Ricardo Bueno, Thiagus Helenus, e aquele Zé Bosta do Marco Antonio que não quis vir pro Palmeiras do Grêmio ano passado. Pois é, trouxa, olha onde você está agora…

Numa das pouquíssimas oportunidades que o Palmeiras soube aproveitar, num 1-2 bem executado entre William Matheus e Marquinhos Gabriel, o lateral acertou na cabeça/coxa do DeGOLador, e ele não perdoou. Quinto gol em seis jogos, mais do que o seu antecessor na camisa 19 fez em cento e sei-lá-quantas partidas pelo Palmeiras… Ele pode não ser um atacante badalado, mas que a camisa do Palmeiras caiu feito uma luva no cara, isso ninguém pode negar… Porque, no fim das contas, o que importa mesmo é a camisa, essa que transformou jogadores como Evair e Cesar Maluco em verdadeiros mitos do futebol. A camisa, senhores, a camisa…

E foi praticamente isso o jogo. No segundo tempo, uma única chance pro Figueirense foi barrada numa saída monstruosa do goleiro Fabio, que me fez até pensar se o Prass seria o Veloso de 99… Joga demais esse moleque, vai ser difícil recuperar a titularidade…

Bernardo ainda estreou no lugar do pouco interessado Mendietta, fez uma ou outra boa jogada, mas a falta de ritmo não permitiu mais do que isso. Mesmo assim, o pouco que fez, já foi mais do que o pacato paraguaio.  

E ainda teve tempo do Valentim kleinar geral nas alterações, tirou o Marquinhos Gabriel pra colocar o volante Victor Luiz, e ainda sacou Wesley pra assombrar o palmeirense com Mazinho. Mas, olhando pro banco também, difícil praguejar demais o treinador, só um pouquinho pra não perder o hábito…

Valentim que, aliás, merece nossos sinceros agradecimentos, 4 jogos, 100% de aproveitamento, 7 gols marcados e nenhum sofrido, isso tudo com três simples mudanças. Saiu Bruno entrou Fabio (alteração que foi promovida pelo Kleina mas mantida por ele), saiu Josimar entrou Diogo, e saiu Leandro entrou Marquinhos Gabriel. Valentim entrega o Palmeiras ao Gareca a um ponto do líder, melhor impossível…    

Com o empate do Goias contra os Lambaris, o Palmeiras chegou à quarta colocação, o famoso G4, o que não acontecia sabe-se-lá quanto tempo fazia… E a vitima da próxima rodada é o pior time da competição, o que, em se tratando de Palmeiras, tem que ser sinal de alerta, mas que, a se repetir os bons resultados das últimas 03 rodadas, pode significar o último incentivo que essa diretoria precisava pra montar um time competitivo pro ano do centenário, ainda que com um puuuuuuta atraso…

Mais um atacante, que a essa altura chegaria pra disputar posição com o DeGOLador, um camisa 5, um 4 e um 2 pro Gareca ter mínimas condições de trabalho e podemos começar a ter esperança. Ah, e claro, ingressos a preços decentes, pra torcida chegar junto em peso e dar o tempero final pra mais uma Arrancada Heróica!

OS LANCES:

 

A FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 1 X 0 FIGUEIRENSE

 

Data e Hora: 22/5/2014
Local: Fonte Luminosa, Araraquara (SP)
Árbitro: Paulo H Schleich Vollkopf (MS)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO), Paulo Cesar Silva Faria (MT)

 

Público/renda: Não disponíveis
Cartões amarelos: Wendel e William Matheus (Palmeiras), Luan e Thiago Heleno (Figueirense)

 

GOLS: Henrique, aos 36’/1°T (1-0)

 

PALMEIRAS: Fábio; Wendel, Lúcio, Marcelo Oliveira e William Matheus; Renato, Wesley, Mendieta (Bernardo, aos 22’/2°T) e Marquinhos Gabriel (Victor Luis, aos 31’/1°T); Diogo e Henrique. Técnico: Alberto Valentim.

 

FIGUEIRENSE: Tiago Volpi; Leandro Silva, Thiago Heleno, Marquinhos e Guilherme Lazaroni; Paulo Roberto (Marco Antonio, aos 34’/1°T), Luan, Rivaldo (Léo, aos 11’/1°T) e Giovanni Augusto; Everton Santos (Everaldo, aos 28’/1°T) e Ricardo Bueno. Técnico: Guto Ferreira.

ADELANTE, PALESTRA!

Publicado em 22/05/2014, em Geral e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. kkkkkk Quando vi aquele otário do Marco Antonio entrando no 2 tempo pensei a mesma coisa! Olha aí, seu trouxa, desdenhou o Palmeiras para 1 ano depois ser reserva do figueirense!!!

  2. Rogerinho Fumo

    Mais uma vez, acho que pelo terceiro jogo seguido, Diogo e Fábio MONSTROS. Avanti Gareca

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: