Palmeiras 2×0 Vilhena – Copa BR14

Um convalescido Palmeiras voltou a campo pela Copa do Brasil, depois da eliminação catastrófica do final de semana.

Um time judiado, com no máximo 03 titulares, esboçando toda a fraqueza do elenco; entraram em campo Bruno; Thiago Alves, Lucio, Wellington e William Matheus; Eguren, Marcelo Oliveira, Mendieta e Bruno Cesar; Leandro e Miguel, para enfrentar o modesto time do Vilhena.

Como sempre, um jogo que era pra ser fácil, pra ser vencido sem problemas, começou a tomar aqueles contornos de desgraça quando, já aos 20 e poucos do 2º tempo, o Vilhena acertou uma cabeçada na trave. Inadmissível.

E não foi por falta de criação, pois os atacantes do Palmeiras – e até o Marcelo Oliveira – foram colocados na cara do gol várias vezes, com o Leandro cabeceando pra fora com o goleiro vendido, e outras sei lá quantas bicudas cara a cara, sempre no peito do goleiro. Falta qualidade, falta tranquilidade.

Aos 27, numa jogada pela ponta do excelente – e inexplicavelmente ausente no domingo – Marquinhos Gabriel, bola rolada pra trás no meio da área pro Bruno Cesar m,arcar, ele que ainda sofreria, pouco depois, e converteria, o pênalti que selaria o placar final.

É impressionante a capacidade do Palmeiras de transformar jogos fáceis em verdadeiros martírios para o torcedor.

E, por falar em torcedor, a arquibancada verde tava interditada ontem? Ou será que ficou exclusiva pras organizadas que estão lá todos os jogos? Porque os verdadeiros, esses que acham bonito ser eliminado pelo Ituano, que não xingam diretoria e jogadores, mas xingam quem o faz, esses não foram ontem. Que estranho…

4.800 Palmeirenses – com P maiúsculo – em campo. E bem que perguntaram e cantaram ontem na bancada, onde andará a verdadeira torcida do Verdão? 

Agora serão 17 longos e inacabáveis dias até nossa estreia no Brasileirão, contra o Criciúma, fora de casa. No Pacaembu, só dia 26, sábado a noite, contra o STJDense, Lusa ou sei lá quem.

Até lá, esperamos: patrocínio master; um lateral direito; um zagueiro; um centro avante; e a reformulação integral da comissão técnica e do departamento médico, que mais parece um necrotério: quando o jogador entra lá, não sai nunca mais.

Isso, é claro, se a diretoria não estiver disposta a fazer o Palmeiras passar apuro mais um campeonato brasileiro. Veremos.

OS GOLS by TV PALMEIRAS:

A FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 2 X 0 VILHENA (RO)

Local: Estádio Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 2 de abril de 2014, quarta-feira, às 22h
Árbitro: Wanderson Alves de Sousa (CBF-MG)
Assistentes: Luciano Roggenbaum (CBF-PR) e Diego Grubba Schitkovski (CBF-PR)
Público/Renda: 4.430 pagantes / R$ 124.950
Cartões amarelos: Carlinhos, Edilsinho, Júnior, Tayron e Dalton (VIL); Bruno César, Leandro e Eguren (PAL)
Cartões vermelhos: nenhum

GOLS: Bruno César (27’/2ºT) e (31’/2ºT)

PALMEIRAS: Bruno; Tiago Alves, Lúcio, Wellington (Serginho, Intervalo) e William Matheus; Eguren, Marcelo Oliveira (Josimar, 29’/2ºT), Mendieta (Marquinhos Gabriel, 15’/2ºT) e Bruno César; Leandro e Miguel Técnico: Gilson Kleina

VILHENA: Dalton; Júnior, Marinho (Tayrão, 36’/1ºT) e Alex Barcellos; Portela, Maycon (Tiago Silva, 41’/2ºT), Carlinhos, Cucau e Edilsinho; Jaílson (Roallase, 23’/2ºT) e Sandro Técnico: Marcos Birigui

AS FOTOS DA TORCIDA by BOB LIRA:

https://www.facebook.com/bob.lira.10/media_set?set=a.232459413621665.1073741903.100005728242877&type=1

AVANTI PALESTRA!

Publicado em 03/04/2014, em Geral, Palmeiras em Campo e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: