Arquivo diário: 09/10/2013

Palmeiras 4×0 Figueirense – BRB13

Um placar muito mentiroso, como o do jogo de ontem, não faz justiça ao desempenho do time.

Porque o jogo no primeiro tempo foi sofrível, escalação errada de novo, muitos erros de passe, a maioria do Mendieta, cruzamentos do Juninho todos no corpo dos zagueiros adversários, enfim, tudo aquilo que a gente estava acostumado a ver, com uma diferença: dessa vez ,depois da diretoria sair do ostracismo, o juiz resolveu apitar o jogo sem querer foder o Palmeiras. Aos 5 minutos de cada tempo, um pênalti marcado pro Palmeiras.

A partir daí, o jogo ficou fácil e, mesmo assim, o terceiro gol só saiu num desvio da cabeçada do Kardec no zagueiro.

Não estou reclamando de um jogo que terminou 4×0 pro Palmeiras. Mas o time continua mal escalado e com dificuldades evidentes no setor criativo.

Merecem destaque positivo a postura da dupla André Luiz – Marcelo Oliveira, e a entrada de Ananias no segundo tempo.

Depois de ontem só consigo pensar que se o CEO tivesse se coçado quando fomos assaltados contra o Sport, talvez hoje a série B já estivesse definida.

Agora são 9 pontos pro segundo, 17 pro quinto. Nada mais do que a obrigação, assim como qualquer vitória na Série B, seja ela de 1, 2, 3 ou 4 gols.

OS LANCES:

A FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 4 X 0 FIGUEIRENSE

Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)
Data/Horário: 8 de outubro de 2013, às 19h30
Árbitro: Edivaldo Elias da Silva
Assistentes: Marcos Rogerio da Silva e Luiz H Souza Santos Renesto
Público e Renda: 15.705 pagantes / 16.454 total / R$ 543.920,00

GOL: Alan Kardec – 5’/1ºT (1-0); Mendieta – 4’/2ºT (2-0); Alan Kardec – 7’/2ºT (3-0) e Serginho – 38’/2ºT (4-0)
Cartões amarelos: Charles e Wesley (PAL); William, Rodrigo e Bruno Pires (FIG)

PALMEIRAS: Fernando Prass, Wendel (Ananias – 41’/1ºT), André Luiz, Marcelo Oliveira e Juninho; Márcio Araújo, Charles (Léo Gago – 33’/2ºT), Wesley e Mendieta; Leandro (Serginho – intervalo) e Alan Kardec. Técnico: Gilson Kleina.

FIGUEIRENSE: Tiago Volpi; William, Douglas Marques, Bruno Pires e Henrique Miranda; Paulo Roberto (Nem – 32’/2ºT), Rodrigo Souto e Rodrigo (Maylson – 17’/2ºT); Arthur, Pablo e Everton Santos (Tinga – 17’/2ºT). Técnico: Vinicius Eutrópio.

AVANTI PALESTRA!

%d blogueiros gostam disto: