Arquivo mensal: março 2013

Palmeiras 2×1 Linense – Paulistão13

Sob o olhar desconfiado dos pouco mais de 5.5 mil torcedores de verdade, os que não vão no estádio só quando o time está por cima, desses que não assinam petição na Internet, o Palmeiras sofreu, mas venceu o jogo contra o Linense, pela 16ª rodada do Paulistão.

Mas foi sofrido. Com varios jogadores poupados, Kleina decidiu inventar e errou feio. Ao lado de Ronny, resolveu colocar Airton no meio. Jesuis, que desgraça que foi. Resultado foi um 0x0 morfetico no 1º tempo, à exceção de uma bola na trave do Leandro.

No segundo tempo, finalmente o treinador acordou e mandou Patrik Vieira pro campo. E já na segunda jogada, uma arrancada de 50 metros do meia deixou Leandro na cara do gol pra abrir o placar.

Mas a alegria durou muito pouco. Num lance em que um juiz que não fosse safado marcaria falta de ataque, o Linense empatou o jogo, gol de Gilsinho – é o nosso?

A partir daí foi um exercício de paciência pros que estavam presentes no Pacaembu. A coisa quase ficou feia mesmo quando um jogador do Linense dominou a bola – com a mão, mas com a conivência do safado de laranja – na marca do penalti e mandou uma castanhada, pruma defesa a queima roupa do Bruno.

E foi só nos acréscimos que o sufoco passou. Falta cobrada pelo Souza, desvio de leve do Marcelo Oliveira e gol do Palmeiras. Fomos pra casa com um misto de alívio e muita preocupação para o jogo de terça-feira, pela Libertadores, contra o Tigre.

Mas a felicidade de ontem ficou por conta mesmo do retorno do Raulzito aos estádios, nosso parceiro da bancada está de volta depois de mais de um ano devido a um grave acidente. Ontem, o Pacaembu voltou a ficar um pouquinho mais verde. Bem-vindo de volta, Raul!

OS LANCES:

[y0utube=http://www.youtube.com/watch?v=pIjbt1-Z2zs]

A FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 2 x 1 LINENSE

Local: Estádio Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 30/3/2013 – 18h30
Árbitro: Márcio Henrique de Gois
Assistentes: Eduardo Vequi Marciano e Leonardo Schiavo Pedallini

RENDA/PÚBLICO: R$136.940,00/5.151 pagantes
CARTÕES AMARELOS: Leandro, Léo Gago (PAL); Tarracha, Fernadinho (LIN)
CARTÕES VERMELHOS: –
GOLS: Leandro, 10’/2°T (1-0); Gilsinho, 15’/2ºT (1-1) e Marcelo Oliveira, 45’/2ºT (2-1)

Palmeiras: Bruno; Ayrton (Patrick Vieira – intervalo), Vilson, André Luiz e Marcelo Oliveira; Wendel, João Denoni (Souza – 23’/2ºT), Léo Gago e Ronny; Leandro e Caio (Vinícius – 23’/2ºT). Técnico: Gilson Kleina

Linense: Leandro Santos; Bruno Ribeiro, Álvaro, Fábio Lima e Tarracha; Leanderson, Leandro Brasília, Gilsinho (Jean Cléber – 42’/2ºT) e Fernandinho; Lenílson e Fábio Lopes (Dudu – intervalo). Técnico: Bruno Quadros

O BONDE DA GRADE (foto do Forza Palestrina – www.forzapalestrina.com.br):

Foto do Forza Palestrina

AVANTI PALESTRA!

Mirassol 6×2 Palmeiras – Paulistão13

E parece que a sina do Palmeiras é todo santo ano passar por um vexame cada vez maior que o ano anterior. E não tem Cristo que mude esse destino nefasto. Dessa vez, foram 06 gols sofridos em 45 minutos para o 16.o dum Campeonato tão medíocre quanto pode ser este Campeonato Paulista.

Se apenas o Palmeiras jogasse com desfalques – hoje foram 08 – ainda dava pra tentar relevar. Mas ao ver os rivais jogando com o time inteiro reserva e não tomando baile de time pequeno, aí não dá pra admitir.

A parcela de culpa maior vai ser sempre da administração, sempre. Essa nova gestão cheia de nomes modernos, CEO, CFO, CMO, C o caralho a quatro, que contrata diretor e gerente toda semana, parece ter esquecido que dirigente não joga bola, que precisa comprar JoGadOr – JGO se preferirem. Ah, tem outro detalhe quase nada importante: clube em que o mês não tem 30 dias, amigão, não tem “O” que resolva…

Vamos ao treinador. O Kleina já tá só esperando o último punhado de terra cair sobre a tampa do caixão pra pegar o seu boné e ir ser cabaço em outro lugar. Trazido como aposta pra tentar e não conseguir evitar o rebaixamento, chegou mexendo no time montado por Felipão, meteu 03 atacantes no time, fez 03 gols por jogo nas 03 primeiras partidas e aí, no primeiro clássico, resolveu entrar pra não perder, meteu um 4-5-1 contra os Bambis e foi surrado em campo.

Hoje, contra um time na rabeira da tabela, tendo pelo menos 02 meias à disposição, optou por deixá-los no banco pra escalar 04 volantes no meio. Isso mesmo, a escola Marco Aurélio de cabacice está de volta ao Palmeiras, senhores… Nada de quadrado mágico do Mano ou o losando do Luxa, temos o círculo dos horrores do Gilsão! 03 atacantes? Pode esquecer…

Enquanto isso Patrtik Vieira, o único razoável de todo esse saco de merda que veste a camisa do Palmeiras hoje, deve ter cagado de porta aberta na casa do treinador, porque não há meio do cara jogar…

E eu, se fosse o Ayrton, ia ter mandado o Kleina tomar no cu dele, depois de duzentos jogos sem nem ser relacionado, o cara é chamado pra entrar em campo com o time tomando de 6? Nem fodendo…

Não foi culpa do Kleina o Palmeiras cair, mas devia ter sido dispensado no dia seguinte daquele Palmeiras x Fluminense. Obrigado, boa sorte, tchau.

Não vou analisar nenhum jogador, todos foram péssimos, todos SÃO péssimos, inclusive os que habitualmente frequentam o DM. E só lamento pelo coitado do zagueiro que estreou hoje no time profissional, e teve o azar de dividir o campo com tanta gente desqualificada pra vestir a camisa do Palmeiras. Por isso que ninguém da base dá certo, ao invés do cara entrar no jogo pra compor elenco, tem que carregar o piano….

Mas podemos ficar tranquilos. Afinal, nossa competente diretoria está a procura de um manager! Isso mesmo, nada de lateral esquerdo, zagueiro ou um camisa 9. O que precisamos é de mais um cacique pra mandar, e daí que não tem nenhum índio pra obedecer?

Sem ficha técnica e melhores momentos hoje. Pra que?

Como diz meu amigo Vinicius Borghese, estamos no fundo do poço, e cavando…

AVANTI PALESTRA!

Palmeiras 0x0 Lambaris – Paulistão13

13 meses sem ganhar um clássico. Essa é a pavorosa marca que o Palmeiras apresenta ao seu torcedor e depois os caras vem dizer que a torcida é que atrapalha, que cobra demais. Sei.

O pior não são os 3 empates nos clássicos, o pior é que merecemos ganhar os 3 jogos, mas faltou competência, faltou qualidade e, principalmente, faltou um camisa. 9.

Ouvindo a coletiva ao final do jogo, Kleina justificava a substituição do Caio pelo Vinicius. O treinador explicou que nenhum outro treinador deu chance do jogador ter uma sequência (porque será, Gilsão?) e que o clube estava valorizando o seu prata da casa.

E o Patrik, professor, não é prata da casa também? ENTÃO PORQUE ELE NÃO JOGA, PORRA????? É disparado, muito melhor do que Caio e Vinicius, ainda que seja pra jogar fora de posição.

Destaque positivo pro Araujo, Prass, Wesley, André Luis e Léo Gago. Weldinho e Vinicius, sempre eles, foram péssimos de novo. O Vinicius conseguiu dar uma bica numa bola espalmada pelo goleiro que, num simples passe de 5 metros, teria colocado Leandro sozinho pra marcar sem goleiro. ATÉ QUANDO, SENHOR?!?

Quarta, 19:30, vamos até Mirassol enfrentar o time da casa e no sábado recebemos o Linense. Em tese, deveríamos garantir 6 pontos. Em tese. 

OS LANCES: 

A FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 0 X 0 SANTOS

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 24/3/2013 – 16h
Árbitro: Marcelo A. Ribeiro de Souza (SP)
Auxiliares: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

Renda/Público: R$ 384.920,00/11.912 pagantes
Cartões Amarelos: André Luiz (PAL); Renê Júnior (SAN)
GOLS: –

PALMEIRAS: Fernando Prass, Weldinho, Maurício Ramos, André Luiz e Juninho (Marcelo Oliveira, 35’/2ºT); Charles (Rondinelly, 12’/2ºT), Léo Gago, Márcio Araújo e Wesley; Leandro e Caio (Vinícius,21’/2ºT). Técnico: Gilson Kleina

SANTOS: Rafael, Bruno Peres, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Renê Júnior e Cícero; Giva (Victor Andrade, 39’/2ºT), Neílton (Alan Santos, Intervalo) e André (Miralles, 20’/2ºT) . Técnico: Muricy Ramalho

AVANTI PALESTRA!

Palmeiras 2 x 0 Botafogo – Paulistão13

Com dois gols de Leandro, o Verdão liquidou a fatura contra o Botafogo e assumiu a quarta posição do campeonato, com o mesmo número de pontos que os sardinhas e a gambazada (chupa, eles tomaram o empate no fim, ahahahah).

Não foi um primor de apresentação do Palmeiras, foi o chamado “deu pro gasto”. Mesmo assim, foi muito melhor do que as últimas duas partidas do Verdão.

Os assinantes de abaixo-assinado continuam de mal com a arquibancada. Hoje só 4.160 torcedores compareceram. De novo, só não estava às moscas os setores amarelo e verde. Vai entender… pedir o fim da organizada é fácil, tirar o rabo do sofá e ir apoiar, bom, aí já são outros quinhentos…

Henrique e Vilson na zaga deram consistência ao setor defensivo, o que foi mantido depois com a saída do 3 e a entrada de André Luis, estreante da noite. Como é bom quando o M.Ramos não joga…

No meio, uma inovação: nada de quadrado do Mano ou losango do Luxa, agora temos o círculo do Kleina, com 4 volantes – Araujo, Charles, Leo Gago e Wesley. E o Patrik Vieira e o Rondinelly devem ter mijado de porta aberta na casa do treinador, não têm vez mesmo…

E na frente, se os 3 gols do Leandro nos últimos 02 jogos não fizeram o Kleina desistir do nosso valioso camisa 19, nada mais o fará…

Além do Henrique, também passou a ser dúvida pro clássico de domingo o atacante Kleber, que mais uma vez se esforçou pra ser ruim, mas não conseguiu: foi péssimo. Machucado, deu lugar ao Caio Mancha, que mal viu a cor da bola. Se eu fosse o treinador, mandava Patrik e Leandro na frente, VIlson e André Luis na defesa e pra cima dos sardinhas!

OS LANCES:

A FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 2 X 0 BOTAFOGO-SP

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/Hora: 20/3/2013 – 19h30
Árbitro: Aurélio Santanna Martins (SP)
Assistentes: Marco Antônio Gonzaga da Silva e David Botelho Barbosa

Renda/Público: R$ 109.575 / 4.160 pagantes
Cartões Amarelos: Weldinho e Léo Gago (PAL); Danilo Bueno e André (BOT)
Cartões Vermelhos: 

GOLS: 
Leandro, aos 5’/1ºT (1-0) e Leandro, aos 2’/2ºT (2-0)

PALMEIRAS: Fernando Prass, Weldinho, Vilson, Henrique (André Luiz, 34’/1ºT) e Juninho; Charles (Patrick Vieira, 30’/2ºT), Márcio Araújo, Léo Gago e Wesley; Leandro e Kleber (Caio, 36’/1ºT). Técnico: Gilson Kleina.

BOTAFOGO-SP: Rafael, Daniel Borges, César Gaúcho, Igor e Preto Costa; Gilmak, Zé Antônio (André, 7’/2ºT), Danilo Bueno (Otacílio Neto, 28’2ºT) e Fábio Gama; Nunes e Francis (Douglas Packer, 27’/2ºT). Técnico: Marcelo Veiga. 

AVANTI PALESTRA!  

São Caetano 1 x 1 Palmeiras – Paulistão13

São jogos como o desse domingo que me fazem pensar por que é mesmo que perco tanto tempo me preocupando com o Palmeiras. O jogo que o Palmeiras apresentou ontem me deu uma sensação que não foi nem mesmo de raiva do time, mas de pena de gente como eu.

Os exemplos emblemáticos do nível do time do Palmeiras são os camisas 19 e 4. Muito esforçados, respeitam a camisa que usam, cheios de boa vontade, mas deviam estar procurando emprego, porque jogador de futebol não é a deles, assim como eu não posso projetar foguetes na NASA.

O curioso é que o 19 assumiu o lugar deixado por Luan como pior jogador do mundo, mas titular absoluto. E vocês achando que isso ia acabar com a transferência do cantor vesgo pra Minas Gerais…

Já o 4, pra alegria geral do universo verde, tomou o terceiro cartão amarelo, só resta agora que a suspensão dure para TODO O SEMPRE.

E o Kleina, de tanto errar na escalação, já vai perdendo os últimos dos otimistas, que se juntam à maioria absoluta dos palmeirenses que não são ufanistas. Vamos lá, professor: Vilson é ZAGUEIRO, mas joga de volante, Maurício erRamos é jogador pra reserva do extinto Palmeiras B, mas é zagueiro titular do time principal. Quem sabe uma zaga com Vilson e Henrique não seja tão patética? Entendeu ou quer que desenhe?

Wesley é segundo volante, como ele mesmo diz, certo? Então escala ele como segundo volante, porra!

No meio, põe a PORRA do Rondinelly, cazzo!!!

E o 19, por favor, nem no banco…

O camisa 2 já pode voltar também.

Enfim, precisa mexer no time, caralho!!!! Chega de repetir a mesma escalação de merda todo santo jogo…

E, por último, chega de fazer cara de sonso na beira do gramado, ninguém aguenta mais!

Enquanto isso, a diretoria indica mais um “O“: Agora temos CFO, CEO, CMO, CAO, já temos todos as combinações possíveis que terminam com O do abecedário, só tá faltando o tal do jogadÔ. Esse, que é bom, nada… Sério, se contratarem mais um O, vão perder a paciência de vários torcedÔ. E vai todo mundo pro infernO também, que raiva que eu tenho de empate, resultado filha da puta, contra o ultimo colocado então…

Quarta, Buin, 17:30, é o que nos resta.

OS LANCES:

A FICHA TÉCNICA:

SÃO CAETANO 1 X 1 PALMEIRAS

Local: Anacleto Campanella, São Caetano do Sul (SP)
Data/Hora: 17/3/2013 – 16h
Árbitro: Marcio Henrique de Gois (SP)
Assistentes: Eduardo Vequi Marciano e Leonardo Schiavo Pedalini

Renda/Público: R$ 85.120 / 2.360 pagantes
Cartões Amarelos: Bruno Aguiar e Fabinho (SCA); Maurício Ramos (PAL)
Cartões Vermelhos: –
GOLS: Éder, aos 41’/1ºT (1-0) e Leandro, aos 3’/2ºT (1-1)

SÃO CAETANO: Fábio; Samuel Xavier, Bruno Aguiar, Eli Sabiá e Diego; Fabinho, Moradei, Éder (Samuel Santos, 32’/2ºT) e Rivaldo (Pedro Carmona, 19’/2ºT); Danielzinho e Geovane (Eduardo, 20’/2ºT). Técnico: Aílton Silva.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Weldinho, Henrique, Maurício Ramos e Marcelo Oliveira; Márcio Araújo, Vilson, Wesley e Patrick Vieira (Tiago Real, 20’/2ºT); Vinícius (Leandro, Intervalo) e Kleber (Caio, 25’/2ºT). Técnico: Gilson Kleina.

AVANTI PALESTRA!

Nineteen Eighty-four

1984-Big-Brother

Depois da guerra atômica, o mundo foi dividido em três estados e Londres é a capital da Oceania, dominada por um partido que tem total controle sobre todos os cidadãos. Winston Smith é um humilde funcionário do partido e comete o atrevimento de se apaixonar por Julia, numa sociedade totalitária onde as emoções são consideradas ilegais. Eles tentam escapar dos olhos e dos ouvidos do Big Brother, sabendo das dificuldades que teriam que enfrentar.

A sinopse acima é do filme britânico 1984, adaptação do romance homônimo de George Orwell, escrito no ano de 1948 e publicado em 1949. No livro, Orwell mostra como uma sociedade oligárquica coletivista é capaz de reprimir qualquer um que se opuser a ela. A expressão Big Brother, que dá nome ao programa de TV dos dias de hoje, reporta a um personagem fictício do livro, que era mencionado na propaganda do Estado para lembrar aos cidadãos que estavam sendo vigiados a todo momento: “Big Brother is Watching You”.

– x –

Esses dias, lendo as notícias do Verdão, o cidadão palmeirense se depara com as seguintes manchetes de jornal:

Construtora inova em sistema de segurança, e Arena terá ‘Big Brother

Palmeiras lança campanha para evitar incidentes nos estádios

Neste último texto, tem a informação de que o clube criou um e-mail para que os próprios “torcedores” denunciem infratores nos estádio. Na quinta-feira a seguinte faixa foi exibida durante o jogo: 

Ajude na identificação dos infratores Denuncie: ouvidoria@palmeiras.com.br  

– x –

Também durante essa semana, outra notícia chamou atenção:

Palmeiras não recua e presta queixa contra torcida uniformizada

Se já não se trata de uma notícia estranha por si só, o que dizer se comparado a um trecho da entrevista concedida logo após a eleição da atual diretoria?

O maior patrimônio do Palmeiras é a torcida.

– x –

Lembro a primeira vez que fui ao estádio, eu tinha de 05 pra 06 anos, e a sensação de LIBERDADE era impressionante, afinal, não estava com meus pais – o Sêo Malucão, coitado, é gambá. Lembro da multidão de palmeirenses na arquibancada do Palestra e da festa de Bandeirões e dos instrumentos musicais, lembro de ter ganhado uma corneta de plástico que mais parecia um berrante (que em 2010 ganhou o igualmente irritante nome de vuvuzela), lembro do meu tio e e do meu avô tomando uma gelada durante o jogo, lembro de ter comido amendoim que vinha na casca – amostra grátis, lembro que no estádio podia falar palavrão – desde que não repetisse na frente da minha mãe depois – e que xingar os jogadores era um direito do torcedor, que não seria respondido com gestos obcenos, lembro que não precisava sentar no lugar marcado, que dava pra andar a arquibancada inteira sem ter que se preocupar com grades e divisórias, lembro de não ficar preocupado da polícia chegar emborrachando geral.

O ano? Era 1984…

AVANTI PALESTRA! 

Palmeiras 2 x 1 Paulista – Paulistão13

5.301 pagantes. Peço licença ao meu amigo @Divinoblog pra ilustrar, com as fotos dele, a distribuição da torcida no Pacaembu hoje. No sentido horário, laranja, numeradas, tobogã, verde e amarelo:

522707_629188720430824_273208313_n

Observem, amigos+coxinhas+assinantes+de+abaixo+assinado+pra+extinguir+a+organizada, que se não fossem os torcedores localizados no amarelo e no verde na parte onde ficas as organizadas, o Pacaembu estaria largado às moscas hoje. De que adianta ser anarquista na internet se não vai ao estádio apoiar o time? Reflitam antes de responder. E deixem o futebol pra quem gira a catraca.

Nas duas últimas rodadas a maldição de Caio Jr. voltou a assombrar o Verdão. O Harry Potter até não era mau técnico, mas era só o adversário ter um jogador expulso que o time sumia de campo.  Contra os bixas, e hoje contra o Paulista, apesar da vitória, foi o que mais uma vez se viu: um time perdido em campo.

O agravante é que no jogo desta quinta não foram 1, mas 2 jogadores do Paulista expulsos e, ainda assim, a melhor chance de todo o  segundo tempo foi dos caras, com uma bola na trave e, na seqüência, o Henrique tirando a bola de baixo da trave. Um absurdo…

Sim, ganhamos. Mas que foi irritante, foi. E muito. Por isso mesmo, nada mais a declarar, não quero ficar cornetando vitória.

Procura-se um camisa 4 e um 9. Pra ontem!

OS LANCES:

A FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 2 X 1 PAULISTA

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/Hora: 14/3/2013 – 20h30
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Maiza Teles Paiva (SP)

Renda/Público: R$ 137.505,90 / 5.301 pagantes
Cartões Amarelos: Marcelo Oliveira (PAL); Dráusio (PAU)
Cartões Vermelhos: Renato Ribeiro, aos 45’/1ºT e Matheus, aos 13’/2ºT (PAU)
GOLS:  Dráusio (contra), aos 2’/1ºT (1-0); Marcelo Macedo, aos 11’/1ºT (1-1) e Vilson, aos 44’/1ºT (2-1)

PALMEIRAS: Fernando Prass, Weldinho, Henrique, Maurício Ramos (Léo Gago, 16’/2ºT) e Marcelo Oliveira (Juninho, Intervalo); Vilson, Márcio Araújo, Valdivia (Leandro, 27’/2ºT) e Patrick Vieira; Vinícius e Kleber. Técnico: Gilson Kleina.

PAULISTA: Richard, Thales, Dráusio, Lázaro e Rodolfo Testoni; Matheus, Kasado, Hudson (Chiquinho, Intervalo) e Renato Ribeiro; Marcelo Macedo (Diego, 15’/2ºT) e Cassiano Bodini (Flávio Paulino, 25’/2ºT). Técnico: Giba.

AVANTI PALESTRA!

Tem Jogo! Palmeiras x Paulista – Paulistão 2013 – R11

Há três jogos sem marcar gols, o Palmeiras enfrenta o sempre tinhoso Paulista hoje no Pacaembu, 20:30 e com ingresso a preços reduzidos – sem+desculpas+coxinhas+assinantes+de+abaixo-assinados – buscando reabilitação no setor ofensivo.

A ordem é fazer gol. Pra isso voltará ao time Patrik Vieira (OHHHHHHHHH!), mas o 19 segue firme e forte como o excelente+driblador+pelas+pontas+que+cruza+todas+as+bolas+na+mão+do+goleiro+adversário. Wesley, que nos outros times jogava de lateral esquerdo, terceiro volante, ponta direita, etc, mas que aqui só quer jogar de segundo volante, fica no banco dos titulares Massarujo e Virso.

Com isso, vão a campo  Fernando Prass; Weldinho, Maurício Ramos, Henrique e Marcelo Oliveira; Massa, Virso, Patrick Vieira e Valpinga; Kleber Pinheiro e Vinicius.

Do lado de de lá, jogam Richard; Rodolfo Testoni, Lázaro, Dráusio e Thales; Kasado, Diego Marangon, Hudson e Renato; Cassiano Bodini e Marcelo Macedo. Também do lado de lá teremos no apito Luis Flavio Oliveira, irmão do nosso amigo PCO.

Palpite do Maluco é de 3×0, dois gols do 19 e um de bike do 9, vai vendo…

19 hs., BuinBom, ainda sem poder tomar aquela gelada. Faltam SÓ 40 intermináveis dias…

 E não se esqueçam durante o jogo, lá no Estádio, se alguém peidar do seu lado, ouvidoria@palmeiras.com.br nele.

AVANTI PALESTRA!

Bambis 0 x 0 Palmeiras – Paulistão13

Foram duas impressões da arquibancada do Panetone na tarde de hoje: a primeira é que dá até pena da torcida das meninas, não me lembro de um único Palmeiras e São Paulo, mando nosso, com menos torcedores do que as gazelas que foram hoje no clássico. Tinha uma parte do estádio, onde era o antigo azul, que parecia cheia de torcedores que tiveram que obter liminar pra entrar no estádio. Vergonhoso.

A segunda impressão é de que podíamos jogar 450 minutos que não íamos fazer gol nos bambis. Kleina fez de tudo: tirou o Charles e colocou o Leandro, tirou o Vinicius pra colocar o Patrik (que eu acho que tem que ser titular), tirou o Vilson pra colocar o Wesley (podia ter estreado o Rondinelly), colocou o time pra cima delas, mas a bola não queria entrar. Patrik acertou a trave, várias bolas passaram raspando, e até mesmo quando o goleiro de hoquei ajoelhou – sua especialidade – a bola foi caprichosamente pra fora.

Valpinga foi o melhor em campo, enquanto aguentou correr. Depois, quando acabou o gás, foi apenas normal. As melhores jogadas do Palmeiras, sem exceção, passaram pelo pé dele. É isso que a torcida – organizada ou não – quer: comprometimento, que vista a 10 com honra, que seja o melhor em campo sempre. É a função dele. Araujo, Vilson, Henrique e o Prass também foram bem.

Pelo lado negativo, Kleber Pinheiro foi mal de novo. Terceiro jogo sem mostrar ao que veio. Estamos de olho. Maurício Ramos segue sendo o ponto fraco da defesa, é só a bola vir pingando que fudeu… Wesley entrou com a mesma falta de vontade de sempre, ou seja, o esporro tomado em Buenos Aires – merecido e sem qualquer tipo de agressão física – não serviu de nada. Difícil pensar que mais falta pra esse cara ter tesão de vestir a camisa verde…

Faltou pouco pra voltar a vencer no Panetone. Do próximo jogo não passa. Rogéria em fim de carreira, Lúcio decadente, Ganso chiliquento e Luis Pipoqueiro vão sambar a tarantela. Quem sabe, pela Liberta… quem sabe…

OS LANCES:

A FICHA TÉCNICA:

BAMBIS 0 X 0 PALMEIRAS 

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 10/03/2013 – 16h
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Auxiliares: Fabrício Porfírio de Moura (SP) e Claudenir Donizeti Golçaves da Silva

Renda/Público: R$ 537.215,00/18.020 público total
Cartões Amarelos: Douglas, Wellington, Jadson, Luis Fabiano (SPO), Patrick Vieira, Kléber, Weldinho (PAL)
Cartões Vermelhos: Lúcio (SPO)
GOLS: –

BAMBIS: Rogério Ceni, Douglas, Lúcio, Rafael Toloi, Cortez, Wellington (Edson Silva – 9’/2ºT), Rodrigo Caio, Maicon, Ganso (Jadson – 7’/2ºT), Aluísio e Luis Fabiano (Osvaldo – 14’/2ºT). Técnico: Ney Franco 

PALMEIRAS: Fernando Prass, Weldinho, Maurício Ramos, Henrique, Juninho, Márcio Araújo, Vilson (Wesley – 23’/2ºT), Valdívia, Charles (Patrick Vieira – intervalo), Kleber e Vinícius (Leandro – 17’/2ºT). Técnico: Gilson Kleina

AVANTI PALESTRA!

Tem Jogo! SPFW x Palestra – Paulistão13 R.10

E lá vamos nós de novo pra Floresta Encantada, vulgo Panetone ou Gaiola das Lokas, a casa dos bambi, como vocês preferirem. E iremos com a certeza que nenhum dos 5000 consumidores do futebol que assinaram a petição pela extinção da Mancha estará presente. Se é isso que é torcer pra vocês, eu tenho pena então… Divirtam-se comentando o jogo nas redes sociais. Eu vou estar lá no Estádio, me mandem um @br@ço na net, seus coxinhas!

O retrospecto não poderia ser pior. Faz 11 anos que não sabemos o que é vencer contra a bicharada no panetone, Ambas as equipes vem de maus resultados no meio da semana, mas o episódio de quinta-feira no aeroporto de Buenos Aires deve colocar em campo um Palmeiras bem mais pressionado que as gazelas.

Valpinga e Henrique são dúvida. Mesmo assim, aposto em Prass, Weldinho, M. Ramos, Henrique e Juninho; Araujo, Vilson, Wesley e Valpinga, Kleber e Leandro, embora pelo que jogou em poucos minutos em Bs As., o Patrik Vieira merecia uma chance. Ainda, durante o jogo poderemos ter as estreias de Leo Gago e Rondinelly. Que todos que pisarem no gramado saibam que hoje é dia pra ser monstro em campo!

Já o time do Glamour e do Luxo vai de Rogério Ceni, Douglas, Lúcio, Rafael Toloi e Cortez; Wellington, Fabrício e Jadson; Aloísio, Luis Fabiano e Osvaldo. UI!

Sem palpite, pra não zicar, mas tô achando que o Kleina aprendeu a lição na nossa última visita no Panetone.

Se jogarmos como contra a gambazada, vai dar Verdão na cabeça, elas num guenta!

PRA CIMA DELAS!!!  AVANTI PALESTRA!

%d blogueiros gostam disto: