Arquivo mensal: fevereiro 2013

Tem Jogo! Mogi Mirim x Palmeiras – R. 06 Paulistão13

O Verdão vai a Mogi pela sexta rodada do Paulistão. Sem dúvida, o time entrará em campo sob a desconfiança do torcedor, não apenas pela saída do camisa 09 – que hoje se sabe, é mais um que cuspiu na camisa que o tirou do ostracismo – mas principalmente pela falta de clareza da diretoria no episódio.

Pra que aquele teatro todo do Brunoro? Se o cara colocou o clube na parede e exigiu ser negociado, na fatídica coletiva do último dia 08 o dirigente devia ter chegado e dito: “perguntem ao figura aí, pede pra ele explicar porque tá indo embora…”

Enfim, isso será tema de um outro post, logo mais. Amanhã parece que o Brunoro vai fazer o que devia ter feito desde sexta. Veremos.

O time que enfrenta o Sapão deve ser Fernando Prass; Ayrton, Maurício Ramos, Henrique e Juninho; João Denoni, Márcio Araújo, Wesley e Ronny; Maikon Leite e Vinícius.

O Mogi joga com Daniel; Roniery, Tiago Alves, Lucas Fonseca e João Paulo; Magal, Val, Carlos Alberto e Wagner; Roni e Henrique.

Apesar de toda a balbúrdia dos últimos dias, o Palmeiras vencerá o Mogi, 2×1, gols de Henrique e Marcio Araujo, ué???

AVANTI PALESTRA!

#tamojunto?

Senhores,

Coloquem as pedras no chão por alguns instantes.

Sim, eu vou enfiar o dedo na ferida. Mas ainda não é pra analisar se a troca de Barcos por sabe-se-lá-quantos-ou-quais-jogadores do Grêmio foi ou não um bom negócio. Antes, a negociação precisa estar concluída, os jogadores do Sul têm que chegar, vestir a camisa e assinar contrato e aí, com números finais em mãos, farei o post correspondente.

O que eu quero abordar aqui é outra coisa, que muitos dos que estão absolutamente inconformados com a diretoria – com razão, ao menos quanto ao modus operandi – talvez não se tenham dado conta: Barcos quis sair do Palmeiras, isso não é de hoje e é um fato que não se pode ignorar.

Voltemos no tempo alguns meses – 29 de outubro de 2012. O Palmeiras rolava ladeira abaixo rumo ao vexatório rebaixamento. E, “do nada”, surge a seguinte polêmica nos diários esportivos:

Barcos não garante permanência se o Palmeiras for rebaixado

No mínimo, foi uma declaração inoportuna, o Palmeiras ainda respirava por aparelhos mas o cara já estava pensando só nele e o quanto a Série B seria prejudicial a ele. Tipo, foda-se que um gigante centenário está perto de voltar pro inferno do rebaixamento, o que importa é a minha carreira. Ok, incêndio apagado, segue o jogo.

E, todos sabemos, o pior aconteceu, e o Palmeiras caiu. Poucos dias depois, Barcos garantiu permanência no Palmeiras em 2013:

Após dúvida, Barcos diz que fica no Palmeiras em 2013: ‘Tamo junto’

Só que, pra ficar, Barcos queria um novo contrato. E o B1 foi lá e anunciou a renovação, mas foi prontamente desmentido pelo irmão do jogador. Era dia 20/12:

Agente nega renovação de Barcos, e novela expõe caos administrativo no Palmeiras 

O contrato foi assinado, finalmente, em 16 de janeiro e lá foi o Barcos dizer que ficava de novo, mas que se viesse uma proposta boa…:

De contrato novo, Barcos mira série B, mas não garante permanência

Assunto encerrado, certo? Errado. Eis que, nesta quinta-feira, dia 07 de fevereiro, vem a ameaça da LDU ir à FIFA cobrar do Palmeiras a dívida pela compra do Barcos. O jogador não teve papas na língua:

Barcos se irrita com dívida e cobra tranquilidade para jogar bola

Nessa entrevista, um fato absolutamente relevante quase passa em branco:

– Só precisamos ter tranquilidade para jogar bola, sem ficar se preocupando com salário. Sou jogador do clube e a única forma de sair é o Palmeiras receber uma proposta que não possa dizer não.

E hoje, deu no que deu. Aí, muita gente espantada: Porra, como assim o Palmeiras (ven)deu o Barcos? Não, Senhores, o Palmeiras perdeu o Barcos.

Perdeu porque, antes de mais nada, o Palmeiras devia dinheiro ao jogador. O aumento, prometido desde outubro, mas apenas selado em janeiro, ficou só no papel. Diz-se que o clube devia R$1,3 milhão ao jogador. E, jogador ‘profissional’, não fica em clube sem receber. Aliás, como eu e você não acordamos todo dia de manhã pra ir trabalhar se não tiver o contracheque lá no dia 05, certo?

Mas, perdeu também, porque o Barcos quis sair. E como quis.

Não se iludam com as palavras bonitas e MENTIROSAS abaixo:

Se o Barcos quisesse mesmo ficar, não teria nem aceitado escutar a proposta do Grêmio. Mais ou menos o que o Marcelo Moreno fez com o Palmeiras. Mas, não, o jogador argentino não pensou duas vezes: Série B à vista e com o clube lhe devendo dinheiro, não só quis sair como não será surpresa se tiver imposto sua saída ao clube.

E isso não é culpa de Brunoro e Nobre, a quem não estou defendendo, que fique claro. Não foram eles que rebaixaram o Palmeiras, nem que negociaram com o jogador o novo contrato sem se preocupar se teriam meios de honrá-lo.

E temos o exemplo recente do Judas pra levar em conta também, o quanto um jogador que quer sair pode foder um clube se for contrariado, embora não ache que o Barcos seria tão filho da puta como o Judas foi… Aliás, antes que as torcedoras do Valpinga Futebol Clube venham falar groselhas, o chileno vagabundo disse que quer ficar no Palmeiras porque ninguém quer saber dele. Só por isso!

É inegável que a forma como toda a negociação foi conduzida pela diretoria contribuiu, e muito, para o desespero geral da nossa torcida. Mas, tenha-se em conta que a oferta do Grêmio valia apenas até a tarde de hoje, pois se o jogador não fosse inscrito no BID da CBF hoje, não poderia ser relacionado para a Libertadores. Enfim, isso é tema para outro post, nos próximos dias.

O que tem que ser dito aqui é que só tamojunto nós, os torcedores. Jogador é funcionário do clube e ponto. Não tem amor (e nem tem que ter mesmo). Quanto mais cedo todos aprenderem essa lição, menos sofrida será a vida do torcedor. Afinal, não tenham dúvidas, quem reerguerá o Palmeiras é a torcida. Não é Barcos, Assunção ou o caralho.

Por isso, a próxima vez que você ver um jogador falando tamojunto, que ama o clube, chorando que não queria sair, desligue a TV. Palmeirenses Somos Nós!

#TAMOJUNTOÉOCARALHO #NÓSSOMOSOPALMEIRAS

#AVANTI PALESTRA! 

Mário, A Sua Luta Hoje Veste o Manto, Do Coração da Nossa Patria Verde e Branco!

Pausa na bola, palestras. É Carnaval!

É hora de ver a Mancha na Avenida!

O Maluco pelo Palmeiras, que infelizmente ainda está contundido e não poderá desfilar ESTE ANO com a Mais Querida ao som da bateria PURO BALANÇO, estará colado na tela da TV acompanhando tudo devidamente fardado, como se estivesse no Anhembi.

A seguir, conheça um pouco mais do Carnaval que a Mancha, terceira escola a desfilar nesta sexta, irá apresentar e que tem tudo pra arrebentar com o Anhembi

ENREDO: MARIO LAGO – UM HOMEM DO SÉCULO XX

mariol

SINOPSE:

Contar a vida de Mario Lago é, antes de mais nada um delicioso desafio. O tempo em que viveu, o século XX, não foi suficiente para conter a sua obra cultural e intensidade social.

Foram muitas histórias na Lapa e no Rio de Janeiro boêmios. Muita influência do pai músico do municipal e do avô anarquista. Muitos parceiros de música e bebedeiras. Uma convivência familiar intensa nos 50 anos que viveu ao lado de Zeli. Foram muitos combates, corajosos e engajados na vida política conturbada da era Vargas e da Ditadura militar.

E muita, muita produção cultural. Foi necessário eleger, priorizar algumas destas produções de forma a tornar este enredo representativo. Mostrando um pouco de sua obra literária, foram 11 livros no total, em um pouco de sua obra teatral na qual atuou ou escreveu 31 peças, desde o teatro de revista da década de 30 até a década de 80. Atuou em 38 filmes como autor, como roteirista e co-autor, desde o cinema novo. Na música, especialmente no samba, foi figura constante com seus inúmeros parceiros em suas 88 composições ou co-autorias. Atuou intensamente no rádio, seja como comentarista ou narrador no dia-a-dia das radionovelas, sensação das décadas de 30 e 40, na era de ouro do rádio brasileiro. Na televisão atuou em 53 telenovelas.

Mario Lago está imortalizado para sempre na vida cultural do Brasil. O tempo passou lento e preguiçoso pela sua vida. O tempo parece jamais envelhecer sua obra, talvez por conta de sua relação com o tempo, talvez por conta do acordo que ele com o tempo fez.

“Fiz um acordo de coexistência pacífica com o tempo; nem ele me persegue, nem eu fujo dele. Um dia, a gente se encontra”. – Mário Lago

“Eu não sou saudosista. Não fico lamentando: ‘ah, o meu tempo’. Meu tempo é hoje.” – Mário Lago 

 Fonte: Site Mancha Verde

SAMBA ENREDO:

Mário, a sua luta hoje veste o manto
No coração, da nossa pátria verde branco

Explode em meu peito tamanha emoção
Eu sou Mancha Verde eterna paixão
O tempo não apagará, as obras de um imortal
É Mario Lago, um homem genial

Sob a luz do criador
Brilha a estrela de um menino
Um soneto de amor
Cresceu ao som de violinos
Nas veias o DNA de anarquista
Na alma um amor de família
Malandro da lapa, amante da boêmia
No Café Nice até de manhã
Dono da noite, Madame Satã
A arte, em poesia acolhe o escritor
A liberdade, o Bola Preta
Cena de um sonhador

Sou sambista e vou descendo o morro
“Nada além” do que eu sempre quis
Vou vivendo enquanto houver saudade
Carmem Miranda é só felicidade

Aurora… Diz quem é a mulher de verdade
Amélia… Canção para a eternidade
Ouvindo a grande Rádio Nacional
Deixei um céu nas asas do Brasil
Zeli, eterno laço de união
Dercy, lhe estendeu a mão
O Padre e a Moça proibida paixão
Sucessos, marcaram no cinema e televisão
No repente de “Nunes” poeta
Diretas pro país mudar
Vi no sertão o tempo e o vento passar
Mário, a sua luta hoje veste o manto
No coração, da nossa pátria verde branco

Explode em meu peito tamanha emoção
Eu sou Mancha Verde eterna paixão
O tempo não apagará, as obras de um imortal
É Mario Lago, um homem genial

MADRINHA E MUSAS:

IMG_3356

Viviane Araujo

IMG_3460

Juju Salimeni

IMG_3376

Aline Bernardes

IMG_3349

Tassiana Dunamis




Desejo toda a sorte do Mundo aos nossos componentes, diretores de harmonia, diretores de ala, aos amigos que lá estarão, inclusive com o meu camisão e o meu sapato branco (hehe), ao Fred Vianna, à Bateria Puro Balanço e à nossa comunidade.

É A MANCHA, MANÉ!!!!

ARREBENTA MINHA EXXXXCOLAAAAAAAAA!!!!

AVANTI @MANCHACARNAVAL

Palmeiras 2 x 0 Atlético Sorocaba – Paulistão13

Vitória tranquila pra 4.040 pagantes num Pacaembu encharcado. Esse horário das 19:30, a 40 paus a entrada, é uma declaração expressa da FPF contra a presença do torcedor nos estádios. O interessante é que só o Palmeiras joga esse horário. Filhos da puta…

De novo, coube ao Araujo e ao Henrique fazerem os gols do Palmeiras. Quis o destino que Barcos tivesse poucas oportunidades, e Maikon Leite, muitas. É impressionante a capacidade do Maikon Leite em perder gols. Até quando ele faz tudo certo, ele perde o gol. Fica um desconto mínimo pela jogada perfeita que resultou na assistência do segundo gol do Verdão, anotado pelo camisa 3. Ah, se fosse sempre assim…

Partida quase perfeita do Denoni, ganhou todos os desarmes, jogou muito.

Já o Wesley, não bastasse o cara estar em má fase, agora resolveu assumir a camisa 11 que tanto foi amaldiçoada pelo Luan, antes dele pelo Rivaldo e antes dele pelo Marquinhos, e bem antes dele pelo Marcinho Porpeta, e por aí vai…  POHHHHHAAAAAA, Wesley, se ajuda irmão! Tá no Palmeiras, rapaz, ganhando pra caralho, que mais você quer? #REAGEWESLEY

Com os 03 pontos, o único grande a vencer nesta rodada, o Palmeiras chegou à quinta posição na tabela, com 11 pontos, 3 atrás do líder – os Sardinhas.

No fim de semana vamos a Mogi e daqui uma semana estreamos na Libertadores. Já chegaram dois reforços, amanhã chegam mais dois, e vem mais por aí. Aos poucos, bem aos poucos, o Palmeiras vai se organizando pra ter um 2013 razoável e um 2014 muito bom.

Muito bom ver a homenagem do Bonde ao seu líder nato mas que, convalescido, ainda não pôde ir aos gramados em 2013. Mas, dia 14, estarei lá, nem que seja dentro do SAMU. É promessa!  

A HOMENAGEM DO BONDE:

538024_480220168704775_2084478014_n

OS LANCES:

A FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 2 X 0 ATLÉTICO SOROCABA

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 7/2/2013, às 19h30
Árbitro: Marcelo Prieto Alfieri
Assistentes: Giuliano Neri Colisse e Fabio Rogerio Baesteiro
Renda e Público: R$ 134.230,00/ 3.709 pagantes

Cartões Amarelos: Márcio Araújo e Barcos (PAL); Marcelo Moretto (ATS)
Cartões Vermelhos: Nenhum

Gols: Márcio Araújo, aos 5’/1T (1-0); Henrique, aos 30’/1T (2-0)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Ayrton (Wendel – 14’/2T), Henrique, Maurício Ramos e Juninho; Márcio Araújo, João Denoni, Wesley (Souza – 26’/2T) e Patrick Vieira; Maikon Leite (Vinícius – 36’/2T) e Barcos. Técnico: Gilson Kleina.

ATLÉTICO SOROCABA: Marcelo Moretto, Murilo, César, Fábio Sanchez e Willian Simões; Da silva, Thiago Baiano (Misael – Intervalo), Gilberto Santos e Carlinhos (Gerson – Intervalo); Bruninho (Tiago Marques – 22’/2T) e Jorge Preá. Técnico: Estevam Soares.

AVANTI PALESTRA! 

XV 3 x 3 Palmeiras – Paulistão13

Empate conquistado na base da camisa. Apesar de termos deixado escapar 3 pontos, as circunstâncias do jogo devem ser levadas em conta.

Estivemos atrás do placar por duas vezes e, mesmo assim, tivemos capacidade de correr atrás e reverter. Chegamos até a virar o jogo, o que mostra que o time está criando vergonha na cara. Mas aí, é só vir um safado de um árbitro e marcar um pênalti mandrake contra o Palmeiras que tudo se perde.

Antes do penalti, porém, temos que fazer um parêntese para agradecer ao Sr. Wesley. A falta de vontade dos últimos jogos se somou a um futebol pavoroso hoje, o 87 simplesmente errou tudo o que fez, inclusive foi ele quem perdeu displicentemente a bola no lance que resultou no pênalti marcado pelo salafrário do juiz. Seria ele………….. o novo Lincoln pré-pago……….. rumores?, diria o #Lenda @1914Mariani

Os “heróis” da partida, assim entendidos os responsáveis por não termos sofrido um vexame ainda maior hoje do que empatar com o XV, foram Henrique e Prass. O zagueiro fez 02 gols, o último há pouco mais de um minuto pro fim do jogo.

E finalmente temos goleiro, depois de 13 meses sem São Marcos. Prass fez pelo menos 03 defesas absurdas e garantiu que o Palmeiras não fosse sacolado pelo XV.

Durante o jogo, muita gente pedindo a cabeça do Kleina no tuiter. Não duvido que sejam os mesmos que fizeram abaixo assinado pro Riquelme ou pela extinção da Mancha. Sério, vocês não entendem NADA de futebol e menos ainda de Palmeiras!

Dêem esse time que o Palmeiras tem, com o peso de um rebaixamento nas costas, na mão do Pepe Guardiola, do Mourinho, do Ferguson, quem quer que seja, e eles não fariam melhor do que o Kleina tá fazendo. Só 02 reforços, elenco reduzido, time limitadíssimo, e tem cara reclamando de treinador?

Hoje, por exemplo, ele armou o time com 3 atacantes, coisa que os dois últimos técnicos jamais fariam prum jogo fora de casa, quem quer que fosse o adversário. Foi arrojado. Mesmo assim, depois de não ter funcionado o esquema no primeiro tempo, 96% por culpa da partida bisonha do Wesley e do futebol burocrático do Valpinga apresentados em campo, ao invés de ser teimoso, ele acertou a mão ao tirar o Vinicius e recompor o meio com Denoni. No 4-4-2, o Palmeiras virou o jogo em 7 minutos.

Fossem os seus antecessores no lugar dele, teriam rapidamente tirado mais um atacante pra colocar mais um volante. Lembram? E o que teria ocorrido depois de termos sofrido a virada? Um time sem poder de reação em campo. Mas o Kleina não é cagão e manteve o esquema e, não fosse o pênalti safado marcado contra a gente, teríamos ganhado o jogo.

Teríamos ganhado o jogo também não fosse a habilidade impressionante do Maikon Leite em perder gols. Se tiver uma estatística disso, ele é disparado o melhor do melhor do mundo em “perca” de gols. Esse “se consagra” a cada lance. Me vem uma imagem na cabeça, aquele koreano maluco cantando EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE, MAIKON LEITE!!!!…

E o Valpinga, hein? Partidinha sem vergonha, cartãozinho mais sem vergonha ainda e, não tenham dúvidas, quinta-feira vem mais cartão bobo por aí, afinal, Carnaval tá aí, ZIriguidum… Ou será que ele prefere levar o terceiro contra o Mogi e “folgar” contra os Gambás? Dúvida…

Segue o jogo, palestras, segue o jogo…

Dia 07 recebemos o Atl. Sorocaba no Pacaembu. Faltam dois jogos para a Libertadores, senhores. PRA CIMA PALMEIRAS!!!!

OS LANCES:

A FICHA TÉCNICA:

XV DE PIRACICABA 3 X  3 PALMEIRAS

Local: Barão de Serra Negra, Piracicaba (SP)
Data-Hora: 3/2/2013, 19h30 
Árbitro:Robério Pereira Pires (SP)
Auxiliares: Marco Antonio de Andrade Motta Júnior e Humberto Lellis Leite (SP)

RENDA/PÚBLICO: R$ 381.043,78/ 9.106 pagantes
CARTÕES AMARELOS: Valdivia, Ayrton (PAL) 
CARTÕES VERMELHOS: –
GOLS: Márcio Diogo, 2’/1°T (1-0); Henrique, 38’/1ºT (1-1); Márcio Araújo, 7’/2ºT (1-2); Diguinho, 30’/2ºT (2-2); Vinicius Bovi, 36’/2ºT (3-2) e Henrique, 48’/2ºT (3-3)

XV DE PIRACICABA: Bruno Fuso; Luiz Eduardo, Pedro Paulo e Glauber (Cesinha – 40’/2ºT); Adriano, Jairo, Diego Silva (Vinicius Bovi – 16’/2ºT), Diguinho e Janilson; Paulinho e Márcio Diogo (Anderson Lessa – 18’/2ºT). Técnico: Sérgio Guedes

PALMEIRAS: Fernando Prass; Ayrton, Mauricio Ramos, Henrique e Juninho; Márcio Araújo (Caio – 42’/2ºT), Wesley (Patrick Vieira – 39’/2ºT) e Valdivia; Vinicius (João Denoni – intervalo), Maikon Leite e Barcos. Técnico: Gilson Kleina

AVANTI PALESTRA!

Tem Jogo! XV x Palestra R. 5 Paulistão13

O Palmeiras enfrenta o XV logo mais às 19:30, em Piracicaba.
Se vencer, o Palmeiras apaga de vez a desgraça do ultimo domingo. Para isso. Kleina mantém o esquema com 3 atacantes usado no jogo contra o São Bernardo.
Assim, vamos de Fernando Prass; Ayrton, Maurício Ramos, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Wesley e Valdivia; Maikon Leite, Barcos e Vinícius.
O XV vai num 3-5-2 com Bruno Fuso; Pedro Paulo, Glauber e Luiz Eduardo; Adriano Ferreira, Jairo, Diego Silva, Diguinho e Janílson; Paulinho e Márcio Diogo.
Apesar do ferrolho, devemos ganhar, por 2×1, gols de Barcos e MLeite.
AVANTI PALESTRA!

Saia do Teclado e Vá pro Alambrado!

Véi, na boa, se eu ficar sabendo de mais um abaixo assinado de “torcedor” do Palmeiras, largo todos esses antros de alienados chamados redes sociais. Não é possível reunir tanta gente sem noção assim…

Primeiro, inventaram de fazer um abaixo assinado pela vinda de Riquelme. O mentor dessa ideia imbecil e seus “fiéis” seguidores deviam estar pensando que o Palmeiras estava contratando o meia de 21/22 anos do Boca Jrs que atropelou o Palmeiras em duas Libertadores, em 2000 e 2001.

Certamente não assistiram as finais da Libertadores de 2012, um senhor de 34 anos andando em campo, apático, pouquíssimo preocupado se o seu time do coração seria o campeão daquele “simples” torneio.

Não se importaram que, desde então, há 210 dias atrás, o cara não disputa uma partida oficial.

Pouco ligaram para os nababescos aspectos financeiros da proposta que El Rubio levou à Argentina, prometendo rios de dólares pro cara enquanto que, aqui, o elenco atual tinha salários atrasados e o clube nem sonhava ter meios pra quitar quaisquer um desses compromissos.

Nada disso importa: #NobreQueremosRiquelme!

Por sorte, o presidente atualmente em exercício manteve os pés no chão e não os meteu pelas mãos.

Vish, e agora? – devem ter pensado os alienados verdes…

Até que um estalou – Ah, se não vem o Riquelme, vamos pedir o Cleiton Xavier, aquele meia que jogou aqui a… num lembro quantos anos atrás e não ganhou nada, mas dessa vez vai, porque ele deu entrevista lá de Alagoas dizendo que adoraria voltar pro Palmeiras, desde que continuasse ganhando os mesmos petrodólares que recebia na Ucrânia!

#NobreQueremosCX10!

Sério, algumas pessoas deviam perder o direito de usar a internet, isso devia ser um tipo de sanção penal…

Eis que, não satisfeitos, alguns dos anarquistas virtuais decidiram fazer um abaixo assinado contra a Mancha Verde, torcida organizada que, neste janeiro, completou 30 anos de existência. – A Mancha é todos os “problema” do Palmeiras, escreveu um dos bravos reivindicantes digitais. Outros, mais atrevidos, insinuaram: – Perdemos o Tite, o Diego Souza e o Luan por causa deles! 

Antes de mais nada, permitam uma citação extraída do prefácio assinado por Mauro Cezar Pereira do livro La Doce, de Gustavo Grabia, que conta a história da torcida organizada do Boca Jrs.:

No final dos anos 1970, início dos 1980, para muitos a torcida do Palmeiras tinha a (má) fama de sempre apanhar. Assim, componentes de três facções – Império Verde, Inferno Verde e Grêmio Alviverde – se uniram para criar a Mancha Verde, Esse conceito traduz a frase utilizada para definir a razão da existência do grupo: ‘Sentia-se a necessidade de se organizar uma nova e sólida representação para a torcida palmeirense nas arquibancadas.’ 

Essa é apenas uma versão de um jornalista a respeito do surgimento da torcida, mas não tenha dúvida, alienadinho, que a Mancha surgiu pra que seu pai ou avô parassem de apanhar toda vez que iam no jogo do Palmeiras contra os Gambás, por exemplo, isto é, se é que eles iam em clássicos.

Sabe aquele jogo importantíssimo que o Palmeiras disputou fora de São Paulo, por exemplo, aquele Gremio e Palmeiras que encaminhou a conquista da Copa do Brasil 2012, e que você assistiu todo pimpão pela TV? Sabe quem tava lá na arquibancada visitante, incentivando o Palmeiras até ficar sem voz? A Mancha, mané, assim como a TUP, PORKs, SAVOIA, e tantos outros torcedores que, mesmo não sendo vinculados a esta ou aquela organizada, sabem que lugar de torcedor é na arquibancada dos estádios em que o Palmeiras joga – em casa ou fora – e não cagando regra nas redes sociais.

E aquela foto que tanto te orgulha que fica de papel de parede do seu perfil no Facebook, que exibe o rosto de São Marcos estampado num mosaico na arquibancada do Pacaembu, sabe quem fez? Sabe como faz? Sabe quanto custou?

E as diretas, que tanto te autoriza a dizer pros seus amiguinhos bambis que vai salvar o Palmeiras, sabe quem foi que cobrou primeiro os conselheiros do clube? 

Então, camarada, morde a língua – no caso, os seus dedinhos no teclado – antes de sair por aí cagando regra pela Internet. É muita inocência acreditar que 200 e poucas assinaturas vão bastar pra conseguir alguma coisa que não seja trocar a lâmpada na porta do seu condomínio, quanto mais convencer um administrador de clube a celebrar um contrato desvantajoso, ou então promover a extinção de uma instituição criada pra defender o Palmeiras e o seu torcedor, onde quer que ele estiver.

Abaixo assinado é coisa de Gambá, manezão!

SAIA DO TECLADO E VÁ PRO ALAMBRADO, ver se aprende uma ou duas coisas na vida, filhão…

AVANTI PALESTRA!

%d blogueiros gostam disto: