Arquivo mensal: julho 2012

Festa do Apito da CBF 2 x 1 Palmeiras – BR12

E a vergonha segue comendo solta nas arbitragens de jogos do Palmeiras no Brasileirão.

Se até esse comédia reconhece, é porque a semvergonhice está beirando o absurdo:

O curioso é que o nosso gerente, aquele bom moço, no último jogo contra o Bahia, dizia logo após o jogo que não teria visto prejuízo ao Palmeiras.

Agora, diz que quem cuida disso é o jurídico do clube. Sei, sei…

Acontece que a putaria não vem de hoje. O Palmeiras fechou o ano passado como o time mais roubado do campeonato brasileiro e segue disparado com a primeira colocação, com absurdos 0,6 pontos tungados por rodada, ou se preferirem, 3 pontos perdidos pro apito a cada 05 jogos.

Tabela de Favorecimento - www.placarreal.com.br - 31.07.2012

Tabela de Favorecimento – http://www.placarreal.com.br – 31.07.2012

Essa semana foi feito mais um protesto formal à CBF. BELA MERDA! Será que ninguém vê que protestos formais não servem de porra nenhuma? Tem que ser enérgico, meus senhores! Cadê o sangue italiano dessa gente que comanda o Palmeiras? Tem que perseguir e exigir severas punições para cada um desses malditos árbitros e bandeirinhas que assaltam o Palmeiras a cada novo jogo. O cara tem que ter medo da gente! Tem que saber que se fizer cagada vai ficar 02 meses sem apitar. Quem sabe aí os canalhas pensam duas vezes…

Mas não é só! O PRESIDENTE tem que se fazer presente junto de todo o corpo jurídico, seguranças, etc., a cada um dos próximos 25 sorteios da escala de arbitragem, pra IMPEDIR que sempre nos nossos jogos venham juízes principiantes, estreantes na Série A, retornando de licença forçada, com histórico de prejuízos praticados contra o Palmeiras e mais aqueles figurinhas carimbadas que não perdem uma oportunidade de operar o Verdão.

Outra coisa. Assim que sair a escala de arbitragem, convoquem uma coletiva e esculhambem o árbitro sorteado, puxem a capivara do cara e apontem todos os erros absurdos . Sim, faça com que o cara entre em campo com o cu na mão e com a certeza que não vai ter perdão qualquer errinho, por menor que seja. Tá na hora de botar o terror.

E o Felipão está muito mais do que correto em não dar mais entrevista depois dos jogos em que o Palmeiras é assaltado. Quem sabe com isso, sem a coletiva, os patrocinadores também pressionam a diretoria a tomar providências pra cessar a balbúrdia, sem falar que com isso ele evita o risco de punições, o que prejudicaria ainda mais o clube.

Chega de protestos formais e vamos começar a tomar providências eficazes e enérgicas com essa festa do apito.

Tá na hora de mostrar que aqui é Palmeiras, senhores diretores!

AVANTI PALESTRA! 

 

Palmeiras 0 x 2 Bahia – BR2012

A arte de ser roubado em casa. É assim que poderiam se referir ao Palmeiras.

Antes de mais nada, queria dizer ao Sr. Cesar Sampaio, que de bons moços o inferno está cheio. Tive vergonha de ouvir a entrevista do Sr. Sampaio ontem na Rádio Bandeirantes que, depois do ROUBO ACINTOSO que o Palmeiras sofreu ontem, disse que o clube não ia fazer nenhum protesto e que acreditava na BOA-FÉ das pessoas. Ah, Cesar Sampaio, até parece que você nunca jogou bola…

Que saudades do Toninho Cecílio. Nessas horas, não há ninguém melhor que ele para DEFENDER O CLUBE, que se imagina deva ser a premissa principal de um gerente de futebol… Ontem ele teria quebrado pelo menos uns 2 armários no vestiário em Barueri, e esmagado meia dúzia de microfones durante uma antrevista na qual seria impossível esconder a raiva… MAs não, o nosso gerente ligou pra irmã pra saber como tinham sido os lances… Sério, eu mereço…

Quanto ao juiz, não vou escrever que ele é um safado, vagabundo, larápio, gatuno, salafrário, etc., etc., etc.  Não que ele não seja. Mas a mim impressiona que sempre o juiz que é escalado pra apitar o Palmeiras é o cabra que está 08 meses sem apitar, ou então um que acabou de voltar de 03 meses de suspensão, ou um que está estreando na série A, sempre nos nosso jogos… É muito azar, né Sampaio?????

Pro Bigode, enquanto fica mais um jogo de fora do comando do clube – ontem foi expulso depois de isolar uma bola que saia pela lateral, que tal pensar que estádio vazio é a oficina do Diabo na cabeça dos juízes? Sim, além de toda a omissão e o bunda-molismo nos bastidores, mandar jogos na casa do chapéu afasta a torcida e aí a equação é lógica: estádio distante, menos torcida, menos pressão, mais tranquilidade pro juiz operar o time. Sacou?

E pro vagabundo, cachaceiro, baladeiro do camisa, 10, fica um recado: ligue pro seu amiguinho Judas e pergunte pra ele se valeu a pena brincar com o sentimento da torcida. Pense como vai acabar a paz nos camarotes do Maewa ou da Woods se continuar de putaria…

Falar o que do jogo: dois penaltis não marcados a favor, um inventado contra e um gol mal anulado do Verdão prejudicam qualquer discussão.

Daniel Carvalho da ânsia de vômito, tamanho seu desinteresse em campo. Outro que precisa ser lembrado que aqui não é colônia de férias.

Wellington foi mal DEMAIS, mas o moleque tá começando ainda, não dá pra apavorar. Havia jogado bem os últimos dois jogos, dessa vez deu um azar digno de Galeano. Cabeça erguida, que você joga no Palmeiras.

Próxima etapa é pegar o Cruzeiro em Belo Horizonte, mais uma vez sem meio time e sem o vagabundo, cachaceiro, baladeiro do camisa 10…

Não vi quem apitará, mas não será nenhuma surpresa se o Palmeiras for mais uma vez operado em campo. É, Sampaio, continua bancando o coroinha que a gente vai longe…

Sem LANCES e/ou FICHA TÉCNICA em homenagem ao bundão do Sampaio.

 

O BONDE:

AVANTI PALESTRA! 

No Alto da Glória

Simplesmente fantástico mais esse vídeo de Gabriel Santoro. Se quiser explicar, estrago.

Então veja já: 

AVANTI PALESTRA!

Palmeiras 3 x 0 Nautico – BR12

O palpite do Maluco, depois de férias supersticionais durante a Copa do Brasil, voltou com precisão quase que milimétrica:

E o palpite do Maluco está de volta! Agora que fomos campeões não tem mais zica. Vai ser 3×0 pro Verdão, gols de Messi Black, Obina e Henrique

Dá até pra dizer que o acerto foi de 100%, pois ninguém gozando plenamente de sua sanidade mental poderia esperar que o Márcio Araújo ia fazer gol. Um acerto desses – inclusive com o gol do Marcio Araujo – ia quebrar a banca no bwin…

Sobre a partida, o Palmeiras jogou como sempre deveria jogar contra times de nenhuma expressão como Náutico, Coritiba, Sport, Coritiba, Vitória… já falei Coritiba?

Sem tomar conhecimento do adversário, o Palmeiras fez o que quis no jogo, aproveitando a excelente atuação de Obina e o bom momento que a equipe vive no geral.

E, por mais que a gente tenha muita consideração pelo Betinho, que apesar das limitações é um moleque esforçado e sobretudo vencedor, se eu fosse ele pedia pra jogar de segundo atacante pra disputar posição com Mazinho e Maikon Leite, porque a posição de centroavante já é de Barcos e de Obina. E vai ter apendicite curando mais rápido no DM alviverde…

Destaque também pra boa partida da zaga – Wellington como titular e, contra o ataque do Nautico, foi bem ao lado do Leandro Amaro – e Henrique fez mais uma partidaça como volante.

Pra mim a grande incógnita fica no camisa 10, o Sr. Valdivia, que tem muuuuuuito crédito com a torcida mas faz a gente se perguntar porque… Bom de bola ele é, mas depois da expulsão infantil na primeira  partida da final devia estar muito preocupado em jogar bola e não em tentar ser negociado… Mas uma coisa é certa: partida na night ele não perde uma, e como joga…

E pra fechar o tampo, como foi bom matar as saudades do Lúcio, o melhor lateral do mundo… Só que não! KKKKKKK

OS LANCES:

O BONDE:

A FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 3 X 0 NÁUTICO

Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)
Data/Horário: 22/07/2012 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR)
Assistentes: José Carlos Dias Passos (PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)

Renda/Público: R$ 254.860,00 / 7.407 pagantes
Cartões Amarelos: Cicinho (PAL); Lúcio (NAU)
Cartões Vermelhos: –
GOLS: Obina, aos 18’/1ºT (1-0); Mazinho, aos 29’/1ºT (2-0) e Márcio Araújo, aos 5’/2°T (3-0)

PALMEIRAS: Bruno; Cicinho (Artur, 8’/2ºT), Leandro Amaro, Wellington e Juninho; Márcio Araújo, Henrique, João Vitor e Valdivia (Daniel Carvalho, 34’/2ºT); Mazinho e Obina (Betinho, 19’/2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

NÁUTICO: Felipe; Alessandro, Jean Rolt, Márcio Rosário e Lúcio (João Paulo, Intervalo); Gustavo (Ramirez, Intervalo), Elicarlos, Glaydson e Rhayner (Cleverson, 23’/2ºT); Kieza e Araújo. Técnico: Alexandre Gallo. 

AVANTI PALESTRA!

PorcoNews n. 87

Faaaaaaaaala Palestras! Vocês já devem ter notado que está cada vez mais difícil manter o Blog em dia. Peço desculpas e estou tentando, mas não tá fácil. Sem mais delongas, vamos falar do Palmeiras!

CHORITIBA 1 x 1 PALMEIRAS – BR 2012

Era uma vez um pequenino time da região Sul do país e que, apesar de ter apenas um título relevante em toda a sua história, achou que podia enfrentar o IMENSO, o maior campeão nacional de todos os tempos. E foi assim que, num jogo absolutamente atípico, cujas circunstâncias que o antecederam jamais se repetirão nesta vida ou na próxima, um inexplicável 6×0 foi obtido em favor do diminuto clube paranaense. Foi o que bastou para que a insignificância que sempre imperou por aquelas bandas virasse a mais pura e absoluta arrogância. Sim, arrogância a ponto de, antes do jogo final, algum energúmeno se dar ao direito de pintar a estrela do título na bandeira do clubinho, no melhor estilo já ganhou…

Foi então que a ordem natural das coisas foi restabelecida e, com isso, mais um vice-campeonato – que diga-se, é um feito e tanto pro Coxinha – veio acompanhado de um chororô sem tamanho. VERGONHA! VERGONHA!, gritam os Coxinhas desolados com o abismo entre o lugar que a sua arrogância imaginava que eles chegariam e onde de fato eles chegaram.

Passada uma semana, o Imenso volta aos domínios Coxinhas, dessa vez com nada menos que 08 desfalques – 04 a mais do que na semana anterior – e o clubito mais uma vez ousou sonhar com uma vingança, mas foi em vão. O time reserva foi tão imenso quanto o titular seria e mais uma vez calou o Inferninho Verde, aquele puteirinho modesto que pensa que é o Bahamas…

E mais uma vez o que se viu foi um chororô de fazer rir: VERGONHA! VERGONHA! AHAHAHAHAHAH Vergonha deveriam ter os coxinhas que acharam que podiam com o PALMEIRAS IMENSO!!!!! Ponham se nos seus lugares e, enquanto isso, mudem o nome do clubinho para Choritiba. Saudações do ÚNICO VERDÃO, este sim o MAIS VITORIOSO DO MUNDO! KKKKKKK

Esse texto foi só pra ilustrar o quanto a molecada do Verdão foi ponta firme e representou nossa camisa na última quinta, quando Bruno, Artur, Wellington, Leandro Amaro e Juninho, Araujo, Fernandidnho, Patrik e Daniel Carvalho, Mazinho e Betinho (Obina) conseguiram o mesmo empate com que, 1 semana antes, os titulares garantiram o 11.o título nacional do Palestra.

E pra finalizar, CHUPA CHINELINCOLN, MAS CHUPA ATÉ O TALO!!!

LANCES:

FICHA TÉCNICA:

CORITIBA 1 X 1 PALMEIRAS

Local: Couto Pereira, Curitiba (PR)
Data/Hora: 19/7/2012 – 21h (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Auxiliares: Thiago Gomes Brígido (CE) e Celso Luiz da Silva (MG)
Renda e público: R$ 169.521,00 / 11.998 pagantes / 13.566 presentes
Cartões amarelos: Wellington, Juninho e Mazinho (PAL); Lucas Mendes, Everton Ribeiro, Pereira e Lincoln (CTB)
Cartões vermelhos: Pereira 46’/2ºT (CTB)
Gols: Patrik 5’/1°T (0-1) e Anderson Aquino 22’/2ºT (1-1)

CORITIBA: Vanderlei, Ayrton, Pereira, Emerson e Lucas Mendes (Anderson Aquino – intervalo); Willian (Lincoln – intervalo), Junior Urso, Rafinha, Robinho e Everton Ribeiro; Everton Costa (Thiago Primão 17’/2º). Técnico: Marcelo Oliveira

PALMEIRAS: Bruno, Artur, Leandro Amaro, Wellington e Juninho; Márcio Araújo, Fernandinho, Patrik e Daniel Carvalho (Felipe 18’/2º); Mazinho (João Denoni 46’/2ºT) e Betinho (Obina 29’/2ºT). Técnico: Flavio Murtosa

É CAMPEÃO!

As comemorações não acabam. Neste sábado, a Taça da Copa do Brasil 2012 esteve em exibição no Bar do Tenis da Sociedade Esportiva Palmeiras. Muita gente passou por lá e bateu uma chapa com o caneco!

Dica do Verdazzo!, o video abaixo foi editado – perfeitamente – pelo @mmpalestra a partir de filmagens feitas pelos torcedores no dia 11.07.2012, antes, durante e depois do título do Verdão. Vale cada segundo:

TEM JOGO! PALESTRA X NAUTICO BR 12 – R. 11

O Verdão vem em franca recuperação e, apesar dos desfalques, conseguiu 2 empates valiosos contra os Bambis e o Choritiba. Agora é hora de emplacar uma boa série de vitórias e subir verticalmente na tabela. E a primeira vítima é o Nautico, time recheado de refugos que há 4 ou 5 anos jogavam por aqui e que agora estão curtindo os momentos pré-aposentadoria no Recife. Mas não é time bobo não, vai dar trabalho, porém, nada que se não seja superável por esse grupo aguerrido que veste hoje a nossa camisa.

Foram relacionados pro jogo os seguintes atletas do Verdão:

Goleiros: Bruno e Deola
Laterais: Cicinho, Artur, Juninho e Fernandinho
Zagueiros: Leandro Amaro, Wellington e Henrique
Volantes: João Vitor e Márcio Araújo
Meias: Patrik, Valdivia, Daniel Carvalho e Patrick Vieira
Atacantes: Mazinho, Maikon Leite, Betinho e Obina

Com isso, devem ir a campo Bruno, Cicinho, Wellington, Leandro Amaro e Juninho, Henrique, Araujo, Joao Vitor e Valdivia, Betinho e Mazinho. Artur e Obina podem aparecer no time titular também ou durante o jogo. Já o time do treinador Alexandre Gallo, aquele volante que tinha duas pernas esquerdas e revezou sua ruindade entre Lambaris, Gambas e Bambis, deve jogar com Felipe, Alessandro, Jean Rolt, Márcio Rosário e Lúcio; Elicarlos, Martinez, Cleverson e Rhayner; Araújo e Kieza.

E o palpite do Maluco está de volta! Agora que fomos campeões não tem mais zica. Vai ser 3×0 pro Verdão, gols de Messi Black, Obina e Henrique.

VAMO GANHÁ PORCO!

AVANTI PALESTRA!

Palmeiras 1 x 1 SPFW – Brasileiro 2012

Como um título faz bem ao espírito de um grupo de jogadores.

Qual palmeirense, há algumas semanas atrás, acreditaria que o Palmeiras merecia ter ganho um clássico contra os bambis, jogando contra um a menos? Pois foi isso que se viu ontem, um time guerreiro que lutou até o fim, mesmo com a desvantagem numérica, e poderia ter ganho de virada dos bambis, se o Valdivia tivesse batido o penalti direito.

 Pode ficar tranquilo, palmeirense, que o Verdão não corre nenhum risco de permanecer na rabeira da tabela. Mais ainda, o Palmeiras se mostra um time absolutamente versátil diante das inacabáveis adversidades que surgem no campo.

Ontem, por exemplo, com a contusão de Mauricio Ramos Felipão pôde colocar em campo Maikon Leite, recuando Henrique para a zaga. Depois, quando Henrique foi expulso, foi a vez de colocar Cicinho, recuando Artur para a posição de zagueiro – o lateral começou a carreira jogando na zaga. Dois zagueiros substituidos sem precisar entrar em campo um zagueiro, mantendo o time ofensivo em busca do resultado. Compensou.

Só uma dúvida. Porque um árbitro carioca apitando um clássico paulista? Porque não voltou a cobrança do penalti, depois que o Casemiro quase bloqueou a cobrança do Valdívia? E porque o Luis Faz-Gulosa não foi expulso depois de uma cotovelada e um chute na cara dos jogadores do Palmeiras? Com a palavra o tal do Pericles….

A partir de agora, a trajetória do Verdão deve ser voltada à conquista da Taça Libertadores de 2013. Mais 03 rodadas e o Verdão já sairá, pra não voltar mais, do Z4. Daí é só treinar, treinar e treinar até a disupta da Sulamericana, o vestibulinho pro torneio continental de 2013. Enquanto isso, os reforços são muito bem-vindos, sejam eles novas contratações ou a volta ao time em definitivo dos 7 titulares que, quarta que vem, não vão ao salão de festas alvi-verde no Paraná jogar contra o Coritiba. Vamos Palmeiras!

OS LANCES:

A FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 1X1 SÃO PAULO

Local: Arena Barueri, Barueri (SP)
Data/Hora – 15/7/2012 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (Fifa-RJ)
Auxiliares: Rodrigo Pereira Joia (Fifa-RJ) e Dibert Pedrosa Moisés (Fifa-RJ)

Público e renda: 8.374 pagantes / R$ 301.620,00
Cartões amarelos: Márcio Araújo, Cicinho e João Vitor (PAL); Denilson, Rafael Toloi e Osvaldo (SAO)
Cartão vermelho: Henrique, 8’/2°T
GOLS: Luis Fabiano, 12’/1°T (0-1); Mazinho, 36’/2°T (1-1)

PALMEIRAS: Bruno, Artur, Maurício Ramos (Maikon Leite – 46’/1°T), Leandro Amaro e Juninho; Henrique, Márcio Araújo, João Vítor e Valdivia; Mazinho (Fernandinho – 42’/2°T) e Betinho (Cicinho – 14’/2°T). Técnico: Luiz Felipe Scolari

SÃO PAULO: Denis, Douglas (Willian José – 41’/2°T), Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez; Denilson (Maicon – 25’/2°T), Casemiro (Rodrigo Caio – 17’/2°T), Cícero e Jadson; Osvaldo e Luis Fabiano. Técnico: Ney Franco.

AVANTI PALESTRA!

O BONDE DO IMENSO: THIAGO

Outra da série Bonde do Imenso, dessa vez com a batuta o Thiago Teixeira. Vai moleque:

A quarta força do futebol de São Paulo. O time de doer, do técnico ultrapassado, dos jogadores medíocres. Isto é o que a maioria da impressa suja sempre diz, mas o fato é, O PALMEIRAS É O MAIOR CAMPEÃO DA HISTÓRIA!

A conquista de mais um caneco começou com muita desconfiança, mas no fundo o palestrino de coração sempre acredita. Pra mim, o Palmeiras deu grande passo ao título quando passou pelo Grêmio com uma vitória inesquecível naquele inesquecível 13/06/12, eu estava lá…

Recém integrado ao Bonde do Imenso, um grupo de palestrinos, até então apenas conhecidos de arquibancada, mas que com a convivência, jogo após jogo, demonstraram não ser só conhecidos de bancada, mas sim irmãos e acima de tudo amantes do Palmeiras. Bonde do Imenso obrigado por fazer parte desta turma.

Bom vamos ao que, pra mim, foi a decisão. Para este palestrino que vos escreve começou tenso, no dia 10/07/2012 ainda não sabia como iria à Curitiba. Decidido, chego ao aeroporto, encontro com companheiro de Bonde, Rovaron, valeu brother, os demais já estavam devidamente instalados na capital paranaense. Outros palestrinos presentes. Só dava Verdão. Vôo atrasa, tensão aumenta. Após 50 minutos intermináveis, Chegamos a Curitiba. Trajeto do aeroporto ao hotel mais tensão. Trânsito infernal. Isto porque é a capital modelo. Ha Vá. No caminho os companheiros do Bonde não puderam esperar. Partiram para o Estádio. Chek-in feito, partida rumo ao Estádio. Preocupação no trajeto, sem grandes problemas. Chegada encontro com os companheiros do Bonde. Após algumas brejinhas…só algumas..rsrsr. Entro no Estádio. Aliás, acesso ao Estádio precário e tumultuado. Mas AQUI É PALMEIRAS!

Ao tomar vista do campo me deparo com um estádio completamente tomado pelos até então temidos Coxas Brancas. Torcida Medíocre. Me juntei aos mais de 4 mil palestrinos. Era Lindo, tomamos os três anéis disponibilizados a torcida visitante. E mais do que luzes, fogos, sinalizadores (Green Hell)..rsrsrs…Eramos a TORCIDA QUE CANTA E VIBRA. E cantamos, como cantamos. Vibramos, como sempre. Empurramos o Verdão rumo a mais um titulo nacional.

Jogo começa e logo vem a mente o inicio do jogo de ida. Que nada, menos de cinco minutos pra se ver que o time era outro. Primeiro Tempo o que se viu foi um Palmeiras tocando a bola, controlando o jogo. Chupa Imprensa! Não se viu medo de tomar gol no começo do jogo. O jogo está bom pro Palmeiras. Mas temos que respeitar o adversário.  Thiago Heleno, enquanto esteve em campo, Maurício Ramos, Henrique, Assunção, pra mim os melhores da final. Algumas chances perdidas. Uma incrível, Betinho, sim ele! Segundo tempo, o Coritiba começa atacando, um pouco. Falta no bico direito da grande área. Bruno posiciona a barreiro com apenas 4 guerreiros. Quatro não!!! né Gé… Gol! A torcida medíocre deles inflama. Mas por pouco tempo. Mazinho, lembrando nosso Mago, segura a bola e sofre falta. Sim foi falta sim! Lá vem ele, a torcida dos coxinhas começa a gritar vergonha! Mas nada o abala, Assunção posiciona a bola, cobrança autorizada, bola alçada no primeiro pau, leve toque na bola e…. Pronto, acabou. GOL!… silêncio no Couto Pereira. Peraí, silêncio não. Explosão…agora sim GREEN HELL. Só se escutava a TORCIDA QUE CANTA E VIBRA. Olê… Olê… Eu Canto Eu sou Palmeiras Até Morrer… Calamos o Couto Pereira. A partir daí só foi cadenciar o jogo. O Coritiba não levou nenhum perigo a meta palmeirense. Final de Jogo. PALMEIRAS CAMPEÃO!

Para finalizar, gostaria de agradecer mais uma vez a rapaziada do Bonde do Imenso…Sem palavras… Agradeço principalmente ao meu querido e saudoso avô, Jose Teixeira de Almeida que nos deixou em 2003, mas que me ensinou a amar este Palmeiras desde 07/07/1979, meu pai, e não poderia esquecer meu Tio de Coração, Edison Valvassori, mais conhecido como Tio Palmeira, que junto com meu pai me levava em todos os jogos do nosso Verdão no saudoso Palestra Itália.

É isso. AVANTI PALESTRA!

O BONDE DO IMENSO: PEDRÃO

Senhores, mais um da série o Bonde do Imenso, este escrito pelo Pedro Paulo Marsiglia. Fala aí o Pedrão:

MAIS

Mais paixão.

Mais amigos irmãos.

Mais um título.

O que aconteceu nesse semestre que aqui estamos deixando, nada mais é do que mais um mais nas nossas vidas e historias de amor.

Mais: classe gramatical – substantivo masculino, adjetivo e advérbio.

Mais uma vez passamos por provações e provocações. Mais uma vez sofremos, fomos humilhados, desprezados, ironizados e ridicularizados por uma imprensa marrom, tendenciosa, suja e incapaz de condizer com a verdade, com a coerência e com a imparcialidade que tem que agir, mas não consegue (por causa de fontes dúbias e escusas). Lutamos contra tudo isso, só que com uma diferença de outras temporadas: nossa união é mais forte, nossa amizade é mais próxima e sincera. Nossa dignidade é mais clara ainda e todos tem que engolir goela abaixo essa nossa grandeza. Não vou usar aqui o velho chavão “contra tudo e contra todos”, porque não são todos, temos muitos a nosso favor. Temos cerca de 16 milhões de corações a nosso favor. Temos a verdade, temos a grandeza, temos a historia a nosso favor. Por mais que queiram nos rebaixar, eles não conseguem.

Nosso time ganhou mais um título, desacreditado por todos, até por nós mesmos, mas ganhamos. Tivemos a imprensa contra mais uma vez, com má vontade de cobrir o Palmeiras, tendo a maior emissora do País ignorando o campeonato, mudando os horários dos jogos e deixando-o de lado, só para prejudicar um pouco mais a torcida com acesso e transportes.

Contra isso tudo, e mesmo assim, nosso time ganhou mais um título, um time limitado, sim desacreditado, até por nós mesmos, mas ganhamos mais um título.

Nosso time ganhou a  “nossa fila” criada pela imprensa marrom, afinal de contas, nosso título estadual em 2008 de nada vale, porque como todos diziam estávamos numa fila de 13 anos. Estranho… o outro time, “queridinho da imprensa e do governo” conseguiu “acabar com a fila” deles, mas com o “mesmo” título estadual???

E olha que a fila deles era praticamente o dobro da nossa… 23 anos…

Nós estamos comemorando nosso mais recente título e não vamos parara tão cedo. Porque? Porque estamos acostumados a títulos, estamos acostumados a decisões, estamos acostumados à glória.

Ficamos sem comemorar um título nacional 13 anos, mas mesmo assim continuamos no topo do ranking nacional. Ou seja, vamos dizer que “demos uma colher de chá” para os adversários, de mais de 10 anos, para ver se conseguiam se aproximar, mas… não dá… nossa supremacia é gigante.

Mais de 10 anos e continuamos no topo. O máximo que conseguiram foi empatar, mas passar? Nunca.

Somos os maiores campeões do Brasil, o pais do futebol, consequentemente somos os maiores e mais respeitados campeões da historia do futebol nacional.

Ninguém consegue se comparara a nós, todos tentam nos diminuir, nos imitar, nos ridicularizar, mas com isso só conseguem uma coisa… nos engrandecer ainda mais, nos unir ainda mais, nos desabafar e ter que nos engolir ainda mais.

Tenho que engrandecer uma pessoa…

Ao homem mais palestrino de todos. Que me ensinou a ter dignidade, a ter respeito pelos outros, que me ensinou a ser honesto, que me ensinou a ser vencedor e acima de tudo me ensinou a ser palestrino.

Obrigado Sr. João Paulo Marsiglia, por ter me deixado esse legado.

Essa amizade, essa cumplicidade, essa honradez e perseverança, hoje eu encontro na Famiglia… O Bonde da Famiglia do Imenso… onde todos são iguais, todos se amam, se respeitam, se ajudam e se transformam em um só.

Mais que um grupo vencedor. Mais que um simples grupo de amigos com um objetivo em comum. Assistir, acompanhar, debater, criticar e torcer pelo Verdão. Uma família verdadeira, unida e compacta. Nada pode ou consegue nos deter… juntos somos imbatíveis, e quem nos ensinou a ser assim?

O maior. O mais vencedor. O melhor. Sociedade Esportiva Palmeiras.

Como disse uma das nossas várias músicas:

“Se jogasse lá no Céu…

Eu morreria…

Só pra te ver!”

E sei que não estaria sozinho. Além do Sr. João Paulo, estariam comigo o Daniel Grandesso, o Gerson Guarino, o Rogério Fumo, o Thiago Teixeira, o Renato Vieira, o Otavio Moura, o Caio Mônaco, o Emerson Genovesi, o Fernando Rovaron (aqui estão os nomes porque os apelidos são internos), e outros como eu sabem que somos os MAIS odiados, os MAIS copiados, os MAIS invejados.

E tudo isso porque somos os maiores e melhores.

PALMEIRAS IS ALL IN

O BONDE DO IMENSO: ROVARON

Vocês já devem ter lido por aqui sobre o Bonde do Imenso, nome que batiza essa molecada que, como tantas e tantas outras, se une pra acompanhar as partidas do Verdão. O legal do Bonde é que ele simplesmente não tem nada de especial, é simplesmente um grupo de amigos que segue e acompanha o Palmeiras, como eu, você e cada um dos mais de 16 milhões de torcedores desse gigante alvi-verde.

Depois dessa conquista de ontem, eu resolvi pedir pra molecada do Bonde fazer um texto sobre o título pra ser publicado aqui.

Quem abre a série é o Rovaron, esse moleque doido que adotou o Betinho 33 nas costas desde Porto Alegre e, dizem, virou popstar ontem em Curitiba!!! KKKKKKKK

Vai lá, ROVA!

Poderia aqui escrever muitas e muitas coisas….”É campeão porra”, “BI-Campeão”, “PQP Campeão da Copa do Brasil”….”Chupa (aquela merda da marginal)“, “Aqui é Palmeiras”….enfim….mas pensando bem, mto bem…quem em sã consciência pode questionar o maior ganhador de títulos deste país? inveja? eu? De quem? vc?……por qual motivo?……..Anti? Anti oq?….quem além da minha torcida queria ver o meu Palmeiras campeão ontem? Ah sim, a hipocrisia ainda domina uma sub-raça que até pelas condições (ou a falta dela) a de se entender…Eu pertenço a um clube que NENHUM, sim N E N H U M clube deste país pode ter uma história tão recheada de glórias, conquistas, superação, amor incondicional de uma torcida DOENTIA e FANÁTICA (apaixonada não pq paixão um dia acaba)….Essa torcida…….bem essa torcida…..Se para explicar para um palmeirense tamanho amor é complicado, imagina para aqueles que não tem o privilégio de o ser….Falando um pouco da minha incrível e maravilhosa trajetória como palmeirense que se inicia exatamente ás 23:00 hs do dia 28.05.1978 quando meu pai ao chegar na maternidade se depara com uma camiseta daquele que é o time mais imundo e sujo deste Estado, time esse que minha querida e amada mãe assim como meu tio tinham talvez o “desprazer” de torcer (me permitam não descrever aqui o seu nome)…claro amigo, ali talvez seria o MAIOR, SIM O MAIOR ativo que meu pai poderia me dar por toda minha vida: Tirar aquela merda da porta do meu quarto e me ensinar a partir daquele momento que eu SERIA PALMEIRAS….talvez ele nem precisasse disso pq ninguém absolutamente NINGUÉM “vira” palmeirense….VOCÊ SIMPLESMENTE NASCE COM ESSE DNA!!!
E assim vieram os anos 80, meu pai como bom palestrino frequentava os Estádios deste país e me apresentou de vez o que era a SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS. Meu primeiro jogo em 1986 contra o Joinvile de SC, sinceramente não me recordo do resultado mas o fato é que bastou…ali efetivamente eu passava a entender o que era AMAR esse clube, talvez eu nem imaginava que estaria ao seu lado em tantas e tantas batalhas e naquelas em que não pudemos superá-las e quando muitos imaginavam que eu o deixaria (pq abandonar não faz parte do meu vocabulário) meu amigo……ai que eu me mordia, o sangue fervia, os olhos saltavam….faca nos dentes!! Sim pq muitas outras viriam pela frente e Ele precisaria de mim e como bom soldado eu estaria lá para defendê-lo………..
Como qq criança que procura em quem se espelhar, assistia a jogadores inexpressivos como Serginho Fraldinha se tornarem meus ídolos, como outros grandes nomes como Lino, Éder, Edú Manga, Edú Marangon, Mirandinha também teriam seu espaço de ídolo no coração deste que vos fala…..Situações inusitadas como “surrupiar” alguns trocados do bolso do velho quando ele não queria seguir a alguma batalha, passar por baixo da catraca do “buzão”, pular a do metrô….
Vem o início dos anos 90 e vejo que precisava de mais, participar de forma mais assídua, guerreira…conheço a minha primeira família onde cultivo até hoje grandes amigos….Minha entidade Mancha Verde sempre presente, se fazendo respeitar pelo bem ou pelo mau……
O Palmeiras então inova o futebol brasileiro com uma parceria nunca antes vista….sinceramente não preciso comentar aqui o que se sucedeu após 1992 até o ano de 2000, apenas que depois das grandes academias nas décadas de 60 e 70 seriam os anos mais felizes para a família alvi-verde…Evair, Edmundo, Antônio Carlos, Cléber (com C!), Monstro de P.A., Sérgio…depois Arce, Veloso, Cafú, Mancuso (eu gostava dele pela sua raça), Amaral, Flávio Conceição, Djalminha, Rivaldo, Paulo Nunes, Alex, Zinho, Oséas…….ah esqueci de alguns¿ Não!! Simplesmente não faço questão de citá-los por terem vestido outras camisas… sim, mas e o Edmundo….bom esse é exceção….
Finda-se a era Parmalat e tempos difíceis estariam por vir….2002 seria o ano de maior sofrimento para nossa torcida por questões que aqui não cabem relembrar……Vem 2003, inicia-se o desafio de acordar o gigante e é claro que junto com 16 milhões de soldados o reerguemos com a dignidade que nos é peculiar.
Efetivamente esta década não nos trouxe grandes alegrias e, portanto não merece muito espaço pois nunca vi tantos jogadores medíocres, sem a menor condição de vestir nosso glorioso manto sagrado…..Nunca rezei tanto para que ano após ano desta década acabasse rápido….por outro lado conhecia pessoas que se tornariam irmão na longa jornada de apoiar o Verdão…Serei injusto pois minha incapacidade de armazenar nomes me levará a cometer este erro…. a rapaziada da Conceição e Planalto, Adriano Frajola, Galeano Bia, Judeu, Passarelo e tantos outros…..Bruno, Paolo, Sala, Guina, Hélião, Téo, Samora, Rogerinho, Brunão, Nelsão, Mau……..
E ai sim de forma inexplicável sem qq intuito de que isso acontecesse nascia de uma forma incrivelmente natural uma relação maravilhosa formada por homens de um caráter incontestável, pais de família admiráveis, amigos como poucos….irmãos de sangue!!! Daniel Grandesso, Emerson Genovesi, Caio Mônaco, Renato Vieira, Gerson Guarino, Pedro Marsiglia, Thiago Tanga que somados a outros das antigas como o próprio Bruno Meireles, Guina e Salinha nos fariam formar o chamado “Bonde do Imenso”……E quem seria o responsável por isso tudo¿¿ A SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS….Meus amigos são meus maiores ativos ao lado da minha família, da minha mulher, do meu cachorro……ISSO SIM É UM MOTIVO PRA COMEMORAR!!! Que essa amizade seja sempre sincera, de muita irmandade….não deixemos que nada nem ninguém possa interferir nisso…teremos sim conversas mais ríspidas, discussões como as de ontem mas que no final a amizade sempre prevaleça….ACIMA DE TUDO SOMOS IRMÃOS !! Alguns nos abandonaram sem aparente motivo….cada um tem seu livre arbítrio pra decidir aquilo que é melhor, respeitemos! Por outro lado ganhei mais amigos como o grande Luigi!!! Giovanni, Anninha….seus pais!! Dona Rosa….querida, simpática…típica italiana! Ganhei 2 sobrinhos caralho!!! Quero ver esses muleques me infernizando na bancada ….Ganhei a amizade de pessoas que nada tem haver com o Palmeiras, como o grande China e a Barbara!! Mari (Dani), Lú, Mari (Guina), Sã…..Fabi minha querida “Fabiana”….Tio Aurélio e Tia Sú….sem palavras !! ………
Renatinho que de imediato comprou a minha naquela da semana passada com a galinhada….
Tanga junto comigo no inicio da caminhada pra Curitiba…..
Bruno meu irmão! Falar oq do cara que me abraçou quando mais precisei, no momento mais triste da minha caminhada que foi a perda da minha coroa….Tio Wálter e Tia Arlete meu eterno agradecimento por tantos ensinamentos…
Pedrão que infelizmente não tive a oportunidade de iniciar antes essa amizade, mas feliz por ter me aproximado mais agora….Jamais esquecerei sua preocupação comigo no jogo contra o Grêmio….
Caião….figurassa!! vc é o cara!! Sempre com um puta astral divertindo a galera com seu programa preferido, Ratinho!
Rogé!!!! Muleque do caralho!!!! Vc inferniza e assim como o Caio bota pilha na galera, traz a alegria pra nossa galera além de grande amigo que é!
Caralho ta ficando foda de continuar……


Maluco!!! Falar oq de vc……o cara que tranquiliza, procura a paz, traz a razão principalmente pra mim que só tenho 1% dela e 99% de emoção…..

Tavinho!!! conheci poucas pessoas na minha vida com a sua luz e o seu coração ….obrigado por estar conosco e nos ensinar muito!!! cuide sempre do seu anjo apesar dela gostar mais de vodka do que de vc!! kkkkkk……. 

Gé…..Te amo Negrito!!!! Simples assim……. muito obrigado por sempre me receber com tanto respeito, com tanto amor na sua casa…Seus pais me fazem sentir na minha própria casa…que carinho puro, verdadeiro….inexplicável!!
Obrigado por aceitarem e receberem tão bem minha mulher…..Ela agradece a amizade de todos vcs!
Não dá mais……desculpem….AMO TODOS VOCÊS SEM EXCEÇÃO, MUITO OBRIGADO POR FAZEREM PARTE DA MINHA VIDA!!
Enfim, tudo isso acima é infinitamente mais importante que o título de ontem……Tudo isso só o PALMEIRAS pode nos proporcionar……eu poderia aqui agradecer o título de ontem mas ele é pequeno demais diante de tudo o que represente a SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS!!!

AVANTI PALESTRA!!! É O BONDE CAMPEÃO!!!

Coritiba 1 x 1 Palmeiras – Copa do Brasil 12

Escrevam aí, se Barcos realmente não jogar na semana que vem, Betinho será o herói do título.

Foi assim que, aqui, o Maluquinho previu o inimaginável! Betinho, quem diria, guardou o gol do título! Um moleque que chegou desacreditado, desrespeitado, criticado, até por nós mesmos, mas que, assim como o palmeirense,  o que era dele estava guardado. Mas essa conquista está longe des ser só dele.

Em primeiro lugar, acima de tudo é uma vitória dessa torcida apaixonada e que acredita até o fim, contra tudo e contra todos, que aguenta sonoros desrespeitos da imprensa suja, que vai buscar fora de casa, que estava lá cantando insanamente quando ninguém mais imaginava que um time que terminou jogando com Bruno, Artur, Mauricio Ramos, Leandro Amaro e Juninho, Henrique, Assunção, Araujo e Luan, Mazinho e Betinho, algum dia poderia gritar É CAMPEÃO!

Tive o imenso prazer de fazer parte de todos os jogos em casa – até a final – e da vitória épica em Porto Alegre que só a gente imaginava ser possível. A chegada de Marcos e Felipe, meus dois primeiros filhos, me tirou das finais, mas não diminuiu a vibração de, com 6 dias de vida, pegar os meninos no colo e gritar É Campeão – muito diferente dos 14 anos que o pai teve que esperar!!! IMPAGÁVEL! ESSA VITÓRIA É DE VOCÊS, MEUS FILHOS LINDOS!!!!! 

É uma conquista do Bonde do Imenso, que dá nome a essa molecada ponta firme que sem mais nem menos se uniu e fechou um grupo campeão, de irmãos palestrinos em busca dum único ideal: A REDENÇÃO desse gigante chamado SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS! O título é de vocês, Sala, Guina, Gé, Bolacha, Thiagão, Rogerinho, Rovaron, Caião, Pedrão, Tavinho, Tetinha, Brunão, Ju, Paloma, Albert, dos meios de transporte Zazá ZL e Caveirão da Nana ZonaSul, dos mais novos integrantes Marcos e Felipe , até da Dea – sim, inclusive a brigona da Dea – e todos os demais que, com mais ou menos intensidade, foram buscar esse CANECO com a  molecada! CONQUISTA INESQUECÍVEL!! 

É uma merecida resposta pra essa imprensa suja e maldita que não cansa de desrespeitar o MAIOR CAMPEÃO NACIONAL de todos os tempos! Vocês, Srs. Juca Kfouri, Birner, Neto, Flavio Prado, Milton Neves, UOL  e LANCE! – as redações inteiras -, GLOBO, Caio, Casagrande, Wanderley Nogueira, Perrone, André  Rizek e cia. limitada, deviam desistir de analisar o Palmeiras… VOCÊS NÃO ENTENDEM!!! VOCÊS NÃO FAZEM A MÍNIMA IDEIA DO QUE É SER PALMEIRAS! PONHAM ISSO NA CABEÇA E DESISTAM DE COMENTAR DO QUE NÃO LHES PERTENCE!!! ENFIEM SEIS DEDOS NO CU, SEUS FILHOS DA PUTA!!!!

É uma vitória do “ultrapassado” Felipão. O tão criticado treinador – muitas vezes aqui – manda um sonoro CALA A BOCA pra todos os “especialistas” que insistiam em dizer que 10 anos sem conquistas decretavam o fim de uma carreia das mais vitoriosas que esse país já viu no banco de reservas.

Por último, é uma merecida comemoração da mídia palestrina, da qual o Maluco hoje pode dizer com orgulho que faz parte. Nós, que assumimos o compromisso de analisar o Palmeiras sem o ranso e o rancor da mídia esportiva convencional, temos muito o que comemorar. Sofremos muito pra chegar até aqui e não foi fácil. No Maluco, por exemplo, esse é o post de número 500, sem nunca ter comemorado um título e, por mais bravejante que fosse, nunca arredamos o pé. Só nós sabemos qual o lugar dessa camisa no futebol! NINGUÉM PODE COM O PALMEIRAS!

Não tenho a menor condição de analisar o jogo. Ainda estou muito bêbado, rindo à toa, de volta ao lugar de onde o Palmeiras nunca saiu! So tenho a dizer que, há 14 anos, começava exatamente assim a trilha de uma das maiores conquistas do Palestra IMENSO!!!!! O GIGANTE ADORMECIDO ESTÁ DE VOLTA! AGORA AGUENTA, FILHADAPUTADA!!!!!!

É CAMPEÃO!!!!!!!! É O BONDE DO IMENSO CAMPEÃO!!!! INVICTO!!!!!

CHUPA NENECO!!!!! 

AVANTI PALESTRA!!!!!!

%d blogueiros gostam disto: