Relatos do Bonde do Imenso em ‘Porco’ Alegre/RS

“O bonde” é o apelido sarcástico duma galera formada por vários amigos, o Maluco incluído, e que chega sempre junto pros jogos do Verdão.

Esse é o relato de um(a) dos(as) integrantes do bonde, que pediu anonimato – como se ninguém soubesse quem é, kkkk – sobre nossa viagem rumo ao Olímpico e que, até agora, é o texto mais sensato sobre tudo que a gente sentiu desde o apito final em Barueri, dia 23 de maio:

Tudo começou com a iniciativa de um amigo. Um agitou, outro se empolgou e pronto. 
Lá estava eu comprando as passagens pra ir ver o meu Palmeiras em Porto Alegre.

Desde então a patifaria entre nos amigos não parou. 
Criamos um grupo onde mensagens eram trocadas e novos agregados foram inseridos.   
Os dias que antecederam a partida foram de união, esperança e acima de tudo raça. 
Opiniões, planos, tudo fazia parte de um projeto maior. 
Enfim, chegou o grande dia. A ansiedade já não cabe mais dentro do peito. 
Noite sem dormir por um objetivo único. Vencer fora de casa. 
Fazer uma pequena mala onde caiba uma viagem bate e volta com muita peça verde. 
Agora é aguentar meio período de expediente e correr pro aeroporto se juntar com o resto de doidos que já estão por lá.
Parece impossível, mas sim, a ansiedade pode aumentar cada hora que passa e isso acontece. 
Já estou no aeroporto e ao ver cada um de manto sagrado é uma enorme alegria. 
É saber que fazemos parte de uma torcida que canta e vibra. Que apesar do péssimo momento do time estamos unidos e fortes pro próximo jogo. 
E esse jogo é lá, fora! No Olímpico. Contra uma torcida talvez tão fanática quanto a nossa.

O grupo vai aumentando e no ônibus pro avião já somos a maioria de um simples voo no meio da semana para Porto Alegre. 
Pronto! Chegamos em solo gaúcho. 
Aguardamos outros voos de amigos e daqui a pouco estaremos todos juntos. 
Uma sábia carona aparece no aeroporto e nos leva para o centro da cidade. 
Deixamos a pequena bagagem de mão lá e corremos. 
O taxista é Gremista e isso não abala nem ele e nem nos. 
O caminho vai ficando difícil a cada espaço que chegamos mais próximos do estádio. 
Só azul. Imagino os 45 mil ingressos vendidos e esgotados. Estão todos ao meu redor. 
Tentamos chegar e o gremista faz um zig zague safo e nos deixa na boca do portão 20. É lá! 
Já vemos um verde pairando no ar. Já é possível ver rostos familiares. São eles, nossa família! Já estamos todos juntos.

Ingresso na mão. Ufa! Esse era um medo de não ter levado de SP o ingresso físico. 
Estamos prontos. Quase prontos. Desce mais um cerveja. Duas. 
Vamos entrar. Neste momento já acho que somos milhões. 
Minha ideia é que seja onde for, seja quem for, nos somos maiores. É o campeão dos campeões. Verdão querido! 
Entradinha apertada para visitantes, mas estamos lá. Entramos.
Olho aquele olímpico pela primeira vez e fico besta como é bonito.
Como é bonito ser visitante numa disputa tão especial. Estou emocionada em poder estar aqui neste momento. 
A torcida não para de cantar. O jogo começa. Amem!

Primeiro tempo retranca. Medo de tomar um gol fora de casa. 
O jogo esta bom, mas sei que pode melhorar. Será que vai? 
Vai! Segundo tempo o Palmeiras volta melhor. Estamos atrás do gol do Victor. Certeza que agora sai gol. Sempre dá sorte. 40min e nada. Retranca, algumas oportunidades, mas nenhuma substituição. Entra Mazinho. Sim, ele fez a diferença. Marcos Assunção não entrou em campo e quando apareceu nem escanteio soube cobrar. Daniel Carvalho foi outro sem atuação. Deixando o jogo para o Henrique e João Vitor. Que na minha opinião foram os melhores. 

Já quase meia noite, e ainda estamos aqui. Torcendo por um empate zero a zero que seria lindo. Sairia feliz. 
O bom de ser palmeirense é que quando menos esperamos, ta lá! GOLLLLL . Mazinho resolveu.  2 min depois, GOLLLLL . Barcos. 
Choro, sorriso, suor, pulos, gritos, socos, abraços, beijos. É isso! Estamos aqui pra isso. Emoção. 
Mesmo depois de 1h fim de jogo, ainda estamos em êxtase. A policia nos protege dentro do estádio. Segurança. 
Aqui a adrenalina não baixa. Fomos levados para uma ruazinha escura, mas protegida. Todos os ônibus da Mancha e torcida Palmeiras estão aqui. 
Os rapazes bebem +. Eu não posso. Não tem banheiro. Esse é o sofrimento de mulher em estádio. Isso daria um outro post. 
Pronto, liberaram. Estamos no taxi a caminho do hotel.
Os bravos já não se aguentam mais. Querem dormir. 
A fome é tanta mas a cidade de Porto Alegre não nos ajuda nisso. Tudo fechado. Hotel sem cozinha. 
O jeito é dormir assim mesmo. Tentei mas o centro da cidade é fogo. Muito barulho.
Já é hora de levantar. Check in feito, hora de partir. 
Chegamos no aeroporto onde já avistamos alguns verdinhos de partida. 
A noticia que o time irá no nosso voo é de surpresa. Era só isso que faltava pra ser uma viagem completa. O plantel junto na volta.

Me sinto na obrigação de sorrir em agradecimento a todos aqueles minutos de felicidade que eles me proporcionaram ontem. Minha boca não baixa. O sorriso é imediato e fácil. É natural.

Meu coração esta cheio.

Obrigada verdão por mais este dia.

 

AVANTI PALESTRA!

Publicado em 15/06/2012, em Geral, Visão da Arquibancada. Adicione o link aos favoritos. 7 Comentários.

  1. eu nunca que apostaria que o palmeiras saisse do estadio olimpico com uma vitoria que calou a torcida do gremio e ainda foi aplaudido pelos proprios gremistas. como disse o barcos- esse o palmeiras

  2. porco algre agora é porto alegre, é isso aí o palmeiras botou moral até no rio grande do sul tche.

  3. CHOREI!…Parabéns Déia Patrik

  4. déa sua linda!

  5. Frustrado tive que assistir da TV, mas pude diversas vezes ouvir nossa torcida cantando e vibrando, um feito incrível, apenas 2000 se fazendo ouvir dentre mais de 43000. Me senti muito bem representado!!!

  6. Gerson Guarino

    Simplesmente sensacional esse texto ,a mais pura verdade ! abs

  1. Pingback: Orgulho! | Divino, o blogue do Ademir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: