Palmeiras 1×1 Portuguesa – Paulistão12

Está aberta a temporada oficial de empates no Palmeiras. Ontem,  a se considerar que o Verdão perdia o jogo, até que não foi mal negócio. Mas eu sempre vou achar empatar uma merda. Especialmente se o Palmeiras foi melhor e teve mais chances que o adversário, como ontem.

De novo, fomos castigados com a presença do Tinga na equipe titular. Até quando, mio San Gennaro, até quando?? E o pior é que o moleque, que não é essa porcaria toda, está sendo sacrificado por ser escalado na meia, quando joga mesmo é de segundo volante. Não irá me surpreender se no futuro, ele fora do Palmeiras se mostre bom jogador em outra equipe.

Pelo menos, só durou 45 minutos. Felipão, mesmo sem estar perdendo, resolveu tirar o 17 pra colocar o Maikon Leite já na volta pro segundo tempo. Devia estar com vergonha do futebol horrível da equipe até então. Mas foi a Lusa que, aos 4, numa falha bisonha da zaga (a bola passou entre Henrique, Assunção e Juninho – o que estava fazendo o Leandro Amaro na lateral da área eu não sei), abriu o placar.

O Palmeiras então foi pra cima. Valdivia, como sempre, ia colocando os bagres na cara do gol, e o desperdício era geral. Até ele mesmo errou um chute fácil da pequena área, numa ótima jogada do Maikon Leite, que Ricardo Bueno conseguiu completar na trave. 

Aí o inusitado aconteceu. Luan, péssimo no jogo, foi substituído, para a estréia do Daniel Carvalho. Quem diria, hein Bigode, Tinga e Luan fora do time no mesmo jogo? E foi uma estreia até que razoável do gordinho, embora o peso e a falta de ritmo tenham “pesado”, a qualidade no passe do Palmeiras melhorou significativamente com ele em campo. Se emagrecer, vira titular  – ou pelo menos deveria.

O volume de jogo era bom, mas faltava o gol. Que custou a sair, só veio aos 38, cruzamento do Maikon Leite e antecipação do Ricardo Bueno, se redimindo, em parte, da quantidade absurda de gols perdidos neste e no último jogo. O Palmeiras ainda tentou a virada, mas não deu tempo.

No fim, foi um resultado até que interessante. Apesar do empate, as alterações corrigiram a escalação bisonha e quem sabe sirvam pro Bigode perceber que precisa mexer no time titular logo. O Maikon Leite não é nenhum primor, mas não pode ser banco num time tão limitado como o Palmeiras, em que Luan e Tinga são os preferidos. É só querer, Bigode.

OS LANCES:

A FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 1 X 1 PORTUGUESA

Estádio: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/hora: 25/01/2012 – 22h
Árbitro: Leonardo Ferreira Lima (SP)
Auxiliares: Fabio Luiz Freire (SP) e Maiza Teles Paiva (SP)

Renda/público: R$ 245.216 e 7.983 pagantes
Cartões amarelos: Maylson (POR); Henrique (PAL)
Cartões vermelhos:-
GOLS: Maylson, 4’/2ºT (0-1); Ricardo Bueno, 35’/2ºT (1-1);

PALMEIRAS: Deola, Cicinho, Henrique, Leandro Amaro e Juninho; Márcio Araújo, Marcos Assunção (João Vitor, 36’/2ºT), Tinga (Maikon Leite, intervalo), Valdivia e Luan (Daniel Carvalho, 17’/2ºT); Ricardo Bueno. Técnico: Murtosa

PORTUGUESA: Weverton, Luis Ricardo, Leandro Silva, Renato e Marcelo Cordeiro; Boquita, Léo Silva, Maylson (Raí, 39’/2ºT) e Henrique; Vandinho (Rafael Oliveira, 24’/2ºT) e Edno. Técnico: Jorginho.

AVANTI PALESTRA! 

Publicado em 26/01/2012, em Palmeiras em Campo e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. O problema do Palmeiras se chama nãoMarcos Assunção. esse porra não ajuda na marcação, só bate falta (que não acerta faz tempo) e escanteio. Que coloquem outro no lugar do kid bengal,a mais marcador (tipo Chico) e no lugar do TINGAnaram, o Carmona ou o D. Carvalho.
    ME AJUDA AÌ SAN GENNARO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: