Quando o Santo Parar…

… enfim chegou o dia.

Assim, sem sobreaviso, sem alarde, sem vazamento da notícia. Sem tempo pra gente se preparar.

O dia que o Santo seria vencido pelo homem, pelo corpo de carne e osso que já não aguentava mais carregar os fardos e as cicatrizes de nada menos que 530 batalhas defendendo o nosso Verdão.

O que dizer sobre o Santo sem soar piegas e emotivo? Dificil escrever enquanto as lágrimas vem e vão.

Marcos é, pra minha geração, o símbolo mais genuíno do que é ser palmeirense.

Sofrido, como foi sua carreira, principalmente nos últimos anos de luta contra as contusões.

Explosivo, como foram suas entrevistas, especialmente quando o Verdão dava vexame.

Leal, como quando recusou proposta do futebol inglês pra jogar a Série B pelo Palmeiras.

Lutador, o Santo nunca fugiu da briga, sempre foi o primeiro a mostrar a cara aos repórteres depois de um revés e o último a sair do campo.

Vencedor. Marcos é o grande vencedor que a geração mais nova dos palmeirenses, aqueles que não viram jogar Ademir, Oberdan ou Junqueira – como eu – conheceu.

Há os que vão dizer que se já não faltavam desgraças pra esse começo de temporada, agora temos mais uma: o Palmeiras não tem mais nenhum ídolo. E igual o Santo arrisco dizer que jamais terá.

 Mesmo assim, o fim da carreira do Santo é pra ser celebrado. Estamos testemunhando o fim de toda uma era. Marcos era o último dos jogadores ( e o único da sua época) que se assemelhavam aos boleiros da moda antiga, que defendiam um só clube a carreira inteira e que cujos nomes eram referência do próprio clube: o Santos de Pelé, o Palmeiras de São Marcos de Palestra Itália…

Imortalizar a 12, colocar o busto do Santo nas alamedas do Palmeiras e batizar a Nova Arena de Estádio Marcos Roberto Silveira Reis – São Marcos de Palestra Itália, não dão nem pro cheiro das homenagens que o Santo merece receber.

E pensar que toda essa história de conquistas e glórias começou graças a 12 pares de chuteiras… 12.

Uma imagem do Santo jamais me sairá da cabeça. Não, não se trata da defesa do penalti contra os Gambás na semifinal da Libertadores de 06.06.2000. Essa aí é muito fácil. Não que eu não goste, mas minha imagem do Santo é outra.

O Santo já vinha um pouco menos imortal, entre uma e outra contusão que lhe tiraram de ação por quase todo o ano de 2007. Depois de ter se consagrado (agora sabemos, pela última vez) campeão Paulista de 2008.

Foi mais precisamente em 12 de maio de 2009:

O Palmeiras já tinha sido considerado eliminado da Libertadores daquele ano antes mesmo do término do primeiro turno da fase de grupos. Uma campanha ruim dava a impressão, pros incrédulos da imprensa, que o Palmeiras não passaria nem da primeira fase do torneio, o que seria uma vergonha inaceitável pra gente. E a recuperação do Palmeiras se iniciou contra o Xpouti, na Ilha do Retiro, com vitória verde. Faltava uma vitória e lá foi o Palmeiras pro Chile pegar o Colo-Colo. Vitória que saiu nos minutos finais, dos pés de Cleiton Xavier, do meio da rua… (essa historia é prum outro dia, e vale um post exclusivo).

E lá vinha de novo o Xpouti no nosso caminho, pelas Oitavas de Finais da Liberta. No primeiro jogo, 1×0 pro Palmeiras (jogando com um a mais), gol de Ortigoza, em jogada de bola parada. No jogo da volta, o Palmeiras jogava pelo empate.

Chega o dia do grande jogo, o Palmeiras com chance de retribuir a eliminação pro Xpouti na Copa do Brasil de 2008. Ao invés de jogar bola como vinha fazendo, o Palmeiras se retraiu demais e deu chance pro Xpouti atacar e chegar na cara do  gol uma, duas, três vezes, isso só nos primeiros minutos de jogo.

Mas o Santo estava inspirado. Um milagre atrás do outro. Pegou pelo menos seis bolas impossíveis. Só uma, indefensável, passou. Iriamos ter penaltis. Marcos chamou o grupo antes das cobranças e disse: Agora é comigo. E foi mesmo.

Das 4 cobranças dos pernambucanos, o Santo catou 3, antes de correr pra bandeira de escanteio ao lado direito de seu gol, onde se encontrava a eufórica torcida palmeirense que acabara de testemunhar mais uma obra miraculosa do Santo.

A cena de São Marcos em frente à massa alvi-verde, joelhos ao chão e mãos para o Céu, foi eternizada nas revistas e jornais, assim como na perna do meu brother palestrino Estevam Kikuchi (arte e foto de @GeanTattoo):

E as imagens editadas com maestria pelo @gabrielsantoro eternizam, no youtube, mais esse momento mágico que o Santo deu pra torcida palmeirense:


Esse texto já tinha sido publicado aqui, em fevereiro de 2011. É assim que, daqui a 40 anos, quero contar pros meus netos quem foi São Marcos de Palestra Itália. Com essa imagem colada na retina. O Santo ajoelhado, num estádio tão morfético como a Ilha do Retiro, consagrado, repetindo por uma última vez o gesto que, 9 anos antes, o palmeirense jamais iria esquecer…  

Obrigado, Marcos! Obrigado por tudo. O Palmeiras, sem você, não seria o mesmo.

#SãoMarcosEterno

#Dia14Váde12 Vamos homenagear o Santo como ele merece. Todo mundo com a 12 no dia 14, contra o Ajax. E até o fim do ano. Ou para todo o sempre!

AVANTI SÃO MARCOS!

Publicado em 04/01/2012, em Quando o Santo Parar e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 6 Comentários.

  1. Parabéns pelo texto carregado de emoção e alma ALVIVERDE, o SANTO merece!!!

  2. Maluquinho , parabéns pelo texto carregado de emoção, o SANTO merece!!!!

    Rubens

  3. Sérgio Saleta

    Por isso o PALMEIRAS é diferente…
    Obrigado Marcão, privilégio daqueles que te acompanharam a carreira toda.

  4. Johnatans Franklin

    Sou palmeirense, não torço pro MArcos…
    Mas não posso deixar de dizer que grande parte da razão pela qual continuo fanático todos esses anos pelo verdão se foi…
    Sem medo de parecer viadagem: Te amo santo12…

  5. Gerson Guarino

    Sem o Marcos ,quem vai segurar as bombas por lá ? . Se continuar assim ,série B na inauguração da Nova Arena ,infelizmente !

  6. Otavio Moura

    Ate chorei aqui….

    ja to com Saudades

    Obrigado Sao MARCOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: