Arquivo mensal: dezembro 2011

Feliz 2013!

Estava esperando boas notícias pra fazer o post de fechamento do ano aqui no Maluco pelo Palmeiras.

Mas, como pelo jeito boas notícias só passarão pelos lados da Pompéia no fim de 2012, quando escaparmos de novo da degola nas rodadas finais, fechando mais um ano como figurante, tendo que se contentar em ser o segundo ou terceiro no ranking de clubes da CBF, vamos encerrar logo com essa bagaça, antes que aqueles malditos anunciem o Ricky como o “camarão fresco” do Felipão.

Queria agradecer imensamente a todos vocês que dedicaram uma parte do dia pra passar aqui e ler os posts, deixaram um comentário, criticaram, cornetaram e de alguma forma contribuíram pra colocar no mapa da mídia o Maluco pelo Palmeiras, ainda que tenham sido apenas 5 minutos de fama. Obrigado, Pedro Carmona, rsrsrs…

Se o Palmeiras de 2011 não vai deixar saudades, o ano não podia ter sido melhor na caminhada ao lado do nosso Palestra, tantos novos amigos e também os malucos das antigas de sempre, ajudaram e muito a fazer um 2011 tão cretino não ter sido em vão.

É por causa dessa gente que não vejo a hora de chegar janeiro pra gente começar tudo de novo. Vocês fazem ser mais fácil torcer pelo Verdão!

Um feliz ano novo pra todos e forza que 2013 tá logo aí… Alow San Gennaro!!!!! Vamo trabalhar mais em 2012, rapá!!!!

AVANTI PALESTRA!

MAS, NAZARENO…

Quem não se recorda do personagem de Chico Anysio Nazareno, que imortalizou o bordão “-CAAAAAAAALADA!”, que em alto e bom Tom sempre interrompia a mulher, quando ia falar alguma coisa que ele não queria ouvir e que sempre começava com: “Mas, Nazareno…“.

Bom, pra quem não lembra ou não conhece, afinal essa fase do palestrino Chico Anysio é pra quem já passou da terceira década, eis um retrato fidedigno do nosso saudoso Nazareno:

E o que isso tem a ver com o Palmeiras?, você se pergunta. Então, é que há quase um ano está faltando um Nazareno no comando do Verdão.

Não há hoje, no alviverde, alguém que interrompa uma declaração indesejável com um belo dum “-CAAAAAAAAAALADA!!!!!!!“, impedindo que alguma coisa que não interessa a ninguém ouvir seja dita. Função essa que, óbvio, só poderia ser exercida pelo presidente do clube…

Tome-se hoje como exemplo: Roberto Carlos, jogador/técnico do Anzhi, da Russia, onde joga Diego Tardelli, declarou que o Palmeiras teria chegado a um acordo financeiro com os russos para poder contar com o atacante em 2012. Leia aqui.

Na matéria, consta que o Palmeiras estaria buscnado contratar o jogador há pelo menos 1 mês, desde que o presidente viajou para a Inglaterra, quando teria ocorrido o primeiro contato, que estaria sendo mantido desde então.

EIS QUE, poucas horas depois, surge o nosso glorioso vice-presidente, para dar uma declaração que, embora jamais devesse ter sido dita, eu ouso copiar: 

Não falei com ninguém sobre esse atleta. É um jogador interessante, mas não foi conversado a respeito. Se houve alguma conversa do nosso ex-atleta (Roberto Carlos) pode ter sido com o César Sampaio (gerente de futebol). Com a diretoria não foi discutido nada aqui na minha sala.

– Negociando é impossível sem eu estar sabendo. Pode ter tido uma conversa. O tempo inteiro ligam para mim e para ele. Entendo que estar negociando é um estágio bem diferente do que fofoca, boato. Tenho muito receito de não gerar expectativa na torcida.

– Você vê que ele (Roberto Carlos) não sabe nem como vai ser o pagamento. O Palmeiras menos ainda. Falam que o dinheiro vem de um parceiro. Se você tem € 40 milhões no banco, pega € 4 milhões para investir em um jogador que, pela faixa etária e pela carreira, dificilmente negociaria de novo por € 4, 3 ou 2 milhões? Não é o perfil do investidor. Tem parceiro que dá o dinheiro, você compra o jogador que quer, mas eles pedem cinco meninos da base. 

SEN-SA-CIO- NAL… Não vou nem me concentrar na parte em que o Sr. vice diz que o clube não está negociando com o jogador, ou que seria impossível disso estar acontecendo sem ele estar sabendo, onde na verdade o vice só está se colocando numa situação vexatória, pois caso o jogador seja contratado de fato, foi o próprio vice quem disse que não estava sabendo de nada, vai ficar só a imagem de que ele nem sabe o que se passa no departamento de futebol que comanda – fato aliás, que já está pintado na retina de muito palmeirense (caso Pierre que não me deixa mentir).

O que pega mesmo dessa “épica” entrevista, é a seguinte pérola, digo, passagem: “Falam que o dinheiro vem de um parceiro. Se você tem € 40 milhões no banco, pega € 4 milhões para investir em um jogador que, pela faixa etária e pela carreira, dificilmente negociaria de novo por € 4, 3 ou 2 milhões?”

Agora, amigo palestrino, se ponha no lugar de Diego Tardelli, lendo essa belíssima afirmação. Ele tem o Vasco, vice-capeão brasileiro, campeão da Copa do Brasil e o Atlético Mineiro, time onde ele é ídolo da torcida, tentando contratá-lo. Aí você tem o Palmeiras na parada, que teve um ano dificil, que teve atritos entre jogadores e torcida, entre técnico e jogadores, e, VEJAM SÓ, onde o vice-presidente afirma pro maior veículo de comunicação do País que o Tardelli é um jogador que, pela idade e pela carreira, provavelmente vai se desvalorizar no Palmeiras. Fica fácil decidir pra onde NÃO ir, né Sr. Frizzo???

Se fosse a primeira vez, ainda vá lá… Mas é também recente o belo chapéu que tomamos do Fluminense (o terceiro nos últimos anos) na contratação do jogador Wagner, que já estava em negociação em estágio avançado com o Palmeiras. Pra quem não sabe, dizem que o negócio virou vinagre graças a língua de quem, alguém aí arrisca???? O “mal-entendido” a que Tirone atribuiu o insucesso da negociação está explicado aqui.

Por isso, palestrino, que eu digo que falta não faz um Nazareno no Palmeiras… Alguém pra fazer valer a lei da mordaça no Verdão é questão prioritária, imprescindível, é PRA ONTEM!

Alow Tirone!!! Desencana de contratar jogador. Precisamos antes é do Chico Anysio, pelamordiSanGennaro!!!! Vai lá que o Chico é palestra e dus bão! Aí sim, tome CAAAAAAAAAAAAALADO!!!!! pra tudo quanto é lado e vamo começar a por ordem na bagaça, porque desse jeito tá foda…

AVANTI PALESTRA!      

PorcoNews n. 63

Amigos palestrinos, vou ser curto e grosso: F-O-D-E-U! O PorcoNews desta semana vem em marcha fúnebre, quase que em desespero, pela maneira como as coisas andam pelos lados da Pompéia. É muita desgraça pra pouco desgraçado…

SEM JOGADOR, SEM PATROCÍNIO, SEM RUMO…

Impressionante um planejamento que já dura 90 dias e, até agora, Frizzo, Tirone e cia. só conseguiram contratar Juninho, um lateral esquerdo para repor a saída de Gabriel Silva. Seguimos sem um meia pra substituir o quase sempre indisponível Valdívia, isso porque o Lincoln já foi mandado embora há mais de 05 meses. Fico com a impressão que só não existem atacantes no mercado para o Palmeiras. Porque será? Alguma coisa me diz que a resposta deve estar na quantidade impressionante de chapéus que o Palmeiras tem levado ultimamente… 

Some-se a isso que, pelo andar da carruagem, o Palmeiras inicia 2012 sem patrocínio master na camisa, já que a FIAT pulou do barco e, pea primeira vez na história, o clube não tem ofertas de patrocínio na mesa. Vai ter que correr atrás de patrocinador. Dá pra  ter mais vergonha alheia dos competentes gestores?

E não me surpreenderá se Felipão, que já está cansado de esperar pelos camarões enquanto só lhe oferecem acém, aceite uma proposta europeia e mande a diretoria à merda.

A situação está tão bisonha que, num espaço de uma semana, nossa competente diretoria conseguiu duplicar o valor devido ao Gambá Ewerthon – que deve ter comemorado muito o título dos marginais – e perder 85% dos direitos econômicos do Pierre – pois o vice estava muito ocupado para olhar a documentação pertinente ou mesmo pra conhecer um pouco das negociações recentes do clube. Sim, acreditem se quiser.

E não para por aí. O site oficial do clube virou palanque político, para que os poucos ainda contrários ao movimento Diretas Já pudessem tentar, em vão, criar uma resistiência a uma realidade inevitável. Tiveram a pachorra de dizer que os manifestantes só pretendem tumultuar. Sim, somos nós que queremos ver o Palmeiras nessa merda que está… Ahã…

Srs. Diretores, o torcedor não é imbecil. Assumam logo que não levam jeito pra coisa e peçam pra sair. Simples. Nunca antes se viu um time tão mal representado. Tá difícil contratar, Sr. vice? É porque o sr. não tem a menor idéia do que está fazendo! Como disse o Verdazzo, tá na hora de ir brincar de outra coisa…

 É, 2012 promete…

AVANTI PALESTRA!

Pra que (não) Serve um Ranking?

Ontem havia sido divulgado o ranking de clubes da CBF, no qual o Palmeiras constava como segundo colocado, atrás apenas do Santos, atual campeão sulamericano. Corrigido o tal ranking hoje, o Palmeiras aparece em primeiro lugar.

– YES! É líiiiiiiiider, porra!

Hã? Se você também não vê motivos pra comemorar, deve estar se perguntando: Má pá qui porra serve um ranking?

Eu realmente não sei a resposta. Nunca vi torcedor ir pra Paulista porque o time é primeiro colocado em algum ranking. Torcedor quer time bom e título. Simples.

Mas vou dizer pra que NÃO serve um ranking, em especial o ranking de melhor time do Brasil, em especial para o Palmeiras:

1) Não serve pra manter o patrocínio master da camisa do primeiro colocado;

2) Também não serve pra contratar um novo patrocínio master pra camisa;

3) Não serve pra fechar uma parceria milionária – e em libras – com uma empresa inglesa interessada em investir em jogadores até 23 anos pra serem cedidos ao líder;

4) Não serve pra conseguir contratar, sem auxílio de “investidores”, desconhecidos como Juninho e Edson Silva;

5) Não serve pra contratar, nem mesmo com o auxílio de “investidores”, jogadores velhos como Jorge Wagner e Kléber;

6) Não serve pra evitar chapeús de outros times na contratação de jogadores como Martinuccio, Wagner, Jonas, Vitor Jr., e outras tantas “jóias”;

7) Basicamente, não serve pra contratar jogador nenhum;

8) Não serve pra evitar que o primeiro colocado seja o time mais prejudicado pela arbitragem no País, até mesmo nessa porra de ranking o clube ia sendo roubado…;

9) Não serve para impedir que o clube esteja sempre sujeito aos interesses políticos escusos daqueles que muito já o prejudicaram;

10) Não serve pra fazer a diretoria do clube não parecer uma floresta de bananeiras;

11) Não serve pra fazer o torcedor esquecer de mais de uma década de vexames; e

12) _________.

Por isso, CBF, diretoria e cia limitada, peguem essa porra desse ranking e, bom… sejam criativos, plantem uma bananeira, sei lá…

AVANTI PALESTRA!

Campanha Reforços Já!

Eu sou um entusiasta do movimento Diretas Já na SEP. Participei do protesto no dia 24/10 e não pude estar no protesto da Mancha em janeiro e neste ultimo dia 10/12.
Mas, essa luta importantíssima, que visa o pleito eleitoral de 2013, tem que dar lugar momentaneamente a outra manifestação da nossa torcida, um pouco mais urgente: REFORÇOS JÁ!
Palmeirense, quem não lembra de ter ouvido, do Sr. Frizzo, em SETEMBRO deste ano, que o Palmeiras já iniciava o planejamento pra 2012?
Pois é, só que até agora, 100 dias depois, NENHUM JOGADOR FOI CONTRATADO para o ano que vem.
Já levamos chapéu do Santos (Jonas), Fluminense (Wagner) e Gambás (Victor Junior), e ainda podemos tomar balão do Cruzeiro na tentativa de contratar o atacante Oswaldo, do Ceará.
Isso tudo fruto da péssima imagem que o Palmeiras tem passado como um ambiente onde é difícil trabalhar, isso sem falar na divulgação prévia dos nomes das contratações que o Verdão iria tentar para o ano que vem, fator mais que preponderante para a quantidade absurda de atropelos levados de outros times, o que já é uma marca registrada da administração Frizzo/Tirone.
Enquanto isso, o Sr. Tirone segue descartando reforços como o lateral Kleber e o atacante Diego Tardelli, porque “são muito caros”.
E o dinheiro da TV, presidente? 80 milhões, não era? O vice garantiu que teríamos “muito dinheiro pra investir” pra 2012. O que houve?
Nao vale a pena gastar um pouco mais pra termos um atacante e um lateral esquerdo decentes, o que nao se vê por aqui desde 1999?
O que eu nao consigo me conformar é que, pelo segundo ano seguido, estacionado no meio da tabela e sem nenhuma perspectiva no campeonato desde a metade do torneio, o Palmeiras é o primeiro time a entrar de férias e o ultimo a começar a contratar.
As saídas recentes do Judas e do Chinelincoln – assim como as um pouco mais antigas de Pierre, Edinho e Ewerthon Gambá – davam a falsa impressão de que a redução da folha salarial pudesse ser o inicio de um planejamento para um 2012 melhor.
Mas, nao era nada disso. Até agora nao houve reposição à altura e, a continuar nesse ritmo, só vão sobrar os refugos, como acontece todo ano desde o inicio do século XXI, no qual o Palmeiras entrou sendo exemplo de modernidade, mas ficou só na saudade desde então.
Por isso, palestras, se vocês nao querem – assim como eu – passar 2012 igual os últimos 12 anos, com times indignos da nossa tradição, com um Palmeiras de mero coadjuvante nas competições e com os poucos momentos de alegria da nossa torcida sendo protagonizados pelas desgraças alheias, se vocês nao querem uma retrospectiva 2012 igual a de 2011, feita pelo meu amigo Palmeirense Doente no vídeo abaixo, chegou a hora de cobrar a diretoria: REFORÇOS JÁ!
O limite é 4 de janeiro, data da representação do elenco. Se até lá nao chegarem pelo menos 4 nomes de peso, dignos de representar a SEP, estará na hora de agirmos mais uma vez na porta da Academia:
OLEOLEOLEOLÁ, REFORÇOS JÁ!!! ÔÔÔ, QUEREMOS JOGADOR!!!

AVANTI PALESTRA!

PorcoNews n. 62

Ainda de férias, então sem PorcoNews hj. Mas sempre representando o Verde!
AVANTI PALESTRA!

20111209-114950.jpg

Gambás Cagões 0x0 Palmeiras – BR2011

Pra quem defendia os pontos corridos com unhas e dentes, hoje foi um duro golpe de misericórdia. Está mais que provado que esse sistema falido de competição não premia o time que tem ME-RE-CI-MEN-TO. Pelo contrário, o time campeão este ano foi o mais covarde, disparado o pior time campeão de todos nesse sistema de disputa, e que se beneficiou da própria mediocridade. 

Sim, enquanto todo mundo jogava Copa do Brasil ou Libertadores, os Gambás covardes eliminados da pré-libertadores jogavam sozinhos o Campeonato Brasileiro, e saíram de braçada nas primeiras 10 rodadas. Vantagem posta, o que se viu foi uma covardia daquelas que muito identifica os sofredores seletivos (by @forzapalestra), um time tão medíocre que conseguiu perder dos últimos colocados na reta final enquanto os adversários iam disputando e ganhando jogos muito mais difíceis.

E mesmo assim, não fosse a boa e velha ajuda do apitão amigo, ainda ia ter ido pelo ralo o título nada merecido. Sim, porque um penalti escandaloso não foi marcado no Rio de Janeiro, enquanto que aqui Valdivia foi expulso num lance que, forçando, caberia um amarelo, sem falar num gol anulado que não se acha replay em lugar nenhum. Porque será?

Mas nada paga o preço de ter vivido uma semana em que o que se viu foi o líder do campeonato, franco favorito ao título, cagando pelas canelas, morrendo de medo do “timinho da Turiassu”, como eles dizem. E no campo e na arquibancada não foi diferente. Lá pelos 40 e lá vai pedrada do segundo tempo, só com o fim do jogo no Rio de Janeiro, é que os favelados deixaram de se borrar e comemoraram não um título, mas o alívio de escapar de uma desgraça sem precedentes. Isso sim era ME-RE-CI-DO.

Infelizmente não estive no Pacaembu com meus parceiros de sempre. Estive na Turiassu com eles antes e depois do jogo, e acompanhei o jogo do lado de outros tantos parceiros que, ao final de mais essa batalha, mesmo que com raiva pelo resultado, estavam de cabeça erguida. Vendemos caro demais esse jogo. Se eles dependessem de ganhar da gente hoje pra ser campeão, estavam fodidos. Apanharam na bola e no braço. Como tem que ser sempre.

Fodam-se eles. Daqui a dois anos ninguém vai lembrar quem foi o campeão brasileiro de 2011, tamanha a mediocridade. E ainda tenho que escutar que ganhar um Brasileiro jogando essa bolinha de merda é mais difícil que ganhar uma Libertadores… Então vai lá e ganha uma, e depois fala! E enquanto estiver tentando, vê se consegue mais 3 Brasileiros… É, porque pentacampeão brasileiro, eu já nasci sendo… 

—————–

O Maluco sai de férias, mas logo mais estamos de volta pra falar mais sobre o nosso Verdão antes de fechar esse ano mais que maldito. Esperamos mais pulso firme e atitude o ano que vem, da diretoria, jogadores e comissão técnica. A nossa parte, na arquibancada, nós fizemos, e como fizemos. Mais um ano de missão cumprida.

Aceitem meu muito obrigado todos vocês que fizeram parte ao meu lado dessa responsa que é torcer pelo Verdão, especialmente num ano maldito como esse de 2011. Não vou citar nomes aqui para não correr o risco de ser injusto com todos os parceiros dessa jornada insana. São todos vocês que caminharam a pé pro Pacaembu, tomaram diluvio no Morumbi, frequentaram a pocilga do Canindé, Prudente, Vila Belmiro e Brasil afora defendendo a nossa camisa.Vocês sabem quem são.

Obrigado também à patroa que, na medida do possível, soube aceitar as horas e horas de dedicação a este espaço, às tardes de domingo e às noites de quarta sempre indisponíveis, não deve ser fácil ter um maluco pelo Palmeiras em casa…

Obrigado também aos que seguem acompanhando as doideiras e sandices deste que vos fala. O Maluco fecha o ano próximo dos 50.000 pageviews, o que é uma marca um tanto respeitável pra um blog que tem pouco mais de um ano de vida. Valeu mesmo, de coração. 2012 tem muito mais pela frente. Tamojunto!

AVANTI PALESTRA! 

Tem Jogo! Gambá x Palestra – BR2011 R38

Dizem que uma imagem vale mais que 1000 palavras. Então, o Tem Jogo de hoje segue essa máxima.
AVANTI PALESTRA!

20111204-143659.jpg

PorcoNews n. 61 – ESPECIAL DERBY

Hoje vou quebrar o protocolo. O PorcoNews desta sexta será apenas sobre o jogo de domingo. Não há mais nada pra se falar. E mesmo que tivesse…

Não tenho, na minha memória, que remonta a quase trinta anos de história do Palestra, um clássico com as mesmas características deste que está por vir. Além da importância que sempre tem um jogo nós contra eles, não dá pra esconder a diferença dessa semana que antecedeu a partida: nunca antes se viu os Gambás com tanto medo de um clássico, acima do medo normal que eles já tem de cruzar o maior rival, que sempre lhe aplicou castigos históricos, especialmente quando a vantagem para o jogo era toda deles.

Isso eu lembro bem. Foram várias as vezes que o favorito Corinthians, o líder Corinthians, o “melhor time” Corinthians, foi surrado inexplicavelmente pelo modesto Palmeiras, “inferior”, décimo-quarto… Acostumamos chegar pior e sentar a bota na raba dos Gambás. E eles sabem bem disso…

Por isso desse medo todo. Ninguém melhor do que um Gambá sabe que se tem um time que pode melar o título deles, este é o Palmeiras. E que pra gente, nunca será “só mais um jogo.” Sobre isso, já escrevi Mais que Um Clássico, que o momento autoriza uma reprodução na íntegra:

 Ontem li no Facebook de um gambazão que nós estávamos falando desse jogo do próximo domingo como se valesse título. Discurso típico de derrotado é esse tal de  “não vale nada”.Palmeiras e Gambá vale TUDO. Senão vejamos:

1917 – O PRIMEIRO JOGO

Foi em 06 de maio de 1917. Os Gambás estavam invictos há 25 jogos e três anos, mas toda boa freguesia começa com um cartão de visitas: 3×0, no Palestra e pro Palestra, 3 gols de Caetano. Logo de cara, já se criou um dos mitos desse clássico: o Palmeiras ter um mesmo jogador marcando 03 vezes contra os Gambás em um único jogo. Feito este repetido por jogadores como Imparato, Magrão, Cristiano e Obina, e superado apenas por Romeu Pelicciari (feito que logo adiante vamos registrar).

1920 – O PRIMEIRO PAULISTÃO

Em sua coluna do 3vv, o Jota Christianini, um acervo histórico ambulante do Palmeiras, conta que desde a fundação do Palmeiras em 1914, a obsessão do clube era a conquista de um título paulista, feito que por pouco não ocorreu nos idos de 1917 e 1919.

Foi em 1920 que teve início a freguesia, justamente na conquista do primeiro paulistão pelo Verdão. O Palestra e os Gambás terminaram empatados com 26 pontos o campeonato. Embora o Verdão tivesse apresentado a melhor campanha, o regulamento determinava um jogo extra para determinara o campeão.

Diz o Jota que os relatos da época dão conta de que a cidade parou em razão da decisão. Não se falava me outra coisa, a Federação da época subiu o preço dos ingressos. E no fim das contas, prevaleceu a lógica: 2×1 Palestra, e o nosso primeiro título paulista faturado em cima da gambazada.

1933 – A MAIOR SACOLADA

Em agosto daquele ano, o Palestra já tinha ido na Fazendinha e sapecado 05 no lixão. Agora, era a vez da favela vir até o Palestra. O jogo foi no dia 05 de novembro de 1933.  Um domingo qualquer, mas como nenhum outro, como conta o Jota. Logo de cara, Romeu Pelicciari guardou três, isso ainda no primeiro tempo. Começa o segundo tempo e com menos de um minuto, Gabardo faz o quarto. Aos 7, Romeu faz o seu quarto gol no jogo, feito até hoje jamais repetido. Basta? Não, senhor, mais 03 gols de Imparato pra fechar o caixão. 8×0! OITO!

Dizem que a torcida dos Gambás invadiu a sede do clube e teve quabradeira e até incêndio. O presidente e o diretor de futebol dos Gambás “caíram” depois da partida.

1974 – SAIR DA FILA, AQUI NÃO!

Os Gambás já estavam 20 anos sem título. O último foi ganho justamente contra o Palmeiras, em 54, num jogo que acabou 1×1. Eis que mais uma vez os dois clubes iam decidir o Campeonato Paulista. 22 de dezembro de 1974, a confiança da Gambazada era imensa, tanto que a imensa maioria dos mais de 120 mil pagantes, maior público do clássico, era de favelados.

Mas, em cima da gente, rival não sai da fila. 24 minutos do segundo tempo, bola passada por Leivinha

(como o próprio Leiva contou pra mim, pro Guina e pro Saleta) para o gol de Ronaldo, calando todo o lixão. 1×0, pro Verdão e os palmeirenses do Estádio gritavam: Zum Zum Zum, é 21!

Dizem que um certo empresário de calçados da Zona Leste tinha mandado fazer 100 mil camisas do suposto título paulista. Imagino que fogueira bonita que devem ter virado…

1993 – SAIR DA FILA, AQUI SIM!

Essa eu posso contar sem recorrer aos historiadores! Sábado nublado, 12 de junho de 1993, dia dos namorados, finalíssima do Paulistão. Já se iam quase 17 anos desde que o Palmeiras tinha sido campeão a última vez, em 76.

O time com Sérgio, Claudio, Antonio Carlos, Tonhão e Roberto Carlos, Daniel Frasson, Mazinho, Zinho e Edilson, Edmundo e Evair havia sido derrotado uma semana antes por 1×0, jogo do “gol porco”.

O palmeirense tava com sangue nos olhos. Jogo do mais tenso até que, aos 41 do primeiro tempo, a bola vinha sendo conduzida pelo Edmundo, falta nele do henrique, o juiz deu vantagem, a bola sobrou pra Evair que achou Zinho na entrada da área, chute colocado, mas sem muita força, e abola foi devagarinho, quase como se os segundos durassem horas, rolando bem pro canto direito do gol de Ronaldo, quase rente à trave… GOOOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLLLLLL!

Bom, o resto vocês já sabem (e eu não consigo não ir às lágrimas quando vejo esse vídeo e o Silvério dizendo – E agora eu vou soltar a minha voz!):

1994 – BICAMPEÃO PAULISTA – DE NOVO EM CIMA DELES

O Palmeiras já tinha sido campeão no meio daquela semana, mas o último jogo era justo contra os vira-latas. Não era final, MAS ERA FINAL! Ganhar o título e perder pros Gambás não teria o mesmo sabor. Ainda bem que aqui é Palmeiras e mais uma sapecada pra cima deles:

Detalhe pro Gato Fernandez no vídeo AHAHAHAHAH

1994 – ATÉ BRASILEIRO

A rivalidade entre Palmeiras e Gambás nunca tinha sido posta à tão árdua prova (até então), do que em 1994, quando os dois times disputaram a final do Campeonato Brasileiro. E, de novo, sobramos em campo. 3×1 no primeiro jogo, show de RIvaldo e 1×1 no segundo, garantiram o bi-brasileiro em cima dos cachorro, mais um feito que eles nunca conseguiram…

Narração do segundo gol é do bosta do Galvão. Mas o RRRRRRRRRRRRRRRRRRRIvaldoooo é da hora!

1996 – PAULISTÃO

O time dos 102 gols, a segunda maior máquina de fazer gols, segundo a VW, 

também não deixou barato pra Gambazada e castanhou 3×1 neles, num jogo pra lá de inusitado:

O primeiro gol aos 40 segundos de jogo, e a comemoraçao mais esquisita já vista, protagonizada pelo Djalminha. 2×0 num golaço do gago Júnior, que também não deixou barato e foi dançar o Tchan. Djalminha e Edmundo foram expulsos, um a menos pra cada lado (isso, aliás, não teve nada de inusitado…). e o terceiro gol do Palmeiras foi num cruzamento de Cafu para Célio Silva deixar o dele, contra…

O Palmeiras é desde então e até hoje, o time que mais gols marcou numa edição do Campeonato Paulista.

1999 – LIBERTADORES I

São nas batalhas mais épicas que surgem os verdadeiros ídolos. Se essa frase tem alguma verdade, a prova dela se chama Marcos. Ele que, de terceiro goleiro, foi alçado à titular exatamente nas quartas-de-finais da Libertadores da América, obsessão alvi-verde que dias depois se tornaria realidade. Ele que, de umdesconhecido camisa 12, tornou-se São Marcos, o goleiro dos maiores milagres antes vistos, o maior goleiro do Mundo.

Primeiro jogo, 2×0 pro Palmeiras, numa das atuações mais impressionantes de um goleiro. Surge o ídolo:

E no segundo jogo, 2×0 pra eles, e aí, cobrança de penaltis, surge o Santo:

O Palmeiras, quatro jogos depois, conquistaria a América.

2000 – LIBERTADORES II

Novamente, o Bem e o Mal se cruzam na Libertadores. Dessa vez, semi-final. Quem ganhasse pegaria o Boca na final. E lá fomos nós… primeiro jogo, 3×1 pros caras, o Palmeiras consegue empatar e num lance dos mais cagados, os Gambás fazem o quarto gol no fim do jogo.

Na semana seguinte, o Palmeiras tinha que ganhar por 2 gols. Vitória simples levaria aos penaltis. E o juiz, pra quem não lembra, era o Edilson, só pra piorar.

O vídeo do Gabriel Santoro no youtube descreve bem melhor do que quaisquer palavras o que foi o chamado jogo do Século:

Mais uma vez, o Palmeiras superava os morféticos na Libertadores.

ESPECIAL – VALDÍVIA

Nunca um jogador incorporou tanto o espírito do torcedor quando se trata de um Palmeiras x Gambá. O Mago entendeu que o torcedor gosta de ver eles sendo humilhados, judiados sem dó. E assim o foi, sempre que El Mago enfrentou a favela:

Eu dava um braço pra ver ele entrando amanhã! Ia ser do CARALE-O! Quem sabe não brilha uma surpresa ai…

E esses são apenas os mais marcantes de todos os outros jogos em que entram em campos o Palmeiras e o Gambá. Nunca não valerá nada. Nunca.

No ano passado, o Palmeiras vinha de 03 anos sem perder pros favelados e acabou perdendo duas vezes, e só não venceu o jogo que terminou empatado porque, pra variar, fomos assaltados pela arbitragem.

Amanhã, Antonio Rogerio Batista do Prado, juiz de Campinas, será o encarregado do apito. Fica esperto, mano!

E nunca tivemos com tanta chance de espantar de vez a má fase dos últimos dois anos do que no jogo deste domingo, em que nem mesmo a galinhada tá abusando da sorte: dos 18 mil ingressos que tinham sido vendidos até sexta-feira, 15 mil foram pro Palmeiras.

Sempre vale alguma coisa. Pra nós, a paz que há muito anos não se via. Pra eles, um folegozinho pros jogadores e comissão técnica. Depois do vexame de quarta-feira, uma derrota pro Palmeiras, especialmente se for expressiva, vai custar várias cabeças…

Então, gambazada, não vale nada é o caralho! Contra vocês, vale tudo sempre!

Pode preparar a sacolada pra amanhã!

Pena que, como os Gambá vão de Kombi pro Pacaembu, não vai dar pra ver aquela cena típica de quando eles enchem o Tobogã: é o retrato exato de Serra Pelada!

AVANTI PALESTRA!

Esse dia, eu tava com raiva! kkkkk A Gambazada é especialista em vir com essa groselha de que não vale nada, sempre quando eles sabem que vão perder. Por acaso, naquela ocasião, perdemos 9 gols e eles fizeram um na única chance que tiveram.  Neste dia 05, a história será outra. Vão levar ferro, ah se vão! E quem vai ser o gambá-jumento que vai falar que não vale nada? Por isso do cagaço todo.

Tome-se por exemplo essa notícia aqui. Isso mesmo, palestrino, o técnico gambá escalou um zagueiro – eu disse ZAGUEIRO – pra jogar no meio de campo. Dependendo apenas de si próprio, faltando um ponto para o título, o Gambá decidiu que o lugar do volante titular, suspenso, será ocupado pelo zagueiro Wallace. Quer mais pavor que isso? Pior que o tal do Wallace deve estar tendo pesadelos com o Mago e com as bolas paradas do Assunção, KKKKKKK Aposto que ou vai expulso ou faz gol contra! A conferir.

E como todo Derby, os lixos já começaram com a boa e velha vantagem nos bastidores. Assim como na semi-final do Paulistão deste ano, a Gambazada parece ter escolhido a arbitragem. Daquela vez, mesmo com 03 a mais, 1 no campo, 1 no apito e 1 no banco de reservas, custou muito caro passar pela gente. Dessa vez, a sorte não vai ser a mesma. Já estamos escolados dos esquemas…   

Nem consegui tentar comprar ingresso ontem. Fui despachado pelo trampo para Nova Iguaçu (Uhu!) e acompanhei à distância os ingressos da nossa torcida secando em pouco mais que 60 minutos… Mas, tranquilo, estarei na Turiassu logo cedo no domingo e vou passar meu apoio pros que forem. E os que vão, é só sangue no zóio, como bem definiu o Forza.

Sobre o jogo em si, a expectativa é de um Gambá nervoso – a confirmar a semana do mais franco terror – contra um Palmeiras leve, compromissado apenas a agradar os 1800 malucos pelo Palmeiras presentes no Pacaembu, e os mais de 15 milhões que não estarão lá no Municipal mas reunidos numa corrente positiva para aniquilar o título da gambazada.

Dessa vez não vai ter palpite do Maluco. Mas que vai dar nós, ah isso vai. E que o Vasco faça a parte dele. A nossa, tá garantida. Imagina só o Verdão subindo de camisa listrada, mangas compridas e meiões brancos????

AVANTI PALESTRA! 

%d blogueiros gostam disto: