Arquivo mensal: novembro 2011

Festa Palestrina Repercutindo…

4591.

É a quantidade de exibições no Youtube que, até o momento, teve o vídeo gravado pelo Maluco ontem, no Pacaembu, após o anúncio do gol do Vasco:

Se o Maluco tivesse bebido apenas moderadamente, o vídeo estaria na orientação correta (paisagem, ao invés de retrato) e a cabeça teria doído bem menos hoje…

Mas nada disso importa. Vídeo mal gravado, ressaca das brabas, assim é que se faz! O sentimento do palmeirense ao deixar o Pacaembu ontem pode ser traduzido em uma simples  imagem. Euforia, alegria, alívio, esperança, tudo isso misturado a um sentimento ímpar de quem tem a chance de fazer justiça com as próprias mãos e logo contra o maior rival. O ano do Palmeiras pode ter sido uma merda, mas depende da gente foder com a temporada dos outros. Nem pra nóis, nem pra ninguém e pronto! O Bambi já foi, agora falta a Gambazada!

Além do pós-jogo aqui do Maluco, vale demais a pena (como sempre) a leitura dos posts do Verdazzo e do Forza Palestra. Traduzem exatamente o que passou e sentiu quem esteve no Pacaembu ontem.

Também é leitura obrigatória o post Pânico, outro do Verdazzo, que expõe o cagaço que a gambazada tá do jogo do próximo domingo.

Podem tremer, Gambás, é o recado do Palmeirense Doente (@PalmeirasDoente), esse sim com verdadeiros skills em como se fazer um vídeo, e até como consertar a bosta do meu, KKKKKKKKKKKK:

 

E pra fechar, no áudio do Alex Muller, durante a entrevista com Valdivia, a explosão da torcida palestrina no momento do gol do Vasco é de arrepiar (a partir dos 30 segundos):

OLELÊ, OLALÁ, SE SEGURA GAMBAZADA QUE O BICHO VAI PEGAR!

É DIA 4!

AVANTI PALESTRA!

(atualizado 29.11.11, 06:54hs)

Palmeiras 1×0 Bicharada – BR2011

Por onde começar a história de um domingo perfeito?

Depois de um ano maldito, agüentando chacota o tempo inteiro, eis que o ditado o Mundo dá voltas se apresenta na sua forma mais autêntica. A duas rodadas do fim do campeonato, nossos maiores inimigos e rivais dependiam de passar pela gente pra chegar nos seus objetivos. Ou mais ou menos, porque a Gambazada, dependendo dos resultados de hoje, podia levar o título com uma rodada de antecedência.

E fomos pro primeiro jogo, elas pela frente. Os mesmos de sempre, todo mundo junto, Praça VilaBoim pra esquentar e depois no alambrado do amarelo, pra empurrar o nosso Palestra. E foi um baile. 1×0 foi quase uma vitória pras meninas, que ainda levaram duas bolas na trave, fora os 20 gols que nosso ataque sempre perde. Mas o melhor é que ganhamos com mais um frangasso do Rogério  Farsenal (by Ricardo Macea), o time jogou leve, sem aquele peso maldito que tanto atrapalhou o desempenho do Verdão este ano.

Luis Fabichona, Dagobiba? Ninguém viu… E o ex-idolo palmeirense, Rivaldo? Esse vimos, sendo expulso KKKKKKKKK! Chupa, Leão, a “coisa maior” que você tanto almejou! Chupem bambis malditos! Hoje o porco reinou na floresta encantada KKKKKKKKK. Mais um ano jogando contra o River… do Piauí!!!! KKKKKK 

Mas, só ganhar delas não seria o bastante, o campeonato não podia acabar hoje, não sem antes termos a chance de mijar no chopp de Bavaria da galinhada. E a tensão dominou o Pacaembu, quando o placar anunciou 1×0 pros lixos em Floripa (alguém viu o lance? pra mim tava impedido, pra variar…). Ainda tinha uns 20 minutos, e a informação era de que o Figueirense massacrava os Gambás. Ou o Figueira empatava, ou o Vasco ganhava. 

Mais alguns minutos, gol do Vasco, o segundo no jogo, mas o primeiro que valeu (tiveram um gol mal anulado, pra variar…). Tudo estaria salvo, se não fosse o merda do Fred resolver empatar o jogo lá pelos 38.

No Pacaembu, fim de jogo, um despachado, faltava mais um e a tensão dominou o estádio, ninguém ia embora. Nisso, acaba o jogo em Florianópolis.  A Galinhada se reuniu no meio do campo no Orlando Scarpelli esperando a confirmação do empate no Rio, o que lhes daria o título. 

E eis que aos 45, Bernardo nos devolveu a única oportunidade de terminar o ano com um pingo de dignidade. 2×1 Vasco, decisão do campeonato só semana que vem e agora é nóis! Se quiserem ser campeões, os gambazinhos vão ter que arrancar pelo menos um empate do Palmeiras. Se repetirmos a atuação de hoje, e os Gambás continuarem com a bolinha das últimas 10 rodadas, vai ficar na mão do Vasco, que ainda tem que ganhar do Flamengo pra comemorar o Brasileirão.

Pode até ser que nada disso que aconteceu hoje adiante pra alguma coisa. Que o Vasco não passe pelos urubus, que os Gambás consigam empatar com a gente. Não importa. Depois desse ano maldito, como vai ser gostoso ver as bichas choramingando a vaga na Libertadores que nós impedimos e a gambazada se merdando toda nas calças de medo do “péssimo” time do Palmeiras. Vai ser igual 2010, o título deles de novo nas nossas mãos. Que seja sempre assim.

A borração de cuecas já está sendo tão grande que o treinador gambá já começou a falação. Fala Muito, Tite, que no domingo que vem voce vai é chorar muito… E pode preparar o mar de volantes!!! Põe o Moradei, põe!!! Afinal, vocês jogam pelo empate, KKKKKKKK!

Vai Palmeiras, depois de tanta desgraça, não custa um fim de ano com um pouco de paz e dignidade pro torcedor…

Alow, San Gennaro!!!!

O BONDE (MONSTRO!):

Este slideshow necessita de JavaScript.

FESTA NO FIM DO JOGO (E DEPOIS DO GOL DO VASCO):

OS LANCES:

A FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 1 X 0 SÃO PAULO

Estádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/hora: 27/11/2011, às 17h
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (Fifa-SP)
Auxiliares: Herman Brumel Vani (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)
Renda/público: R$ 225.556,00 / 18.364 pagantes
Cartões amarelos: Ricardo Bueno, Marcos Assunção, Gerley (PAL); João Filipe, Denilson, Wellington, Luis Fabiano (SPO)
Cartões vermelhos: Rivaldo, 46’/2ºT (SPO)
GOLS: Marcos Assunção, 10’/2ºT (1-0)

PALMEIRAS: Deola, Cicinho (João Vitor, 31’/2ºT), Leandro Amaro, Henrique e Gerley; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Patrik (Chico, 24’/2ºT) e Valdivia; Luan e Ricardo Bueno (Fernandão, 31’/2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolar.

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Piris, João Filipe, Rhodolfo e Juan (Willian, 21’/2ºT); Wellington, Denilson, Cícero (Marlos, 15’/2ºT) e Dagoberto (Rivaldo, 15’/2ºT); Fernandinho e Luis Fabiano. Técnico: Emerson Leão.

AVANTI PALESTRA!

Tem Jogo: Palmeiras x Bambis da Floresta Encantada – R37 BR2011

Só vou dizer uma coisa no Tem Jogo de hoje, porque nada mais importa, nem mesmo o palpite do Maluco (que seria 2×1 pro Verde):

P R A  C I M A  D E L A S ! ! ! 

BuinBom em 3, 2, 1…

AVANTI PALESTRA!

É Campeão!

Quem fala que o Palmeiras não revela bons jogadores, não sabe o que diz. O Verdinho sub17 acaba de ser campeão Paulista.

Esperamos que jogadores como Dybal, Luiz Gustavo e Sabiá sejam aproveitados, viu Bigode?

Parabéns pro Verdinho!

Agora é pra cima delas!

AVANTI PALESTRA!

PorcoNews n.60

Sessenta vezes PorcoNews! Parabéns pra quem leu desde a primeira edição até hoje. Vocês são mais malucos que eu! E vamos ao que importa: falar do Verdão!

SEM PAZ, SEMPRE

Eu fui dormir feliz da vida no domingo. Tinha recebido uma notícia maravillosa logo cedo – em breve falarei mais sobre isso – e o nosso Palestra tinha ressurgido do limbo, imponente, como deveria ser sempre. Tive o sono dos justos…

… E acordei com a bombástica notícia das demissões em série do gerente administrativo Sérgio do Prado, dos 5 integrantes da assessoria de imprensa e do advogado André Sica.

Não vou entrar no mérito da decisão, que teve indiscutível cunho político. Para isso, leiam o 3VV e o Verdazzo!.

Sobre a perda que essa decisão estúpida repesentou, leiam o Forza Palestra!

Mas o que não me entra na cachola é: PORQUE AGORA? PUTA QUE LA MADONNA! NÃO PODEMOS TER UM SÓ DIA DE PAZ, CAZZO???

Passamos um dos anos mais ridículos da história alviverde, repleto de futricas, fofocas, puxadas de tapete, tudo sempre conduzido de forma omissa e intempestiva. Não por menos fomos escapar da degola a 3 rodadas do fim do BR2011, tamanha a balburdia que transformou a melhor defesa do Mundo no primeiro semestre em um saco de pancadas candidato ao rebaixamento.

Enquanto isso, nossos dirigentes sentaram em cima dos problemas e fizeram vistas grossas com tudo e com todos. Isso, o ano inteiro.

Agora, faltando duas rodadas pro fim do ano, depois que toda a merda já foi consolidada, simplesmente NÃO ERA O MOMENTO!

Só isso que vou dizer. É muita incompetência prum clube só. Nessas condições, o que se esperar de 2012?

NEM TUDO ESTÁ PERDIDO 

Amanhã, a partir das 10:00hs, o Palmeiras sub-17 enfrenta o Santos, valendo o Paulista da categoria. No primeiro jogo, o Verdão bateu o bom time dos sardinhas por 2×1, de virada, em Santos. Amanhã o jogo será no estádio Carlos Ferracini, em Caieiras/SP. Olho no camisa 10 Bruno Dybal, e no zagueiro Luis Gustavo. E boa sorte, verdinho! Quem não puder ir, acompanhe pela Rede Vida. Vamo ganhá porco!

É, ASSIS…

 Mais vale um passarinho na mão do que dois voando. Todo mundo já ouviu essa frase. Menos o Assis, o irmão do mercenário que atende pelo nome de RG. O Drops do 3VV de hoje trouxe o xororô do empre$ario por conta dos salários atrasados em mais de 3 milhões, o que é música pros ouvidos de muita gente. E que la sigam mamando, o empresario e o seu irmão dentuço. AHAHAHAHAHAHAHAHHA! Eu avisei!

PRA CIMA DAS MENINAS

Domingo é dia de masculino x feminino, Palmeiras e Bicharada. O primeiro clássico tratado neste Blog foi um Palmeiras e Bambis. Na ocasião, fiz um post especial sobre o jogo. E venho repetindo a cada nova oportunidade que temos de atropelar os Bambis. Dessa vez, vale muito pra eles, e pra gente só vale o prazer de atrapalhar. Não podia ser melhor. Jogar sem responsabilidade, senão o óbvio dever de sempre derrotar um rival inimigo, deve ter lá sua vantagem (eu acho…).

Seja como for, ingresso na mão! Domingo, 14:30 no BuinBom (ou no Bar da Praça – o que estiver aberto), pra entrar bem loko no Pacaembu mandando um Ô BICHARADA! no último decibél!!!

Então, pra não perder o costume, o PorcoNews 60 encerra com o repeteco do Esquenta pro Domingo – Vai Palmeiras!!!!!!, de 17.09.2010:

Clássico tinhoso no domingo. Palmeiras x Bambis é jogo pra acabar sem voz, tenso…

Um pouco de informação: Kléber e Edinho fora do nosso lado. Valdívia deve ser titular e há possibilidade do Santo voltar.  No time feminino, Xandão tomou o terceiro amarelo e não vai pro jogo.

Tá bom de notícia, né? Que me interessa quem vai jogar?!?!? A vitória tem que vir nem que seja pra jogar com todo o Palmeiras B e Amoroso, seu mais novo reforço! Não estou interessado! É pra ganhar com o time que for, com gol contra, impedido ou do juiz, desde que GANHE… VAI PALMEIRAS, PORRA!!!!

A seguir, um pouquinho do que queremos ver no domingo: vamos tirar as meninas pra dançar!

(Créditos: Youtube)

Valdívia humilha em castelhano:

Alex – Soberano:

Galeano é foda!

Robert (ahahah)

Mancha

E, por fim, uma foto do acervo pessoal: Marisa…

Palpite 2×0, Assunshow e El Mago, Rogério Ceni expulso por ficar ajoelhando toda hora (aqui não é hoquei não, rapá!).

Vai PALESTRA!!! Pra cima delas!”

 AVANTI PALESTRA!

Jumento Verde

Ia fazer um post aqui chamado @JumentoVerde, que ia ser pra criticar essa cambada de desocupados que fica no twitter – no anonimato, diga-se – com nomes tipo empresário verde ou coisa que o valha – espalhando todo tipo de mentira sobre contratações de jogadores, como se fossem pessoas de muita influência com os dirigentes do clube.

Mas, depois de ter lido as declarações do Judas30 na sua apresentação no Gremio, assim como o sensacional post do Barneschi no Forza Palestra, resolvi voltar no tempo, nesses 14 meses de Blog, pra lembrar o que eu já tinha escrito sobre o canalha aqui no Blog.

E, de trás pra frente, nao precisei ir nem um pouco longe… o Post #2 – manto de aço (que inexplicavelmente nos meus dias de beginner blogger, apesar de ter sido o segundo escrito e publicado aqui, aparece como a primeira publicação de todos os tempos do Maluco pelo Palmeiras), com uma foto da apresentação do Judas, discorria sobre como pesa a camisa do Palmeiras e como é difícil que parte dos jogadores que são contratados pelo clube joguem bem e tenham a mesma identificação que o Marcos, que o Pierre e que… bom… o Judas. Hã???????

Leia o tal post ao final, quem tiver paciência – e estômago HAHAHA.

Aí caiu a ficha… O Jumento Verde sou eu. E todos os outros palmeirenses que, assim como este blogueiro, se deixaram esquecer com uma facilidade ímpar – talvez turbinada pela escassez de títulos e conquistas – que identificação com o Palmeiras quem tem somos nós. Quem torce pelo Palmeiras é a gente, e não os jogadores. Estes estão aqui porque são pagos – e muitíssimo bem – para estarem aqui e trabalharem pelo clube.

Ao final de toda essa novela do Judas, se apresenta uma grande oportunidade pra muitos da nossa torcida, eu incluído, deixarmos de ser  verdadeiros Jumentos Verdes. São palmeirenses como eu que, depois de mais um ano de desempenho ridículo do time, depositam toda sua esperança de dias melhores na figura de um cara que, muitas vezes, nem tem capacidade intelectual de entender a responsabilidade que é carregar no peito o P branco guardado pelo escudo verde, muito menos o encargo que a torcida deposita nele.

E não entende porque não conhece a trajetória de glórias do clube, não viveu ou nem era nascido nos anos difíceis sem títulos, na fila. Porque não esperou 14 anos pra ver o time campeão pela primeira vez. E porque provavelmente nem gostava do Palmeiras – isso se nao era membro da organizada rival – antes de rechear os bolsos com o dinheiro do clube.

E podia continuar, mas acho que ficou claro… A gente que ama o Palmeiras tem que acreditar na nossa camisa, na força da nossa arquibancada, da nossa história e, é claro, naqueles pouquíssimos que passam por aqui com a honradez que deles se espera. Pouquíssimos. O resto, é gado. É irrelevante. Não é nada perto do que é o Palmeiras.

Principalmente, que fique claro pra mim, e pro resto da jumentada, que identificação com o clube o cara tem quando é vencedor no clube por várias e várias vezes, ou então porque defendeu nossas cores por anos a fio sem se entregar às tentações do mercado do futebol. Não é qualquer vagabundo que ganha um paulista ou joga 12 meses no clube que pode ser alçado a essa condição. E isso não vale só pro Judas, que fique muito claro…

Enfim, espero estarmos (eu e vocês) vacinados dessa jumentice toda. Vai ser difícil outro vagabundo feito o Judas ter a minha confiança. Ah, se vai…

Com vocês, o texto do ex-Jumento Verde (que merece um prêmio especial também pela ode ao Armero…), hoje apenas mais um vacinado e desiludido Maluco pelo Palmeiras:

Amigo Palmeirense,

Já vou começar tentando não cornetar este ou aquele jogador. Mas a cada dia que passa fico mais convencido de que vestir o manto verde não é pra qualquer um. Ou melhor, é para pouquíssimos. É de impressionar a quantidade de jogadores “boas promessas” nos clubes de origem que chegam ao Palmeiras e simplesmente não conseguem manter a mesma regularidade que os fez serem contratados.http://palestracampione.blogspot.com/2010_06_01_archive.html

Sem dar nome aos bois, é claro que uma parcela considerável não tem condições de vestir a nossa camisa. Mas o que assusta são os jogadores que são bons, que tem lugar em qualquer time do país e que, quando vestem o uniforme do Palmeiras, parecem entrar em campo com duas chuteiras esquerdas…

A impressão que fica é que a camisa pesa demais. Mais que qualquer outra. Pesa pros nossos adversários, que se borram de olhar entrar em campo o exército verde empurrado pela torcida incondicionalmente fanática. Exemplo claro disso foi o recente jogo contra o Vitória, pela Sulamericana, que o Palmeiras ganhou com a força do nome, na raça, na superação, na adversidade. Podia parar por aí, né?

Mas não pára. Porque a camisa pesa demais pros recém-chegados. Atletas que por vezes são bons e que simplesmente não conseguem acertar passes de 2 metros.Coisa pra deixar até o mais paciente palmeirense irritado com San Genaro…

Acho que muitos podem ser os motivos. A carência de títulos de expressão nos últimos anos faz com que a paciência de boa parte da torcida seja mínima. No segundo passe errado, já tem sujeito xingando e pedindo a cabeça do novato. Mas, se quer jogar em time grande, vai ter que segurar a onda, ter personalidade, não pode se abater.

Eu fui um dos poucos que lamentou a saída do Armero. Não, eu não sou louco. Sem dúvida, não é jogador do nível que o Palmeiras precisa. Mas não vou esquecer as lágrimas no jogo contra o Corinthians no Paulistão, depois de ser substituído, o pedido de desculpas público ao torcedor pelos lances infelizes, a promessa de que ia melhorar, a dança em forma de deboche e desabafo na Vila Belmiro… Era um cara de fibra. Jogava com o coração, errava muito mais por afobação e excesso de vontade, do que por conta da  ruindade, muitas vezes evidente. Só que era muito mais comprometido com o Palmeiras do que muito jogador que está aí hoje.

Não vou nem começar a falar da situação política do clube que, na minha opinião, também tem parcela considerável de responsabilidade no desempenho do time. Ambiente conturbado fora de campo também pesa nos jogadores em campo.

A verdade é que nem todo jogador se identifica com o clube como Kléber, Marcos e Pierre. Muitos vem pra cá e em pouco tempo só pensam em carro, mulher e balada e esquecem que são jogadores de futebol, né Marquinhos? [ops, eu não ia falar nomes…]

E é pra isso que a categoria de base tem que servir. Criar talentos, mas, principalmente, criar identidade do jogador com a tradição, com a história do Palmeiras e, especialmente com a responsa de vestir esse manto de aço que é a camisa do Verdão. Se já não é pra qualquer um torcer pelo Palmeiras, que se dirá de entrar em campo pra defender nossas cores?

Putz, esse post já está gigantesco… com o tempo, eu pego o jeito. Ou pelo menos assim espero.

Avanti Palestra!”

AVANTI PALESTRA! (sempre com letras maiúsculas, porra!)

  

Bahia 0x2 Palmeiras – BR2011

Até que enfim, porra! Depois de 10 malditos jogos, voltamos a vencer. Arrisco dizer que foi a vitória mais importante do ano. Chegar para os clássicos precisando de pontos pra não cair seria perigoso demais. 

Ao final do jogo, todos os jogadores (menos Valdivia) se reuniram e, abraçados, comemoravam a vitória. A entrega do time justificou a festa. O Palmeiras do começo do ano, limitado mas brigador, estava de volta, antes tarde do que nunca…

Atribuo a vitória – que eu acertei na lata no palpite do Tem Jogo! – a dois fatores distintos. O primeiro foi a utilização pelo Bigode do esquema tático com 2 meias, coisa que a gente cansou de falar durante o ano todo. Tanto que o Palmeiras foi melhor em campo até o momento em que o Bigode resolveu tirar o Patrik e colocar o #16, e depois sacou o Mago pra entrada de Chico.

O segundo fator deve-se às atuações de Assunção, Leandro Amaro e Valdivia. Embora o Mago tenha jogado muita bola – no segundo tempo – os lances do #10 não resultaram em gols, muito em parte por incompetência absoluta do Patrik, do Luan, do Ricardo Bueno, do bandeirinha. Mas foi muito bom ver o Palmeiras criando chances de gol de novo… a maioria delas dos pés e da genialidade do Mago.                                         

O Assunção e o Leandro Amaro também foram perfeitos hoje. O Assunção, naquilo que é útil – batendo faltas e escanteios – deu um gol e fez o outro.. Já o Leandro Amaro não perdeu uma dividida o jogo inteiro, jogou como se fosse titular há vários jogos. Me impressionou…

Finalmente podemos pensar só em 2012 a partir de agora (não sem antes tentar foder o ano dos Gambas e dos Bambis). Que seja um ano bem diferente…

OS GOLS:

A FICHA TÉCNICA:

BAHIA 0 X 2 PALMEIRAS

Estádio: Pituaçu, em Salvador (BA)
Data/hora: 20/11/2011 – 19h (de Brasília)
Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva (SE)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises (Fifa-RJ) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)

Renda/público: não disponíveis
Cartões amarelos: João Vitor (PAL), Fahel (BAH)
GOLS: Ricardo Bueno (20’/1ºT), Marcos Assunção (45’/2ºT)

BAHIA: Marcelo Lomba, Jancarlos, Titi, Paulo Miranda, Hélder (Maranhão, 23’/2ºT); Fahel, Diones, Camacho (Júnior, intervalo) e Carlos Alberto (Nikão, 14’/2ºT); Lulinha e Souza. Técnico: Joel Santana.

PALMEIRAS: Deola, Cicinho, Leandro Amaro, Thiago Heleno e Gerley; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Patrik (João Vitor, 13’/2ºT) e Valdivia (Chico, 39’/2ºT); Luan e Ricardo Bueno (Dinei, 28’/2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

AVANTI PALESTRA!

Tem Jogo! Bahia x Palmeiras – BR2011 – R36

Quando a gente acha que as coisas vão melhorar pro nosso lado, eis que o Ceará derrota o Grêmio no Olímpico, o que nós não conseguimos fazer…

Se o Palmeiras empatar hoje, basta que o Cruzeiro tenha vencido o  A/PR hoje e que vença o Ceará na próxima rodada que escaparemos da degola independentemente do resultado dos dois últimos jogos.

Agora, se o Verdão ganhar hoje, resolve a parada de uma vez por todas e manda o rebaixamento pra casa do caralho.

Felipão parece ter entendido isso já que finalmente armou o time com dois meias (Patrik e Valdivia), ao invés de três volantes (com Tinga ao lado de Assunção e Araujo). Jogamos com Deola, Cicinho, Leandro Amaro, Thiago Heleno e Gerley; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Patrik e Valdivia; Luan e Ricardo Bueno.

O Bahia deve ter Marcelo Lomba; Gabriel, Paulo Miranda, Titi e Hélder; Marcone, Fahel, Magno e Diones; Souza e Lulinha.

Sigo otimista. Acredito na vitória hoje. É só querer. 2×0 é o palpite, bem de maluco mesmo, gols de Valdívia e Assunção.

Alow San Gennaro!!! É com você!

AVANTI PALESTRA!

PorcoNews n. 59

Buenas, Palestras! PorcoNews no ar.

CONTINHAS

Pontos corridos é sempre a mesma merda. A poucas rodadas do fim, todo mundo fazendo conta pra tentar antecipar como vai acabar o ano. O Verdazzo! fez uma simulação dos possíveis resultados dos nossos adversdários, considerando que o Palmeiras marque apenas 1 ponto nas próximas 3 rodadas e, é claro, que os adversários pontuem bem acima da média que praticaram durante o campeonato. Veja aqui e se assuste se quiser. Eu sigo dizendo que o Palmeiras não cairá. Mas a preocupação do post do Conrado é válida. O próximo jogo tem que ser vitória.

JUDAS E OS SEUS 80%

Tenho dó dos gremistas. Vão jogar meio milhão de reais por mês na lata de lixo. Já tratamos sobre as declarações do cretino durante a semana, no post Oitenta por cento. Depois do empate de quarta-feira, foi a vez de Marcos Assunção e Luan desmentirem o falastrão. Nao esqueçamos, ainda, que recentemente os jogadores do Flamengo deixaram claro que nao queriam o Judas por lá. Assim como quando voltou da Ucrânia e foi renegado pelos Bambis, e hoje tem portas fechadas no Cruzeiro e no Palmeiras, o Judas consegue nao ser querido nem mesmo onde nunca jogou. E assim vai pelo ralo a carreira de um jogador que, de provável selecionável nas mãos de Felipão no primeiro semestre, passou a ser um jogador rotulado de problemático e que pouca gente sã receberia de braços abertos. Bem feito.

CARTILHA TÁ AQUI, SAMPAIO!

Ei! Psiu! Você é gerente de futebol do Palmeiras e está pensando em implantar uma cartilha de comportamento pros seus jogadores? SEUS PROBLEMAS ACABARAM! Tá aqui, Sampaio, meu querido, pode usar e abusar da Cartilha do Maluco! Essa aqui já é homologada pela torcida! Ah, e se tiver jogador gringo, não tem problema, temos a versão em inglês também!  Então, Monstro, vê se pára de imprimir posts do Blog do Paulinho e prestigia a gente da mídia palestrina a partir de agora, hein?!

GUERREIRO DE VOLTA

Sampaio confirmou que Pierre deve voltar ao Verdão para a temporada 2012. Pra mim, joga muito mais bola que Araujo, Chico e Joao Vitor juntos. Só resta ele ter a chance que merece com Felipão.

CAMARÕES COM GOSTO DE FRANGO?

Vocês se lembram da DIS, não, empresa que detém direitos de jogadores profissionais, como os jogadores do Palmeiras Vinicius e  Tinga? Pois bem. Vocês lembram também que no meio do ano Felipão quebrou o pau com o grupo de empresários e chegou a afastar Tinga do grupo em retaliação à empresa. Então… Aparentemente, o parceiro do Palmeiras para as contratações de 2012 vai ser quem? Advinha?  O DIS [yeahhhH!!!! TODOS COMEMORA]. Na matéria em que se retrata o desejo do Bigode em ter “camarões” para o ano de 2012, veio alí, sem muito compromisso, a notinha de que o camarão vai ser fornecido pelo DIS. Que assim seja, mas o Sr. não vai poder reclamar depois, hein Felipão, que tem camarão com gosto de frango…

Por hoje é só, palestras!

E que domingo a gente entoche meia dúzia de acarajés no Bahia!

AVANTI PALESTRA!

Palmeiras 1×1 Vasco – BR2011

Ainda não é pra comemorar, mas parece mesmo que o pior já passou. Pelo segundo jogo seguido, o Palmeiras – ainda dentro de suas visíveis limitações – fez uma partida quase aceitável e arrancou mais um ponto precioso pra afastar de vez o perigo de rebaixamento. Se A/PR e Ceará perderem seus próximos confrontos, ambos fora de casa (CRU e GRE, respectivamente), praticamente cumpriremos tabela contra o Bahia, às 19 hs do próximo domingo.

Se no último jogo o Verdão mostrou brios e abriu dois gols de vantagem em pleno Estádio Olímpico e só não saiu com 3 pontos por conta desses azares que só acontecem com o Palmeiras (e dos cotocos do goleiro Deola), dessa vez o time mostrou sangue frio e não se abateu de começar tomando gol logo aos 3 minutos de jogo – que na minha opinião foi  irregular, pois o Dedé subiu deslocando o Leandro Amaro – numa saída de gol desastrada do bracinho curto…

OBS.1 Não me entendam mal, acho o Deola um bom goleiro. Mas o palmeirense está acostumado com um Santo, e as diferenças são gritantes…

Voltando ao jogo, o time armado com 3 volantes (Araujo, Assunção e Joao Vitor) e mais o Patrik brigava muito pra reverter o resultado – a maior parte do tempo contra a bola… Cicinho, que jogou muito no domingo, foi jantado pelo Jumar, quase que perde todos os lances. Luan dispensa novas explicações – dedicado mas muito burro – e Ricardo Bueno também não conseguia repetir o desempenho da semana passada. Mesmo assim, o Palmeiras soube ao menos ocupar o espaço deixado pelo Vasco que, recuado, pedia o gol de empate. Mas no primeiro tempo não tinha jeito mesmo…

Pra segunda etapa, pouco depois do início, Felipão sacou Patrik e Ricardo Bueno e mandou a campo Carmona e Dinei. Deu certo. Carmona fez uma de suas melhores participações com a camisa do Palmeiras até aqui. Logo no primeiro lance, encaixou um passe de 40 metros pro Luan na esquerda. Depois, em duas boas arrancadas arrancou uma falta e, se não me engano, o escanteio que gerou o gol de empate de Luan, de rebote – igualzinho o que ele fez contra os Gambás.

Com um pouquinho mais de qualidade – porque vontade não faltou – o Palmeiras teria até ganhado os três pontos. Mas aí, já seria ajudar os Gambás demais… Sobre o Vasco, pra quem quer ser campeão faltou muito gás, principalmente, PASMEM, pro Sr. Diego Pantufa, que na reta final dos campeonatos disputados pelo time carioca vem sendo expulso, perdendo penalti em clássico, se escondendo em campo… Nada diferente do que fez por aqui quando foi escorraçado do time em 2009, ou de sua temporada de férias em Minas Gerais. Antes do jogo, lá no BuinBom, tinha vários vascaínos tomando uma cerveja com a gente e, conforme me relatou o Orelha, o ódio do vagabundo já é quase unânime na torcida do Vascão.

OBS.2 Aliás, como eu me orgulho de ser palmeirense. A expulsão pelo Palmeiras de vagabundos como o Pantufa, Vagner Love e, agora, o Judas, partiram, cada uma do seu jeito, das nossas arquibancadas. Palmeirense tem orgulho e não tolera esses chupins safados que não acrescentam nada pro nosso Verdão. E, a contar pela estirpe dos que saíram, temos acertado em cheio!

Gostei do Bigode hoje. Além de ter mantido a estrutura do time que foi bem contra o Gremio (Gerley, Araujo e Leandro Amaro permaneceram na equipe), com a única alteração do João Vitor no lugar do suspenso Tinga, Felipão foi bem nas alterações, especialmente na troca do Patrik pelo Carmona, que foi o divisor de águas do jogo de hoje.

Pra fechar, foi muito bom ter voltado ao BuinBom e ao Pacaembu hoje, mesmo com eu tendo ido embora antes do jogo… É isso mesmo, fui até lá, paguei ingresso e não entrei. Não perguntem porque. Porque sim, oras! E se continuar dando certo, vou repetir a dose kkkkkkkk!

Porra nenhuma, contra as bichas é nóis no Buin e no alambrado do amarelo. Ali, até a volta do Palestra, é a casa do Maluco! E na rodada final, vamos de Lilás devolver pro Vascão os 2 pontos tirados hoje e mais unzinho…

OBS. 3 Este é, disparado, o pior campenato de pontos corridos de todos os tempos. Amanhã tem texto do Orelha sobre essa abominação…

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 1 X 1 VASCO

Data/hora: 16/11/2011 – 21h50
Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Árbitro: Leandro Vuaden (RS)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (RS) e Kléber Lúcio Gil (SC)
Renda e público: R$ 122.555,00 / 8.570 presentes / 8.153 pagantes
Cartões amarelos: Thiago Heleno, Pedro Carmona (PAL); Renato Silva, Dedé (VAS)
Cartões vermelhos: Não houve

Gols: Dedé 4’/1ºT (0-1), Luan 18’/2ºT (1-1)

PALMEIRAS: Deola; Cicinho, Leandro Amaro, Thiago Heleno e Gerley; Márcio Araújo, Marcos Assunção, João Vítor (Chico – 37’/2ºT) e Patrik (Pedro Carmona – 14’/2ºT); Luan e Ricardo Bueno (Dinei – 14’/2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

VASCO: Fernando Prass; Fagner, Renato Silva, Dedé e Jumar; Nilton, Felipe Bastos, Allan (Diego Rosa – 28’/2ºT) e Felipe; Eder Luis (Bernardo – 19’/2ºT) e Diego Souza (Elton – 26’/2ºT). Técnico: Cristovão Borges.

AVANTI PALESTRA!