Arquivo mensal: fevereiro 2011

Bambi 1×1 Palmeiras – Paulistão 2011

Podia ter sido melhor.

Jogamos com 1 a mais por pelo menos 30 minutos e dava pra ter vencido o jogo.

Pra variar, a única bola que os bambis mandam pro gol entra. Pode reparar, que defesa fez o Deola no jogo? NE-NHUMA…

Felipão, presta atenção! O Danilo está vendido, a cabeça dele está bem longe daqui. Não pode ser titular. É um absurdo um time perdendo ter que trocar de zagueiro no intervalo porque o imbecil que tava jogando ia ser expulso. O mesmo vale pro Assunção que teve que dar lugar ao João Vitor também pra não ser o expulso. Agora, decepção mesmo foi o Tinga. Até o  /\ teria jogado melhor hoje do que esse puto. É muito melhor avançar o Assunção, que não marca ninguém mesmo, e botar o Joao Vitor ou Chico, do que jogar com o inoperante Tinga, que tem duas pernas esquerdas…

Agora, as bichas reclamando da arbitragem é piada de mau gosto. Logo elas, que devem tudo o que tem ao apito cor-de-rosa. Alex Silva tinha que ser expulso sim, assim como o Miranda, que pisou na mão do Valdivia no primeiro lance do jogo. E nem vamos comentar o impedimento inexistente que foi marcado no Gabriel Silva, no último lance do jogo, na cara do gol…

Muita coisa precisa melhorar, mas estamos no caminho certo. No lance do gol, Valdivia pro Kléber, dele pro Adriano e dali pro barbante e pra dancinha do MJ, mostrou que o time tem qualidade. Tivesse o Felipão tido chance de mudar o time como ele queria (Danilo e Assunção sairam pra não levarem o vermelho), talvez estaríamos comemorando vitória agora.

Deixa estar. Quero pegar as bichas nas quartas ou na semi. Vamos passar o carro. De preferência no Morumbicha.Aí elas vão ficar sem sentar por 1 mês. Promessa.

Os gols do jogo:

A ficha técnica:

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 1 PALMEIRAS

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/hora: 27/2/2011 – 16h
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Assistentes: Marcio Luiz Augusto e Marco Antonio Gonzaga da Silva

Renda e público: R$ 624.981,80 / 26.138pagantes
Cartões amarelos: Miranda e Dagoberto (SAO); Danilo, Kleber e Marcos Assunção (PAL)
Cartões vermelhos: Alex Silva, 12’/2ºT (SAO)
GOLS: Fernandinho, 25’/1ºT (1-0); Adriano Michael Jackson, 38’/2ºT (1-1)

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Rhodolfo, Alex Silva e Miranda; Jean,Casemiro, Carlinhos, Lucas (36’/2ºT – Rivaldo) e Juan; Dagoberto(36’/2ºT – Willian José) e Fernandinho (29’/2ºT – Xandão).Técnico: Paulo César Carpegiani

PALMEIRAS: Deola, Cicinho, Danilo (Intervalo – LeandroAmaro), Thiago Heleno e Gabriel Silva; Marcos Assunção (16’/2ºT – JoãoVitor), Márcio Araújo, Tinga e Valdivia; Kleber e Luan (10’/2ºT -Adriano). Técnico: Luiz Felipe Scolari

As fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

A chegada da Mancha e os palpites antes do jogo e debaixo d’água:

AVANTI PALESTRA!

É Campeão!

A molecada sub-17 do Verdão faturou A Copa Rio ontem, contra o Botafogo.

Depois de 1×1 no tempo normal, coube ao goleiro Vinicius defender duas cobranças e garantir o caneco pro Palestra:

Se dependesse só de goleiro, o Palmeiras seria campeão de tudo e em todas as categorias.

Parabéns molecada! Olho neles, Felipão!

AVANTI PALESTRA!

Tem Jogo! SPFW X Palestra – Paulistão 2011

Foi em 20 de março de 2002. Eu estava lá e vi uma das maiores pinturas do futebol. Um gol pra encantar o futebol, como disse Silvério na narração.

De lá pra cá, jogando na gaiola, só empates ou derrotas. Mesmo quando jogamos melhor do que elas. Está na hora disso acabar.

Hoje é o dia! É só querer ganhar, o que significa que não podemos ter de novo um time forrado de volantes, como contra o Mogi e o Comercial. Beleza, comandante?

O Palmeiras jogará com Deola; Butt-Head, Danilo, Maurício Ramos e Gabriel; Marcos Assunção, Caramujo, Tinga e Valdivia; Luan e Kleber.

Já o time feminino virá de cor-de-rosa e com Denis, Rhodolfo, Alex Silva, Miranda e Juan; Rodrigo Souto, Casemiro, Lucas e Rivaldo; Fernandinho e Dagoberto.

Aposto na vitória, que virá das grandes atuações de Kléber e Valdívia.

Palpite do Maluquinho: 2×1, Kléber e Mago.

AVANTI PALESTRA!

PorcoNews n. 22

PorcoNews no ar! Nóis tarda mais nóis num ‘faia’…

VALDÍVIA

O Mago voltou. De verdade. Quarta-feira, enquanto esteve em campo, foi só espetáculo. Destaco um passe de calcanhar pro Kléber, no segundo tempo, que foi sacanagem… Isso sem contar o cruzamento preciso na cabeça do MJ, e os gols que ele distribuiu pro Palmeiras perder. Contra o Mogi também já tinha jogado bem. Agora, neste domingo, vem a prova de fogo. Humilhar os bambis sempre foi com ele. Minha expectativa é que ele faça a diferença no clássico, contanto que pelo menos dois dos nossos volantes tenham indisposição estomacal ou algo que o valha, obrigando o Felipão a escalar o time com “apenas” 02 volantes. O Mago deu entrevista pro Globo.com. Falou da sua recuperação e da partida contra as bichas. Só faltou dizer que ele guarda dois domingo e que o Goleiro de Hockei vai sair do campo com o joelho sangrando e com um torcicolo por causa dos chutes no ar. Pode apostar.

POR FALAR NELAS…

Essa aqui vem do Facebook do meu parceiro Gustavo Gomes Pereira.

A frase vale muito mais do que qualquer coisa que eu escrevesse aqui. Então, sem mais.

TABU + RIVALDOxFELIPÃO

Ainda sobre as gracinhas do Jd. Leonor, só se fala em duas coisas na impren$inha: i) que o Palmeiras não ganha delas no Panetone desde 2002; e ii) que Felipão não quis Rivaldo no Palmeiras.

Tabu existe pra se quebrado. A não ser o Gambás nas Libertadores. Desculpem, fedorentos, mas a América voces jamais terão. Nunca serão. Sorry.

Quanto ao Rivaldo, penso dele hoje o mesmo do Ronaldinho $$. Muito bom e pouco útil. Por isso não achei ruim que ele não veio. E não tô nem aí que ele foi pros bambis. Já escrevi isso aqui. E o Felipão soltou com razão o coice nos palh…, ops, nos jornalistas que insistiam em dizer que o técnico não quis Rivaldo no Palmeiras. O Palmeiras precisa, desde o ano passado, de um atacante. Um meia velho pra ficar encostado, já tínhamos o Pré-Pago. Seria uma estupidez trazer outro. É isso o que ele quis dizer na entrevista que foi reproduzida no Lance!.

SANTO FORA

Marcos não joga contra as donzelas. Está em Oriente por conta de problemas de saúde da sua mãe. Força, Marcão! A torcida do Palmeiras ora por você e pelos seus!

ENSAIO GENIAL

Rapaziada, quem foi na quadra ontem pirou no ensaio da Mancha! O Carnaval tá logo aí é a pegada tá puro balanço! Ontem, estivemos na ilustre presença do Rovaron, Raulzito (parabéns irmão!), Guarino, Gustavo, Pedro, e ainda tive o prazer de conhecer o Kikuchi, o dono da tatuagem do Marcos que mostrei aqui semana passada. Valeu, rapaziada!

Pra quem tá na onda do Carnaval, hoje os carros alegóricos estão sendo levados pro Anhembi; amanhã tem Barracão Folia, Ensaio Geral com Art Popular; domingo é dia de ensaio no Anhembi, as 21 hs; e segunda-feira vamos buscar as fantasias.

BEIJINHO, BEIJINHO, BYE, BYE

A Rede Globo se retirou da licitação do Clube dos 13 para a transmissão do Campeonato Brasileiro entre 2012 e 2014.

O argumento é de que estão pensando no melhor interesse do torcedor, e que os critérios propostos pelo C13 prejudicariam o torcedor.

Sei…

Eu tava pensando justamente nisso quando fui assistir Palmeiras e Paulista numa quinta-feira, em que não há transmissão de TV Aberta, as dez da noite. Pensei: Poxa, os caras pensam mesmo no torcedor! Quanta consideração! Afinal, se o jogo fosse às sete, no horário de verão, poderia estar muito calor pra ficar nas arquibancadas. Opa, mas peraí? E porque o Palmeiras e Gambás foi num domingo à tarde, num calor de dar inveja a RÁ, o Deus mitológico do Sol? Agora me confundi um pouco…

É isso ai! PorcoNews encerrando porque a Sra. Maluco cansou de esperar pra ver um filme e foi buscar o pau de macarrão na cozinha…

AVANTI PALESTRA!

 

Comercial 1×2 Palmeiras – Copa do Brasil

A manchete do ano passado pôde ser repetida pelos jornalistas vagabundos: Palmeiras volta do Piauí sem eliminar o jogo de volta.

Algumas coisas eu não entendo. Porque começar o jogo contra um time moribundo com três volantes em campo? E porque terminar com cinco?

Faça as contas. O Palmeiras começou jogando com Caramujo, Patrik e João Vitor. Valdivia saiu pra entrada de outro volante, Tinga. E Cicinho deu lugar ao Chico.

Parece piada. Cinco volantes pra “conter” o poderoso Comercial do Piaui. Não entendo o Felipão. Reclama da falta de atacante mas escala um time pra não ganhar. Aí fica difícil mesmo. Custa jogar no 4-3-3? Era tão impossível armar o time com Chico, Joao Vitor e Valdivia, Kleber, Miguel e Adriano?

Até o Giba, meu cachorro, sabe que um time forrado de volantes não joga bola. Perguntem ao Marco Aurélio e ele reconhecerá. Domingo contra a bambizada não esperem nada diferente. O time vai ser um carro desgovernado, embora entupido de volantes…

De positivo, a atuação de Valdivia foi muito boa, o Chileno está voltando com tudo. Espero que no domingo ele ponha o dedo na cara do Alex Silva, que quase o aleijou e o tirou de cinco jogos depois de uma entrada criminosa, e humilhe aquele cuzão com vários chutes no ar.

Adriano MJ merece duas críticas. Perde muitos gols. E não fez a porra da dancinha. Ah, meu irmão, voce devia ser demitido! Foi contratado só pra isso. Fica avisado: Moonwalker no próximo gol ou rua!

Lá na L’Osteria os mesmos ilustres de sempre se fizeram presentes. E eis que, assim meio sem querer, surgiu um novo ritmo musical no intervalo do jogo: o Pikarap, a mistura da Ópera de Pikachu e o Rap de Sid Cabeleira. Isso promete…

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os lances do jogo:

Ficha Técnica:

COMERCIAL 1 X 2 PALMEIRAS

Estádio: Albertão, Teresina (PI)
Data/hora: 23/2/2011 – 21h50 (de Brasília)
Árbitro: José de Caldas Souza (DF)
Auxiliares: Thiago G. Brigido e Arnaldo de Souza (ambos do CE)
Renda e público: R$ 250.190,00 / 13.482
Cartões amarelos: Binha, Isael, Alisson, Crislan, Tiaguinho (COM); Mauricio Ramos, Valdivia (PAL)
Cartões vermelhos: Não houve
GOLS: Adriano, 30’/1°T (0-1); Kleber, 1’/2°T (0-2); Rafael, 29’/2°T (1-2)

COMERCIAL: Neto, Barata, Alisson, Rafael e Tiaguinho; Ivanzinho, Binha (Puxinha, 21’/2°T), Evandro e Isael (Bezerra, 44’/2°T); Tony e Zé Rodrigues (Crislan, 29’/2°T). Técnico: Anibal Lemos

PALMEIRAS: Bruno, Cicinho (Tinga, 33’/2°T), Maurício Ramos, Danilo e Gabriel Silva; Márcio Araújo, João Vitor, Patrik e Valdivia (Chico, 19’/2°T); Adriano (Miguel, 39’/2°T) e Kleber. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

AVANTI PALESTRA!

Tem Jogo! Comercial/PI x Palestra – Copa do Brasil – 1ª Fase

Boa tarde primo campione mondiales, oinctacampeões brasileiros.

O ano começa hoje. Até agora, só treinos de luxo, a não ser na derrota para a Gambazada, que valia título. Agora vale vaga na Libertadores. E Felipão é o Mr. Copa do Brasil. Até com o Criciuma já levou o caneco. Então, não podemos aceitar nada menos do que TÍTULO. E, time que quer ser campeão, tem que ser inteligente. Eliminar o jogo da volta é uma questão de planejamento, pra não falar necessidade.

Que me desculpem o Piauí, o Comercial e os politicamente corretos. É pra atropelar, passar o carro geral. Se o Palmeiras não conseguir fazer dois gols num time que não dipsuta uma partida oficial desde junho passado, então boa noite e me liga em 2012. Simples assim.

Deola, Marcos, Assunção, Luan e TH não jogam. E o  /\   voltou pro banco, pra alegria parcial da nação alvi-verde. Feliz mesmo eu vou ficar o dia que ele for embora, de preferência pros Bambis, Lambaris ou Gambás.

O time de hoje deve ser, então: Bruno, ButtHead, Danilo, M. Ramos e Gabriel, o insaível Caramujo, João Vitor (Chico), Tinga e Valdivia, Kléber e MJ. Eu ficaria muito mais feliz se jogassêmos do meio pra frente com Chico, João Vitor e Valdivia, Adriano, Miguel e Kléber. Mas só a volta do Gabriel já vale um SORRISO!

Já o bode joga com Neto, Barata, Alisson, Rafael e Tiago; Ivanzinho, Henrique, Evandro e Israel; Tony e Zé Rodrigues. Espero que nenhum deles conheça São Paulo na semana que vem. Dizem que o bicho é de até R$ 1 MM se conseguirem a proeza. Ou seja, os caras vão entrar com sangue nos olhos.

Mas aqui é Palmeiras! Todo mundo joga com sangue nos olhos contra a gente! Por isso, tem que trucidar e ponto final.

Palpite do Maluquinho: 6×0 Palestra, 2 de MJ, 1 de Miguel, 1 do Mago e 2 do Gladiador.

AVANTI PALESTRA!

Saiba Mais: Comercial Atlético Clube

Amanhã o Palmeiras enfrenta, pela primeira rodada da Copa do Brasil, o Comercial do Piauí.

Vamos conhecer um pouco mais sobre esse ilustre desconhecido. Aliás, pra quem nunca viu, o programa Brasil da Copa do Brasil, da ESPN Brasil, é sensacional e mostra a história desses desconhecidos clubes do Brasil que surgem e desparecem do Torneio a cada ano. Fica a dica.

O Comercial Atlético Clube foi fundado na cidade piauiense de Campo Maior, em 21 de abril de 1945, por Antônio Rufino de Sousa, José Neiva e Pedro Mesquita, seus três primeiros presidentes. Só se tornou um time profissional em 1950.

O clube defende as cores azul e branca, e tem como mascote o bode.

Embora o jogo de amanhã seja em Teresina, no Albertão, o Comercial tem estádio próprio (diferente de alguém que conhecemos e que só joga no estádio da prefeitura), o Deusdeth Melo (Deusdetão?), com capacidade pra 4 mil pessoas.

O Comercial nunca havia ganhado porra nenhuma até o ano passado, com a conquista da duplíce coroa, faturando o Piauiense e a Taça Piaui em 2010.

O técnico do Comercial é Anibal Lemos. E no campo, nem todos serão estranhos. Herivelton, o goleiro do Flamengo do Piauí que garantiu a viagem pra São Paulo no ano passado, quando o Palmeiras não passou do 1×0, é o guarda-metas reserva do Comercial. E tem um tal de Zé Rodrigues, apelidado de Tanque. Sei…

E a escalação pra amanhã? Muita pesquisa depois, ainda não achei… Fica pro Tem Jogo de amanhã!

AVANTI PALESTRA!

 

 

Taça dos Boiolas

Um OFFTOPIC, pra variar um pouco.

Sério, me enchi dessa babaquice de Taça dos Boiolas, digo, das Bolinhas pra cá, Taça de Bolinhas pra lá. Nem no Gala Gay se viu tanta purpurina voar pra saber quem ia ser a rainha do baile.

Quanta babaquice. Voltemos 24 (sem trocadilho) anos atrás.

O ano é 1987. A CBF e o CLube dos 13 brigaram. Cada um realizou seu campeonato. Daí, a CBF determinou que o campeão e vice de cada torneio deveria se enfrentar num quadrangular, pra determinar o Campeão Brasileiro daquele ano. Até onde me consta, todo mundo aceitou.

Aí, vejam só, na hora do vamo ver, o Flamengo, com medo do Sport do treinador Emerson Leão e do Guarani de Evair, João Paulo, etc., com o apoio do Clube dos 13, cujo presidente era também presidente da bambizada, se auto-proclamou campeão brasileiro de 1987, e não foi pra campo.

Pra CBF, o Sport foi o campeão. Pro Clube dos 13, o campeão foi o Flamengo. Discórdia que virou briga judicial. Pra Justiça Federal, o campeão foi o Sport.

Em 1992, o Flamengo foi campeão brasileiro de novo. Na conta deles, o quinto título.

Teria então, direito de receber a Copa do Brasil, vulgo Taça das Bolinhas, por ser o primeiro time a ganhar 5 títulos nacionais. E passou a reivindicar o treco.

A bambizada que conquistou o quinto brasileiro em 2007, reivindicou também e recebeu, há pouco mais de uma semana, a Porra da Taça dos Pauzinhos, digo, das Bolinhas. Armaram uma comitiva das mais fanfarronas pra ir buscar a Taça, com Juju, Goleiro de Hockéi, Zetti, Leco e até aquele ex-governador muito querido da turma do Jardim Leonor foi na bota.

Nesta segunda-feira, a CBF anunciou que o Flamengo também é campeão brasileiro de 1987. Resultado: a Taça das Bostinhas, digo, Bolinhas, tem que voltar pra Caixa Econômica, por conta de uma nova ordem judicial.

Aí vem no ar aquela pergunta: Será que o Poder Judiciário não tem coisas mais importantes pra decidir do que quem foi campeão brasileiro em 1987, ou quem vai ficar com a porra da Taça dos Anuszinhos, digo, das Bolinhas?

Chega a ser patético. Por parte de todos os envolvidos.

Se eu fosse o Luis Álvaro, pra completar de vez o circo, ingressava na ação pra dizer que o Santos é o primeiro pentacampeão brasileiro e que a taça é dos lambaris. E de fato, deveria mesmo ser.

Sério, como legítimo pentacampeão brasileiro desde 1972, e o primeiro time a ser hepta e octacampeão brasileiro, bem como o primeiro campeão mundial, muito me admira essa mesquinharia toda.

Isso sem falar que o objeto de tanta disputa é feio que a porra! Ô bagulho horrendo! Se bem que, de estilo, os decoradores da bambizada entendem muito mais que eu. Vai ver que o troço é noir ou alguma porra assim. Eu, hein…

AVANTI PALESTRA!

Parabéns, Matador!

Há 46 anos atrás, no dia 21 de fevereiro, na cidade mineira de Ouro Fino, nascia Evair Aparecido Paulino.

O menino Evair, dos campos de várzea de Crizólia, chegou ao Guarani de Campinas em 1980, onde foi morar embaixo das arquibancadas do Brinco de Ouro.

Em 1984 passou a integrar o time profissional do Gaurani, chegando à seleção brasileira em 1987. Depois de ser o artilheiro do Paulistão de 1988, transferiu-se para a Itália para defender o Atalanta.

No ano de 1991, Evair volta ao Brasil contratado pelo Palmeiras, que mandou pro Atalanta o jogador Careca Bianchesi. Teve começo difícil no Palestra, graças ao incompetente do Nelsinho Baptista, que o deixou treinando afastado por deficiência técnica por mais de 05 meses. Quando a diretoria percebeu que a deficiência técnica (e mental) não era dele, mas de Nelsinho, e trouxe Otacilio Gonçalves pro cargo, as coisas começaram a mudar.

O primeiro gol do Evair que me marcou, ainda lembro como se fosse ontem. Oito de novembro de 1992, um domingo chuvoso, fase semi-final do Paulista, Palmeiras x Gambá. Eu tinha viajado com a família no final de semana. Na hora do jogo, estava na estrada, voltando para São Paulo. Com muito custo, consegui convencer meu pai (que é gambá), mãe, duas irmãs e o cachorro, que naquele trânsito e debaixo daquela chuva, iríamos voltar pra casa ouvindo o jogo pelo rádio. Depois de muita briga, só a voz do Silvério na Ipanema 87 prata do Bigode. Jogo tenso, sem muitas oportunidades, num campo encharcado. Segundo tempo, falta na boca da área, perto dos 30 minutos. A essa altura, estávamos perto do Km 40 da Castelo Branco. A narração daquele instante que se mantém até hoje na minha memória é exatamente esta:

Gritei tanto que, como castigo, não pude mais ouvir o jogo. Aquele gol jamais esquecerei. Foi a primeira vez que me lembro de ouvir uma desculpa esfarrapada pelo gol sofrido. Segundo o frangueiro dos gambás, se não fosse uma poça d’água, ele teria defendido a cobrança. Nem se você fosse o Marcos, Ronaldo! Nem se fosse o Marcos!

Em 1993, Evair seria o grande expoente do Palmeiras e da conquista do título paulista depois de 16 anos, em cima da gambazada. Naquele paulistão, Evair não foi artilheiro, marcando um gol a menos que Viola na competição. Mas na arquibancada, só se ouvia Boi, Boi, Boi, Boi do Maranhão, Viola é artilheiro, Evair é campeão!

Foi no dia 12 de junho de 1993, um dia pra ser lembrado pra sempre, mais uma vez em cima dos Gambás, em quem fez 09 gols ao longo da carreira vestindo o manto alvi-verde, que finalmente eu vi, pela primeira vez, o Palmeiras campeão. Evair fez dois, como vocês todos lembram.

Ainda naquele ano, Evair fez um dos gols do título brasileiro em cima do Vitória. Estava no laranja, atrás do gol onde o Matador guardou o dele e, lembro, da inocência dos meus quinze anos, que fui eu quem puxou o coro depois do gol: Eô, Eô, Evair é o terror!

Evair foi negociado no final de 1994, depois de ser bi-campeão paulista e brasileiro, em cima dos Gambás.

Voltou ao clube em 1999, pra cumprir seu papel de ídolo eterno do Verdão ao conquistar a América. Fez o primeiro gol na final:

No Mundial Interclubes daquele ano, não foi colocado em campo pelo Felipão na derrota para o Manchester, enquanto Oséas e Paulo Nunes perdiam gol atrás de gol…

Foram ao todo 128 gols com a camisa do Palmeiras, num estilo único de jogar, calmo, frio, inteligente, matador, sabia como poucos jogar de costas pro gol, o que lhe rendeu o apelido de garçom, além do inconfundível Matador.

Peraí, 128 gols? Não foram 127?, você pergunta… É verdade, foram 127 gols como profissional do Palmeiras. Mas Evair ainda fez mais um. Foi em 09 de julho de 2010, na despedida do Estádio Palestra Itália. Na partida preliminar, no gol da Matarazzo, Evair marcou o último gol do Palmeiras no Estádio Palestra Itália:

Evair é e sempre será o meu primeiro ídolo no Palmeiras. Não só pelo currículo exposto acima. Isso é só o detalhe. O que eu nunca vou esquecer mesmo é aquele gol que ele marcou, e saiu como sempre, braços abertos à meia altura, e veio comemorar… comigo!

E ainda terá mais. Evair ainda será técnico do Palmeiras e, se depender da sua estrela, será o mais vitorioso de todos os tempos. Quem viver, verá!

Obrigado por tudo, Matador! Feliz aniversário!

AVANTI PALESTRA!


Mogi Mirim 0x0 Palmeiras

Esta semana elogiei muito Felipão.

Hoje retiro tudo o que eu disse. Bipolar? Sim, mas nada me deixa mais puto do que esssas porras desses empates com times medíocres…

O Palmeiras tem Chico e João Vitor no banco. E o titular é Márcio Caramujo? Você tá de piada, né Felipão?

Gabriel Silva nem relacionado foi. Outra gozação com a nossa cara.

E o Patrik tem que entrar todo jogo… Ao invés de fazer uma substituição pra botar o time pra frente, vem esse feijão com arroz de sempre, uma falta de criatividade ou uma teimosia pra obrigar a diretoria a comprar um camisa 9.

Não estou ouvindo a coletiva, mas tenho certeza  que a desculpa de hoje é essa. Não temos um 9. O caralho que não temos! Tem o Miguel. Dava pra começar o jogo com MJ ou com o Pardalzinho. Dava pra querer ganhar. Daí se não der certo, beleza, faltou mesmo um 9. Mas antes de fazer tudo disso, o que falta é sempre vontade de ganhar.

Agora, armar em campo um time covarde, que não vai pra cima dum ridiculo Mogi Mirirm, isso não é problema de falta de camisa 9. Custa jogar num 4-3-3, com Bruno, ButtHead, Danilo, TH e Gabriel, Chico, Assunção e Valdívia, Kleber, Luan e Adriano? É tão dificil assim?

Só não ganhou hoje porque o treinador não quis. Forçou a barra pra ver se a diretoria corre e compra um camisa 9. Mas como tudo que se faz com pressa, se faz mal feito, vai acabar vindo um camisa 9 medíocre, e aí, o tiro saiu pela culatra…

Hoje só vou morder e não vou assoprar. Enquanto continuarem titulares Caramujo e  /\ , enquanto não voltar o 4-3-3 que tava dando certo, o Palmeiras vai continuar sendo esse time moribundo, que não ganha clássico, um time sem graça e limitado.

Quando vai acabar esse martírio? Tenha dó da gente, Felipão! Fora Caramujo e  /\ ! E vê se põe um time de macho pra cima das meninas!. Tá na hora de ganhar um clássico, CAZZO!

AVANTI PALESTRA!

%d blogueiros gostam disto: