Arquivo diário: 26/11/2010

Fala, Maluco! – Mauricio Bastos

Já não é de hoje que tenho convidado meus amigos e os seguidores deste espaço dedicado ao fanatismo pelo Palmeiras a participar junto comigo no desenvolvimento do dia-a-dia do Blog. Dias desses aí teve vários que escalaram os titulares pro jogo de depois de amanhã. Algumas escalações foram impagáveis!

Muitos já estão presentes nas fotos tiradas nos dias de jogo, nos palpites gravados no boteco antes da partida, nos videos filmados da arquibancada.

Mas esse espaço é nosso. É de todos os malucos pelo Palmeiras, inclusive este que vos fala, que vai pela alcunha de Maluquinho.

Fica inaugurada, então, a coluna Fala, Maluco!, espaço destinado a você, seguidor deste Blog, para mandar seu texto, sua foto nos jogos ou então em qualquer canto do Mundo representando o nosso Verdão.

Mande seu texto, foto ou link de video do youtube para o e-mail dgrandesso@terra.com.br e o resto é comigo. Se eu te conhecer, inclusive, conto sua história e sua relação de amor com o Palmeiras.

Mas é claro, como disse no primeiro post, não espere muita democracia! O blogueiro é o monarca deste site e se reserva ao direito de censurar e não utilizar materiais que julgar incompatíveis com a filosofia do Blog! E, lembre-se, sempre, a responsa, assim como o espaço, são seus.

E o palestrino que tem a honra de inaugurar o Fala, Maluco! é o meu brother Mauricio Bastos, o famoso Monkey. O Maurício tem mais horas de caravana da Mancha do que eu tenho de arquibancada. Pra você ter uma idéia, o Mau foi no bonde da Mancha, junto com o Guina, Saleta e Paolo, para São Januário, na Libertadores de 1999, assistir o Palmeiras eliminar o Vasco em pleno Rio de Janeiro, 4×2. O Maurício aparece no video da Libertadores de 1999. Preciso falar mais?

Na foto a seguir, o Maurício está do meu lado, de verde-limão. Essa foi tirada no épico Palmeiras x Bambi de 2008, semi-final do Paulistão, bicharada eliminada.

O cara é palestrino dos bão e, como não podia deixar de ser, está indignado com a eliminação na última quarta-feira, como todos nós. Abaixo o depoimento dele, aberto a todos os amigos palestrinos e que, a pedido meu, o Monkey autorizou incluir aqui no blog, com o título DESABAFO??:

Desabafar por causa do jogo de ontem?
O que dizer quando ví meu filho as lágrimas, sendo que seu último jogo tinha sido no aniversário do Palmeiras e derrota por 3 a 0 para o Atlético/GO?

Diversas crianças ao meu lado estavam aos prantos e eu ali, já acostumado com vexames, ouvindo e gritando “Time sem vergonha”.
Desabafo eu fiz em 2002, quando rolou o rebaixamento!
Hoje em dia, após 8 anos, eu só tenho a lamentar. É só ver a lista abaixo:
2001 – eliminação para o São Caetano nas quartas do Brasileiro
2002 – eliminação para o ASA de Arapiraca na Copa Do Brasil
2002 – rebaixamento para a Série B do Brasileiro
2003 – goleada de 7 a 2 contra o Vitória, eliminado da Copa Do Brasil
2004 – eliminação para o Santo André nas quartas da Copa Do Brasil
2006 – salvo da segundona novamente nas última rodadas
2007 – eliminação para o Ipatinga na segunda fase da Copa Do Brasil
2008 – eliminação para o Sport nas oitavas da Copa Do Brasil
2010 – eliminação para o Atlético-GO na Copa Do Brasil e Goiás na Sulamericana

Não tem o que desabafar, nossos rivais são Santo André, São Caetano, ASA, Vitória, Ipatinga, Goiás, Atlético-GO, Sport, e o pior é que andam vencendo o Palmeiras!
De 2001 até 2010 tivemos um mísero título paulista, enquanto Santo André, Paulista, Once Caldas e Sport ganharam títulos mais importantes que nós. Isto mesmo, nesta década somos mais inexpressivos que o Paulista De Jundiaí.
Caros amigos, não tem mais o que desabafar, pois a vida de torcedor do Palmeiras é um constante desabafo. A gente apenas lamenta, se irrita, sentado na cadeira ou no estádio, vendo outros torcedores perderem o senso de tempo e espaço e fixarem os olhos além do que as imagens elucidam e a recente história conta…..o Palmeiras, por culpa de seus diretores/conselheiros é um time derrotado e decadente!
Não adianta novo técnico, novos jogadores, nova torcida, novo estádio, o que precisa mudar é o modus operanti das coisas lá dentro, está óbvio, está claro…..ano que vem será a mesma coisa se não houver uma mudança!
É isto, não podemos esconder a realidade.
A gente só lamenta, vê o Palmeiras escorrer pelas mãos e as lágrimas pelo rosto. Sei que todos já dissemos isto, mas eu CANSEI…

Atenciosamente, 

MAURICIO BASTOS

E aí, galera, o que voces acharam do primeiro Fala, Maluco!? Não deixem de comentar mas lembrem, nem adianta querer cornetar os meus brothers malucos pelo Palmeiras que a censura vai rolar solta!

AVANTI PALESTRA!

PorcoNews n. 10

Amigo palestrino, o PorcoNews desta sexta-feira é redigido ainda ao som de uma nefasta marcha fúnebre.

Em luto, não me interessei em ler nada a respeito da derrota de ontem na imprensa de gambá, que se esbaldou com o nosso fracasso. Já ontem, ouvindo a coletiva de imprensa do Felipão, podia ser visto o prazer que mal dava para esconder nas vozes desses imundos. Primeira pergunta da coletiva, feita pelo Quartarollo, da Jovem Pan [corrigido], foi: “Você acha que essa desclassificação foi uma PALHAÇADA com a torcida do Palmeiras?” Não foi respondida, mas depois reclamam que  o Felipão é mal-educado.

Benjamin Back, o falso bom moço, só faltou xingar a mãe de Felipão. Chamou de arrogante, de antipático, etc. A coisa parece ser pessoal. Será que Felipão negou ao Benja uma entrevista naquele programa meia boca do Lance? Ou será que lhe passou um cheque sem fundo? Sigo em dúvida.

Enfim, vamos tentar juntar os cacos aqui e manter a tradição deste clipping semanal, excluindo tudo aquilo que resulta na esbórnia da mídia imunda pra cima da nossa desgraça.

REVOLTA

O palmeirense saiu indignado do Pacaembu ontem. A revolta dos torcedores foi mostrada pelo Lance. Protesto justíssimo. Mais que na hora de jogadores bunda-mole, chinelinhos, mercenários e, principalmente os pipoqueiros, saberem que não terão sossego NENHUM enquanto usarem a camisa do Palmeiras. Vocês sabem quem são. Vaza, corja!

FELIPÃO

Felipão me emocionou hoje. Não sei se era motivo para tanto, mas hoje foi um dia muito triste e talvez esse video abaixo, que não tem nada demais, acabou sendo o que eu precisava ver e ouvir. Veja se essas são as palavras de um homem arrogante, Sr. Benjamin Cretino Back:

Concordo que ontem Felipão não foi bem, como muitos estão dizendo. Poderia ter mexido diferente no time. Mas as peças de reposição que o cara tem à disposição são uma piada de mau gosto. Fácil criticar, mas vai fulano tentar transformar merda em ouro pra ver se é fácil…

Uma coisa é certa. É impossível negar a identificação deste italiano de terras gaúchas com a nossa camisa, com a nossa história. Não me lembro de um técnico se dar ao trabalho de pedir desculpas ao torcedor. Não desse jeito. Não com essa hombridade. Não com essa humildade. Não com esse amor pelo clube. Outros caras vieram aí com bagagem cheia de troféus, perderam títulos ganhos e saíram como se não fosse com eles.

Quem reclama do Felipão hoje, amanhã vai aplaudi-lo. Isso faz parte de ser palmeirense (by Periquito Verde). Mas não duvidem. Felipão é a nossa única salvação.

AQUI É PALMEIRAS

O palmeirense está judiado. Ontem foi um golpe duro. O segundo do ano. O primeiro até que foi aliviado, pra mim, porque enquanto o Palmeiras acabava de ser eliminado da Copa do Brasil pelo Atlético Goianiense, eu estava de férias e deu tempo de assimilar a derrota, de voltar de cabeça fresca. E ainda tinha muito chão até o final do ano…

Agora, de novo, depois da medíocre desclassificação de ontem, só nos resta lembrar porque somos palmeirenses. As manifestações no Facebook e no Twitter foram quase que unânimes. Muita gente indignada com o time, mas nunca com a Sociedade Esportiva Palmeiras. O amor ao Palmeiras é eterno, é irrevogável, impossível de diminuir. E uma imagem que começa a se espalhar no Face parece significar isso tudo e mais um pouco:

A mídia palestrina também destacou o amor pelo Verdão, incondicional, acima de tudo. Foi assim que se manifestaram o Verdazzo!3VV e a Tânia Clorofila, expressaram muito bem, cada qual da sua maneira, o amor pelo Verdão. É como disse o 3VV: Já enfrentamos duas guerras, perseguição política, uma fila de 16 anos, a ditadura de Mustafá, etc. É hora de lamber as feridas e seguir em frente.

Sumemo. Por mais doído que seja chegar a mais um fim de ano nessa melancolia, tenho a mais absoluta certeza que nada vai mudar o nosso amor, nossa paixão. Porque o Palmeiras é a nossa vida e mora no nosso coração. Aliás, como essa música tem  a ver com a gente… Mas isso fica pra outro dia.

O PorcoNews de hoje, ainda em luto, fica por aqui.

AVANTI PALESTRA!

%d blogueiros gostam disto: