Colo Colo 0x2 Palmeiras – Liberta18

Mais uma vitória MAÍUSCULA do Palmeiras fora de casa. A quinta seguida nessa edição da Libertadores, Algo pra se respeitar e pros adversários temerem, afinal, com a melhor campanha, o Palmeiras sempre jogará a primeira fora, e fora é 100% e, enfim…
O Palestra começou amassando o Colo Colo, marcando alto, indo pra cima, sem tomar conhecimento do dono da casa, e logo aos 4 já deixou o primeiro, roubada de bola na marcação alta, cruzamento do Borja, ajeitada do Moises e chute certeiro do Bruno Henrique. 1×0 de responsa.
O primeiro tempo seguiu sem preocupação e o Palmeiras administrou bem a vantagem, embora na nossa percepção sempre um 0x7 logo no 1T seria muito melhor…
No segundo tempo o Palmeiras fez o palmeirense sofrer, por um bom bocado. Foram 32 minutos de pressão do dono da casa, com Felipão sacando o Borja pra colocar o Jean e mesmo assim o Palmeiras cresceu e conseguiu chegar ao segundo gol, depois de um corte preciso da zaga, arrancada heróica do William que, depois de finalizar e com o desvio do goleiro acertar a trave, a bola sobrar pro Dudu, até então bem abaixo do esperado, sentar o pé e marcar o segundo, matando de vez o adversário.
Um resultado monstro, com a certeza e com a inteligência de quem já viu na última fase que numa jogada imbecil tudo pode ser colocado à prova… Que o sufoco contra o Cerro não tenha sido em vão.
Caminhamos a passos largos em direção ao sucesso. O próximo jogo é o jogo da vitória. AVANTI PALESTRA!
AVANTI PALESTRA! AVANTI PALESTRA! AVANTI PALESTRA!

Bahia 1×1 Palmeiras – BR18

Se o empate fora de casa – depois de começar perdendo – não é mau resultado, o jogo de hoje era daqueles que dava pra ganhar, dormir na liderança hoje e entrar de vez na disputa pelo caneco.

E a vitória não veio muito por conta de uma partida trágica pelo lado esquerdo, com Vitor Luiz e Hyoran jogando muito muito mal.

VL, aliás, só faltou fazer o gol pro Bahia, de tantos erros num mesmo lance até o time da casa abrir o placar.

Primeiro, cabeceou um cruzamento do Bahia pro meio da area, depois ainda ficou feito uma mandioca plantada fora da linha burra dando condição pro atacante do Bahia fazer o gol.

Perdeu 100% das disputas, no ataque ou na defesa, para o Nino Paraíba. Não precisa falar mais nada…

E o Hyoran teve um único bom lance no jogo: quando ele saiu de campo.

Com William e Dudu no segundo tempo (a partir dos 15′), o Palmeiras empatou aos 32′, escanteio do Dudu e cabeçada fulminante do Felipe Melo.

Um pouco mais de capricho e o segundo gol teria saído.

Na defesa, cada vez mais acho que a dupla titular tem que ser AC e Gustavo Gomez. Nada contra o Dracena, mas o paraguaio é melhor.

E o AC, esse tá voando. Foi o melhor em campo, mesmo entrando no meio do 1T no lugar do Luan, machucado.

Enfim, lembrando que o Bahia só perdeu 2 jogos em casa neste BR, o resultado não foi ruim, mas também não foi bom. O que vai definir mesmo essa dúvida é a Chapecoense, que recebe o Inter em casa e, se nao perder, irá ajudar demais o Verdão.

Agora vira a chavinha e pra cima dos chilenos pela Liberta.

AVANTI PALESTRA!

Palmeiras 0x1 Cruzeiro – Copa BR18

Já de volta e com vontade de ir embora de vez dessa porra.

Se alguém quiser me pagar qualquer merreca pra não ter que ver o Palmeiras sendo roubado jogo depois de jogo, não importa onde seja, só dizer onde eu assino.

Acho que o Palmeiras peca nos bastidores, o Cruzeiro está causando desde que nosso caminho cruzou com o deles. Reclamou da convocação da seleção. Reclamou da escolha do árbitro. Fez o que tinha que ser feito. E colheu o resultado.

Já o Palmeiras segue sendo a virgem no puteiro. Com o perdão do termo mas não consigo achar outra analogia.

Fomos vergonhosamente roubados contra o gambá no domingo, dois penaltis absurdamente não marcados no mesmo lance, aliás há 10 anos não se marca um penalti a favor do Palmeiras contra os lixos, e como o jogo terminou com vitória, nada foi dito.

Em novembro do ano passado foi contra esse mesmo Cruzeiro que começou a tungada que definiu o título do campeonato brasileiro, com um assalto a mão armada que iniciou no meio de semana contra os mineiros num penalti não marcado sobre o Keno e que terminou com aquela pouca vergonha no Entulhão no domingo, 03/11.

O que eu acho curioso foi a delicadeza e serenidade com que o diretor de futebol do Palmeiras foi aos microfones hoje para dizer que achava estranha a marcação do árbitro, sendo que NENHUMA EMISSORA DE TV OU DE RÁDIO DISSE QUE FOI FALTA. Nenhuma que eu vi, pelo menos.

Porra, de que adianta ter o VAR, se o juiz decide não usar? Não é pra ter calma não, é pra ter sangue nos olhos, é pra ter raiva. Falta um pouco de Toninho Cecílio na diretoria do Palmeiras, queremos ver um cara com as bochechas vermelhas e sem voz de tanto berrar, cuspindo fogo, com as veias italianas saltadas na testa, toda vez que o Palmeiras for roubado, e não essa passividade e delicadeza que não levam a absolutamente nada, senão a mais uma tungadinha na próxima rodada.

Dito isso, o Palmeiras não fez por merecer melhor sorte do que um empate em casa, o que é muito pouco prum time que pretende levantar algum caneco este ano.

Sem poder contar com Felipe Melo, me pareceu errada a escolha do Bigode em entrar em campo com 03 volantes e sem um meia armador, em especial depois da partida muito boa do LL no domingo.

E isso se acentuou com uma partida muito abaixo do Moisés, além do erro – que começou numa falta não marcada pelo juiz em cima do Dudu – que resultou no gol do Cruzeiro, numa das duas únicas jogadas ofensivas do time adversário em todo o jogo.

No segundo tempo o Cruzeiro cozinhou o jogo, com 15 minutos eles trocaram um meia por mais um volante e aí o que se viu foi um ataque muito pouco efetivo contra uma defesa muito bem postada.

Mesmo assim, o empate – que aquela altura seria meia vitória – nos foi roubado na maior cara dura, e me causa extremo desânimo ver a tranquilidade do Sr. Alexandre Mattos ao comentar o lance na imprensa. Pra falar o que ele disse, era melhor nem ter falado nad, deixasse como estava…

Mas, enfim, as porcarias de times de Santos e Flamengo conseguiram vencer o Cruzeiro lá, o Palmeiras certamente também irá.

No ano passado conseguimos um empate histórico no jogo da ida, depois de um 0x3, e acabamos deixando a classificação escapar por confiar excessivamente no regulamento.

Dessa vez a história é outra, vamos ter que buscar o resultado fora e com certeza iremos trucidar eles lá no Mineirão, podem anotar.

Agora, falando das partidas na minha ausência, pelo que pude acompanhar pelo rádio, em ordem decrescente, o Palmeiras: debulhou o Gambá, venceu bem o A/PR, ganhou fora de casa da Chapecoense, perdeu mas passou – apesar do sufoco – do Cerro Porteno e empatou contra o Inter lá, com muitas chances de ter trazido os 3 pontos pra casa.

3 pontos, aliás, que é a mísera diferença que nos separa da ponta no BR e que iremos buscar lá no Panetone. Anotem também.

E do Chile, traremos na bagagem a vaga encaminhada pra enfrentar ou o Cruzeiro ou o Boca. Quem vier não irá nos tirar da final. Sim, anotem mais essa.

E pra cima Palmeiras!

AVANTI PALESTRA! 

        

 

Férias do Maluco

Meus caros leitores, eu não ia falar nada, ia fingir que tava vendo e indo aos jogos e seguir postando, porque afinal, mesmo longe, a expectativa era de conseguir ver os jogos do Palestra.

Mas já falhei logo no primeiro dia. Duas espiadas rápidas no celular não qualificam ninguem a comentar sobre o que se passou em 90 minutos de bola.

É que justamente por conta das festividades dos 104 anos do Verdão, peguei a família e vim viajar pelos próximos 15 dias.

Dentre os jogos que irei perder, além do de hoje, estarão a volta da Liberta contra o Cerro, terminando com o clássico contra o Gambá. Volto a tempo de começarmos a passar o carro nas Marias.

Então, sem maiores delongas, não falarei sobre o ótimo empate fora de casa contra o vice, fora de casa, encerrando a série de 5 vitórias seguidas dos gauchos.

E por falar em gaúcho, tem presente maior de aniversário do que ver o Bigode dando show na sua volta ao Verdão? 9 jogos sem tomar gol, puta que pariu…

E não falarei sobre os próximos também, mas será sem novidade, Verdão classificado na Liberta e ferro no rival.

E logo mais estamos ai de novo.

AVANTI PALESTRA!

Palmeiras 2×0 Botafogo – BR18

Eu juro pra vcs que tava escrevendo no Twitter quando esse Lucas Lima vai entrar no joGOOOOOOOOOOOLLLLLLLLL!!!!

E pra calar ainda mais a minha boca de trombone, ele ainda lacrou o jogo com um puuuta golaço de falta…

É…

Mas o Palmeiras fez uma ótima partida. Foi bola no travessão, foi chute raspando a trave do Dudu, do Moisés, foi o Daronco assistindo a zaga do Botafogo jogar vôlei dentro da área o primeiro tempo todo, e não fosse o assistente de linha de fundo marcar no 2o tempo, ele não teria marcado o penalti perdido pelo Dudu.

Anderson Daronco foi o grande nome da vitória do rival em novembro do ano passado e que sepultou qualquer chance do Palmeiras brigar pelo título. Apenas relembrando:

– ele validou um gol impedido do 11 do gamba;

– deu penalti em falta fora da área no camisa 7 do lixão; e

– deixou de dar o segundo amarelo pro 5 que voltou ao campo sem ser autorizado.

E aí, menos de 1 ano depois, tá ai esse senhor apitando jogos do Palmeiras novamente…

Às vezes fico com a impressão de que o Palmeiras só é prejudicado assim porque deixa.

Daronco devia encerrar a carreira sem nunca mais apitar um jogo nosso.

Mas aí o cara vem aqui de novo, prejudica o Palmeiras de novo e ninguém vai falar nada. Até quando?

Com tantas competições em fase decisiva, todo cuidado é pouco, principalmente porque os adversários que vem pela frente cansaram de ser beneficiados jogando contra o Palmeiras.

Ou vocês já esqueceram o empate contrato Cruzeiro também no BR 17, com um penalti escandaloso nao marcado no Keno?

E digo mais: O Palmeiras não perde mais penalti esse ano. Porque já perdeu todos que podia e não podia. 5 penais desperdiçados na sequência é tão inacreditável quanto o Palmeiras estar 8 jogos sem tomar gols.

E mais dia menos dia vamos tomar gol, porque né… e os pênaltis vão voltar a entrar. Tudo no seu devido momento.

E ouvi a entrevista do Felipão inteira e só digo a vocês uma coisa: SEREMOS!

Domingo tem jogo contra o vicelider fora de casa, será uma prova de fogo pro Verdão e importantíssima pra manter a possibilidade de brigar pelo título.

AVANTI PALESTRA!

Vitória 0x3 Palmeiras – BR18

Antes tarde do que mais tarde…

O Palmeiras fez o melhor primeiro tempo desde que o Bigode assumiu o comando.

Com assistências de Marcos Rocha e Dudu, Deyverson desembestou de marcar gols. Até que enfim SENHOR

Dudu também parece bem mais a vontade, deu passe pra gol, mandou bola no travessão, e ainda fez o dele, o mais bonito do jogo. Ele não marcava no BR desde o clássico contra os bambis…

Na defesa Luan e Gustavo Gomez não nos deixaram ter saudades dos titulares, e passamos mais um jogo sem sofrer gols, o sétimo seguido, o que não acontecia desde 1992…

Se a imprensa insiste em achar cedo pra exaltar o trabalho do Bigode, se enche a boca pra diminuir os adversários que foram vencidos, se desdenha do desempenho do Palmeiras, ou se simplesmente nao cansa de destilar seu odio, eu quero é mais…

Enquanto isso, como disseram ontem no Twitter, o Palmeiras que na mão do Roger tinha um dos melhores elencos mas não tinha time, agora sob o comando do Bigode tem dois… kkkk

Quarta-feira começa o returno e o Palmeiras já tem dívida pra pagar: os dois pontos jogados no lixo no Engenhão no primeiro turno fazem a vitória no Allianz ser o único resultado possível.

AVANTI PALESTRA!

Palmeiras 1×0 Bahia- CopaBR 18

Estamos na semi.

Felipão conseguiu estabilizar o sistema defensivo do.Palmeiras como não se via há anos.

E nem se diga que pegamos adversários fracos, pois num passado recente levamos 2 gols do Ceara, 3 do Sport em casa, só pra citar alguns exemplos do quanto o sistema defensivo estava mal armado.

Que o palmeirense nao caia na pilha dos boquirrotos da imprensa esportiva que odeiam o Felipão.

Ontem o Palmeiras criou várias chances de gol, mas contamos com alguma incompetência na finalização e mais uma partida de alto nível do goleiro adversário.

Gol do Dudu foi importante pra ele e pro Palmeiras. O camisa 7 vinha jogando bem abaixo da expectativa, nada como um gol de classificação pra zerar o tempo ruim e recomeçar a trilha de sucesso que o Dudu sempre traçou por aqui.

Agora teremos pela frente o Cruzeiro, apontado pela maioria da imprensa esportiva como o time copeiro de 2018. Veremos.

AVANTI PALESTRA!

Palmeiras 1×0 Vasco – BR18

O Palmeiras fez um bom segundo tempo, o suficiente Pra vencer o Vasco pelo placar mínimo, que teria sido 2×0 nao fosse o braço duro do bandeirinha, que anulou o gol legal do zagueiro estreante, Gustavo Gomez.

Em 4 jogos sob o comando do Felipão, 3 com ele no banco de reservas, o Palmeiras empatou duas fora de casa e venceu uma, e ganhou a única partida jogada no Allianz Parque.

E não sofremos nenhum gol nesses 4 jogos. nos 16 anteriores do Roger, tínhamos levado 14 gols…

Boa atuação do zagueiro paraguaio, e muito boa participação do Deyverson e do Lucas Lima. E mais uma partida coletiva perfeita do sistema defensivo.

Quinta-feira, no Pacaembu contra o Bahia, tem a primeira disputa eliminatória do Bigode na sua terceira passagem aqui. Pra cima, Bigode!

AVANTI PALESTRA!

Cerro Porteño 0x2 Palmeiras – Liberta18

Vitória maiúscula da melhor campanha da Liberta.

Desde que chegou, Felipão ocupou com destaque as redações esportivas, em sua maior parte para questionar se o treinador seria ou não ultrapassado para o futebol atual.

A resposta veio no campo.

Borja, outro muito questionado pela imprensa, mas principalmente pela torcida, fez 2, chegou a 8 gols em 7 jogos na Liberta e também garantiu um salve aos críticos a la Felipe Melo pra torcida do Cerro.

O Palmeiras foi, mais uma vez imenso. 100% como visitante e invicto na competição, o Verdão deu importante passo na sua campanha, e ganha tranquilidade pro jogo da volta no dia 30.

Que a pegada siga igual, time aguerrido no melhor estilo Felipão, que o nosso futuro será único.

AVANTI PALESTRA!

América 0x0 Palmeiras – BR18

Não foi a reestreia que o Palmeirense queria para o Felipão.

A considerar o time misto, o penalti perdido – mais um – e o fato de que o Bigode teve pouco mais de um dia com o elenco, não devemos criticar.

Mas que perder pontos do jeito que o Palmeiras está perdendo para adversários muito mais fracos é muito irritante, isso é.

Que a rodada de descanso pro time titular realmente compense na quinta-feira.

Dois empates na semana com dois penaltis perdidos. Dos últimos 15 penaltis batidos, perdemos 8. Inadmissível. Que o Bigode faça os jogadores treinarem cobranças de penalti até as chuteiras rasgarem.

AVANTI PALESTRA!

%d blogueiros gostam disto: